Home Aviação de Ataque Vídeo: Simulador do Gripen com Wide Area Display (WAD)

Vídeo: Simulador do Gripen com Wide Area Display (WAD)

6860
26

No vídeo acima, um piloto de Gripen fala sobre os benefícios e características do novo Wide Area Display (WAD) do Saab Gripen JAS 39E.

O Wide Area Display no Gripen E é uma tela panorâmica de alta resolução (19 x 8 polegadas) que permite uma apresentação redundante e inteligente de informações em toda a sua extensão, com capacidade de receber entradas de teclas multitarefas, com tela sensível ao toque ou interfaces externas. Usando a fusão de dados, o WAD fornece ao piloto as informações necessárias e é a principal fonte de informações de voo e missão no cockpit.

A consciência situacional é um fator chave para conquistar o espaço de batalha moderno. Graças à sua avançada colaboração homem-máquina, o Gripen E compartilha e exibe as informações táticas corretas para os pilotos no momento certo.

As informações são apresentadas em ícones centrados em informações facilmente interpretáveis ​​em uma tela sensível ao toque de uma área ampla, permitindo uma apresentação de informações totalmente configurável – e o potencial de reconfiguração na metade da missão – com o pressionar de um botão.

26 COMMENTS

  1. Vemos com frequência o WAD sendo apresentado pela SAAB em feiras e eventos internacionais, o que indica que ela vê este gadegt como um importante diferencial para o Gripen E na disputa pelo mercado internacional quando comparado com outras aeronaves 4++.
    O fato de a SSAB apostar no WAD não significa que a Força Aérea Sueca também o fará, mas não deixa de ser um importante apoio interno.

  2. o louco! cadê aquele punhado de tela? tinha uma que só servia pra assistir discovery channel, eu adorava rsrs… Esse caça até eu piloto, pode mandar esses pilotos todos embora, fácil demais xp

  3. É os “cara” da Saab aproveitaram a copa do mundo e compraram uma TV nova de tela grande nas casas Bahia, e já que a copa acabou e o Display é fabricado no Brasil entre uma missão e outra da pra assistir jogos do Brasileirão !!! ou quem sabe até durante a missão é só maximizar uma janela no jogo e outra nos dados da missão … 🙂

    Tirando a brincadeira, é claro, esse display é o futuro é bem acertado a escolha da FAB é o estado da Arte, parabéns não vamos ter que se preocupar com essa parte quando por exemplo daqui a décadas chegar o dia de fazer uma modernização de meia vida no Gripen Esse é o conceito que vai ser seguido por todos daqui pra frente já é o que o F-35 usa no nossos novos vetores não podia ser diferente

  4. Ora vejam, não é que a FAB estava certa? E que os “especialistas” da internet estavam errados?
    Isso não é exatamente uma surpresa.

  5. o display é importante mas quase 30 mi cada é meio salgado, é ninguém contestou isto. Os caças estão cada vez mais caros é dúvido que forças iguais a Fab,terão condições de ter centenas de vetores.E claro que as bases terão que ser hiper super protegidos, pois um ataque suspresa quebra um Pais.

    • Sim é um ponto importante bem lembrado Ronaldo é salgado mesmo, mais precisaríamos saber quanto custaria se fosse equipado c/ 3 telas display convencionais ? que a principio é que o modelo Sueco vai utilizar, para fazer uma comparação, qual a diferença de valor ?
      Mais mesmo sem ter esta informação agora tenho a opinião de que por se tratar de uma evolução e inovação vale a pena,

      E aproveitando quando vamos ter um simulador deste em funcionamento aqui no Brasil ?

    • Ronaldo, o adicional ao contrato divulgado na época, de 900 milhões de dólares, não se refere somente ao WAD, mas também a outras coisas, como sistemas específicos que a FAB solicitou, como guerra eletrônica, por exemplo. Isso foi informado em nota oficial, pela FAB. Outra coisa importante, é que o valor de 5,4 bilhões de dólares não é congelado, visto que o valor do contrato foi firmado em coroas suecas, o que pode variar. Em determinado momento, os 5,4 bi haviam se transformado em 4,6 bi…isso tambem inofrmado ofocialmente pela FAB.

    • 30 mil para um produto que é produzido em baixa escala, de forma quase que artesanal, sob especificações rígidas, tendo que aguentar altas variações de carga G, pousos bruscos e ainda assim tendo que apresentar altíssima disponibilidade. Você realmente acha 30 mil caro? Isso não é uma TV que você compra nas Casas Bahia, amigo.

      • Nunão, o pessoal pega os tão falados 900 milhões de dólares do aditivo do contrato do Gripen e dividem por 36. Esquecem que esse dinheiro não corresponde só ao WAD, esquecem que não são 900 milhões de dólares, pois o contrato foi em coroas suecas, e esquecem que não são 36 WAD e sim, 44, pois tem 8 Gripen F, bipostos, que possuirão 2 WAD cada um. Já foi publicado em vários locais à que esse dinheiro corresponde. Mas, o pessoal inisiste que o dinheiro é só para adquirir os WAD….esquecem de todo o resto e de tudo que é associado, como projeto, desenvolvimento, etc…

        • Sim, Flanker, mas continuo curioso e com minha pergunta ao Ronaldo sobre qual moeda ele se refere, pra pelo menos a conversa ter alguma referência básica pra começar.

          Falar sobre o valor real do desenvolvimento, integração do WAD nos caças Gripen E/F da FAB na minha lógica viriam depois de sanada essa dúvida sobre o comentário dele.

          Ainda aguardo a resposta…

  6. Rapaz, semana passada tinha alguém por aqui dizendo que grande negócio mesmo quem fez foi o Paquistão, segundo ele, o JF-17 ou FC-1 chinês é muito melhor que o Gripen, e ele ainda destacava uma suposta “verdadeira Tot” para o Paquistão, eles sim, depois do acordo com a China pelo JF-17 estariam em breve produzindo caças super avançados, e que o acordo do Brasil pelo Gripen, bem, deixa pra lá.
    São essas coisas que todos os dias, exatamente todos os dias em todos os sites da chamada Trilogia, é que somos obrigados a ler por aqui, coisas absurdas.
    O Super Hornet se viesse seria “degradado” para o Brasil… somos mal vistos pelos EUA e tal…
    Um navio com 204 metros de comprimento, capaz de transportar 18 helicópteros, operar sete deles simultaneamente no convés de voo, e bem, isso nada importa, e sim os três canhões que seriam retirados para uso em outro navio, que no nosso caso, provavelmente nunca seriam usados num caso real, além dos 4 canhões de 30 mm presentes, estes sim, de muito maior utilidade para os fins a que se destina, proteção contra possíveis ameaças assimétricas.
    Notem que nestes casos, esses “comentaristas” não costumam aparecer… não tem muito o que fazer, não é mesmo???
    Quanto a esse painel de instrumentos instalado no Gripen padrão da FAB, bom, não me parece que seja necessário ser Bidu para sacar que a Flygvapnet já deva estar de olho e pensando em adotá-lo também…

  7. O WAD especificado e adotado pela FAB pelo visto demonstra ser uma das melhores escolhas jamais realizada pelas FFAA brasileiras e, quiça, mundial. Nao por outro motivo ja estao presentes no F35, no F15IE, e outros.
    Negar que esse desenvolvimento tenha recebido uma intensa participaçao brasileira é coisa de ignorante preconceituoso, para falar pouco. Ou, ainda pior, mal intencionado mesmo….

    Parabens à FAB e aos demais brasileiros envolvidos neste fantastico desenvolvimento. Sao realizaçoes deste genero que justificam o imposto que pagamos!

  8. A ideia é facilitar o trabalho do piloto, porém, sempre existe a possibilidade de um aumento de informações disponíveis, nisso, surge um paradoxo.
    Atenção, alerta, ação correta em tão curto espaço de tempo e ambiente hostil. A versão biplace de combate com duas dessas multiplicaria a eficácia do equipamento.

  9. Para mim a questão não era sobre vantagens do WAD e outros acréscimos no aditivo, e sim pelo fato de haver um aditivo bilionário em fim de mandato PeTista, o que chamou a atenção. O MPF já arquivou a investigação sobre tal aditivo e para mim isso basta.
    E existe a esperança que tal aditivo seja diluído não entre 36 mas até 108 F-39. Fora possíveis exportações.
    Só quero saber se, caso os suecos e/ou possíveis clientes adotem o WAD, receberemos alguma compensação sobre tal. Seria chato gastar para outros lucrarem.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here