Home Conflitos em andamento EUA, França e Reino Unido atacam a Síria

EUA, França e Reino Unido atacam a Síria

4372
207

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou nesta sexta-feira que ordenou ataques ao regime sírio em resposta a um ataque com armas químicas no último final de semana.

“Eu ordenei que as forças armadas dos Estados Unidos lançassem ataques de precisão contra alvos associados às capacidades de armas químicas do ditador sírio de Bashar al-Assad”, disse Trump, da Sala Diplomática da Casa Branca.

Trump disse que os ataque estavam em coordenação com a França e o Reino Unido, acrescentando que o objetivo da campanha é “estabelecer um forte impedimento à produção, disseminação e uso de armas químicas”.

“A combinação das respostas americana, britânica e francesa a essas atrocidades integrará todos os instrumentos do nosso poder nacional: militar, econômico e diplomático”, disse Trump.

Trump indicou que os ataques continuariam até que o uso de armas químicas pelo regime sírio terminasse.

“Estamos preparados para sustentar essa resposta até que o regime sírio deixe de usar agentes químicos proibidos”, disse Trump.

O presidente também insistiu que os EUA não permaneceriam para sempre na Síria sob nenhuma circunstância. Ele disse anteriormente à sua equipe de segurança nacional que quer que as tropas dos EUA saiam da Síria dentro de seis meses.

“A América não procura uma presença indefinida na Síria”, disse Trump da Casa Branca. “À medida que outras nações aumentam suas contribuições, aguardamos ansiosamente o dia em que possamos trazer nossos combatentes para casa”.

Trump disse à nação em seu discurso que os EUA “não podem purificar o mundo do mal ou agir em todos os lugares onde há tirania”.

E ele descreveu o Oriente Médio como um “lugar problemático”.

“Vamos tentar melhorar, mas é um lugar problemático”, disse Trump. “Os EUA serão um parceiro e um amigo. Mas o destino da região está nas mãos de seu próprio povo”.

FONTE: CNN

PRIMEIRAS IMAGENS DO ATAQUE DIVULGADAS NO TWITTER

Imagem divulgada no Twitter do presidente da França mostra um Rafale decolando para uma missão de ataque contra depósitos de armas químicas na Síria
Tornado da RAF decolando para o ataque

Foto: Hassan Ammar/AP
Foto: Hassan Ammar/AP
Foto: Hassan Ammar/AP

NOTA DOS EDITORES: Mais informações serão adicionadas neste post à medida que elas forem chegando.

207 COMMENTS

    • Muito baixas, pode ter certeza que o pessoal do pentágono em linha direta com a alta cúpula militar russa discutiram os termos aceitáveis para o ataque, tem que ser muito ingênuo para acreditar que ambos os lados NÃO estão em contatos constantes par evitar algo mais grave

  1. Não deu outra, o Trump avisou antecipadamente, os Sírios evacuaram as bases aéreas, indo para as bases russas e agora acontece o ataque contra essas bases desocupadas, segundo a cnn os ataques atingiram uma base militar no sul de damasco que coincidentemente tinha sido evacuada ontem pelas forças sírias segundo a oposição Síria

  2. Amigos, concordo que Estados Unidos e Rússia vão fazer o possível para não entrarem em guerra agora. Muito provavelmente houve acordo antes deste ataque para haver danos controlados. Mas que a Terceira Guerra Mundial está próxima, ESTÁ! Ela irá emergir daquela região, de um confronto entre China e Japão ou Coréia do Sul e do Norte.
    E eu só quero que nossos Gripen cheguem logo e que nossos novos sub fiquem prontos e operacionais o quanto antes! 😅

    • Os EUA tem a política de trabalhar com ultimatos, é assim desde a 2° GM quando pediram a rendição previa do Japão antes das bombas.

  3. Tonkas sendo usados? Interessante isso. Gosto deles, mas são antigos. Mas se estão voando, funcionam, por que não usar, certo?

  4. Não sei quanto as defesas russas , mas as defesas aéreas sírias estão fazendo o possível para interceptar o máximo de misseis possíveis.
    Esse tipo de ataque não fara muito efeito , os russos avisam com antecedência os sírios para estes mudarem de local , então os mísseis americanos causam pouco prejuízo para os sírios

    • O General acabou de dizer que não avisou aos russos qual seria os alvos ou se ia atacar, mas avisou que os EUA iriam usar o espaço aéreo sírio HOJE, ou seja, deu aquela dica camuflada para os russos

      • O Ministro de Relações Exteriores da República Francesa disse que os russos foram avisados. Acho que os aliados do momento esqueceram de combinar o discurso…

  5. As câmeras online em Damasco não mostram muita coisa. Tudo muito escuro. Muito de vez em quando aparece um míssil terra-ar sírio que some no ar . Nenhuma explosão no chão .

  6. Segundo o Gal. Joseph Dunford – Chefe do Estado Maior – EUA, os ataques chegaram ao fim e disse antes que os EUA não avisaram a Rússia sobre os ataques.

    • Amanhã, vamos ver a extensão dos ataques. Deve ter sido bastante limitado. Eu, particularmente, não vi quase nada nas câmeras de Damasco. Apenas dois ou três mísseis sírios e duas salvas de artilharia anti-aérea. Explosão no chão, nenhuma. Espero que pare por aí, porque ninguém precisa disso.

  7. Segundo fontes sírias , as defesas aéreas sírias conseguiram interceptar muitos misseis nesse início de ataque , com poucos passando e atingindo seus alvos .

  8. “Foi dito que houve um estudo detalhado para empregar os Storm Shadow para maximizar o estrago nas instalações e minimizar o risco de contaminação na área ao redor.”
    Que tipo de danos causa a Storm Shadow ?

  9. A maior prova que não há armas químicas na Síria é o fato de Israel nunca ter atacado essas supostas “instalações”.

  10. Agora, cá para nós. Esse Trump já encheu o saco de todo mundo. O cara parece um cachorro louco. Está arrumando briga com todo mundo. Espero que acabe o seu mandato e volte para casa logo.

    • Tem nada no vídeo que indique que o míssil norte-americano foi abatido pelos sírios. E como sabemos a mídia do consórcio autoritário -fascista sírio-russo-iraniano não prima pela verdade.

    • O fato de ter havido uma explosão aérea não é prova de que algo foi interceptado ou por ter sido atingido diretamente ou pela espoleta de proximidade ter sido acionada.
      Mísseis se autodestroem através de uma espoleta de tempo quando não atingem nada.

    • Ao mesno seja cético dos dois lados se esse vídeo não prova nada muito menos um com um prédio pegando fogo, pode ser qualquer coisa, inclusive mísseis “jammeados” que erraram os alvos rsrsrsrs

      • Mísseis derrubados conservam sua ogiva intacta. Ela é rodeada por titânio e preenchida com material explosivo insensível e só explode se for espoletada. Mesmo um impacto direto não é capaz de fazer a ogiva explodir.
        É só os sírios e os russos (quando saírem dos abrigos antiaéreos) irem em busca das ogivas pra provar que derrubaram “n” mísseis.

      • Carcara,
        Os mísseis usados utilizam 3 sistemas de navegação de meio curso (INS + GPS + TERCOM) e um sistema de orientação terminal (DSMAC ou IIR). Não é fácil jammear não. Eles não são aqueles drones que os russos “descobriram” como bloquear não.

    • Derrotando o ISIS e outros grupos terroristas moderados, tais como a Frente Al-Nursa e outros grupos terroristas suportados pelos EUA, Arábia Saudita, França, etc.

      Também estão mantendo o Assad no poder. Não entendo, depois de uma campanha na mídia demonizando o Assad, esse ainda está no poder na Síria? Mas os EUA não são tão super-poderosos, que não podem derrubar o governante de um país pequeno como a Síria?

  11. A Russia esta’ ameacando novamente, e disse que o ataque a Siria vai ter consequencias.

    Os caras nao moveram um dedo para defender o Assad. A Siria (deve ter iraniano metido nisso) usou o que tinha a seu dispor.

    Uma coisa foi provada essa noite: A Russia possui jatos de combate na Siria, mas nao os usaram para interceptar os jatos britanicos, Americanos e franceses. Eles, os russos, tiveram o bom senso de nao arriscarem uma confrotacao com os EUA e a OTAN somente para defender a Siria.

    O Assad deve estar bastante decepcionado, e talvez morrendo de medo do que vem pela frente.

    • A Russia não esta defendendo a soberania da Síria .Ela só esta defendendo as suas bases e suas tropas na região ,o resto que se exploda.Se fosse diferente ,teria lançado seus aviões e fechado o espaço aereo …

    • A que distância lancam os mísseis? Russos teriam que interceptar os atacantes sobre o mediterrâneo. E o ataque será apenas o que foi até o momento.

    • Claro que ajudou e ajudou muito. Se Assad ficasse só ele estaria como Kadafi. Assad por enquanto está seguro, pois os Russos e aliados seguram a onda.

    • Quatzy,
      200 Tomahawks e JASSMs podem se coordenar para atingir seus alvos em poucos minutos. O tempo da ação não diz absolutamente nada a cerca do nível de destruição imposta.

  12. Tadeu Mendes
    Quem toca terror é Al Qaeda, Isis e por ai a fora
    Se vc acha que EUA esta neste nível então só os inocentes estão sendo atacados
    E Russia não vai levar chumbo pq o desequilibrado do Putin pode revidar
    Ai a gente sabe o que pode acontecer

    • Não houve ataque a posições russas, o general americano disse que as posições atacadas foram fixas uma base em Homs e três supostos laboratórios de armas químicas

      • Também, mas o estranho nesta história é a fala “nós não coordenamos com o os russos neste ataque”. E considerando a quantidade de militares russos em posições sírias, existia uma grande possibilidade de serem atingidos nos ataques. Desta forma ainda não saberemos se é verdade a fala “se formos atingidos, revidaremos”.

        • O general americano disse duas coisas na coletiva de imprensa, primeiro, eles não disseram para os russos onde iam atacar e se iam atacar, mas disseram para os russos que iam utilizar o espaço aéreo sírio HOJE, para um bom entendedor meias palavras bastam, os americanos só não desenharam para os russos o que iam fazer, mas deram a dica, segundo o general deixou bem claro que os alvos foram estudados antecipadamente e os americanos tomaram cuidado de não atacar áreas que são conhecidamente redutos onde há forças russas, ou seja, os americanos atacaram, mas foram cuidadosos para a coisa não sair de controle

  13. Ataque baseado em um suposto false-flag que ainda nem foi divulgado os resultados da investigação. E tem gente que ainda escolhe lado nesse jogo maldito que é a geopolitica.

    Alguem sente aquele cheirinho de “Iraqi Freedom”?

  14. Pelas informações que está chegando, as defesas aérea da Síria funcionaram muito bem, abatendo vários mísseis. Isso tem dedo da Rússia.

    • Informacoes de onde? O pessoal la na Siria nunca sofreu um ataque dessa magnitude, e devem estar chocados o assalto aereo combinado. Eu nao acho que eles estao em condicoes de avaliar nada no momento.

      A ultima vez que os sirios sofreram nas maos do inimigo , foi quando Israel destruiu quase a totalidade da forca aerea siria em 1982 perto do Vale de Bekaa..

  15. Os três alvos foram atingidos, só resta a Síria e a Rússia criarem fake News falando que interceptaram e impediram o ataque kkkk

    • rapaz mas que paulada, até eu aqui me assustei vendo no pc, parecia festa junina com o barulho e as explosões de longe

      isso pq os simpatizantes do regime Assad diz que funcionou bem mesmo o SAA sírio rsrs…

      • então deleta o meu comentário tbm rsrsr.. enquanto vc colocava seu comentário estava digitando o meu.

        mas que foi feio essas explosões foi

        • Bem que achei estranho isso ser míssil de cruzeiro e acerta várias ruas e casas sendo que esse ataque na Síria era para ser de precisão e não atingir civis, tem que ser muito desocupado para enviar esse vídeo fake pior que até canal com razoável credibilidade mostrou esse vídeo fake.

  16. Agência síria reporta que 13 mísseis foram derrubados na região de al-Kaswa ao sul de Damasco. Carece ainda de confirmação oficial.

  17. A Síria vai castigar os terroristas que fugiram para Iblid agora. Logo logo, os terroristas vão forjar mais um ataque químicos. Aí ,os seus patrões vão ameaçar atacar a Síria novamente.

  18. A Rússia sempre ameaça que vai derrubar os mísseis, mas nunca acontece nada. É melhor eles derrubarem uns avioeszinhos americanos, se não seus sistemas anti aéreos vão acabar desmoralizados.

    • Pra quê isso se os Russos já sabiam os danos dos ataques e os locais que os EUA iam atacar antes? Esse ataque é jogo de cena dos Estados Unidos.
      Os russos devem ter avaliado que não compensaria ativar o S-400, já que os Sirios conseguem se defender sozinho. Além disso, o ataque foi bem breve.

  19. Acabou de dar no Jornal da Globo, com imagens da CNN, mais de dez explosões em solo, em questão de segundos….
    Os sírios falam que derrubaram 13 Tomahawk…..pois bem, podem até ter derrubado mais…..entretanto, o Pentágono informou que o ataque foi no mínimo o dobro do ataque anterior, isso nos leva a crer que foram lançados mais de 100 mísseis pelos EUA e aliados. Digamos que os sírios tenham falado a verdade….que tenham derrubado os 13 mísseis, ou mais até, que tenham derrubado 30, 40 mísseis….sobram mais de 50 ou 60 que chegaram a seus alvos.

    • bom se os Sírios que são considerados cachorro morto conseguiriam derrubar 13 tomahawk, fico imaginando se outros países não fariam melhor. Porque para mim o fato de terem bloqueado 13 é muito mais forte do que ter terem tomado vários. Isso aí é um grande alerta para quem acha que as forças Aliadas são intangível.

  20. Pra fazer uma boa analise da defesa teríamos que saber a efetividade do ataque nas áreas protegidas..
    Por enquanto não pareceu um ataque muito grande, lembro-me que no Iraque foram mais de 800 mísseis em uma noite.
    Ainda carece de investigação, mas se o ataque químico foi realizado por assad espero que tenha se arrependido depois do “castigo”

  21. Os americanos informaram que lançaram mais mísseis do que os 59 do último ataque. Ainda teve os Storm Shadows britânicos e o que for que os franceses lançaram. A imprensa estatal síria diz que abateram 13 mísseis. Os russos, pelo visto, nada fizeram. Com esse índice de abates, assumindo que seja real, conselhos para Assad: não durma duas noites seguidas na mesma casa e arrume um aliado mais efetivo e menos bravateiro.

      • A questão nunca foi destruir alvos. E para mostrar ao mundo que a Rússia não tem como impedir um ataque dos EUA. E para humilhar a Rússia não para destruir coisas.

      • O que eu e você sabemos é que os russos passaram a semana toda dizendo que iriam interceptar os mísseis e aviões americanos que atacassem a Síria. O ataque foi feito e tudo o que quem quer que tenha tentado impedi-los conseguiu foi,alegadamente, abater menos de 10% dos mísseis. Ou seja, pelo aspecto das perdas, o ataque foi um retumbante sucesso. Pelo aspecto da neutralização dos alvos, ainda não sabemos.
        Até o momento, Tio Putim esta passando por fanfarrão. E ainda se disse insultado pelo trump.
        Quanto ao xadrez, que você parece ter entedid melhor do que nós, adiante aí qual será o próximo movimento. Não vá esperar acontecer para dizer que já sabia porque vai soar ridículo.

  22. “(…) Foi ressaltado que houve cuidado para evitar danos colaterais a civis nos arredores . . .”

    Francamente, toda a Síria se tornou um dano colateral. Um país rico cultural e historicamente se tornou uma tragédia geográfica, um fracasso antropológico e um retrocesso sociológico.

    O arrastado e indefinido conflito da Síria é a culminância da inutilidade da ONU como órgão de cooperação, desenvolvimento e segurança mundial. A ONU não passa de um centro de comando e controle das potências centrais onde são alinhadas as extensões de suas disputas armadas para que elas não se autodestruam. Nada mais que isso.

    Suas “missões de paz” são, na maioria das vezes, exemplos clássicos de palcos midiáticos para o rodízio dos egos geopolíticos de alguns países de menor expressão, ansiosos por ostentarem equipamentos com a sigla UN, ou seja, Utilidade Nula!

    • a ONU serve a Nova Ordem Mundial, mas tem gente que jura que isso não existe e é apenas uma teoria conspiratória, mas tem livros com farto documentos provando o contrário.

  23. Aonde estão os caças russos na Siria?

    E a promessa do Putin de abater todo caça que não seja russo ou sirio na Siria?

    • Não é hora de arrumar encrenca com os EUA. Veja bem: A guerra lá está praticamente acabada. Assad venceu. Evidentemente o Irã vai aumentar a influência naquela região. Ou seja, Bagdá (xiita), Síria (alauita) e Líbano com forte presença xiita estarão na área de influência da Rússia e do Irã. Arrumar briga com meio mundo para quê? A vitória é certa

      • Antonio

        Situação do Assad é a mesma do Saddan Hussein nos anos 90, não vai ser derrubado no inicio como Saddan não foi na 1º Guerra do Golfo, mas vão sofrer embargo de anos dos EUA e Europa, até arrumarem um pretexto para uma invasão.

        • Tal como está a Síria não tem condições econômicas de existir. A área controlada pelos aliados dos EUA tem mais de 50% das reservas de petróleo e gás da Síria, que a principal fonte de renda do pais e mais de 50% das áreas agriculturaveis. Do jeito que tá a Síria não consegue nem produzir alimentos para a sua população e nem exportar óleo para adquirir alimentos. Em suma precisará ser sustentada economicamente pela Rússia e pelo Irã.

  24. Qual o sentido de 3 países se juntarem pra massacrar um que já está na merda? “a mas tinha armas químicas”. E no Iraque falaram a mesma coisa até hoje nada. Tudo isso não passa de pretexto pra derrubar Assad do poder.

    • Talvez para fazer uma cortina de fumaça para os graves problemas que os três enfrentam em seus países. Os EUA com sua situação econômica. A Inglaterra que está minguando e sofrendo gravemente com o Brexit. E a França que vem enfrentado greves e mais greves por conta de mudanças trabalhista.
      Tipo a invasão das Malvinas.

  25. Situação do Assad é a mesma do Saddan Hussein nos anos 90, não vai ser derrubado no inicio como Saddan não foi na 1º Guerra do Golfo, mas vão sofrer embargo de anos dos EUA e Europa, até arrumarem um pretexto para uma invasão.

    Anotem o que eu digo

    • Não há como Assad ser derrubado. Até pelo fato da presença de russos e iranianos. Li, há poucos dias, que o Irã pretende reforçar mais sua presença da Síria. A situação geopolítica atual é bem diferente da do início da década.

    • Com Rússia lá não tem como invadir não. Não foi a toa que gastaram dezenas de bilhões de dólares financiando terroristas para derrubar Assad. Assad tem grande apoio do povo Sírio.

      • Exatamente. Eu só não entendi o fato dos russos não acabarem o serviço logo. Já estavam lá com tropas em terra, o avanço sobre os rebeldes foi rápido. Era só terminar.

  26. Isso é um jogo de vários movimentos… Veremos a Russia como vai jogar. Pode ser na Síria… Leste Europeu. Atacar um dia antes de inspetores da ONU vistar o local é um jogo que pode ter mais que um lado com a certeza.

    • Trump é aquele cachorro raivoso que está amarrado na coleira e tenta morder todo mundo que passa. É só vc manter a calma e seguir seu caminho que ele vai latir e ficar para trás.

      • A humilhação da russa não é um política de governo Trump. Ė uma política de estado dos EUA. Puxando de cabeça foi o que no Clinton fez na questão de Kosovo, o Bush com o aumento da Otan no leste Europeu o Obama na Ucrânia… E um comportamento padrão dos EUA.

        • E qual o resultado prático disso? O que estamos assistindo é a queda contínua da influência americana em todo o mundo e o ressurgimento da Rússia como potência militar. Não viram vantagem nenhuma nisso.

          • A Rússia e um tigre de papel Antonio. Ela não tem condições de se contrapor a um ataque norte americano. Ė isso o que os EUA querem mostrar ao mundo. Os russos não conseguiriam, nem se tentassem – e por isso nao tentam – impedir um ataque com mais de 100 mísseis que chegam aos alvos simultaneamente. Não existe s400 ou s300 que de conta de 100 mísseis ao mesmo tempo.

          • Que ataque americano? Que ataque russo? O dia que esses dois se enfrentarem seriamente, o mundo acaba. O que importa é o dia a dia. E nisso, os EUA estão perdendo de goleada. Acabei de ler notícia que os EUA vão reclamar com a Índia sobre problemas no câmbio. Eles enlouqueceram. Arrumam briga com todo mundo e vão ficar sozinhos na pista.

          • E mesmo Antonio? Veja só, os EUA conseguiram em uma semana dois aliados que se dispuseram a lançar bombas em um país sob proteção da Rússia, arriscando as vidas dos seus militares e seus equipamentos. Agora veja o oposto. Quantos países se dispuseram a ajudar os russos a se contrapor aos americanos e que efetivamente fizeram isso com armas e soldados? Nenhum. Enquanto os EUA forem a principal fonte de tecnologia no mundo eles não estarão sozinhos porque a relação dos EUA com a Europa e de dependência. A Europa e dependente dos EUA.

          • O que eu quero explicar é o seguinte: Jogar meia dúzia de bombas na Síria não vai ajudar nada. Enquanto os EUA estão arrumando briga com todos, principalmente na área econômica, os outros trabalham e prosperam. Leia essa notícia: A China vai transformar a ilha de Hainan, que é do tamanho de Taiwan, numa zona de livre comércio. Imagine o tamanho que terá isso? Muito dinheiro, progresso.
            http://portuguese.cri.cn/news/china/407/20180413/117601.html
            E outra. Não se esqueça que a Alemanha se recusou a participar e a Turquia nem deu bola para a questão.

          • Antonio o que eu quero explicar e que essas bombas não servem para alterar nada na guerra. Não é este o objetivo delas. O objetivos e apenas mostrar que a Rússia não consegue impedir os EUA de atacarem um país quando os EUA querem. E por isso que eu afirmei que eles só servem para humilhar a Rússia.
            A Alemanha nunca participou muito deste tipo de ataque e a Turquia já joga as bombas dela na Síria. Aliás ocupa uma província que ela deve tentar a anexar ao seu território.

  27. Bosco,
    Eu vou fazer uma pergunta a vc sobre nosso satélite. Portanto vou fazer a vc num tópico mais apropriado:”Desembargador mantém suspenso acordo para operar satélite SGDC” que ficou para baixo na sequencia das notícias. Ok?

    Abraços

  28. Antonio você está despeitado por causa da surra que deram na Siria e pela humilhação sofrida pelos russos.

    Há poucas semanas atrás, o exército americano também matou poucos mais de 300 russos na Siria.

    O que fizeram os russos? Foram deitar no cantinho e lamber as feridas. Você deveria fazer o mesmo.

    Meu voto pelo presidente Trump está valendo apena. Aconselha aos seus amigos russos, sirios e Iranianos, à meterem o rabo entre as pernas, senão o prorate vai comer solto.

  29. Resultado do ataque: 103 mísseis lançados, 70 abatidos. Vítimas: de 0 a 3 pessoas. Nenhuma aeronava, nenhuma estrutura importante danificada. Parabéns, Ocidente! Batam no peito que são durões. Esse ataque foi ótimo para deixar os fan boys contentes. Só isso. Não muda nada na Síria.

  30. Os americanos deveriam deixar esse “local desagradável” com esse ditador “inoportuno” . Os EUA sempre foram defensores da liberdade e justiça tanto que permitiram que países como Alemanha e Japão se reerguessem no pós guerra. Por que permanecer na Síria? Impedir o avanço da zona de influência russa? Implantar a democracia? Petróleo? Nada disso faz sentido. Se a população apoia governos totalitaristas, que assim seja então! Que se virem! Inclusive Coréia do Norte e por aí vai!

  31. Isso é um crime de guerra, Mattis ontem admitiu que não tinha evidência da autoria dos ataques, a May tb. O Mattis admitiu que ano passado tb não sabiam, ou seja, atacam um país sem provas. Tudo aponta que forma os rebeldes. Eles tinham tudo a ganhar com essa false flag.
    Mais uma vez os warmongers, Bolton, McCain, etc, ganharam e conseguiram extender a guerra.
    Muito conveniente a hora dessa false flag não? Uma semana depois do Trump expressar o desejo de cair fora da Síria, como prometeu na campanha, depois do ISIS ter sido derrotado.

  32. Pedro,
    Parece que hoje em dia provas não tem mais importância. Basta suposições como : talvez, provável e altamente provável pra condenar alguém e iniciar uma guerra. Isso virou padrão ocidente de agir, passando por cima do Conselho de Segurança da ONU quando querem. Além de forjar provas quando querem.

  33. Encenação para o EUA não ficar sem moral perante os atores do conflito, afinal há o “red line” fixado por ele.
    Efetividade zero, ou quase. Alguns prédios destruídos. Mortos, só de alguém distraído ou por algum artefato desorientado.
    Pelo menos serviu para as partes (Rússia, EUA e coadjuvantes) testarem e propagandearem suas mercadorias de guerra e antídotos.

  34. Conforme a AFP: O ex-chefe do FBI James Comey diz que o presidente Donald Trump “não é ético e está desvinculado da verdade dos valores institucionais” – AFP/Arquivos.
    .
    Conforme Isto É:
    “Ex-diretor do FBI retrata Trump como egocêntrico, mafioso e fóbico”.
    James Comey, o diretor do FBI demitido em 2017 por Donald Trump, retrata um presidente americano egocêntrico e anárquico em seu livro “A Higher Loyalty”, que sairá à venda na terça-feira.
    .

  35. Jovem Pam:
    Neste sábado (14), um dia após a ofensiva ordenada pelo presidente Donald Trump contra a Síria, focos de crítica ao ataque começam a surgir de diversos pontos. Além da repercussão nos EUA, onde o senador Bernie Sanders classificou o ato como ilegal, a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, também está tendo que lidar com a forte oposição de rivais políticos.

    “No Reino Unido, se faz o mesmo questionamento sobre a legalidade do bombardeio, principalmente porque a primeira-ministra não buscou o apoio do Parlamento para permitir que suas aeronaves fossem utilizadas. Tem-se por convenção no Reino Unido que o primeiro-ministro não faz nenhuma intervenção militar sem uma votação no parlamento. Não é uma obrigação, mas é uma convenção”, afirmou o correspondente internacional Ulisses Neto.

    “A May rompeu essa convenção porque está fragilizada politicamente dentro do país devido a separação do Reino Unido da União Europeia. Ela corria um sério risco de levar essa votação ao parlamento e perder. E, no caso de ser derrotada, poderia inclusive acabar forçada a deixar a liderança do Partido Conservador. Consequentemente, o país entraria em uma espiral de crise política muito grave, considerando tudo o que está acontecendo aqui no reino unido, inclusive a separação da União Europeia e agora essa intervenção na Síria”, finalizou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here