Home Aviação de Ataque Caças F-18: Boeing anuncia novo contrato com o Pentágono

Caças F-18: Boeing anuncia novo contrato com o Pentágono

2451
17
Boeing F/A-18E Super Hornet
Boeing F/A-18E Super Hornet

A Boeing Co., St. Louis, Missouri, recebeu um contrato de US$ 1.517.403.626 por tempo indeterminado/entrega por tempo indeterminado para conjuntos de configuração do sistema e serviços associados em suporte às atualizações do ciclo de vida de aeronaves F/A-18A/B, C/D, E/F e EA-18G para os clientes da Marinha e de vendas militares estrangeiras (FMS – Foreign Military Sales).

Entregas e serviços a serem fornecidos incluem conjuntos de configurações de sistemas exclusivos do FMS (dois cada); melhoria do sistema e produtos de demonstração (seis cada); atualizações laboratoriais, estudos e análises (120 cada); conjuntos de configurações do sistema (2.400.000 horas); laboratório de integração de software (60 meses); e engenharia no local (60 meses).

O trabalho será realizado em St. Louis, Missouri (88%); e China Lake, Califórnia (12%), e deve ser concluído em junho de 2023.

Os fundos de capital de giro para o ano fiscal de 2018 (Marinha) no valor de US$ 7.545.556 serão obrigatórios no momento da concessão; nenhuma delas expirará no final do ano fiscal atual. Este contrato não foi adquirido competitivamente de acordo com o Regulamento de Aquisição Federal 6.302-1.

Este contrato combina compras para a Marinha (US$ 1.183.574.828; 78%); e vários clientes do FMS (US$ 333.828.798; 22%).

A Naval Air Warfare Center Weapons Division, China Lake, Califórnia, é a responsável pela contratação (N68936-18-D-0026).

FONTE: Departamento de Defesa dos EUA

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio
Antonio
2 anos atrás

E a Boeing acende uma vela para ‘São Trump’.

Sérgio Luís
Sérgio Luís
2 anos atrás

Uai!! Não teria que ser o F-35 ?!?!
Não estou entendendo mais nada uai!!!!

Tiago Silva
Tiago Silva
Reply to  Sérgio Luís
2 anos atrás

Simples o F-35C não esta pronto e particularmente acho que vai levar mais uma década dado o grande número de problemas que o programa vem tendo.

Ao mesmo tempo a USN não pode perder sua capacidade então contratos adicionais de suporte e extensão de vida são necessários.

Tadeu 54
Reply to  Tiago Silva
2 anos atrás

Desculpe Tiago, mas temos a Lei do F-35: Ele SEMPRE vai precisar de mais 5 anos de desenvolvimento e mais 500 BI de US$ para ficar pronto…..

MATHEUS
MATHEUS
2 anos atrás

Vespão continua firme como sempre. Seria sensacional se a FAB o tivesse escolhido. Mas que venha os Gripens.

Juscelino S. Noronha.
Juscelino S. Noronha.
Reply to  MATHEUS
2 anos atrás

De repente em um futuro qualquer, pelo FMS. Do jeito que este mundo está, tudo pode acontecer.

Sérgio Luís
Sérgio Luís
2 anos atrás

Outra coisa quem substituir os interceptadores ( F-15 ) da USAF???
O f-35 não é interceptador!!!

Ricardo da Silva
Ricardo da Silva
Reply to  Sérgio Luís
2 anos atrás

Deveriam ter sido os F-22 mas com o fim da URSS e o preço de cada Raptor . . .

Juvenal Santos
Juvenal Santos
2 anos atrás

O F18 era o caça certo para nós, bimotor, semipesado, avançado, serve para porta-aviões, aviônica de primeira, podíamos até encomendar, quem sabe, alguns growlers das primeiras versões menos sofisticadas, enfim, fechamos com o Gripen, acho que está de bom tamanho, o F18 é muita areia para o nosso caminhãozinho…

Juscelino S. Noronha.
Juscelino S. Noronha.
Reply to  Juvenal Santos
2 anos atrás

Nem é tanto isso, a questão é a transferência de tecnologia que é um ponto primordial e a espionagem do governo dos EUA. Por essa e outras o SH F-18 dançou.

Cristiano Henrique de Masculino Correa
Cristiano Henrique de Masculino Correa
2 anos atrás

Quem sabe.. havendo a parceria Boeing-EMBRAER, no futuro talvez poderíamos ter alguns f18 por aqui, sabemos que a boeing esta desenvolvendo uma versão do f18 4++ e seria ótimo para a FAB no futuro, em questão do Gripen NG sempre fui a favor pois a FAB não observou só um caça em si mais a transferência de tecnologia, a EMBRAER é hoje o que é principalmente por terem usado muitas tecnologias do caça AMX que foi fabricado aqui, tendo o TOT do gripen a FAB não só terá um caça novo como tecnologia para usar em caças 100% tupiniquins.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

A Boeing é parceira da SAAB.

Querem que façam o quê com as centenas de F 18 ?

Joguem no AMARG ?

Mais,
o F 35 nunca foi colocado como vetor único para os USA.

Vida longa a Família do F 18.

Tallguiese
Tallguiese
2 anos atrás

Alguns oficiais da marinha estão querendo o Tomcat de volta!

Matheus Vinicius
Matheus Vinicius
Reply to  Tallguiese
2 anos atrás

O F-35 é feio, melhor pegar um mais bonito…
Acho que foi a razão da sugestão deles.

Humberto
Humberto
Reply to  Tallguiese
2 anos atrás

É mais uma opinião de alguns do que algo mais sério, o Tomcat já era um avião ultrapassado quando foi substituído pelos F-18 (imagina o gap entre o Tomcat x F-35), manutenção e hora de voo caros (mesmo para os gringos). Mesmo que isto não fosse problema, existem pouquíssimas células armazenadas (creio que nem chega a 20), grande parte dos F-14 foram destruídos (corre a lenda para que as peças não fossem contrabandeados para o Irã), o custo de reabrir a linha de montagem é irreal. No mais, dificil acreditar que a US Navy deseje substituir os F-18 por um… Read more »

Anderson
Anderson
2 anos atrás

Ótimos comentários, percebi que todos até agora que postaram tem o pé no chão, o F18 é o mais confiável avião Americano por isso querem ter vida longa a eles, já o F-35 apesar de ter vendido uns 300 aviões ainda não está totalmente pronto e também limitado a algumas tarefas ou seja não faz tudo que o F18 faz. Tem comentários de pessoas em outras redes que acreditam cegamente que F-35 é o melhor avião mundo, pura frustração até agora pois o F-35 deve ficar pronto daqui uns 10 anos ainda é tem nação comprando a reveria está aeronave.… Read more »

Russian Bear
Russian Bear
2 anos atrás

Resumo da ópera, os F-18 irão suportar todas as missões que o F-35 é incapaz de realizar, isso pelos próximos 10 anos (no mínimo). Agora eu quero só ver como os europeus vão se virar com este peso morto, incapaz de contrapor até mesmo o MIG-35; um vetor 4++, pronto e extremamente melhorado em relação ao MiG-29. Noruega, Itália, Japão e Inglaterra podem estar dando um enorme tiro no pé, pensando somente em deixar o stealth mais frágil de todos os tempos, como a espinha dorsal de suas defesas. Putin e Xi Jinping agradecem.