Home Aviação de Caça A USAF ainda está pensando em aposentar o F-15 – e isso...

A USAF ainda está pensando em aposentar o F-15 – e isso pode acontecer mais cedo do que você pensa

9051
31
F-15 Eagle

De Stephen Losey

A Força Aérea dos EUA ainda está pensando em aposentar muitos dos seus caças F-15 Eagle de quarta geração – e isso pode acontecer até o final da próxima década.

Autoridades da USAF disseram em março de 2017 que estavam considerando aposentar seus 236 caças F-15C e D e substituí-los por F-16 Fighting Falcons.

O tenente-general Jerry Harris, vice-chefe da equipe da Força Aérea para planos e exigências estratégicas, disse à senadora Elizabeth Warren, D-Mass., durante um subcomitê das forças aéreas e terrestres do Senado na quarta-feira que o serviço ainda está estudando suas opções com o F-15 – especialmente porque traz os mais novos caças F-35 para bordo.

“Não há nada fora da mesa”, disse Harris. “Estamos vendo que, à medida que trazemos F-35s, podemos aumentar nossa capacidade em vez de apenas substituir uma por uma? Se não podemos fazer isso, qual é o nosso ativo menos capaz para se aposentar, com base no valor que ele forneceria para nós?”

Harris disse que ainda não está claro se o F-15 vai durar até o final dos anos 2020, e que também está olhando para outras aeronaves mais antigas.

“Estamos vendo nossos F-16, nossos A-10 e nossos F-15 para garantir que tenhamos a melhor e mais capaz Força Aérea”, disse Harris. “O F-35, como um avião multifuncional, é muito capaz de fazer algumas das coisas que o F-15C, o F-16 e o ​​A-10 fazem”.

O tenente-general Arnold Bunch, vice-militar do Escritório do Subsecretário da Força Aérea para aquisição, disse que a Força Aérea continua a realizar testes sobre o possível programa de defesa do Sistema de Vigilância Passivo / Ativo e de Sobrevivência da Eagle para o F-15C, assim como o F-15E.

No entanto, a Força Aérea está adiando a instalação do EPAWSS (Eagle Passive Active Warning Survivability System) no F-15C até decidir se vai mantê-lo, disse Bunch. Ele não pode dar a Warren um cronograma em potencial sobre essa decisão.

“Nós não fechamos a porta para isso, e testar é algo que estamos fazendo para garantir que tenhamos essa flexibilidade”, disse Bunch.

Bunch disse que a Força Aérea manterá a frota do F-15E Strike Eagle e está concentrando seu financiamento fiscal em 2019 para pagar pelos upgrades para esses caças.

F-15 Eagle e F-5E Tiger II, em 1984

Déficit de pilotos

Os generais também atualizaram os legisladores sobre o esforço da USAF para consertar o alarmante déficit de pilotos, especialmente aqueles que pilotam jatos de combate.

O major-general Brian Robinson, vice-chefe adjunto de operações da Força Aérea, disse ao senador Ted Cruz, do Texas, que o serviço está prestes a começar a estudar uma carreira técnica apenas para aviação, e se isso poderia ser uma solução.

A Força Aérea espera que o estudo de quatro a seis meses ajude a ver se permitir que os pilotos se concentrem quase inteiramente em voar – e não em outras responsabilidades, como liderar outros pilotos – levaria mais aviadores a permanecer.

O presidente do subcomitê, o senador Tom Cotton, republicano do Arkansas, comparou essa opção apenas para voos ao programa de “warrant officers” do Exército. A Força Aérea está agora finalizando um relatório considerando se deveria restabelecer seu próprio programa de “warrant officers”.

Robinson disse que a Secretária da Força Aérea Heather Wilson estabeleceu uma meta de fazer com que os números de pilotos – especialmente os pilotos de caça – aumentassem para 95% até o final do ano fiscal de 2023.

Mas a USAF está longe de atingir esse objetivo.

O Government Accountability Office (GAO) disse em um relatório divulgado em 11 de abril que os pilotos de caça da Força Aérea do EUA estavam em 73% do necessário no final do ano fiscal de 2017, pilotos de operações especiais tinham 86% e pilotos de bombardeiros 85%.

Os pilotos de transporte em serviço ativo, por outro lado, alcançavam 105% do total necessário, e os pilotos de vigilância em serviço ativo eram de 128%.

Robinson disse a Cruz que a Força Aérea pode pedir ao Congresso outras autorizações ou mudanças em políticas como remuneração de pilotos ou bônus, se necessário para atingir essa meta.

Mas ele disse que de todas as medidas tomadas pela USAF para melhorar a retenção, as mais eficazes foram as opções não monetárias, como fornecer aos pilotos mais informações sobre suas próximas tarefas, ou permitir que eles permanecessem em suas tarefas por mais tempo no programa Second Assignment In-Place.

FONTE: Air Force Times

31
Deixe um comentário

avatar
14 Comment threads
17 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
22 Comment authors
CignusRJOverandoutTIGER 777Luiz TrindadeFelipe Alberto Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
carcara_br
Visitante
carcara_br

F-15C é caça de superioridade aérea, se estão pensando em aposentá-lo a confiança no F-35 deve estar alta…

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Eu aposentaria os F-16 mais antigos ao invés do F-15C/D

Gustavo
Visitante
Gustavo

é a falta de verba em manter um caça que não tem piloto para voa-lo, e está dois degraus abaixo do ideal na versão C/D. Não é o topo da tecnologia da 4° Geração, como no Strike Eagle e nem é o F-22 de 5° geração.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Não me parece muito inteligente aposentar os F-15C/D, especialmente quando ao modernizá-los com radar AESA, nova suíte de EW e novas telas no cockpit ele ainda se mostra extremamente letal.

Acho que vai acontecer o mesmo que aconteceu com o A-10 ou seja, os congressistas não vão deixar aposentar.

Renato Carvalho
Visitante

Juntamente com os Flankers são os senhores dos céus, não consigo imaginar a Usaf sem o venerável F15!!!

Renê Reis
Visitante
Renê Reis

mais um icone que será aposentado , que pena , detalhe olha como ficou o bicudo perto dele , rs

Celso
Visitante
Celso

USAF
Faz o seguinte…
Aposenta F15. Ao invés de substituir alguns por F16, substitua por Gripen NG by Embraer/Boeing….
kkkkk

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Eu lembro de ler a pouco tempo, uma entrevista com um piloto veterano de F-16 ainda na ativa, onde ele falava que a USAF não iria perder quase nada em optar pelo F-16 modernizado para tomar o lugar do F-15 nas tarefas atuais da USAF. Na opinião dele, era mais o velho lado esnobe da USAF em querer usar caças grandes e custosos, quando caças mais simples podiam perfeitamente atender aos requerimentos. Depois de ler isso, lembrei da opção inicial da USAF em não querer a integração, perfeitamente possível na época, do Sparrow no F-16A, para evitar que o pequeno… Read more »

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Achei a entrevista. É interessante como ela contradiz a visão de muitos sobre o lado americano nos combates:

http://www.thedrive.com/the-war-zone/9455/usafs-deadliest-f-16-pilot-talks-f-15-retirement-syria-and-pilot-shortage

Antonio
Visitante
Antonio

Off topic:
Li notícia na Al Masdar que dois mísseis americanos caíram quase intactos, foram recolhidos pelos sírios e entregues aos russos. Os mísseis já estariam na Rússia. Não se sabe se eles caíram por mau funcionamento ou se foram ‘jammeados’.

Bosco
Visitante
Bosco

Antônio,
Míssil não tem trem de pouso nem pode sofrer ataque cibernético de modo a implementar um modo de “pouso”. Se ele cair por qualquer motivo, mesmo que ele não exploda por conta do combustível residual, sobrará muito pouco além da ogiva, que é “blindada” e feita para resistir ao impacto.
O problema é a “paúra” que dá recolher uma ogiva não explodida no meio do nada.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Toinho está querendo provocar balbúrdia por aqui mestre Bosco! E ainda vem com essa conversinha de que os mísseis foram “jammeados”…

Antonio
Visitante
Antonio

Foi a informação que eu li. Além do mais, não falei em ‘pousaram’ e sim em ‘caíram. Assim está escrito do site.
Não aumento e nem invento.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Falou o Nelson Rubens…kkkk

Manuel Souza
Visitante
Manuel Souza

Sinceramente não sei pq os editores do site deixam você comentar. Não comenta nada de bom e nunca acrescenta nada. A única coisa que faz é atacar as outras pessoas de forma gratuita. Sua visão ideológica subserviente não te deixa pensar diferente. Ser de esquerda ou ser de direita não é ruim como querem pregar alguns. Mas ter uma mente tão pequena a ponto de tudo dos EUA ser bom e tudo do resto ser ruim é de uma pequenez que assusta.

Antonio
Visitante
HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Se as mídias árabes falassem a verdade Israel há muito não existiria….

Bosco
Visitante
Bosco

Antônio, Eu não disse que você disse “pousaram”. O que disse, que diferente de um drone, não tem jeito de “convencer” um míssil cruise a pousar como parece foi o caso do drone americano que os iranianos fizeram pousar. Um míssil cai por defeito ou porque foi abatido. A interferência eletrônica no sistema GPS influencia muito pouco. Pode fazer ele errar o alvo ou até mesmo fazer ele atingir um alvo falso. Mas ele sempre irá cair de forma a fragmentar já que estará voando a mais de 800 km por hora e ele é descartável, de pele fina, feito… Read more »

Leonardo Costa da Fonte
Visitante
Leonardo Costa da Fonte

Não seria a primeira que ocorreu fato semelhante. O Paquistão já conseguiu um Tomahawk americano, da mesma forma que os sírios. E quase com certeza este míssil serviu de base para os futuros misseis cruise paquistaneses. Aqui está uma fonte da época em que isto ocorreu: https://www.washingtonpost.com/archive/politics/1998/08/28/pakistan-says-it-is-studying-errant-us-missile/47c5cf73-901f-4734-bac8-4c9edb46b3ac/?utm_term=.6ba6b2cbc8ef

Antonio
Visitante
Antonio

Faz sentido.

Felipe Alberto
Visitante
Felipe Alberto

Pakistan says… Russia says…

marcus
Visitante
marcus

Eles entregaram para os Russos dois Ovnis intactos.

Wagner Figueiredo
Visitante
Wagner Figueiredo

Manda p k..manda p nois….hehehe( zoeira)

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

Em relação aos f15 velhinhos e desgastados, que o Brasil como ?aliado agora dos EUA faça uma ofertinha de uns 36 “upgradeados” por um preço bem baratinho, e ponha este grupamento lá em Manaus. Vamos deixar o sr maduro ( me lembra o professor girafalis) a pensar 10 vezes antes de invadir nosso espaço aéreo, como está acostumado a fazer e ter uma surpresinha e tomar um belo susto. Se até o Iraque, destroçado pela guerra tem f16, porque nós não podemos ter uns f15? Fico imaginando um esquadrão de gripen liderado por estas águias. st4

Junior Marchi
Visitante
Junior Marchi

Meu sonho ver um Eagle nas cores da FAB, mas duvido que isso ocorra, falta vontade e grandiosidade para nosso limitado pais, alem disso, será que teriamos como operar tal maquina de guerra?
Mas sonhar não custa nada, continuo sonhando em ver estas aeronaves fantásticas um dia por aqui.

GEN Escobar
Visitante
GEN Escobar

Sempre tive essa opinião e sempre que possível faço esses comentários aqui! Acho que os F-15 são máquinas incríveis e são de total superioridade aérea. Os EUA estão mais abertos a negociar conosco e podemos sim conseguir um preço excelente de oportunidade até para termos mais conhecimento de aviões grandes e mais complexos quando o Brasil fizer o desenvolvimento das próximas gerações de caças (Pós NG). Poderíamos agregar táticas de guerra aérea, manobras, adaptações para aenovaves desse porte e etc! Só temos a ganhar mesmo que ela seja mais despendiosa do que caças menores e com apenas 1 motor! Não… Read more »

Overandout
Visitante
Overandout

Garanto que o que não falta é vontade, pela FAB estaria operando F-22 hoje, o que falta é grana mesmo kkkk

Arnold.
Visitante
Arnold.

Não me parece muito inteligente aposentar os F-15C/D, especialmente quando ao modernizá-los com radar AESA, nova suíte de EW e novas telas no cockpit ele ainda se mostra extremamente letal.

Acho que vai acontecer o mesmo que aconteceu com o A-10 ou seja, os congressistas não vão deixar aposentar

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Aposentar o F-15 para colocar o F-35 é dar um tiro de pistola no peito do pé! Doi, mas se cura…

TIGER 777
Visitante
TIGER 777

Não entendo como o país (EUA) que deve ter o maior número de aviadores e entusiastas da aviação, não consegue “ter um número suficiente de pilotos” para caças!!! Das duas uma, ou pagam muito mal, a estes, ou estão querendo aumentar as vantagens e bônus para atrair mais pessoas…

CignusRJ
Visitante
CignusRJ

Ao ler o testo eu me perguntei.
O que leva a este déficit de pilotos? E quais são as medidas efetivas para resolvê-lo.
Alguém saberia a razão? Poderia me explicar?