quarta-feira, dezembro 1, 2021

Gripen para o Brasil

Mais três F-35A Lightning II para a Noruega

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Conforme anunciado no comunicado de imprensa na semana passada, a Lockheed Martin iniciou o voo de entrega de três F-35A Lightning II para a Força Aérea da Noruega.

As aeronaves iniciaram o voo da fábrica da Lockheed Martin em Fort Worth (Texas) na madrugada de ontem e pousaram em Ørland na Noruega após o pôr do sol.

As aeronaves entregues são 5205, 5206 e 5207 (AM-11, AM-12 e AM-13).

A Noruega planeja comprar um total de 52 caças F-35 até o final de 2024.

O F-35 Lightning II é um caça de 5ª Geração, combinando furtividade, velocidade e agilidade, fusão de dados, operações de guerra em redes e apoio logístico avançado.

Três variantes distintas do F-35 vão substituir os jatos A-10 e F-16 da Força Aérea dos EUA, F/A-18 da Marinha dos EUA e F/A-18 e AV-8B Harrier do Corpo de Fuzileiros Navais, e uma variedades de outras aeronaves em pelo menos 10 países.

FONTE: Luftforsvaret / FOTOS: Lockheed-Martin

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
HMS TIRELESS

E segue o fluxo! O F-35 é uma realidade gostem ou não dele e o fato de ter tido sua estréia em combate por uma força aérea apontada por muitas opiniões abalizadas como a melhor do mundo certamente representa um marco importante no programa.

Aerokicker

De quem fica falando um monte sobre o F-35, só consigo pensar uma coisa:
Quem desdenha quer comprar.

Flamenguista

Levando em conta que, as críticas mais ferrenhas vem dos estados unidos, a frase seria, quem desdém, já comprou!!

Luiz Trindade

“… e AV-8B Harrier do Corpo de Fuzileiros Navais…”
Pergunta que não se quer calar: Os AV-8B Harrier ainda estão voando?!? Pq os do Reino Unido foram desativados muito antes da chegada dos F-35 (Que aliás, ainda nem chegaram para eles)!

Alguém se habilita responder?!?

Eduardo von Tongel

Olha, está havendo contenção de custos por lá… essa pode ou não ser a resposta.

Aerokicker

Os Harriers da RN seriam aposentados com seus porta-aviões, o que realmente aconteceu quando dois dos três Invincible saíram de cena e o terceiro foi mantido como um porta-helicópteros por curto tempo. A questão aí é o atraso dos Queen Elizabeth, que serão comissionados quase uma década depois da baixa dos Invincible e seus Harriers. Quando olhamos o tempo que os Invincible e os seus Harriers ficaram voando, quase quarenta anos, chega a ser compreensível, embora temerário, o primeiro hiato da capacidade aeronaval britânica em quase um século.

Julio

O Putin é hoje o mair vendedor de armas do Ocidente.

edilson

não deveria vender F-35 para a Turquia enquanto um ditador assassino fosse o presidente.

Últimas Notícias

Brave Eagle AJT entregue à Força Aérea da República da China (RoCAF)

A Aerospace Industrial Development Corporation (AIDC) de Taiwan entregou o primeiro treinador a jato avançado T-5 Brave Eagle à...
- Advertisement -
- Advertisement -