Home Aviação Executiva Notícias da Embraer Aviação Executiva na EBACE

Notícias da Embraer Aviação Executiva na EBACE

2607
11

A Embraer divulgou hoje na 18ª Convenção e Exposição da Aviação Executiva Europeia (EBACE) em Genebra, na Suíça, as seguintes notícias:

Embraer celebra novo contrato com Air Hamburg
Embraer celebra novo contrato com Air Hamburg

Embraer vende mais quatro Legacy 650E para Air Hamburg

Genebra, Suíça, 29 de maio de 2018 – A Embraer anunciou hoje um novo pedido da Air Hamburg para mais quatro jatos executivos Legacy 650E. O acordo foi fechado durante o primeiro dia da 18ª Convenção e Exposição da Aviação Executiva Europeia (EBACE) em Genebra, na Suíça. Com esse pedido adicional, a empresa alemã de fretamento de aeronaves executivas, que opera na Europa, Rússia e no Oriente Médio, expandirá sua frota Embraer para um total de 17 aeronaves (15 Legacy 600/650 e dois Phenom 300). A Air Hamburg é a maior operadora de aeronaves dos modelos Legacy 600/650 no mundo. A entrega das aeronaves está prevista para começar no segundo trimestre de 2018 e se completar na cadência de uma aeronave por trimestre até o primeiro trimestre de 2019. O contrato tem um valor de USD 103,6 milhões, com base nos atuais preços de lista, e será incluído no backlog do segundo trimestre de 2018 da Embraer.

“Como cliente lançador do Legacy 650E, a Air Hamburg tem comprovado o sucesso da aeronave, oferecendo uma experiência superior aos seus clientes”, disse Michael Amalfitano, Presidente & CEO da Embraer Aviação Executiva. “É uma imensa satisfação apoiar o contínuo crescimento da frota principal da Air Hamburg, o que reafirma o valor da nossa parceria e do Legacy 650E”.

“Nossa parceria com a Embraer vem desde 2013 com nosso primeiro Legacy 600. Com esse pedido adicional, ficamos empolgados pelo crescimento da nossa frota Embraer em 30% para atender à demanda de mercado por essas aeronaves tão desejadas”, disse Simon Ebert, proprietário da Air Hamburg. “O conforto superior das três zonas de cabines e a conveniência dos diversos recursos a bordo, a confiabilidade, desempenho e o generoso compartimento de cabine contribuem para a satisfação dos nossos clientes”.

Com mais de 70 aeronaves em operação na Europa e mais de 260 aeronaves em todo o mundo, a família Legacy 600/650/650E é baseada em uma plataforma com mais de 25 milhões de horas voadas. O Legacy 650 é a primeira e única aeronave a oferecer uma garantia de sistemas e componentes (do fabricante e de fornecedores) de dez anos ou 10 mil horas de voo, igualando o período de garantia ao da fuselagem. O Legacy 650E oferece três zonas distintas de cabine, com a maior cozinha, lavabo, e compartimento de bagagem da sua classe.

Sobre a Air Hamburg

A Air Hamburg foi criada em 2005 pelos jovens empreendedores Floris Helmers e Alexander
Lipsky, após terem administrado sua escola de aviação FLUGSCHULE HAMBURG, em Hamburgo, desde 2001. O toque pessoal expresso pela frase “SIMPLY PERSONAL” é a marca registrada da escola de aviação e da linha aérea. Ambos os fundadores ainda podem ser encontrados trabalhando como instrutores e pilotos.

A Air Hamburg tem foco na seguinte missão como base para mais expansão: frota mais nova, sem aprovação de proprietários, e aviões 100% tripulados garantem a máxima disponibilidade. A linha aérea com 28 jatos executivos até o final de 2018 gerou receitas em 2017 de EUR 123 milhões, com mais de 300 empregados.

Os 28 jatos com base livre estão disponíveis para voos flexíveis, 365 dias por ano, 24/7, graças a uma equipe de vendas e de operação trabalhando em três turnos. A tripulação é treinada em simuladores e completamente focada no cliente. Na cabine de passageiros, o mais alto nível de serviço e catering é garantido graças à equipe, que é altamente capacitada.

Para mais informações sobre o grupo AIR HAMBURG, visite: air-hamburg.com

Legacy 650E
Legacy 650E
Cabine do Legacy 650E
Cabine do Legacy 650E

Sobre o Legacy 650E

O Legacy 650E, da categoria large, transporta confortavelmente até 14 passageiros em três distintas zonas de cabine, com privacidade e conforto acústico superior. Além de possuir a melhor galley da sua classe e um bagageiro acessível em voo que é maior até do que de aeronaves da categoria acima, a aeronave pode ser configurada com dois toaletes. O Legacy 650E possibilita conexão de alta velocidade à internet e oferece um sistema de entretenimento de última geração em alta resolução, o Honeywell’s Ovation Select. A aeronave tem alcance de 7.223 quilômetros (3,900 milhas náuticas) com quatro passageiros nas condições de NBAA IFR.

O Legacy 650E é a primeira aeronave a oferecer garantia de 10 anos ou 10 mil horas de voo para sistemas e componentes (fabricante e fornecedores), relacionados à plataforma. Essa é a maior garantia da indústria. Garantia de interior permanece com dois anos, bem como a pintura externa (dois anos ou mil horas de voo). Motores têm garantia de cinco anos ou 2.500 horas, Unidade de Potência Auxiliar (APU) cinco anos ou três mil horas e a aviônica, cinco anos ou cinco mil horas.

Embraer vende Legacy 500 para Centreline
Embraer vende Legacy 500 para Centreline

Embraer vende Legacy 500 para Centreline, que se torna a maior operadora do modelo de jato executivo da Europa

Genebra, Suiça, 29 de maio de 2018 – A Embraer anunciou hoje um acordo de compra para um jato executivo Legacy 500 usado. A revelação acontece no primeiro dia da 18ª Convenção e Exposição da Aviação Executiva Europeia (EBACE) em Genebra, na Suíça. A aeronave será operada pela Centreline, empresa britânica totalmente dedicada a serviços de jatos particulares, que já opera dois Legacy 500. A entrega desse pedido adicional está prevista para agosto de 2018.

“É com grande satisfação que apoiamos o crescimento da Centreline com o revolucionário Legacy 500”, disse Michael Amalfitano, Presidente & CEO da Embraer Aviação Executiva. “Com projeto elegante e engenharia brilhante, o Legacy 500 entrega valor verdadeiro a operadores e uma experiência inigualável para passageiros”.

“Temos muito orgulho da nossa tradição em encontrar a aeronave perfeita, que melhor atende às necessidades singulares dos nossos clientes e que está alinhada com os valores da nossa marca”, disse Tanya Raynes, CEO da Centreline. “Com o Legacy 500 é fácil prover uma experiência excepcional aos nossos clientes e sua popularidade sustenta uma boa fonte de receita para os proprietários das aeronaves”.

O Legacy 500 tem um design de cabine elegante, com um divã que se transforma em leito e seis assentos que também podem se tornar leitos durante voos, permitindo descanso e relaxamento total, permitindo descanso e relaxamento total. É complementado por uma cozinha completa, lavabo privativo com armário e o mais generoso compartimento de bagagem da sua classe.

“Estou empolgado pela adição à nossa frota de mais um Legacy 500, cujo design do interior e cabine silenciosa impressionam nossos clientes”, disse o comandante James Pyne, Gerente de Operações de Voo da Centreline. “Sempre recebemos comentários positivo dos clientes e o excepcional desempenho de pista da aeronave oferece aos nossos passageiros a conveniência de desembarcarem ainda mais próximos dos seus destinos”.

Com 15 aeronaves em operação por toda a Europa, África e Oriente Médio, e mais de 60 em todo o mundo, o Legacy 500 é um jato de cabine média que tem estabelecido novos padrões de experiência do passageiro, oferecendo o voo mais suave possível como benefício da tecnologia fly-by-wire.

Para maiores informações sobre a Centreline, visite: www.centreline.aero

Legacy 500
Legacy 500

Sobre o Legacy 500

O Legacy 500 tem a melhor cabine de passageiros da sua categoria, com 1,83m de altura, similar às de algumas aeronaves na categoria super midsize. Oito poltronas podem ser convertidas em quatro leitos para repouso completo em uma altitude equivalente de cabine de 5.800 pés. O sistema de entretenimento a bordo inclui vídeo de alta definição, som surround, várias opções de entrada de áudio e vídeo, sistema de gerenciamento de cabine, e três opções de comunicação de voz e conectividade.

O Legacy 500 é o primeiro jato midsize totalmente equipado com sistema de comandos de voo digital, baseado na tecnologia full fly-by-wire, com manche lateral de controle (sidestick) e a suíte de aviônicos Rockwell Collins Pro Line Fusion em quatro telas planas LCD de alta resolução, de 15 polegadas, completamente digital, com planejamento gráfico de voo, além de opções como autobrakes, e o E2VS (Embraer Enhanced Vision System), o qual combina o Head Up Display (HUD) e o Enhanced Vision System (EVS).

O Legacy 500 é capaz de voar a 45.000 pés (13.716 m) de altitude e é equipado com dois motores Honeywell HTF7500E, os mais ecológicos de sua classe. Decolando de uma pista tão curta quanto 4.084 pés (1.245 m), o Legacy 500 tem um alcance de 3.125 milhas náuticas (5.788 quilômetros), com quatro passageiros a bordo, nas condições NBAA IFR, o que permite voos sem escalas, de São Paulo a Caracas (Venezuela), Los Angeles (EUA) a Honolulu (Havaí), Teterboro (EUA) a Londres (Inglaterra).

Embraer seleciona banda Ka da Viasat para a conectividade de alta velocidade e capacidade nos jatos Legacy 450 e Legacy 500
Embraer seleciona banda Ka da Viasat para a conectividade de alta velocidade e capacidade nos jatos Legacy 450 e Legacy 500

Embraer se torna a primeira fabricante a oferecer conectividade de alta capacidade em banda Ka para jatos executivos médios por meio de melhorias no Legacy 450 e Legacy 500

Genebra, Suíça, 29 de maio de 2018 – A Embraer anunciou ontem a escolha da tecnologia de banda Ka da Viasat para a conectividade de alta velocidade e capacidade nos jatos executivos médios Legacy 450 e Legacy 500. O anúncio aconteceu durante a coletiva de imprensa na 18ª Convenção e Exposição da Aviação Executiva Europeia (EBACE) em Genebra, na Suíça. A partir do anúncio, a Embraer se tornou a primeira fabricante a oferecer conectividade de alta capacidade e alta velocidade em banda Ka para jatos executivos médios como serviço opcional a ser instalado durante a fabricação das aeronaves. A solução da Viasat estará disponível a partir do segundo trimestre de 2019 para clientes novos do Legacy 450 e Legacy 500. Os clientes atuais também poderão solicitar a instalação do sistema nos centros de serviços da Embraer

“Conectividade em voo é um item fundamental para a experiência do usuário na aviação executiva e nos orgulhamos em liderar a indústria com a chegada dessa solução”, disse Luciano Froes, vice-presidente sênior de marketing da Embraer Aviação Executiva. “Ao incorporar tecnologias inovadoras, padrões mais elevados de desempenho e ainda mais conforto para oferecer uma experiência superior de voo, estamos entregando valor real aos nossos clientes”.

A princípio, a expectativa é de que a velocidade do serviço de conectividade da Viasat chegue a 16Mbps com um potencial de aumento conforme a expansão da rede da Viasat com serviços adicionais de satélite. Além da conectividade de dados, há também a expectativa de ser oferecida a transmissão de programas de TV em tempo real para entretenimento durante os voos.

Essa solução em banda Ka para o Legacy 450 e o Legacy 500 é complementar ao sistema de conectividade do ar ao solo AVANCE L5 da GOGO, já instalado em ambas aeronaves da frota atual e que permite que os clientes Embraer se beneficiem de velocidades superiores de acesso à Internet via redes 4G. O sistema AVANCE L5 oferece taxa de recebimento de dados de até 9.8 Mbps com cobertura no continente norte-americano e em áreas do Alasca e Canadá.

Em 2017, a Embraer também anunciou a escolha da Honeywell para prover conectividade de dados no Lineage 100E. A Honeywell recentemente recebeu certificação da Federal Aviation Administration (FAA) , da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (European Aviation Safety Agency) para a instalação do seu equipamento de comunicação com satélites JetWaveTM no Lineage 1000E. Essa certificação permite que a Embraer melhore a conectividade para seus operadores, passageiros, pilotos e tripulação.

Legacy 450
Legacy 450
Cabine do Legacy 450/500
Cabine do Legacy 450/500

Sobre o Legacy 450

O Legacy 450 é um jato executivo da categoria média com uma cabine de passageiros de 1,83m de altura e de piso plano, sendo a melhor em sua classe. Quatro poltronas totalmente reclináveis podem ser convertidas em dois leitos para repouso completo em uma altitude de cabine de 5.800 pés (1.768 m). O sistema opcional de entretenimento a bordo inclui um sistema de vídeo de alta definição, som surround e várias opções de entrada de áudio e vídeo. Sistemas de comunicação de voz e dados também são opções disponíveis. A cabine de passageiros possui também na entrada um refreshment center (armários para armazenamento de bebidas, alimentos e outros utensílios), um lavabo privativo ao fundo e uma área interna para bagagem de mão. O espaço total para bagagem é o maior na categoria.

O Legacy 450 é o primeiro jato executivo de sua categoria equipado com sistema de comandos de voo eletrônico full fly-by-wire, manche lateral de controle (sidestick) e a suíte de aviônicos Rockwell Collins Pro Line Fusion em quatro telas planas LCD de alta resolução, de 15,1 polegadas, completamente digital, além de funcionalidades como cartas e mapas eletrônicos Jeppesen e visão sintética. Recursos opcionais incluem o E2VS (Embraer Enhanced Vision System), que contém o HUD (Head-Up Display) e o EVS (Enhanced Vision System).

O Legacy 450 é equipado com dois modernos motores Honeywell HTF 7500E, de baixo consumo de combustível. Com quatro passageiros e reservas IFR NBAA, o Legacy 450 é capaz de voar 2.900 milhas náuticas (5.371 quilômetros), o que permite voos sem escalas de São Francisco a Honolulu, São Paulo a Bogotá, Moscou para Mumbai, Nova Deli para Cingapura, Cingapura para Pequim, Pequim para Kuala Lumpur, ou Hong Kong para Alice Springs (Austrália).

DIVULGAÇÃO: Embraer

11
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
Gilson ElanoFilipe PrestesCarlos Alberto SoaresThiago HenriquefernandoEMB Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Heitor
Visitante
Heitor

Esse Legacy 500 é lindo!

MATHEUS
Visitante
MATHEUS

Que venham mais vendas. Sucesso a Embraer.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Imagino que se a Embraer fosse vender novas unidades do R/E-99 eles provavelmente ofereceriam os tanques tanques de combustível extras desenvolvidos para o Legacy 650, assim como alguma versão mais potente do Rolls-Royce AE 3007 se disponível.

fernandoEMB
Visitante
fernandoEMB

Clésio, os R/E 99 já tem vários tanques extras em sua fuselagem.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

De fato Fernando, mas o Legacy claramente foi além, com aquela enorme carenagem no ventre e possui praticamente o dobro do alcance.

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

E a Boeing com isto vai crescendo ainda mais o olho grande!!!! Não ganho nada com a Embraer, quem dera eu ser acionista, mas, me causa uma emoção e honra incomparáveis. Sonho de um grande Brasileiro que virou realidade e cobiça. st4

Thiago Henrique
Visitante
Thiago Henrique

A Embraer não tem planos para um jato de longo alcance ?

MATHEUS
Visitante
MATHEUS

Apenas estudos de viabilidade mas nada concreto.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Trabalhar as plataformas 135/145 foi uma grande sacada.

Show

Filipe Prestes
Visitante
Filipe Prestes

Tomara que a parte de jatos executivos não seja vendida a Boeing e permaneça com A Embraer/EDS para a assim manter uma área civil (e algum orgulho!) e deste modo ajudar na receita da EDS que com a venda dos ERJ será inevitavelmente diminuida. Além disso sou da opinião de que A Embraer/EDS deveria voltar a fabricar aviões turbo-hélices (e desafiar o mercado da ATR) e com isso aumentar o portfólio da parte da Empresa que restar aqui no Brasil. Creio que assim, o novo formato da empresa não ficaria restrito/dependente às vendas militares.

Gilson Elano
Visitante
Gilson Elano

Essa plataforma seria adequada para esclarecimento marítimo, com o objetivo de substituir os P95?