Home Aviação de Ataque Mais A-29 Super Tucano para o Chile

Mais A-29 Super Tucano para o Chile

6430
36

O Jane’s noticiou que a Embraer entregou dois novos aviões A-29B Super Tucano à Força Aérea do Chile (FACh) em meados de março, disseram altas fontes militares em Santiago.

Eles fazem parte de um pedido para seis Super Tucanos, que a Embraer anunciou pela primeira vez em outubro de 2017 sem desvendar a identidade do cliente.

Esse pedido soma-se a 12 A-29Bs, no valor de US$ 120 milhões, que o Chile encomendou em agosto de 2008 e recebeu entre 2009 e 2010.

O Grupo Aéreo 1 do Chile, localizado na Base da Força Aérea de Los Condores, em Iquique, no norte, usa as aeronaves como treinadores táticos e apoio aéreo aproximado para as brigadas blindadas do exército instaladas nos territórios do norte.

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
2 anos atrás

Consolidando sua qualidade perante o mundo. Espero que vença a concorrência da USAF.

Carpophorus
Carpophorus
Reply to  Rinaldo Nery
2 anos atrás

Não existe pirotecnia! Projeto ótimo,aeronave bem sucedida, provada em combate e fácil de manter. Não sei o porquê de o Uruguai e Paraguai ainda almejarem adquirir aviões chineses tendo esta obra-prima ao seu alcance.

Adler Medrado
Reply to  Carpophorus
2 anos atrás

Deve ser porque só querem algo de nós quando é de graça.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Rinaldo Nery
2 anos atrás

Todos estamos torcendo por isso Coronel…

Glasquis7
Reply to  Rinaldo Nery
2 anos atrás

Consolidando a qualidade do vetor e da força que o opera.
A FACh com muita coerência e sem alarde, vem mantendo a sua capacidade de combate mantendo a sua linha logística. Escolhe o melhor vetor do mercado pra esta função e aumenta a sua frota.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Rinaldo Nery
2 anos atrás

Também espero Coronel!!! Quanto a compra “digrátis”, além do Uruguai e Paraguai, tem também a Bolívia e quase “digrátis”a Argentina.ST4

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Rinaldo Nery
2 anos atrás

Prezado Cel.
O que é bom aguenta a prova do tempo.
Quando o comprador é sério, o que determina a compra é a relação, custo, qualidade, benefício.

Ivan BC
Ivan BC
2 anos atrás

Muito bom!

Mateus
Mateus
2 anos atrás

Faz parte daquele lote de 6 aviões ou foram mais dois aviões totalizando 8?

Jr
Jr
Reply to  Mateus
2 anos atrás

Faz parte do lote de 6, na realidade foram os 2 primeiros entregues desse lote

João Bosco
João Bosco
2 anos atrás

E lá vai o Super Tucano……….

Washington Menezes
Washington Menezes
2 anos atrás

Legal ter sido o Chile o cliente, mostrando coerência. O tio Sam poderia querer vender seus Volverines.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Washington Menezes
2 anos atrás

Por que ele venderia o Wolverine para a FACh se a força já usa o Super Tucano há tempos? Menos teorias conspiratórias sim!?

Washington Menezes
Washington Menezes
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

A Sua dificuldade de entendimento ficou notória na suas perguntas. E gostaria de saber de onde você
tirou de uma afirmação uma teoria da conspiração. E o mais estranho é você não saber que quem quer vender não se importa com quais aeronaves os clientes operam. Seguindo sua lógica limitada os EUA não ofereceriam aeronaves para Índia.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Washington Menezes
2 anos atrás

Lógica limitada é com você! Mas isso a gente já sabe..😉

João Augusto
João Augusto
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Onde vai ser a briga? hauaehuahuaehaeuaehu

Guilherme santos
Guilherme santos
2 anos atrás

Esses super tucanos são fabricados no Brasil ?

Flávio Cardia
Flávio Cardia
2 anos atrás

Estes foram fabricados aqui ou em Sierra Nevada?

Jr
Jr
Reply to  Flávio Cardia
2 anos atrás

Aqui, a Sierra Nevada só fabrica lá quando o cliente compra via FMS, ou seja, nada mais natural, afinal é o contribuinte americano que esta pagando o financiamento da venda em suaves prestações

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Jr
2 anos atrás

A participação da Sierra Nevada é essencialmente na integração de sistemas visto que as fuselagens são construídas em Gavião Peixoto e montadas nas instalações da EMBRAER em Jacksonville. Ou seja, mesmo nas aeronaves vendidas via FMS a empresa brasileira ganha.

JT8D
JT8D
2 anos atrás

Muito bonita a camuflagem da FACh

BILL27
BILL27
Reply to  JT8D
2 anos atrás

Eu acho horrível rs

Luiz Campos
Luiz Campos
2 anos atrás

Distância de 250 km de Iquique até a fronteira da Bolivia.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

Eu vi que tínhamos 99 super tucanos, mas 6 foram vendidos, alguns para esquadrilha da fumaça e deve ter tido algum perdido em acidente? Será que temos quantos hoje disponíveis?

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

RESPONDENDO MINHA PERGUNTA: Brasil – 99 aeronaves.[32] Dessas, 6 foram perdidas em acidentes, 7 transferidas para a esquadrilha da fumaça e 3 vendidas à Nigéria, restando 83 nas missões de combate e treinamento.

Justin Case
Justin Case
2 anos atrás

AFGHAN AIR FORCE DROPS FIRST LASER-GUIDED BOMB ON TALIBAN IN FARAH http://www.safety.marines.mil/?videoid=591614 http://www.youtube.com/watch?v=KLvDrHvO5Po KABUL, Afghanistan (March 27, 2018) On March 22, the Afghan Air Force tasked the A-29 squadron to destroy a Taliban compound in Farah. The Afghan attack pilots were equipped with both guided and unguided bombs, and elected to employ the GBU-58 laser-guided bomb to avoid collateral damage. The drop resulted in a direct hit along the route of a major Afghan National Army clearing operation, marking the first time the AAF dropped a laser-guided bomb in combat. The AAF used the laser-guided technology because of the target’s… Read more »

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Justin Case
2 anos atrás

E nós, maior usuário da aeronaves, ainda não qualificamos as nossas e nossas tripulações para lançar bombas guiadas. Apesar de a precisão no modo CCIP ser muito boa (CEP de 8 metros).

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
2 anos atrás

Se permitir os EUA vendem sim seus Wolverine para o Chile. Todos nós conhemos bem o Tio Sam, mas para alguns é proibido criticar o “benevolente e justíssimo” Tio Sam

Nickless
Nickless
Reply to  Fabio Jeffer
2 anos atrás

Cara, qualquer país serio faria isso (pensar nos seus interesses e se suas empresa). agora faça um pequeno exercício e se coloque no lugar deles e pense. vc deixaria de vender um produto pra alguém pq outra empresa tem um produto parecido? que pensamento pequeno hein amigo.

Filipe Prestes
Filipe Prestes
2 anos atrás

Nada muito diferente do que se espera da FAch. São profissionais e tem bom senso quanto ao armamento que escolhem, sejam aviões para COIN, caças e AWACS. Já não podemos dizer o mesmo do Peru que optou pelo “Torito” no lugar do A-29; tem uma mistura alla indiana de caças franceses e russos (apesar de que são bons vetores, mas claramente já em fase de obsolência) entre outros pormenores, como na aviação de transporte.

P.S.: Espero que a FACh também optem pelo KC-390

Gilmar
Gilmar
2 anos atrás

Acompanhei a passagem desses aviões aqui por Foz do Iguaçu. Havia um C-130 da FACH dando suporte e todos escalaram em nossa cidade antes de seguir para o Chile.

Paulo Costa
Paulo Costa
2 anos atrás

A Embraer militar não pode parar,o KC-390 será entregue em julho,duas unidades de varias,e com certeza será um grande sucesso.torço para que tenhamos de novo o nosso cavalo de batalha um
jato subsônico,monomotor,asa alta,dois canhões de 20mm ,probe de reabastecimento,com capacidade de misseis IR,bombas guiadas,etc.Turbohelice tem varias limitações,para pais pequeno,nada como um jato que pode ir rápido a qualquer lugar do pais e continuar sendo versátil.

Flanker
Flanker
2 anos atrás

“DOUGLAS TARGINO 27 de Março de 2018 at 11:19 RESPONDENDO MINHA PERGUNTA: Brasil – 99 aeronaves.[32] Dessas, 6 foram perdidas em acidentes, 7 transferidas para a esquadrilha da fumaça e 3 vendidas à Nigéria, restando 83 nas missões de combate e treinamento.” Douglas, foram comprados e recebidos 99 A-29. Desses, foram perdidos 8 em acidentes e o EDA recebeu e opera 12 aeronaves. Nenhum foi retirado da dotação da FAB para ser vendido para a Nigéria. Na FAB, aproximadamente 24 células equipam o 2°/5° GAV (Natal), os 3 esquadrões do 3° GAV operam ao redor de 16 células cada um… Read more »

caçador
caçador
2 anos atrás
Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  caçador
2 anos atrás

Voando em LFT.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

1) Ótimo Embraer

2) Parabéns Chile – FAC

3) Tribunais internacionais, saída para o mar …. tenderam bolivarianos de La Paz ?