Home Aviação de Ataque Rússia e a Argélia negociam caças MiG-29M/M2

Rússia e a Argélia negociam caças MiG-29M/M2

4610
8
MiG-29M do Egito

A Argélia – um dos maiores compradores de equipamentos russos de aviação – mostrou interesse na compra de 14 caças MiG-29M/M2 que poderiam substituir os MiG-29S da Força Aérea Argelina, fabricados na União Soviética, por Bielorússia e Ucrânia. A MiG Corporation não apenas receberá lucros de várias centenas de milhões de dólares, mas também garantirá a ocupação de suas instalações de produção por vários anos. A última tentativa da Rússia de entrar no mercado da Argélia com o MiG-29SMT foi feita em 2006, mas o cliente, tendo recebido os primeiros 15 aviões, devolveu os caças ao fabricante devido à presença de peças abaixo do padrão.

O fato de que a Rússia e Argélia estão conduzindo negociações fechadas sobre a compra do esquadrão de MiG-29M/M2, foi informado por duas fontes no campo da cooperação técnico-militar, e o interlocutor na liderança do departamento militar russo disse que as partes estão discutindo a venda de 14 jatos novos. O montante do contrato potencial (levando em conta os equipamentos que vêm no kit) é estimado em US$ 700-800 milhões. Uma fonte informou ao Kommersant: “Nós presumimos que a assinatura de um contrato firme será possível em um futuro próximo”.

O Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar, na Rosoboronexport (negociando pelo lado russo) e na United Aircraft Corporation (UAC), se abstiveram de comentar ontem. A delegação militar argelina participou na semana passada do fórum internacional “Army 2018” em Kubinka, onde o vice-ministro da Defesa Alexander Coron Fomin e o chefe do departamento de abastecimento do Ministério da Defesa da Argélia, Major-General Mustafa Debbie, discutiram questões relacionadas, inter alia, com o fornecimento de armas.

A Argélia é um dos maiores compradores de equipamentos da aviação russa. Nos últimos dez anos, a frota de sua força aérea foi atualizada com caças Su-30MKA (44 unidades foram recebidas em contrato a partir de 2006, 14 por outro acordo a partir de 2015), helicópteros de transporte Mi-26T2 (14 unidades), aviões de treinamento de combate Yak-130 (16 carros). Além disso, os militares argelinos começaram a receber helicópteros de combate Mi-28NE (42 unidades foram contratadas em 2013). Segundo o especialista do Centro de Análise de Estratégias e Tecnologias Konstantin Makienko, a ativação de compras argelinas foi facilitada pela “intervenção da OTAN na Líbia”: “Se antes de 2011 eles ainda estavam olhando para os produtos dos países ocidentais, então após estes eventos eles concluíram: os parceiros mais confiáveis para o fornecimento de armas são a Rússia e a China.”

Agora a Força Aérea Argelina está armada com várias dezenas de MiG-29S e MiG-29UB soviéticos entregues pela Ucrânia e Bielorrússia. Em 2006, a Argélia queria que seu parque fosse renovado, tendo contratado 28 novos MiG-29SMTs de assento único da Rússia e seis MiG-29UBs de dois lugares. No entanto, o acordo não foi aprovado: depois de receber as primeiras 15 aeronaves, o cliente acusou o lado russo de usar peças usadas e insistiu em devolver as aeronaves ao fabricante. Posteriormente, 28 unidades MiG-29SMT entraram para o arsenal do Ministério da Defesa da Rússia, e em 2014 os militares compraram outros 16 caças.

O pedido da Argélia para o MiG-29M/M2, juntamente com o fornecimento contínuo de 46 aeronaves desse tipo para o Egito, permitirá que a RAC MiG ocupe suas capacidades por vários anos à frente.

Na semana semana passada, a Argélia assinou também um acordo para o possível fornecimento de 18 caças Su-35, durante o Fórum Army 2018.

Cockpit do MiG-29M/M2

FONTE: Kommersant / COLABOROU: Rustam Bogaudinov

8
Deixe um comentário

avatar
6 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
7 Comment authors
AndréDanielMarcos AndreyWalfrido StrobelEduardo von Tongel Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
elton
Visitante
elton

esses caras da argelia parece com quem tem uma obra e chama um pedreiro de m…. e acha que o serviço ficou ruim e depois na proxima reforma chama o mesmo pedreiro de m…. para fazer outro serviço que provavelmente tambem vai ficar ruim

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Qualquer país sério, jamais compraria novamente equipamentos entregues totalmente comprometidos por fraude e má fé. Como medida conciliatória, talvez os demais equipamentos russos tenham sido entregues com grande qualidade. Somente assim justificaria adquirir novamente estes Mig-29 e/ou Mig-35. Outro fator é o fato de os Estados Unidos não quererem vender seus vetores para a Argélia, ficando assim ela sem opção.

Eduardo von Tongel
Visitante
Eduardo von Tongel

Tem opção sim. China, França, Suécia, Coréia…

Marcos Andrey
Visitante
Marcos Andrey

França, Suécia e Coréia utilizam componentes americanos e provavelmente sofreriam embargos!

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

A questão da devolução não foi bem de peças usadas, foi de peças antigas, em 2008 a Argélia devolveu os 15 MiG-29 SMT e UBT recebidos em 2007, pois se verificou que eram células antigas que ficaram paradas na crise do fim da URSS e foram acabadas para serem entregues a Argélia, com isso o Gov. Russo decidiu ficar com os aviões. Estes aviões ficaram 10 anos na linha de produção parada com o fim da URSS e tinham seus componentes com alguma oxidação. Como continuaram a comprar aviões e helicopteros russos creio que este episódio ficou resolvido. O mesmo… Read more »

Marcos Andrey
Visitante
Marcos Andrey

França, Suécia e Coréia utilizam componentes americanos e provavelmente sofreriam embargos!

Daniel
Visitante
Daniel

Gostei da camuflagem dos Migs 29 do Egito.

André
Visitante
André

Peças usadas…hahahahah

E tem gente que reclama de instalar pararraios….