terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Caças F-18: Boeing anuncia novo contrato com o Pentágono

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Boeing F/A-18E Super Hornet
Boeing F/A-18E Super Hornet

A Boeing Co., St. Louis, Missouri, recebeu um contrato de US$ 1.517.403.626 por tempo indeterminado/entrega por tempo indeterminado para conjuntos de configuração do sistema e serviços associados em suporte às atualizações do ciclo de vida de aeronaves F/A-18A/B, C/D, E/F e EA-18G para os clientes da Marinha e de vendas militares estrangeiras (FMS – Foreign Military Sales).

Entregas e serviços a serem fornecidos incluem conjuntos de configurações de sistemas exclusivos do FMS (dois cada); melhoria do sistema e produtos de demonstração (seis cada); atualizações laboratoriais, estudos e análises (120 cada); conjuntos de configurações do sistema (2.400.000 horas); laboratório de integração de software (60 meses); e engenharia no local (60 meses).

O trabalho será realizado em St. Louis, Missouri (88%); e China Lake, Califórnia (12%), e deve ser concluído em junho de 2023.

Os fundos de capital de giro para o ano fiscal de 2018 (Marinha) no valor de US$ 7.545.556 serão obrigatórios no momento da concessão; nenhuma delas expirará no final do ano fiscal atual. Este contrato não foi adquirido competitivamente de acordo com o Regulamento de Aquisição Federal 6.302-1.

Este contrato combina compras para a Marinha (US$ 1.183.574.828; 78%); e vários clientes do FMS (US$ 333.828.798; 22%).

A Naval Air Warfare Center Weapons Division, China Lake, Califórnia, é a responsável pela contratação (N68936-18-D-0026).

FONTE: Departamento de Defesa dos EUA

- Advertisement -

17 Comments

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio

E a Boeing acende uma vela para ‘São Trump’.

Sérgio Luís

Uai!! Não teria que ser o F-35 ?!?!
Não estou entendendo mais nada uai!!!!

Tiago Silva

Simples o F-35C não esta pronto e particularmente acho que vai levar mais uma década dado o grande número de problemas que o programa vem tendo.

Ao mesmo tempo a USN não pode perder sua capacidade então contratos adicionais de suporte e extensão de vida são necessários.

Tadeu 54

Desculpe Tiago, mas temos a Lei do F-35: Ele SEMPRE vai precisar de mais 5 anos de desenvolvimento e mais 500 BI de US$ para ficar pronto…..

MATHEUS

Vespão continua firme como sempre. Seria sensacional se a FAB o tivesse escolhido. Mas que venha os Gripens.

Juscelino S. Noronha.

De repente em um futuro qualquer, pelo FMS. Do jeito que este mundo está, tudo pode acontecer.

Sérgio Luís

Outra coisa quem substituir os interceptadores ( F-15 ) da USAF???
O f-35 não é interceptador!!!

Ricardo da Silva

Deveriam ter sido os F-22 mas com o fim da URSS e o preço de cada Raptor . . .

Juvenal Santos

O F18 era o caça certo para nós, bimotor, semipesado, avançado, serve para porta-aviões, aviônica de primeira, podíamos até encomendar, quem sabe, alguns growlers das primeiras versões menos sofisticadas, enfim, fechamos com o Gripen, acho que está de bom tamanho, o F18 é muita areia para o nosso caminhãozinho…

Juscelino S. Noronha.

Nem é tanto isso, a questão é a transferência de tecnologia que é um ponto primordial e a espionagem do governo dos EUA. Por essa e outras o SH F-18 dançou.

Cristiano Henrique de Masculino Correa

Quem sabe.. havendo a parceria Boeing-EMBRAER, no futuro talvez poderíamos ter alguns f18 por aqui, sabemos que a boeing esta desenvolvendo uma versão do f18 4++ e seria ótimo para a FAB no futuro, em questão do Gripen NG sempre fui a favor pois a FAB não observou só um caça em si mais a transferência de tecnologia, a EMBRAER é hoje o que é principalmente por terem usado muitas tecnologias do caça AMX que foi fabricado aqui, tendo o TOT do gripen a FAB não só terá um caça novo como tecnologia para usar em caças 100% tupiniquins.

Carlos Alberto Soares

A Boeing é parceira da SAAB.

Querem que façam o quê com as centenas de F 18 ?

Joguem no AMARG ?

Mais,
o F 35 nunca foi colocado como vetor único para os USA.

Vida longa a Família do F 18.

Tallguiese

Alguns oficiais da marinha estão querendo o Tomcat de volta!

Matheus Vinicius

O F-35 é feio, melhor pegar um mais bonito…
Acho que foi a razão da sugestão deles.

Humberto

É mais uma opinião de alguns do que algo mais sério, o Tomcat já era um avião ultrapassado quando foi substituído pelos F-18 (imagina o gap entre o Tomcat x F-35), manutenção e hora de voo caros (mesmo para os gringos). Mesmo que isto não fosse problema, existem pouquíssimas células armazenadas (creio que nem chega a 20), grande parte dos F-14 foram destruídos (corre a lenda para que as peças não fossem contrabandeados para o Irã), o custo de reabrir a linha de montagem é irreal. No mais, dificil acreditar que a US Navy deseje substituir os F-18 por um… Read more »

Anderson

Ótimos comentários, percebi que todos até agora que postaram tem o pé no chão, o F18 é o mais confiável avião Americano por isso querem ter vida longa a eles, já o F-35 apesar de ter vendido uns 300 aviões ainda não está totalmente pronto e também limitado a algumas tarefas ou seja não faz tudo que o F18 faz. Tem comentários de pessoas em outras redes que acreditam cegamente que F-35 é o melhor avião mundo, pura frustração até agora pois o F-35 deve ficar pronto daqui uns 10 anos ainda é tem nação comprando a reveria está aeronave.… Read more »

Russian Bear

Resumo da ópera, os F-18 irão suportar todas as missões que o F-35 é incapaz de realizar, isso pelos próximos 10 anos (no mínimo). Agora eu quero só ver como os europeus vão se virar com este peso morto, incapaz de contrapor até mesmo o MIG-35; um vetor 4++, pronto e extremamente melhorado em relação ao MiG-29. Noruega, Itália, Japão e Inglaterra podem estar dando um enorme tiro no pé, pensando somente em deixar o stealth mais frágil de todos os tempos, como a espinha dorsal de suas defesas. Putin e Xi Jinping agradecem.

Últimas Notícias

Último voo operacional da aeronave CC-115 Buffalo no Canadá

O voo operacional final para a aeronave CC-115 Buffalo foi realizado no dia 15 de janeiro pelo 442º Esquadrão...
- Advertisement -
- Advertisement -