Home Aviação de Ataque F-35A da USAF sofre colapso no trem de pouso frontal

F-35A da USAF sofre colapso no trem de pouso frontal

4484
22
O F-35A da USAF com o nariz no chão após o colapso do trem de pouso frontal
O F-35A da USAF com o nariz no chão após o colapso do trem de pouso frontal

O F-35 envolvido em um acidente na tarde de quarta-feira (22/8) foi groundeado até que uma investigação possa ser concluída pelo Conselho de Investigação de Segurança da Força Aérea dos EUA.

Essas investigações podem levar até 30 dias, de acordo com uma porta-voz da 33ª Ala.

O piloto relatou uma emergência durante o voo antes de pousar o F-35A Lightning II pouco antes das 13h, na quarta-feira. Depois que o avião foi estacionado, o trem de pouso dianteiro colapsou.

O incidente aconteceu à vista dos motoristas que passavam na State Road 85. O avião foi retirado da pista, disse a porta-voz.

Por volta da mesma época do acidente com o trem de pouso, um segundo F-35 se chocou com pássaros, disseram autoridades.

A porta-voz disse que é “bastante comum” que as aeronaves encontrem aves. As autoridades examinam os restos mortais e enviam uma amostra ao Smithsonian para descobrir que tipo de animal era. A informação é usada para ajudá-los a rastrear a migração, completou.

Comunicado da USAF

O piloto retornou à Base Aérea de Eglin e aterrissou em segurança. O trem de pouso do nariz colapsou depois que o avião foi estacionado, segundo o comunicado de imprensa.

Os bombeiros responderam imediatamente e também puderam ser vistos pelos motoristas. O piloto não ficou ferido.

A extensão dos danos no F-35A Lightning II não estava imediatamente disponível.

O acidente ocorreu por volta das 12h50 da tarde, na linha de voo em Eglin, que compartilha as pistas com o Aeroporto de Walton Beach em Destin-Fort. Nenhum tráfego comercial foi afetado, disseram oficiais do condado de Okaloosa.

Uma investigação do acidente está em andamento.

FONTE: Crestview News Bulletin

22 COMMENTS

  1. Sugestão para o fabricante da aeronave: Esqueçeram de instalar dispositivo de proteção anti-passarinho como os dos outros concorrentes, meu Deus.

  2. Colisão com pássaros serão mais intensas em relação ao F35, pois tratando-se de aeronave invisível, os pássaros não podem vê-lo, assim não podem desviar.

  3. Como colapsou ? As longarinas da fuselagem que dão suporte ao trem cederam ? Foi a trava do trem que cedeu ? O trem mesmo que se partiu ? Nem dá para fazer um comentário decente.
    .
    Quando se estabelece um limite de preço, essas coisas acontecem.
    .
    Lembrei dos Opalas 6 cilindros cuja manga de eixo partia, a mesma dos 4 cilindros.

  4. Gostaria de que divulgassem lista de problemas dos caças chineses, russos, do nosso caça sueco e tambem glorioso cargueiro da embraer. Às vezes penso que ja nascerem perfeitos pois quase nada se sabe a respeito.

  5. Historia mal contada. Como relatado o piloto informou algum problema no NLG durante o voo, nao estava travado em cima ou embaixo? porque nao usou o free fall? Eu sou mecanico aeronautico civil, mas por mais avancado que seja o F-35 nao acredito que seu sistema de trem de pouso seja algo tao diferente das aeronaves civis (por achismo mesmo). Trem de pouso e simples, simples assim.
    Desculpem erros de acentuiacao, estou usando teclado fora do padrao abnt.

  6. Aquele Russo não quebra trem de pouso … alguém falou em pipoca, mas mimimi a parte, um trem de pouso é projetado para aguentar um determinado impacto não é “inquebrável”.

  7. Nada que outro cheque em branco não possa resolver!

    Seria bom saber da quantidade de horas de voou da aeronave do sinistro, para termos uma ideia sobre uma possível fadiga ou problemas hidráulicos elétricos.

    Saudações!

  8. Tupiniquins sempre invejosos,sera porque os seus amos urso e dragão tentam há mais de 40 anos e não conseguem,nem um simulacro,de uma aeronave dita furtiva!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here