Home Aviação Comercial Embraer entrega primeiro jato E190-E2 à companhia norueguesa Widerøe

Embraer entrega primeiro jato E190-E2 à companhia norueguesa Widerøe

1599
24

Entrega ocorreu em um evento na sede da empresa, em São José dos Campos, nesta quarta (4). Presidente da Embraer reafirmou que fusão com a Boeing seria ‘boa’, mas não ‘essencial’

Por Poliana Casemiro, G1 Vale do Paraíba e região

A fabricante de aeronaves Embraer entregou, na manhã desta quarta-feira (4), o primeiro jato E190-E2 à companhia norueguesa Widerøe. A ‘estreia’ do modelo em voos comerciais está prevista para o próximo dia 24.

Um evento, na sede da empresa em São José dos Campos (SP), contou com a participação do CEO presidente da Embraer, Paulo de Souza e Silva; e representantes da companhia.

O E190-E2 vai ser o primeiro avião com motor a jato operado pela Widerøe. A frota da empresa, que é a maior da Escandinávia e opera desde 1934, é composta por turbo-hélices. O contrato prevê três pedidos firmes para o modelo E190-E2 e direitos de compra para outras 12 aeronaves da família E2 – ao valor de US$ 55,8 milhões cada jato

Em discurso aos funcionários, o presidente da Embraer destacou a eficiência da aeronave. “A entrega desta aeronave representa uma nova era à Embraer, nos deixa entrar em novas mercados. É realmente um momento importante para a empresa. Nos somos líderes nesse mercado [aviação regional] e o modelo chega forte, com eficiência e maturidade. Vai ser um grande sucesso”, analisou o presidente da Embraer.

A Embraer é líder no segmento de até 130 lugares. Com a chegada do E190-E2, a fabricante espera se aproximar de gigantes do mercado. O modelo comporta até 146 lugares. Os aviões entregues à Widerøe têm 114 assentos distribuídos em classe única.

Sobre as negociações para fusão da fabricante brasileira com a gigante americana Boeing, o presidente da Embraer disse que as tratativas com o governo continuam. “A saída do ministro Jungman não atrapalhou. A gente continua tendo reuniões, é um grupo trabalha muito bem. As tratativas com o governo continuam muito bem, mas é uma relação complexa. Não temos previsão de quando a eventual fusão vai acontecer. Seria uma operação boa, mas não essencial à Embraer”, avaliou.

Modelo
A aeronave recebeu certificação da Anac e de agências internacionais para voar em fevereiro. O voo de teste do modelo foi em 2016.

A embraer informou que tem 280 aeronaves comercializadas, considerando pedidos firmes (encomendas) e os direitos de compra negociados.

Segundo a empresa, as principais mudanças, em relação à primeira família de jatos comerciais da fabricante, são na asa e no motor. Além disso, as novas tecnologias e sistemas na cabine de comando tornaram o avião mais seguro. Os jatos terão eficiência econômica maior, com 17% de redução nos gastos com combustível e menor emissão de gás carbônico.

FONTE: G1

24
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
20 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
EduardoSPODSTBILL27Rinaldo NeryAerokicker Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jr
Visitante
Jr

“Não temos previsão de quando a eventual fusão vai acontecer. Seria uma operação boa” Quanto será que a Boeing prometeu de bônus para o Paulo e Silva caso essa fusão aconteça? Pouca coisa não deve ser. O interessante é que o congresso americano junto com a casa branca vai votar nos próximos meses uma lei que torna mais difícil empresas estrangeiras comprarem empresas americanas ditas estratégicas, isso depois de o Trump em 1 ano de casa branca vetar a venda de 3 empresas privadas + a bolsa de Chicago para empresas estrangeiras alegando segurança nacional

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Na boa mas acho que essa fusão não vai acontecer. Não há clima aqui no Brasil para tal

Jr
Visitante
Jr

Faz sentido o que você diz, principalmente se aquela terceira denuncia que talvez esteja saindo quentinha da PGR acontecer, mas se essa fusão (venda para a Boeing) acontecer, pode apostar, que muito provavelmente ela será anunciada no meio da copa do mundo. Aproveitar que a atenção da maioria da população e da imprensa estão com os olhos virados para a Rússia

Antonio
Visitante
Antonio

E hoje, como esperado, a China anunciou que vai sobretaxar a Boeing. Talvez em 25%. A cobra vai fumar!
Se a Boeing for alijada do mercado chinês, as coisas ficarão muitíssimo mais complicadas.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Blz! Já pode descontar o cheque….

Antonio
Visitante
Antonio

Eu avisei. Vai ter de vender muito F-18 para Catar, Kwait, Arábia Saudita e USN. E mesmo assim não vai adiantar.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Sei! agora conta aquela do papagaio. E depois aquela que o Backlog da Sukhoi é maior que o da Boeing.

A próxima….

Antonio
Visitante
Antonio

Vc está confuso. Backlog maior é o da Airbus.
Aliás bem maior e pelo jeito vai aumentar muito.

http://www.aeroflap.com.br/confira-os-numeros-airbus-fechou-1109-encomendas-em-2017/

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Falei da comparação do Backlog da Boeing com o da Sukhoi. Pelo visto a apreensão pelo julgamento do sete vezes réu está afetando seu juízo…

Antonio
Visitante
Antonio

Compre uma bússola. Vc está meio sem rumo.
A Boeing deve perder quase um terço de suas vendas com o boicote chinês. Será fatal para uma empresa com ações em Bolsa. Acho que a Sukhoi não precisa disso. Vai levando a vida dela e prosperando.
Lembre-se: America First.

Antonio
Visitante
Antonio

E outra quente. A Lockheed foi escolhida pela NASA para o desenvolvimento de uma nova aeronave comercial supersônica.
Que inhaca!!!!!!!!!

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Continue correndo atrás do próprio rabo pois está divertido. Ou compre uma bússola. E tome uma maracujina para aguentar o julgamento do sete vezes réu afinal você está precisando…

E lembre-se: ele já está inelegível….

Antonio
Visitante
Antonio

Não esquenta com isso não. No contexto mundial é irrelevante.
Agora, o sujeito é osso duro de roer.
Quem ele apontar, ganha.
Assim, DD logo se tornará Pastor evangélico e o Paladino julgará roubo de galinha em Oiapoque.
Que coisa. né?
Deu tudo errado.
Como diriam os antigos: Acabou no Irajá.

Antonio
Visitante
Antonio

http://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,trump-ordena-ao-pentagono-que-prepare-saida-de-tropas-da-siria,70002254455

E para aumentar seu desespero, Trump prepara a saída de suas tropas da Síria. Sabe o que isso representa?
Rússia, Irã e China chegarão ao Mediterrâneo por via terrestre com mais facilidade. Aliás, Putin já convidou empresas para que participem do processo de reconstrução do País. Só excluiu empresas americanas. E os maiores candidatos, adivinhe….. os chineses. Vai ficar tudo em casa. Logo teremos dezenas de COMAC e MC-21 voando pelo Oriente Médio.

ODST
Visitante
ODST

Jr

Tenho quase certeza de que esse acordo vai acabar ficando para o ano que vem. E com uma possível vitória do Bolsonaro, o que ele vai fazer é jogar a decisão nos braços dos militares, e estes por sua vez possuem uma visão bem clara sobre a tal da “parceria”, e já sabem muito bem o que fazer com ela.

Jr
Visitante
Jr

Sei lá, a FAB tem andado tão calada, que fica até difícil saber que visão a mesma tem dessa “parceria”. A Boeing tá insistindo muito para que a parceria seja fechada o quanto antes, até parece que ela sabe que se não for fechado esse ano, no meio desse caos, a janela (oportunidade) vai se fechar

Gustavo
Visitante
Gustavo

Como as turbinas ficam próximas ao chão!

Jr
Visitante
Jr

Muito parecido de como as turbinas do 777 ficam próximas do chão

Aerokicker
Visitante
Aerokicker

Culpa da asa baixa, mas não há muito problema com isso e o desempenho melhora assim.

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Na realidade não é a asa que é baixa, é o diâmetro do fan da turbina que é maior, aumentando a razão de “by pass” da turbina e sua eficiência.
A LEAP 1A tem um “fan” com diâmetro de 78 polegadas e a CF-34 10 tem diâmetro de 53 polegadas

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Azul recebe o primeiro ano que vem. Este avião ficou muito bom. O A320Neo, por ser um projeto antigo, tem algumas obsolescências, comparado com o E190/195, dentre elas o sistema anti ice manual e os rádios. Mas estes novos motores são bem econômicos mesmo. O A320Neo, apesar de ser maior (79 ton), é mais econômico que o E1.

Jr
Visitante
Jr

Pensei que o motor dos A320 NEO da Azul fosse Leap?

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

E é: CFM LEAP-1A26. Da mesma categoria dos novos PW que equipam os E2.

BILL27
Visitante
BILL27

Este motor alem de bom ,é muito bonito ,ainda mais com estas carenagens desta cor