Home Aviação de Ataque Lockheed vai fornecer 16 caças F-16V Block 70 ao Bahrein

Lockheed vai fornecer 16 caças F-16V Block 70 ao Bahrein

5839
75
Concepção do F-16V Block 70 de Bahrein
Concepção do F-16V Block 70 de Bahrein

Em 22 de junho de 2018, a Lockheed Martin Corp., Fort Worth (TX) e a Lockheed Martin, Greenville (SC), receberam do Pentágono um contrato de US$ 1,1 bilhão com incentivo de preço fixo para produção de caças F-16.

Este contrato prevê a produção de dezesseis F-16V Block 70 Vipers para a Real Força Aérea do Bahrein (Royal Bahraini Air Force – RBAF), sob o programa de vendas militares estrangeiras (FMS).

O trabalho será realizado em Greenville e Fort Worth e está previsto para ser concluído em 30 de setembro de 2023.

A produção é a primeira para a linha de produção F-16 recém-criada em Greenville.

O Departamento de Estado dos EUA aprovou o FMS em 8 de setembro de 2017.

Subscribe
Notify of
guest
75 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio
Antonio
2 anos atrás

Raspa do tacho.

Fligth
Fligth
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Que boa rapa desse tacho.

Victor Filipe
Victor Filipe
2 anos atrás

F-16V Block 70 por FMS? cade o brasil pra entrar numa dessas

André Bueno
André Bueno
Reply to  Victor Filipe
2 anos atrás

Já entrou, via SAAB, com Gripen E.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
2 anos atrás

Realmente, independente do Gripen existe a necessidade urgente de pelo menos 24 caças destes ai no Brasil, para garantir as coisas até que os Gripen comecem a pingar um por um.

Júnior P.
Júnior P.
Reply to  Joao Moita Jr
2 anos atrás

Ué, será que estamos e guerra ou na iminência de um invasão militar de uma potência estrangeira para precisar de aviões como o F-16v num período de apenas três anos até chegar o Gripen?
Onde aperta para voltarmos à realidade?
—–
Parabéns ao Bahrein pelo belo caça.

Rogério Fantini Rodrigues
Reply to  Joao Moita Jr
2 anos atrás

vc é filho do João Moita da MB ? se sim , saiu uma reportagem de na Carreteiro de deste mês, se não for me desculpe,

Delfim
Delfim
2 anos atrás

16 F-16 até setembro de 2023 ? Quando termina a entrega dos 36 F-39 ?

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

É um avião que daqui a 50 anos vamos ver ele voando ainda!

Gilbert
Gilbert
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

Espero que não no Brasil

nonato
nonato
2 anos atrás

Abriram nova linha de produção?
Um avião que já tinha parado de ser produzido…
É muito tempo para fabricar apenas 16 caças.
Um ano já seria tempo demais…

Antonio
Antonio
Reply to  nonato
2 anos atrás

Está claro que foi uma encomenda para manter a linha de produção.
Ninguém mais encomenda isso.
Deve ter sido algum ‘acerto’ entre Trump e o Xeique de plantão.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Se informe melhor! A força aérea do Bahrein já é usuária do F-16 e ao que tudo indica esses aparelhos irão substituir os Northrop F-5E ainda em serviço. E talvez os outros Vipers em serviço também serão elevados ao padrão – V.

Antonio
Antonio
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

E vc vai comprar um aparelho que está ficando ultrapassado só porque já opera com outros deles mais antigos?
Certamente existem no mercado opções mais modernas e capazes. E de várias fontes diferentes. É só escolher.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Para a Força Aérea do Bahrein o F-16 tem se mostrado um vetor adequado para as suas necessidades visto ser um país pequeno e que não tem tanto petróleo como os vizinhos, e esse nova encomenda deixa isso muito claro. Outrossim o Bahrein também é a sede da V Frota da USN, o que fornece a justificativa geopolítica para a aquisição.

Portanto qualquer argumento fora disso é torcida ou seja, é desprovido de lógica e racionalidade.

JPC3
JPC3
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Muito difícil de entender que o importante é que vai dentro avião?
Tipo motores e aviônica?

Não dá para entender porque alguns caças ficam ultrapassados enquanto outros da mesma geração são os “melhores do mundo”

Antonio
Antonio
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Vixe! Então pegue um Mig 15 ou F-86, turbine o motor, encha de aviônicos modernos e coloque no mercado novamente. Cada uma!

Antonio
Antonio
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Estou sendo irônico com a incapacidade do camarada de entender o que é obsolescência. Interprete melhor.

Antonio Lopes
Antonio Lopes
2 anos atrás

Está na promoção?

Aldo Ghisolfi
2 anos atrás

PQ NUNCA nos habilitamos para adquirir estes excelentes vetores?

EM que pesem dizerem que os nossos F5 estão a altura de muitas versões dos F16, pq não começamos a nos interessar por eles?

Juarez
Juarez
2 anos atrás

Aldo Ghisolfi 25 de junho de 2018 at 18:41

PQ NUNCA nos habilitamos para adquirir estes excelentes vetores?

Porque teríamos que pagar a mesma coisa que a USAF paga/pagaria por eles, via FMS, mas ai, bom, aí não, não vai, né. lamento não ser mais específico, infelizmente.

Wagner
Wagner
Reply to  Juarez
2 anos atrás

Já dizia meu avô, quem sabe ler, um pingo é uma letra Juarez, vc foi bem especifico rsrs.

lLnx77
lLnx77
2 anos atrás

ótimo vetor, o mais comprovado dos últimos tempos…tem mais que ser continuado e aperfeiçoado

Agnelo
Agnelo
2 anos atrás

Quão poderosos estão as 10 monarquias absolutistas e a constitucional daquela região?

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

Eles tem boas armas, resta saber se tem doutrina ou é igual ao resto dos árabes, que mandam seus soldados para o moedor.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Defensor da Liberdade
2 anos atrás

creio q a segunda opção é a mais provável….

Tallguiese
Tallguiese
2 anos atrás

Ou quando o trem é bão mesmo fica muito tempo né? Mas gente pra que os fabianos operarem o F-39 e atentarem as suas qualidades, aí acaba esse papo de: há podíamos ter F-16, há podia ter F-18, há podia ser os flankers. Acho todos eles muitos bons. Mas tenho certeza e confiança que nossos fabianos voarão no que a de melhor para nosso TO. Fé na FAB!

Tallguiese
Tallguiese
2 anos atrás

Nossa, quis dizer quando os fabianos começarem a operar o F-39. Corretor do celular não me ajudou! Foi mal.

Andrigo
Andrigo
2 anos atrás

Não vejo a hora de ver o Gripen nas cores da FAB, para parar de invejar as compras alheias! Mas se Deus quiser, a hora está chegando!

Gabriel
Gabriel
2 anos atrás

O F-16 é um avião que pode voar por mais algumas décadas em muitos países do mundo, excelente custo beneficio.

nonato
nonato
2 anos atrás

Ok.
Nosso caça é o gripen NG.
Não adianta ficar procurando outros.
Muito embora conjecturar não tire pedaço de ninguém.
Mas comparando o NG e o F16 70. Quais vantagens e desvantagens?
Especialmente em desempenho?

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
2 anos atrás

Ou seja, o f-16 é o F-5 “do futuro”. Ainda acho que poderiamos ter adquirido algums a press camaradas. Estilo Chile, por exemplo.

Mk48
Mk48
Reply to  Joao Moita Jr
2 anos atrás

Dizer isso é não conhecer a história do F-5 e também covardia com o F-16. Nada a ver.

Alfredo CS
Alfredo CS
2 anos atrás

Sei nao, prefiro torcer pro gasto publico diminuir, talvez fechando uns 30 ministetas, ou a desvalorizaçao do real vai nos forçar a comprar mais F5…do bahrein.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Viper V B 70 ultrapassado ?

Linha de produção recém instalada !

Vão pesquisar, com certeza estão precisando.

Única nação Árabe que conta com um representante comercial de Israel. Não se agridem e mantém canal de conversas aberto.

Vida longa ao Viper.

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

Poderiamos ter uns 20 destes tranquilos ,através do FMS,esperando os grispen que além de ser cota cotas o numero de vetores é pouco,e mesmo com a chegadas dels seria de bom uso.talvez um segunda linha de caças já que são muitos bons.

Robsonmkt
2 anos atrás

Na minha opinião, F-16 e Gripen são caças concorrentes, não complementares.
Como fazer um binômio hi-lo com caças similares? Não faz sentido gastar bilhões em dois caças que fazem a mesma coisa. Aumento de despesas com treinamento e estoque de peças sem nenhum ganho tático ou operacional.
A FAB trabalhava o hi /lo com F-5 e Mirage, mas agora vai seguir a estratégia da Suécia e da França que trabalham para ter um único modelo de caça.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Robsonmkt
2 anos atrás

Concordo! São aparelhos de capacidades muito semelhantes embora logicamente o conceito do Gripen seja mais moderno que o do Viper.

_RR_
_RR_
Reply to  Robsonmkt
2 anos atrás

Robsonmkt, HMS, Aí é que está… O ‘Gripen’ foi pensado desde a prancheta para atender requisitos bem específicos da Flygvapnet, que previa poder operar de condições insalubres, isolados inclusive de seus aeródromos, além de contemplar desde o começo dimensões que fossem as mais compactas o possível, juntamente a redução de sua assinatura eletrônica, térmica e visual… E eis que um airframe assim certamente cobra em algum lugar. E no caso do ‘Gripen’, isso se dá na sua capacidade de carga útil, que mesmo na variante NG é/será ainda inferior em pelo menos 1,5 tonelada em relação ao atual ‘Viper’. Não… Read more »

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
2 anos atrás

Ter um único modelo de caça? At ai, tudo bem. Mas que seja então um número suficiente de vetores. Seja lá o que seja, vejo 120 como um minimo aceitável para um pais continental como o Brasil. 36 é um “good start”, mas somente isso.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
2 anos atrás

Acho que o Brasil deveria comprar um lote de F-22 para segurar as pontas enquanto o Gripen não chega.
Sério pessoal, parem com essa ideia de comprar outro caça antes da chegada do Gripen. A ideia já é naturalmente pouco inteligente por acrescer uma nova aeronave (logística, treinamento, etc), mas agora tem o agravante de que ela seria entregue praticamente junto com o Gripen, então não taparia buraco nenhum.
Vamos pensar um pouco antes de escrever.

Adler
Adler
Reply to  Rafael Oliveira
2 anos atrás

Ri alto aqui. E sabe que mesmo sendo uma brincadeira, muitos pensam sério quando comentam assuntos desta natureza. Os Estados Unidos jamais venderiam para o Brasil F-16 Viper, quiçá os F-22 (vetor que não é vendido para nenhum outro país)

Marcos
Marcos
Reply to  Adler
2 anos atrás

Que besteira é essa de que os EUA jamais venderiam o F-16 Viper para o Brasil. Durante o programa fx eles ofertaram uma versão do F-16 que ficou conhecida como F-16BR Block 62+ Super Viper

Mk48
Mk48
Reply to  Rafael Oliveira
2 anos atrás

O Brasil comprar F-22 ?
Rsrsrsrs

Siga o seu próprio conselho e pense um pouco mais antes de escrever rsrsrsrs

Flanker
Flanker
Reply to  Mk48
2 anos atrás

Você não entendeu que o colega estava brincando quando sugeriu a compra do F-22?

Rafael_PP
Rafael_PP
Reply to  Mk48
2 anos atrás

Siga o próprio conselho e também pense antes de escrever. Talvez perceba uma ironia tão explícita…

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Mk48
2 anos atrás

Pois é, da próxima vez coloco um parêntesis escrito ironia dentro para deixar mais claro o que vier a escrever. Só usar o F-22 não foi suficiente.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
2 anos atrás

EUA garantindo mais uma sobrevida para sua indústria armamentista. Uma pergunta o F-16V Block 70 podem fazer frente ao F-35 Israelense?!?

Antonio
Antonio
Reply to  Luiz Trindade
2 anos atrás

Claro que não seria páreo. Aliás, estranha-se que algum país ainda faça encomenda de F-16.
É um produto datado que respira por aparelhos.
Certamente, tem algo por baixo dos panos nessa compra.
Só seria razoável se fosse usar contra rebeldes barbudos ou países quase sem recursos.
O que não é o caso do Bahrein que tem cerca de (apenas) 1 milhão de habitantes com vizinhos muito maiores e muito melhor armados.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Antonio
2 anos atrás

O problema do F-16 é que seu irmão mais novo é o F-35, e logicamente, a Lockheed nunca vai deixar que ele faça frente ao F-35, se não queima a moral do produto. Por mais moderno que seja, o Viper sempre vai ter equipamentos que o tornem inferior ao F-35 e mesmo o “shape” sempre vai ser degradado (até porque é um projeto dos anos 70?), mesmo que inventem algum tipo de pintura ram super mega eficaz, não permitiriam que fosse utilizado, afinal, o F-35 é o caça de 1 trilhão de dólares rsrs, tem que ser o suprassumo dos… Read more »

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Alex Nogueira
2 anos atrás

Só perde para o Gripen E e fica empatado com o F-20 Tigershark, que se tivesse entrado em operação acredito que as novas versões (radar Aesa, motores mais econômicos e potentes e comandos full FBW) certamente estariam a par com o Gripen E no meu quesito de caça favorito para a FAB rsrsrs.

JPC3
JPC3
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Por qual razão absurda o F-16V só teria sentido se for usado contra barbudos e países sem recursos?

Antonio
Antonio
Reply to  JPC3
2 anos atrás

Porque cairia feito pato para exércitos mais modernos. Não viu na Síria?
E olha que o Exército sírio não é lá grandes coisas. Ainda.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Antonio,

O exército da Síria nunca foi, e nunca será grande coisa. Quantas vezes tornaram surras homéricas do Exército e da Força Aérea de Israel.

Até mesmo os russos e os iranianos tiveram que ajudar os sírios a combater o Daesh.

Agora só porque um F-16 da IAF cruzou a trajetória de um SAM russo, não se pode questioonar nem as qualidades do caça, e muito menos a história de combates do mesmo.

Antonio
Antonio
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Tadeu. Imagine não um, mas milhares de SAMs russos cruzando os céus. Seria por aí. A bem da paz, até hoje os árabes não foram devidamente armados. Palestinos atacam Israel com estilingues e pipas incendiárias. Mas, como tudo na vida, um dia a paciência acaba e novos rumos podem ser tomados. Aguardemos os próximos eventos.

Antonio
Antonio
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Em tempo. Israel nunca enfrentou uma guerra em verdadeira grande escala. E nunca poderá enfrentar, visto que não terá a mínima chance de se defender. O mais perto que tiveram disso (e nem foi tão perto assim) foi em 1973 e todos temos agora o relato histórico do que realmente ocorreu.

JPC3
JPC3
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Lógica do cara.

Caça 4.5G ocidental é lixo obsoleto, caça russo 4.5G é melhor do mundo…..

F-16V é tão obsoleto e pato como qualquer sukhoi da mesma geração. Ou menos, já possui radar mais moderno.

E ainda termina dizendo que Israel nunca enfrentou uma guerra em grande escala.

Não pode ser sério….

Antonio
Antonio
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Não dá para se considerar que uma guerra que dure 6 dias e outra que dure 20 dias sejam consideradas de larga escala, né?
Além do mais, a quantidade de gente envolvida dos dois lados nessas guerras seria atingida em uma primeira convocação caso houvesse uma mobilização geral em países maiores e mais fortes, como Irã e Turquia.

_RR_
_RR_
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Antonio, Luiz Trindade,

Primeiramente, o Bahrein jamais irá se confrontar contra Israel ( e se por ventura vier a faze-lo, certamente não estará sozinho e será como parte de uma coalizão… ). Seu principal inimigo está do outro lado do Golfo.

A seguir, o F-16 é um produto mais barato, menos complexo e menos custoso que qualquer aeronave de geração 4.5. E repaginado ( radar AESA, nova suíte EW, etc ), ainda dá um caldo por mais umas duas décadas sem problemas…

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Luiz Trindade
2 anos atrás

Luiz Trindade,

Não. O F-16 Block 70 não faz frente ao F-35. Nenhum outro jato de combate no mundo faz frente ao F-35.

Talvez o F-22 seja o único que tenha chance de sobreviver um combate com o JSF-35.

Mas mesmo assim, o F-16 nessa mais recente versão, ainda é uma máquina muito letal em diferentes TOs.

Dos caças de 4 geração, o mesmo só fica atrás do F-14 Tomcat e do F-15 Eagle.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  Tadeu Mendes
2 anos atrás

Obrigado pelo esclarecimento Tadeu Mendes!

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
2 anos atrás

“Aliás, estranha-se que algum país ainda faça encomenda de F-16.” Ué? E dai?
Sei não, mas um passarinho azul me disse que ainda existe um pais no mundo que ainda encomenda F-5…

Antonio
Antonio
Reply to  Joao Moita Jr
2 anos atrás

Bom. Isso é verdade. kkkkk

Aldo Ghisolfi
2 anos atrás

JUAREZ E WAGNER, boa tarde.

Desculpem mas não entendi o comentário de vocês; diante do qto disse o Wagner sinto-me, realmente, muito pequeno e justifico, assim, não entender as postagens de vocês, principalmente pq ele entendeu tudo do qto eu nada vislumbrei.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Aldo Ghisolfi
2 anos atrás

Com o FMS é mais difícil superfaturar e receber propina.

Delfim
Delfim
2 anos atrás

O projeto já foi amortizado há um tempão. Pode ser vendido “barato”.
Com certeza pode receber aperfeiçoamentos, os israelis vão faturar bilhões com upgrades nas próximas décadas.
.
Dupla com o F-39 ? Não. O F-39 é pouco mais capaz. E alguns brigadeiros emburraram com a tomada de ar inferior.
Fazer hi-lo com o F-39, só se fosse um caça inferior e mais barato como o FA-50; ou um mais caro e phoderoso como o F-18SH-blockIII, que deixou o Bosco babando. E eu também.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
2 anos atrás

Luiz Andrade,

Nada que agradecer. Essa é a minha modesta opnião.

Carlos Eduardo Broglio Gasperin
Carlos Eduardo Broglio Gasperin
2 anos atrás

Estamos a beira de um colapso econômico e a rapaziada querendo comprar caças. Ainda bem que não estamos na iminência de guerra com ninguém pois seria a pá de cal. Lindo o avião.

Antonio
Antonio
Reply to  Carlos Eduardo Broglio Gasperin
2 anos atrás

Mitou!

_RR_
_RR_
2 anos atrás

E longa vida ao F-16….! Vai ter caça voando até 2050, pelo menos… Nada mal para um tipo que será então quase octogenário…

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
2 anos atrás

Antonio, Uma Guerra em larga escala não tem nada que ver com o tempo de duração. Sua premissa é falsa. Houve guerra em larga escala, como em 1967 e 1973 entre Israel e quatro exércitos árabes, devido aos seguintes fatôres; o número de material bélico empregado e a quantidade de tropas combatendo entre sí. Mas se formos considerar o número de baixas , então podemos afirmar que as guerras árabe-israelenses foram conflitos de baixa intensidade. Então como é que fica? Mas vamos complicar a equação um pouco mais: Uma guerra nuclear, que dura de 20 á 50 minutos (somente usando… Read more »

Alex Nogueira
Alex Nogueira
2 anos atrás

Até o F-5E/F, se ainda estivesse em produção, em uma versão semelhante aos nossos Mike, certamente venderiam aos montes, mas não é interessante para a indústria, pois precisam agregar valor no produto e assim conseguir mais lucro, logo o F-5E/F não tem margem para crescer, então não é interessante, pois atendem perfeitamente o interesse de muitos países, mas esses precisam comprar algo mais caro que talvez nunca venham a utilizarem sua plenitude.

sergio ribamar ferreira
2 anos atrás

F 16, excelente aeronave. F 39 , projeto que se tornou realidade e tendência a progredir(excelente). Apenas destaco que poderíamos ter o F16 como segunda alternativa. País continental como o nosso ter apenas um vetor como caça? Bem ! Critério avaliado pela FAB(não questiono). Como o Sr. _RR_ declarou F 16 continuará sendo uma aeronave ‘que dará um bom caldo” por uma ou duas décadas. Abraços a todos.

Russian Bear
Russian Bear
2 anos atrás

Belíssima aeronave, mas não supera o MiG-35.

Danilo Campos
Danilo Campos
2 anos atrás

Esse f16 block 70 tem a avionica do f35. E o mais avancado dos modelos f16. Nada de obsoleto. Essa versao impressionou com as suas atualizações. Tem diversos paises interessados por ter um aparelho mais em conta com a avionica do f35.