terça-feira, outubro 26, 2021

Gripen para o Brasil

Turquia e Rússia podem discutir produção conjunta de caça de quinta geração

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Sukhoi Su-57
Sukhoi Su-57

A Turquia e a Rússia podem discutir possibilidades de cooperação para desenvolver e produzir em conjunto um caça de quinta geração, disse Viktor Kladov, diretor do Departamento de Política e Cooperação Regional da empresa de defesa estatal russa Rostec, em declarações à Agência Anadolu (AA), sobre a possível produção conjunta de aviões de combate entre os dois países.

Ele disse que há necessidade de um longo processo de consulta entre a Rússia e a Turquia, se eles produzirem em conjunto um jato de combate de quinta geração. “Para um projeto tão importante, as partes não devem apenas se interessar, mas também estar preparadas para trabalhar juntas”, acrescentou.

“Embora possa ser uma decisão “séria”, estou convencido de que os dois países são capazes de implementar tal projeto”, disse Kladov.

O programa de jato de combate de quinta geração é uma prioridade para o presidente Erdogan, que quer construir uma indústria de defesa nacional para angariar apoio nacionalista e reduzir a dependência da Turquia de estrangeiros em meio a tensões crescentes com muitos aliados da Otan.

A situação geopolítica está reforçando o desejo de Ancara por uma base tecnológica nativa e sistemas de armas que possam ser menos prejudicados pelas relações estremecidas com a Europa e os Estados Unidos.

Mas, ao mesmo tempo, a Turquia precisará de uma parceria com a Rússia ou a China para desenvolver um jato de combate de quinta geração.

- Advertisement -

50 Comments

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DOUGLAS TARGINO

Agora os EUA vão dizer que vão vender os F-35 e que tudo não passou de um engano kkkkkkkkkk

Daglian

Por que os EUA fariam isso? Não há nenhum desespero por parte dos EUA no sentido de vender os F35 à Turquia: muito pelo contrário. Que fiquem con os SU-57: só não vale chorar depois que sofrem “embargos” dos americanos.

Tadeu Mendes

Com o que a Turquia vai economizer por causa do cancelamento do F-35, possivelmente vai sobrara dinheiro para inverstir no SU-57.

Ainda que seja uma bela aeronave, parece que falta muito para chegar ao status de operacionalidade como um stealth fighter.

Topol

ou então falta um pouco mais da brilhante propaganda estadunidense

André Bueno

E ainda há a questão da OTAN. Não creio que Turquia irá continuar na aliança se o projeto com o jato russo for realmente adiante.

Tadeu Mendes

Andre Bueno,

Melhor a OTAN perder a Turquia, do que perder os EUA.

A OTAN sem a ajuda do porrete americano, perderia em uma guerra contra a Russia.

Nilton L Junior

Bom pelo menos não quebra o trem de aterrisagem

Nakagawa

Como se os EUA dependessem unica e exclusivamente do F35. No mais, a própria Turquia já provou o estrago que o F16 pode fazer, e a Russia mostrou a resposta que pode dar MIMIMI.

Antonio

Quantos F-16s um Su-35 pode rastrear e abater ao mesmo tempo? Acho que uns quatro.

Antonio

Seria um desdobramento natural para a situação da Turquia. Se ocorrer, não será nenhuma surpresa.

Andre Vedoze

Surpresa será a Turquia quebrada ter dinheiropara esta empreitada…

luiz antonio

Que noticia! Em 2033 voarão os primeiros protótipos.

Fellipe

até la certamente os problemas dos F-35 não serão mais do que 100 e ela já poderá voar e pousar sem o seu trem de aterrissagem quebrar … é pelo jeito o Gripen NG foi um baita acerto em todos os aspectos possíveis hein ?

Ivan

Apenas para lembrar da história. . Guerras entre a Turquia (ou Império Otomano) e a Rússia: . – Guerra Russo-Turca (1568-1570); – Guerra Russo-Turca (1571); – Guerra Russo-Turca (1676-1681); – Guerra Russo-Turca (1686-1700); – Guerra Russo-Turca (1710-1711); – Guerra Russo-Turca (1735-1739); – Guerra Russo-Turca (1768-1774); – Guerra Russo-Turca (1787-1792); – Guerra Russo-Turca (1806-1812); – Guerra Russo-Turca (1828-1829); – Guerra da Crimeia – conflito na península da Crimeia (Mar Negro), entre 1853 e 1856. De um lado o Império Russo e do outro uma coligação integrada pelo Reino Unido, França, Reino da Sardenha e o Império Otomano (atual Turquia); – Guerra… Read more »

Antonio

‘O Mundo gira e a Lusitana roda’.

Augusto L

Voce esqueceu do “The Great Game”, de 1813 a 1907, onde os turcos ia pro lado dos russos e depois para o lado dos britânicos, trocavam toda hora de acordo com o momento, acabaram ficando do lado dos alemães, o resto todos ja sabem. A Turquia sempre quis seu imperio forte sem nenhuma restrição, os acordos deles são de momento traem seus aliados se a conjuntura mudar sem pensar, no começo eles tinham como chantagear o ocidente pq a rota da seda passava lá, depois que ela perdeu importância o império otomano foi a decadência. Mas agora com uma Europa… Read more »

Roberto

Iván essa é a intensão geopolitica da Rússia, mostrar que os tempos mudaram, que ele está se apresentando como um pais competitivo para negociar e não criar guerra, e na o a mentira espalhada da Rússia comunista que quer dominar o mundo, mentira que necessita a OTAN para sua existência… entendeu o interés dos estados Unidos?. Alias, se vai se concretizar essa União pois depois da Turquia ter sofrido uma tentativa de golpe de estado por parte de estados unidos, fica bem difícil a acreditar nos EU.

Ivan

Roberto, Você escreveu: . “…mentira espalhada da Rússia comunista que quer dominar o mundo, mentira que necessita a OTAN para sua existência…” “…pois depois da Turquia ter sofrido uma tentativa de golpe de estado por parte de estados unidos,…” . Sério? . Você começou bem, com um excelente argumento na linha de uma nova Rússia, mais aberta, menos belicosa. Argumento difícil de sustentar, é verdade, em face da tomada (ou retomada) da Crimeia, ou da Guerra Civil no Leste da Ucrânia patrocinada por Moscou na região do Donbass (oblasts de Donetsk e Luhansk). . Mesmo assim, uma abordagem simpática é… Read more »

ciceropavei

Essa parceria é extremamente fantastic made in Rússia. Só que tem que ter muito cuidado em negociar made in Turkey

Ricardo Bigliazzi

Irão dar dinheiro para Russos e/ou Chineses em troca de aviões. Alguém aqui no blog acredita que algum dia poderá fabricar um avião de 5a. geração desenvolvido com parceiros e vendê-los para qualquer um???

PauloR

Como não pode confiar nos americanos, a Turquia agora se assanha para os russos atrás de apoio para desenvolver seu caça de quinta geração. Com certeza os russos não vão negar ajuda técnica para eles e em troca consolidam o apoio dos turco a Russia. Mais um xeque-mate de Putin na diplomacia dos Estados Unidos que parou no tempo em que os americanos mandavam em tudo, sem oposição.

Tadeu Mendes

A Russia prestara ajuda tecnica a Turquia??? Apoio turco a Russia???

Em que mundo voce vive rapaz?

Diogo araujo

viu os turcos já não estão com um f-35 por la? so que nao funciona?

romp

ai quando eu digo que o Trump jogou a Turquia no colo do Putin os cara não acreditam, ai perderam um cliente, perderam um Aliado e ainda vão ajudar a financiar o projeto Russo.

Não era mais fácil deixar a Turquia os F-35 de boa na dela ?

XFF

Está faltando pessoas inteligentes na Casa Branca. Ele acham que sanções resolve qualquer coisa..

XFF

Se isso acontecer, a Turquia vai entrar na justiça internacional para receber todos os valores pagos no desenvolvimento do F-35, com multas, juros e correções. OS Estados unidos vão ficar com imagem arranhadas ainda mais como não confiáveis na área de defesa. Se um país não se submeter a eles, eles bloqueiam qualquer coisa, seja dinheiro, equipamentos militares e outras coisas…

edimur

Se sanções resolvesse CN não tinha tantos misseis!!! Uma pergunta ate quando veremos esse corno do Maduro no poder na Venezuela, não sei porque mas tenho mais nojo deste cara do que o Bashar al-Assad.

nonato

Trump precisa agir.
E nós pedirmos.
Alguém tem que colocar a boca no trombone.

Vanderley Aparecido dos Santos

Certissimo. Tá na hora dos paises que tem potencial econômico procurarem outras vertentes economicas militares seja lá qual for. Para não ficarem dependentes dos interesses desses sabotadores yankes. Que a Turquia e Irã se fortaleçam.

Antunes 1980

Mais uma Fake News plantada pelo Kremlin. A Rússia jamais fez qualquer parceria no âmbito de desenvolvimento de vetores. O que se lê por aí, não passa de notícia inventada. Desde a antiga UsRR, jamais foi feita qualquer tipo de parceria. Não lembrei da Rússia abrir seus hangares para que outro país tivesse acesso a determinados segredos tecnológicos. Desta vez não será diferente, foi a Índia e agora a Turquia fazendo parte deste teatro.

Ricardo

Trump está criando muitas inimizades. Está desagradando a China, Rússia, UE, México, Turquia e Cánada. A Turquia está sendo fortemente humilhada pelos EUA, seja por Trump ou pelo congresso. Nesta linha o sentimento anti-EUA está crescendo muito na Turquia e o Edorgan está ganhando mais força aínda. Turquia saindo da órbita dos EUA é pessimo e vai acabar caindo na órbita chinesa. A China já ensaia um movimento de negociar com outras nações em Yuan ao invés do dólar, isso é um desastre a longo prazo para os EUA> Não dúvido que quando a China estiver com uma classe média… Read more »

Antonio

Perfeito. A China está avançando no O.M.e está com força suficiente para o ganhar o jogo.

Ivan BC

Trump fechou um acordo com o México essa semana. A Turquia está com a economia podre, rombos imensos e desvalorização, tem uma divida monstruosa e totalmente dependente da Europa. Quem humilha outros países é erdogan com discursos racistas, ameaças a outros países e perseguição interna. Você inverteu a situação. Erdogan está atirando para todos os lados, está desesperado…ora com italianos, ora com franceses, pra com russos, ora com americanos. A Turquia afundou nos últimos 3 anos. Políticos não devem agradar outros países, vocês foram educados pelo Lula e pela turma que precisa “estancar a sangria” e ficam repetindo isso. Notícia… Read more »

Ricardo

Ivan BC
Você já leu algum editorial do PC Chinês? Lógico que não. Você não tem a menor noção do que os chineses pensam realmente dos EUA. Sobre o risco da substituição do dólar e do despejo dos titulos dos EUA são grandes acadêmicos que relatam isso, note bem são economistas docentes de grandes universidades com mestrado, doutorado e pós-doctor que dizem e não o zé mané da esquina. Quando os chineses foram fortes o suficiente certamente descartaram os EUA da mesma forma que se descarta um papel higiênico!

Kj

Cheirinho de protótipo voando em 2060 kkkk

Fellipe

com a “Propaganda Russa” afirmando categoricamente que se trata do “melhor avião do sistema solar” e sendo negociado pelos “BRIMUS” não precisa nem voar, mas vai vender mais que água no deserto … se os chinas então derem um financiamento “CAMARADA” até o Brasil vai comprar, para melhorar só se Israel comprar alguns e abater uns MIG-21 de algum país árabe (para proteger a soberania israelense é claro), ai vai ter SU-57 até na Luftwaffe e na USAF .

Topol

Ótima notícia… agora que a Índia também sinalizou que vai voltar atrás e vai continuar a parceria no desenvolvimento do FGFA, um novo parceiro de peso como a Turquia será muitíssimo bem vindo ao consórcio…
Próximo passo, fechamento de Incirlik aos Estados Unidos

Paulo

Ainda bem que sonhar (ou delirar) não paga imposto.

Ricardo Bigliazzi

Segue o jogo, Turquia parece apostar num projeto em detrimento de um avião que já domina a arena de combate para que foi projetado.

Topol

Nossa, será que perdi alguma coisa??? pelo que eu sabia até então o F-35 só tinha sido usado na real uma vez por Israel, atacando posições iranianas desprotegidas na Síria… acho muito cedo conceder a este avião tal título tão emblemático e a “faixa” de air dominance garantida pela sua simples presença…

JPC3

As posições iranianas estavam sendo protegidas pelas defesas aéreas sírias, com S-200, SA-6, Buk-M1, buk-m2 e pantisr.

Mauro Henrique

Tentando lembrar do resultado ad outra vez que os turcos disseram que se debandariam para o lado da china comprando o sTlezentlos .

Deve ser mais jogo de cena.

nonato

Não está devidamente explicado?
É produção do SU 57 em território turco?
Porque desenvolver um novo avião não faz sentido.
Primeiro a Turquia não tem competência muito embora produzam vários itens de defesa.
Também não faria tanto sentido começar do zero ou fazer uma adaptação do SU 57.
Está na hora de Trump agir…
Há muitos países se enxerindo…

BISPO

Falando em Turquia… penso que os S-400… se instalados por lá…serão os olhos dos russos naquela região.

Zorann

Eu acho o máximo! Um país que tem um orçamento que é 2/3 do nosso consegue pensar em F35, em caças de 5° geração….e nós aqui sonhando com 36 Gripens…quem sabe 72.

André

Essa encenda inicial de gripen já é mais que o dobro da encomenda inicial do su57 feita pela própria Rússia. Sem contar a incrível encomenda de 6 mig35…

No final, vamos fazer mais gripen no Brasil que a Rússia vai fazer su57

Sérgio Luís

Se o marido ( USA) não dá assistência ela (Turquia) arruma outro ( Rússia) !
Esse e o típico comportamento natural!

André

Esse caso está parecendo mais o do velinho que era garanhão quando era jovem e agora que ficou velho e não pega mais ninguém está desesperadamente atirando para tudo que é lado. Trocou uns olhares com a Índia e já saiu falando que estava comendo, mas na hora do vamos ver, a Índia não deu para ele. Agora pegou na mão da Turquia e já está falando que vai comer….

SmokingSnake 🐍

Esse avião, tal como o j-20, não passam de desespero da Rússia e da China por causa do primeiro avião stealth dos EUA voltado para a exportação. Ficariam atrás de vários países e precisam colocar na propaganda que também possuem um caça stealth.

André

Não se esqueça da tentativa de falar que a tecnologia stealth não prestava, que o radares de banda sei lá o que já a tinham tornado obsoleta, que era só disperdicio de dinheiro e mimimi….

Últimas Notícias

O Su-57 da Rússia supera os caças de quinta geração dos Estados Unidos, diz especialista

As Forças Aeroespaciais da Rússia receberão 22 caças Su-57 até o final de 2024 e seu número aumentará para...
- Advertisement -
- Advertisement -