Home Aviação de Ataque Vídeo: caças chineses treinam engajamento colaborativo

Vídeo: caças chineses treinam engajamento colaborativo

3561
23

A Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF) recentemente conduziu um treinamento de combate envolvendo seus três tipos de seus caças mais avançados, o J-20, o caça J-16 multifunção e o J-10C.

Durante o treinamento, os pilotos do J-20 usaram as vantagens de suas aeronaves em termos de consciência situacional e furtividade para obter superioridade aérea, enquanto os caças J-16 e J-10C realizaram ataques de precisão de longo alcance contra alvos terrestres.

O treinamento buscou aproveitar ao máximo as diferentes capacidades dos caças, segundo um piloto da PLAAF.

O caça furtivo J-20 fez seu voo inaugural em 2011. Três jatos fizeram uma aparição em desfile militar para marcar o 90º aniversário do Exército Popular de Libertação no ano passado.

Subscribe
Notify of
guest
23 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio
Antonio
2 anos atrás

O que assusta não é apenas a aeronave em si, mas a possibilidade financeira da China construir muitas e muitas delas.
Melhor o pessoal colocar as ‘barbas de molho’.

AL
AL
2 anos atrás

Estou percebendo que ultimamente a China parece que resolveu levantar a cortina do sigilo da qual se utilizava nas últimas décadas quanto a seu desenvolvimento militar. Matérias e vídeos pipocando na imprensa. É assim que a gente gosta 😉

BILL27
BILL27
Reply to  AL
2 anos atrás

È que agora eles tem muito o que mostrar e faz bem para o marketing de exportação

Sidney
Sidney
2 anos atrás

A China não é uma ameaça aos EUA. É uma ameaça para o mundo! E nunca deve ser subestimada. População gigantesca e disciplinada por sua própria natureza e pelo sistema de governo, Governo forte, centralizado e com objetivos estratégicos definidos para o longo prazo. Economia forte e crescendo mais a cada ano. Acesso a produtos básicos e a matérias primas básicas em países e continentes inteiros que estão de joelhos em razão de seus problemas internos. Os EUA estão muito a frente em poder militar, ciência e tecnologia. Sim ainda estão! Mas a população e as estratégias de governo da… Read more »

Antonio
Antonio
Reply to  Alexandre Galante
2 anos atrás

Vixe!!!!!!

Sidney
Sidney
Reply to  Alexandre Galante
2 anos atrás

Obrigado pelo Link. De fato não havia lido. Isso só confirma que no mar será a maior disputa. Eles investirem pesado em Navios de Defesa Aérea mostra que ainda vão investir ainda mais em Porta Aviões e outros meios. A matéria fala que não se sabe muito sobre a qualidade e capacidades dos Navios Chineses, acho mais provável eles surpreenderem o ocidente do que o contrário. Como sou de formação em Economia penso que quem tiver mais folego a longo prazo para pagar a corrida armamentista é que vencerá. Rotas marítimas, quem as domina, continua a ser uma das chaves… Read more »

Antonio
Antonio
Reply to  Sidney
2 anos atrás

E parece que vão aumentar a construção de ilhas no Mar do Sul da China.
Colocaram em operação a maior draga da Ásia.

A maior draga da Ásia, Tiankun, inicia o teste no mar para aumentar a capacidade da China na construção de ilhas
http://www.globaltimes.cn/content/1106086.shtml

Vinicius dc
Vinicius dc
Reply to  Sidney
2 anos atrás

Sidyne, a China é uma ameaça para população mundial sim, só não ver quem não quer!
Principalmente para Nações governada por corruptos como o Brasil. Tenho a convicção q os EUA nunca irão perder a posição d nação líder no mundo.
Muitos brasileiros ignorantes colocam a culpa no EUa pela situação do Brasil, sendo q os verdadeiros culpados são os próprios brasileiros q não tem coragem de trabalhar, estudar, batalhar para tem um país
Em condiçao de vida Boa q as Nações desenvolvida gozam

ivanmc
ivanmc
2 anos atrás

Diplomacia em fatos. Voa fácil esse Dragão.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
2 anos atrás

Essa corrida armamentista chinesa é financiada pela ganancia ocidental, Brasil incluso, em busca de lucros maiores com a mão de obra semi-escrava chinesa. Bra

O resultado agora está aí.

BILL27
BILL27
Reply to  Clésio Luiz
2 anos atrás

Isso ja rola a uns 15 anos ….Nosssas fabricas de brinquedos ,de ultilidades domestcas sentiram bem este efeito …E o 9 dedos a época dele dizendo que a China era uma economia de mercado …Ta bom

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  BILL27
2 anos atrás

Eu creio que vem antes disso, da época que o Collor abriu as importações. Na época foi o máximo, pois finalmente podíamos ter acesso à tecnologia de ponta à preços razoáveis. Mas hoje eu percebo que o jeito que foi feito a coisa toda foi errado, talvez deveríamos ter feito como os chineses, que exigiam produção local e joint ventures com a industria local para evitar que a mesma fosse esmagada por gigantescos conglomerados estrangeiros.

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Clésio Luiz
2 anos atrás

Pois então, a ilusão do liberalismo económico irrestrito (antigamente chamado de globalização económica). Coisa que nem mesmo os EUA seguem a risca. Uma coisa é entrar no jogo económico global, outra coisa é saber jogá-lo (coisa que ainda não aprendemos).

DM Filho
DM Filho
Reply to  Wellington Góes
2 anos atrás

Exato.
O problema não foi a abertura das importações em si, e sim o ritmo, e forma irrestrita com que foi feito.

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  Clésio Luiz
2 anos atrás

Quando leio “população semi-escrava da China”, “importação é ruim”, ou “comprar da china financia seus projetos imperialistas” em pleno 2018, tenho a sensação que o Brasil nunca irá melhorar. O desconhecimento do brasileiro sobre questões de economia é altíssimo, basta ver as críticas das pessoas sobre o aumento exagerado dos preços da gasolina devido a crise de abastecimento. Se o brasileiro desconhece a mais simples lei econômica (relação oferta x demanda) imagine explicar que balança comercial valorizada ou desvalorizada não tem nenhum efeito prático na economia, e que este argumento só beneficia o baronato industrial local, com seu lobby forçando… Read more »

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Defensor da Liberdade
2 anos atrás

Seu discurso seria muito popular entre os desempregados da indústria nacional…

Gustavo
Gustavo
2 anos atrás

interessante notar que em alguns momentos o J-20 está com o dispositivo que aumenta a detecção aos radares acionado. Talvez para evitar a coleta de dados de sua furtividade em regiões passíveis disso. No mais, que caça lindo.

BILL27
BILL27
Reply to  Gustavo
2 anos atrás

provavelmente por estar proximo a rota de avioes comerciais

Diego
Diego
2 anos atrás

Engenharia reversa e roubo de dados, ta aí o resultado hehehe.

Johnny Walker
Johnny Walker
Reply to  Diego
2 anos atrás

Será, pois mesmo que o Brasil tivesse os planos do F35 em mãos amigo, construir é outra coisa, pois não adianta ter os dados se você não tem a tecnologia e nem a indústria que o construa. Mesmo que falem que é uma cópia, não acredito muito, pois o miolo não tem jeito de copiar, pois nem tudo do projeto é mostrado, principalmente o miolo tecnológico do F35. E outra, copiar não é coisa fácil, precisa de tecnologia e nem sempre está em pé de igualdade. Um exemplo claro seria se um UFO caísse aqui, vamos supor que este ovni… Read more »

Renê Reis
Renê Reis
2 anos atrás

Deserto de Gobi ? hum, longe de tudo e de todos?, ta certo o dragão

Carlos Henrique Valente Campos
Carlos Henrique Valente Campos
2 anos atrás

uê cadê o HMD do piloto? e esse capacete parece ter linhas furtivas também.