Home Aviação de Caça Força Aérea da Índia: caças chineses J-20 não são furtivos

Força Aérea da Índia: caças chineses J-20 não são furtivos

9991
111
J-20

O caça furtivo J-20 é uma aeronave multifuncional bimotor de muito longo alcance, que pode atingir velocidades superiores a 2.000 km/h

Conforme a informação dos desenvolvedores, a estrutura do avião facilita a dispersão das ondas de rádio, sendo para além disso coberto por materiais que absorvem as emissões de radar, o que, supostamente, dificulta a sua deteção a longas distâncias.

A Força Aérea da Índia afirmou que tem recursos para facilmente detectar os novos caças furtivos militares chineses J-20. A declaração chega em meio a diversas matérias na mídia indiana, segundo as quais a nova aeronave chinesa é capaz de iludir os radares.

O comandante da Força Aérea indiana, marechal B.S. Dhanoa, ao se endereçar aos jornalistas em Halwara na quinta-feira (23), disse que os sinais do J-20 podem ser facilmente interceptados pelos radares à distância de vários quilômetros. Ele também assinalou que a Força Aérea da Índia é melhor equipada e preparada para lidar com qualquer ameaça proveniente da China.

Em 9 de fevereiro deste ano, um comunicado oficial da Força Aérea do Exército Popular de Libertação da China informava que os caças J-20 passaram a equipar diversas unidades militares.

Anteriormente, a Força Aérea Indiana afirmou possuir bastantes recursos para enfrentar desafios em duas frentes — chinesa e paquistanesa, mas que, com as capacidades atuais, o custo da vitória poderia ser um pouco maior.

“Não há dúvida que é um desafio travar uma guerra em duas frentes com os recursos atuais que possuímos, mas não fugimos a nenhum desafio. O custo da vitória poderia ser um pouco maior, mas é para isso que estamos treinando e nos preparando”, disse o comandante da IAF perante o painel que apresentou um relatório em 13 de março no parlamento.

Atualmente, na Força Aérea Indiana há 31 esquadrões com 18-20 caças cada um, e, setembro de 2019, vai incorporar os caças Rafale, produzidos na França. Além disso, a Força Aérea deu a entender ao Ministério da Defesa que as compras dos sistemas de defesa antiaérea russos S-400 são uma prioridade.

Espera-se que a ministra da Defesa indiana, Nirmala Sitharaman, assine o contrato de compra dos sistemas S-400 do decorrer da futura visita a Moscou.

J-20, F-22 e PAK FA (Su-57)

FONTE: sputniknews.com

Subscribe
Notify of
guest
111 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mateus
Mateus
2 anos atrás

KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Os indianos estão atirando para todos os lados. Já deram um roundhouse kick no SU-57 essa semana, agora dão um gancho de esquerda no J-20.

Antonio
Antonio
Reply to  Mateus
2 anos atrás

Verdade. Perguntem se eles vão querer testar se o J-20 é ou não é furtivo.

Manuel Souza
Manuel Souza
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Indianos: Nem é furtivo. Mas bora encher nosso território de S-400 kkkkkkk.

Rodrigo M
Rodrigo M
2 anos atrás

A guerra de palavras também faz parte do jogo..

Flamenguista
Flamenguista
2 anos atrás

Duvido da furtividade até do novo caça russo!! Talvez até o F 15 SE seja mais furtivo que esse J 20. Mas nao duvido que, um dia, eles chegarao lá!

SRN

Mateus Lobo
Mateus Lobo
2 anos atrás

Falar até papagaio fala… Quero ver o Rafale gerar energia o suficiente para os radares conseguirem detectar o J-20 kkkk

Clésio Luiz
Clésio Luiz
2 anos atrás

Os americanos (militares e gente do meio) não tem tanto desdem pelo J-20 quanto os indianos, mas também eles não estão a 30 anos tentando colocar em operação um caça de 4ª geração de baixo custo, enquanto seu vizinho e inimigo já está colocando em operação um de 5ª de grande porte…

Nenhum sentimento de inveja e rancor velado na declaração dos militares indianos, não mesmo…

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Clésio Luiz
2 anos atrás

A questão é: qual o motivo da Sputnik repercutir essa notícia?

Andrigo
Andrigo
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Para desvalorizar mais um concorrente do Su 57, nada mais.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Andrigo
2 anos atrás

Não penso assim! Acho que tem mais em jogo aí

Robsonmkt
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Com que país a Índia tem um parceria para produção de um caça furtivo próprio?

Gonçalo Jr.
Gonçalo Jr.
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

O Sputnik é uma agência estatal controlada e operada pela empresa estatal Rossiya Segodnya. Sputnik substituiu a agência de notícias RIA Novosti e a rádio Voz da Rússia.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

A Sputnik,como boa mídia estatal, não iria publicar isso à toa. Façam suas especulações senhores!

Ps: entre o Su-57 e o J-20 eu fico com o caça da Sukhoi.

Flanker
Flanker
2 anos atrás

Mateus Lobo, concordo com você na questão do Rafale. Mas, numa guerra aérea declarada, caças não vão sozinhos para um enfrentamento. As aeronaves AEW&C são primordiais nessa equação. E os indianos as possuem. Assim como os chineses. Atualmente, os chineses possuem mais caças que os indianos, mas em um hipotético confronto os chineses talvez pesassem bem os ganhos frente às perdas, pois sua superioridade numérica não é tão grande assim. Mas, nesse caso específico, parece ser apenas uma resposta do governo indiano à sua população, frente ao que foi divulgado pelos chineses.

Augusto L
Augusto L
2 anos atrás

O F-22 em tese so considerando seu formato como fonte da furtividade, pode ser detectado por radares de banda fracaou baixa, uns 68km, o F-35 pelo que dizem pode ser detectado a uns 90-100 km pelo mesmo metado. Um caca com irst pode detectar um F-22 e F35 a uns 40-70km, sendo que o maximo que ja li que um IRST moderno pode detectar um caça de qualquer tipo seria ate no maximo uns 100-110 km. Considerando a premisa que não sei se é verdadeira que o Pak Fa é menos furtivo que seus pares americanos e o J20 é… Read more »

Mark
Mark
2 anos atrás

Ele e o SU-57 são tão furtivos quanto um elefante voador comparados aos modelos americanos. Mas falando sério, se o SU-57 já decepciona, imaginem o J20…

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Mark
2 anos atrás

Pelo jeito você deve ter acesso as informações completas sobre todos esses caças.
Rússia e a China estão decepcionados com eles?
Fale mais a respeito…

Mark
Mark
Reply to  Rodrigo M
2 anos atrás

Você tem informações para falar o contrário? Não fico pelos comentários fazendo gracinhas com outros frequentadores, costumo respeitar a divergência, o nome disso é maturidade. Especular um pouco ou difundir impressões pessoais virou ofensa? Não sabia. Só para complementar, Rússia e China estão “desenvolvendo”, não falei sobre satisfação ou não sobre o estágio em que se encontram, isso você precisa perguntar para os responsáveis pelos programas. O único FATO é que o F-22 está voando aí pelos céus do mundo já tem muito tempo, incontestado, enquanto os dois ainda tentam chegar a este estágio. Preciso de dados “secretos” para saber… Read more »

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Mark
2 anos atrás

Mas quem falou em ofensa?
Você tem todo direito de “especular, difundir suas impressões pessoais” aos quatro ventos sim, não se preocupe..
Mas se você não aceita ser contestado, não deveria comentar em um espaço aberto.
Isso sim é maturidade, e não tentar responder com textão estilo “Facebook lacração” desabafando sua mágoa por um simples comentário resposta.
Aliás, com toda essa torcida pró tio Sam (Nada contra) quem demonstrou “miopia ideológica” e sensibilidade excessiva não foi eu..
No mais, o restante é só blá, blá.. Dá até sono..

Mark
Mark
Reply to  Rodrigo M
2 anos atrás

Eu ainda postei um “falando sério” após brincar com o elefante voador, mas parece que a miopia ideológica torna as pessoas muito mais sensíveis quando a opinião não os satisfaz. Mas não brincarei novamente aqui, a não ser que veja um elefante stealth realmente voando pela ásia. 🙂

Mark
Mark
Reply to  Mark
2 anos atrás

Sobre o J20 especificamente, vou escrever aqui, eu ACHO que ele está muito longe de ser considerado um vetor da categoria de um SU-57 e muito menos do F-22 ou F-35. Tenho esse direito não?

RL
RL
2 anos atrás

Se os indianos falaram então não há quem duvide, pois abaixo dos americanos eles entendem mais do que ninguém em desenvolvimento de aeronaves. Diga-se o Tejas, que vem a uns 30 anos ampliando este conhecimento. E olha que nem stealth o bicho é. Imagine se fosse. Daí os indianos estariam comentando sobre os caças de 6 sexta geração.

Modo irônico. Ativado.

CignusRJ
CignusRJ
Reply to  RL
2 anos atrás

RL
Sobre seu comentário.
Não é por vc não saber colocar um ovo que vc será capaz de saber se ele está ou não está estragado. Não é mesmo?

Antonio
Antonio
Reply to  CignusRJ
2 anos atrás

Rubinho! Vc está atrasado.

Rui chapéu
Rui chapéu
2 anos atrás

Não seria o caso dessa detecção acontecer por eles estarem usando aquele treco que aumenta a assinatura de radar?

Daglian
Daglian
2 anos atrás

Pode ser verdade, pode não ser, mas quem questionar a veracidade das informações dos indianos sem fazê-lo, também, para as afirmações dos chineses sobre o J-20, está ideologicamente engajado ou então é desonesto. Muito cuidado: o argumento “claro que os indianos iriam fazer isso, é do seu interesse” vale da mesma forma para os chineses. Só será possível para o público entusiasta saber sobre as capacidades furtivas do J-20 quando ele entrar em combate real, e ainda assim podemos continuar sem saber muito. No entanto, se o J-20 de fato não for stealth ou tiver características stealth reduzidas, então a… Read more »

Antunes Neto
Antunes Neto
Reply to  Daglian
2 anos atrás

A grande questão sobre esse raio de detecção via IRST, é que antes de detectar um F-22 agressor, o piloto estará lidando com as contra medidas para com os mísseis do avião agressor. . Em tese o principal trunfo do Su-57 é o mesmo da família flanker, seu míssel de longo alcance. Se ele for discreto o suficiente para retardar um pouco a sua detecção, ele poderá ver e disparar primeiro. Imagino que, obviamente, não seja suficiente contra o F-22. De outro lado, se o calor gerado peko f-35 for tão grande quanto sua turbina acho que já equilibra um… Read more »

Marcinelli
Marcinelli
Reply to  Antunes Neto
1 ano atrás

Muito lúcida sua explicação

Marcos
Marcos
2 anos atrás

Se fosse falando mal do F 35 tinha fila de neguinho aplaudindo aqui…

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Marcos
2 anos atrás

Exatamente. O que não falta são os antiamericanos desprezando o F-35. São todos eles tecnófobos.

JT8D
JT8D
Reply to  Tadeu Mendes
2 anos atrás

Então os próprios americanos devem ser anti-americanos

Robsonmkt
Reply to  JT8D
2 anos atrás

Kkkkkkk boa!

CignusRJ
CignusRJ
Reply to  JT8D
2 anos atrás

JT8D
Existe uma diferença fundamental entre americanos e chineses. Liberdade.
É que nem aquela piada. O brasileiro foi a Cuba e perguntou a um nativo o que ele achava do país, se ele gostava de morar lá e se era feliz.
Ele respondeu: Não posso falar mal.
No que o brasileiro retrucou: Então a vida aqui é boa, vc gosta…
-Não, vc não entendeu, eu realmente não posso falar mal.

JT8D
JT8D
Reply to  CignusRJ
2 anos atrás

Pois é amigo, viva a liberdade de expressão. Se tudo em tudo o wue você disser você for taxado de anti-americano ou pró-americano fica difícil debater. Eu não tenho mais paciência pra isso não. Eu sou engenheiro, não sou militante. Me interessam a tecnologia e a operacionalidade e não se o país onde o avião foi projetado é lindo maravilhoso.

Kornet
Kornet
2 anos atrás

Vindo dos indianos ,eu acredito e muito,rs.

filipe
filipe
2 anos atrás

A India esta com inveja da China, a India perdeu a corrida, a China já deixou a India atrás faz tempo, a India nesse momento nem o Tejas HAL funciona, depende de projectos estrangeiros, a China esta competindo com a Russia(PAK-FA) e o Estados Unidos (F-22/F-35) de frente com 2 projectos nacionais de caças de 5ªGeração, além de estarem já projectando uma aeronave de 6ª Geração, a India ainda luta para construir um caça de 4ª Geração ++ (Su-30 MKI, Rafale, Mig-29UK, Tejas) , não têm uma industria consolidada, a China vai na Frente. Por cá também vamos desenvolvendo parceria… Read more »

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  filipe
2 anos atrás

A China não tem aeronave de 5 geração. O J-20 é fake. O projeto chines de 6 geração é alucinação produzida pelo consumo de ópio.

Marcos
Marcos
Reply to  Tadeu Mendes
2 anos atrás

É stealth sim, galantido, bom igual pastel de flango com catupily!

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
2 anos atrás

Filipe
Acho que vc exagerou amigo

Ivo
Ivo
Reply to  Fabio Jeffer
2 anos atrás

Fabio, o Filipe é português.

filipe
filipe
Reply to  Fabio Jeffer
2 anos atrás

Chineses e Indianos sempre foram rivais… Não estou exagerando não, a principal corrida de armamento em curso é entre essas duas nações, falam do pakistão( é inferior a India em quase tudo) , a India têm medo da China (O Bicho Papão da zona…) Os BRICS é diplomacia de fachada, a China têm 1.3 Bilhões de Habitantes e um PIB de 14 Trilhões de dólares, a India têm 1.2 Billões e um PIB de 8 Trilhões, da para ver que o Paquistão não entra nessa corrida, nem nessa jogada. Ali na Asia têm esses dois Gigantes em rota de colisão.

Antonio
Antonio
Reply to  filipe
2 anos atrás

Só uma correção. O critério que coloca o PIB da Índia em US$ 8 tri seria o de PPP (paridade de poder de compra). Por esse critério, o PIB da China seria de US$ 23 tri, o maior do mundo. Ok?

Ivan BC
Ivan BC
Reply to  filipe
2 anos atrás

BRIC é o nome dado há um conjunto de países que teriam um bom crescimento econômico ou boas taxas de juros reais para fundo de investimentos ESTRANGEIROS: Jim O’Neill é um economista inglês que ocupa atualmente o cargo de chefe de pesquisa em economia global do grupo financeiro Goldman Sachs desde 2001. Ele é mais conhecido por ter criado o termo BRIC para se referir às economias do Brasil, Índia, Rússia e China. (2001). ……………………. Aos olhos do banco de investimento americano, a era dos BRICS está chegando ao fim. O Goldman Sachs resolveu fechar um fundo criado há nove… Read more »

filipe
filipe
Reply to  Ivan BC
2 anos atrás

Ivan mais a sigla BRICS remete para a aliança económica dos seguintes países : BRASIL + Russia + Inidia + China + South Africa = B R I C S .

Ivan BC
Ivan BC
Reply to  filipe
2 anos atrás

Não há aloança econômica alguma entre esses países, até porque todos estão em DESENVOLVIMENTO, os maiores aliados da China, por exemplo, é os EUA, desde o consumo de seus produtos até os fundo de investimentos. Os interesses econômicos desses países são conflitantes, por exemplo, o Brasil perde muito mercado para a China, pois não somos competitivos em um mercado aberto, os indianos competem produtos de baixa gama com os chineses…apesar dos chineses serem superiores. Não tem como países similares do ponto de vista econômico seres “aliados”, isso simplesmente não faz o menor sentido. O mais esperto dessespaíses é a China… Read more »

Cronauer
Cronauer
Reply to  filipe
2 anos atrás
Caerthal
Caerthal
2 anos atrás

A China não tem experiência real de combate. Em termos militares está relativamente isolada desde a década de 60. Será que os aviões deles são tão capazes? Sua doutrina de emprego incorporou a necessário apreendizado? De quem?

Certamente os números deles intimidam, mas poderio por poderio (no papel) Israel teria desaparecido em 1967.

A esperança da China é ganhar batalhas sem precisar combater. Se precisar, provavelmente sairá com muito menos prestígio do que antes de entrar.

jota ká
jota ká
Reply to  Caerthal
2 anos atrás

“A esperança da China é ganhar batalhas sem precisar combater. …!

Não é esperança, é estratégia.
Estratégia inteligente.

Caerthal
Caerthal
Reply to  jota ká
2 anos atrás

Só funciona se o outro lado ceder sem combate. Vamos esperar para ver o como o Japão, India, Coréia, Vietnã, Taiwan, Austrália, Cingapura, .. se comportam.

Antonio
Antonio
Reply to  Caerthal
2 anos atrás

Posso até te adiantar os desdobramentos dos ‘conflitos’ na região:
Ontem foi realizada a 13ª reunião para formação de uma área de livre comércio entre China, Coreia do Sul e Japão.
E outra. As obras para a construção de uma ferrovia de alta velocidade ligando a malha ferroviária da Tailândia à da China continuam em ritmo acelerado. O projeto final é ligar a China à Cingapura para escoamento de mercadorias.
Acho que eles estão bem longe de qualquer tipo de guerra, não?

Caerthal
Caerthal
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Se todo mundo abaixar a cabeça para a China, guerra para quê?
O problema é duplo:
– Se os rivais não cederem. Aí os chineses de linha dura vão dizer que na educação não dá.
– Se os rivais cederem: Os linha dura se fortalecem e vao querer mais e mais ..
O jeito é se armar, se unir e cozinhar o galho. Em 10 a 20 anos uma geração de filhos únicos terão que cuidar dos pais.
Até lá vai ser fogo.

Wagner
Wagner
Reply to  jota ká
2 anos atrás

Sun Tzu

Antonio
Antonio
Reply to  Wagner
2 anos atrás

Perfeito. Estão ganhando a guerra sem disparar um tiro.

Agnelo
Agnelo
2 anos atrás

Há uma diferença entre a Índia, China, Russia e EUA.
A Índia é a única que está praticamente em guerra. Que por muito pouco entra em um combate desenfreado, tendo em vista a situação com o Paquistão.
Os outros quase só tem guerra se quiserem, ou seja, a pressão não é tão grande.
Por isso, acredito muito nos indianos.

Antonio
Antonio
Reply to  Agnelo
2 anos atrás

E outra. O maior problema de segurança atual da Índia é uma guerrilha de orientação maoísta que tem presença em quase metade do território. São calculados em cerca de 30 mil guerrilheiros e simpatizantes. Se a China der uma ‘forcinha’ para eles, a situação certamente ficará mais conturbada do que já está.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
2 anos atrás

Stealth mesmo só o F-22, o su-57 e j-20 tem rcs mais parecido com o do B-1 lancer.

filipe
filipe
2 anos atrás

A China esta em pé de guerra permanente com Taiwan (caso declarem a Independência deles do Continente Chinês) e está disputando várias ilhas no Mar do Sul da China e no estreito de Formosa com o Japão, lembrar que a China já venceu todas as guerras que disputou com a Índia.

Marcos
Marcos
Reply to  filipe
2 anos atrás

Taiwan realmente é uma potência militar, pode ser facilmente comparada do o Paquistão… Quantas bombas atômicas mesmo Taiwan tem?

Dodo
Dodo
Reply to  Marcos
2 anos atrás

Taiwa não possui bombas atômicas devido a política ocidental de reconhecer a República popular da China como o único governo legítimo chinês. Além do que,onde que Taiwan é uma potência militar ? Só por que eles tem uns 20 f15 e uns 50 m60 ? Amigo se a China quiser,toma todo o lugar em 2 dia

Gustavo
Gustavo
2 anos atrás

enquanto nem o Tejas ta dando certo, tem que falar mer$% do J-20 mesmo… haha

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
2 anos atrás

Os indianos estão comentando sobre o tema que eu já venho pregando há anos: o J-20 não é stealth. Nem mesmo o T-50 é stealth.

Só existem tres aeronaves comprovadamente stealth operando atualmente: B-2s, F-22s e F-35s.

Flávio Henrique
Flávio Henrique
Reply to  Tadeu Mendes
2 anos atrás

quatro f-117

Wagner
Wagner
Reply to  Flávio Henrique
2 anos atrás

O F 117 ainda está em operação?

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Flávio Henrique
2 anos atrás

Já foi retirado de operações há quase 20 anos atrás. Mas Voce tem razão, embora esteja dezativado.

Dodo
Dodo
Reply to  Tadeu Mendes
2 anos atrás

Amigo onde que o f35 é comprovado stealth?? As pessoas insistem em acreditar nesse Pato de programa kkkkk nem o trump aceita mais esse avião e os países que compraram esse “f104 do século 21” o fizeram por pressão de lobby ou por boa fé e agora se arrependem(vide FA alemã). Gostaria de lembrar tbm que nenhum radar da coalizão americana detectou o su57 qnd este operou na Síria,tendo sido necessário que um civil tirasse fotos dos aviões pousando para que o mundo ficasse sabendo disso(a ideia inclusive dos russo era deixar isso em segredo,mas tiveram que revelar-los dps que… Read more »

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Dodo
2 anos atrás

Você acredita na “furtividade” do Su-57 mas diz que o F-35 não é furtivo? Só mesmo no mundo encantado da russolândia! Não é à toa que os Dodos foram extintos…

Dodo
Dodo
Reply to  HMS TIRELESS
2 anos atrás

Eu nunca disse que o su 57 era melhor ou pior, estou apenas apresentando fatos ao invés de me basear em ideologia ou preferência política cega como p senhor costuma fazer por aqui. Agradeço que pessoas que pensam assim não existem mais na minha geração,vcs ficaram presos nos anos 80 e em breve qnd nos assumirmos os cargos de poder no mundo sua mentalidade atrasada de guerra fria vai acabar,aliás já está acabando,bem vindo ao século 21 onde quem está estando em extinção é a sua forma de pensar

_RR_
_RR_
Reply to  Dodo
2 anos atrás

Dodo,

Os alemães nunca foram parte original do programa JSF…

Recordo que o F-35 já passou por exercícios, incluso o famigerado Red Flag, no qual constatou-se a excelência do desenho furtivo.

Os problemas do F-35 não dizem respeito a funcionalidade de sua furtividade, e sim o trabalho que é mantê-la, além de outros que já foram debatidos a exaustão por aqui…

Karl Bonfim
Karl Bonfim
2 anos atrás

A China do início do século XXI está fazendo o mesmo papel que o Japão fez no início do século XX, mas ao invés de invadir território de outros países, está invadindo o mar territorial. Reclamam dos porta helicópteros japoneses (que podem ser adaptados para operar o F-35B), mas estão em uma corrida armamentista para armar uma poderosa marinha de guerra. Só espero que os chineses não se esqueçam onde isso tudo pode parar (Uma Nova Guerra Mundial). Hiroshima e Nagasaki ainda tem muito a ensinar aos chineses…

Dodo
Dodo
Reply to  Karl Bonfim
2 anos atrás

É sério que vc fez referência a um ataque nuclear contra a China? O que vc acha que vai acontecer com os EUA no momento em que a primeira bomba nuclear atinja um território chinês?? As pessoas não podem ser tão inocentes assim….

Alessandro
Alessandro
2 anos atrás

Ué mas quando é os chineses ou russos dizendo que conseguem detectar os caças de 5º geração dos EUA, tem uma turminha que jura de pé junto que eles estão falando a verdade, pq os indianos não podem tbm ?

Se a Índia fosse um zero a esquerda militarmente até poderia questiona-los, mas não são, fazem fortes investimentos nesse setor, por isso que eu não duvido da capacidade deles.

Humberto
Humberto
2 anos atrás

Pessoal, vamos com mais calma. A Força Áerea Indiana está MUITO a frente de nós, não somente em quantidade, vetores mais modernos e doutrina. Eles se exercitam continuamente com outros países e estão se dando bem, apesar que exercício é exercício, e porrada é porrada. Red Flag, Cope India e por último o Indradhanush (este tive que procurar mesmo) em 2015. Eles não foram “abatidos” pelos F-16, F-15 e Typhoon OU seja, estão muito bem capacitados, treinados e equipados. Já a China não sei se estão neste patamar mas é muita ingenuidade afirmar ou imaginar que esteja atrasados, particularmente acho… Read more »

Groo_SP
Groo_SP
2 anos atrás

O pessoal da Lockheed, em uma matéria anterior, afirmou que manter a furtividade no F-35 é uma tarefa muito complexa. Isso porque eles são a Lockheed Martin e não uma companhia qualquer. Por outro lado a Boeing afirma que consegue reduzir o RCS frontal de um F-15 (!!!) para os níveis de um F-35. É difícil para a gente saber se o oficial indiano está certo ou errado já que só conseguimos, no máximo, ver se algumas técnicas de forma estão presentes no avião. Basicamente só conseguimos ver se as formas são suaves, sem ângulos de 90º, alinhamento de asas… Read more »

Wagner
Wagner
Reply to  Groo_SP
2 anos atrás

Groo, eu também tenho a impressão que o J20 pareça ser mais furtivo que o Su 57.

Ronaldo de souza gonçalves
Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

Srs não estamos falando mal do f-35,é que os próprios americanos estão deixando escapar a mídia mundial.Porque não falam tão mal do su-57 ou j-20 é como as redes de informações são estatais é são cercados de mistérios e toda as informações são na verdade opiniões,claro que os russos estão supervalorizando seus pontos positivos e escondendo seus fracassos e os pontos negativos.È uma bos estratégia militar os srs não acham.

Antonio
Antonio
Reply to  Ronaldo de souza gonçalves
2 anos atrás

Não estamos falando mal do F-35 porque não precisa, né?

Dodo
Dodo
Reply to  Antonio
2 anos atrás

Não precisa ? ? Amigo antonio ocê está em que mundo ?? Ao menos vem acompanhando esse blog ou a ideologia e preferência política lhe cegou para a realidade como aconteceu com tantos por aqui ?

Andre
Andre
2 anos atrás

Amigos, relaxem: Sputnik news… provavelmente ninguém na Índia nem considerou isso aí.

Wagner
Wagner
2 anos atrás

(mode ironia on) Sputnik News… Fontes indianas… Claro que dá para levar a sério. (mode ironia off) Pontos que dá para considerar: 1- Se tivessem detectado, teriam avisado aos quatro ventos que o fizeram? 2- Claro me parece que o J20 não está no mesmo patamar de seus rivais ocidentais, mas será que mesmo assim no quadrante frontal não há redução RCS de tal monta que, apoiado por pesada eletrônica de contra medidas (olhem o tamanho da aeronave, cabe muita eletrônica nela), a aeronave não passe a ser um inimigo a se considerar seriamente? 3- Alguém saberia dizer como essa… Read more »

Sérgio Luis
Sérgio Luis
2 anos atrás

Essa afirmação é uma constatação obvia, mas a pergunta deveria ser feita seria!
“Quem nas opções de quinta geração é realmente furtivo?”

Wagner
Wagner
Reply to  Sérgio Luis
2 anos atrás

Verdade! Só o F22, talvez.

Wagner
Wagner
Reply to  Wagner
2 anos atrás

e o B2!

Sérgio Luís
Sérgio Luís
Reply to  Wagner
2 anos atrás

Pois é Wagner!
Mas infelizmente a linha de produção dos dois já estão desmontadas!
Sendo que o B-2 vai está se aposentando!

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
2 anos atrás

Bota um post destes em letras garrafais e tem gente enfartando aqui no Brasil

Robsonmkt
2 anos atrás

Não sei por que tanta polêmica acerca do comentário do militar indiano.
Não disse nada muito diferente do que qualquer militar diria em público a respeito de uma suposta ameaça contra seu país, independente de ser verdade ou não.

MadMax
MadMax
2 anos atrás

Os indianos deviam ficar mais ligados na quantidade de J10 construídos, verdadeiro cavalo de guerra chinês.

MadMax
MadMax
Reply to  MadMax
2 anos atrás

Esse supertrunfo aí (J-20) não vai sustentar uma guerra pela pequena quantidade e complexidade envolvida nele.

Ivan BC
Ivan BC
2 anos atrás

sputniknews.com
Essa é a fonte? Eu emmmm! Não tem uma matéria com fonte do Brasil247 ou O vermelho? kkkkk
Vou voltar a ler meu livro do MEC…kkkk
Bom fim de semana a todos!

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
2 anos atrás

Guerra de palavras e INVEJA!

Dodo
Dodo
2 anos atrás

Essa questão de aviões de 5 generation serem furtivos é contrstavel,visto os avanços nos radares e sistemas de artilharia. E convenhamos,pela sua estrutura e desenho aeronáutico todo caça de 5 geração até agora parece ser frágil e não adaptado pra combate,em um dogfight entre o f35 é o gripen ng aposto tudo no gripen. Acho que o design do que chamamos de aviões de 5 generation deveriam ser elaborados para aviões espiões e não aviões de combate

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Dodo
2 anos atrás

Penso exatamente igual a você. Abraços

_RR_
_RR_
Reply to  Dodo
2 anos atrás

Dodo, A questão é justamente travar o dogfigth tradicional… O F-35 foi pensado para ser parte de uma rede de vetores, que empregam seus sensores para obter a máxima consciência situacional o possível. Aliás, o próprio F-35 foi idealizado para obter a máxima consciência situacional com seus sensores; aí incluso o DAS, que prove uma “imagem” em 360° da área do combate e potencializa os dados para uma solução de tiro. Isso tudo significa literalmente uma revolução no conceito de dogfigth, dando a oportunidade de atirar em qualquer situação, ignorando parâmetros que antes tinham que ser obedecidos a risca para… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Dodo
2 anos atrás

Eu tenho a sensação que perdi algo!!! Qual avanço houve na tecnologia de radares que coloca a tecnologia stealth em risco???

Dodo
Dodo
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Por exemplo,sistemas de artilharia como o s500,que são capazes de identificar aviões stealth. O que eu quis dizer é que,o avanço é inevitável,o que era stealth a 10 anos hoje com certeza não é mais

_RR_
_RR_
Reply to  Dodo
2 anos atrás

Dodo… Qualquer radar, grosso modo, pode localizar uma aeronave stealth. A questão é a que distância é capaz de faze-lo… Improvável que qualquer radar DT hoje em serviço seja capaz de localizar uma aeronave stealth a distâncias superiores a 30 km… Radares de vigilância em HF talvez possam prover localização a grandes distâncias, mas não o será com a precisão necessária para SAM. É pura questão de física… Ondas mais curtas são rebatidas. Ondas mais longas não trazem precisão. A solução tem sido ficar no limite das ondas HF, indo para bandas que fiquem em até 4GHz e tentar equilibrar… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Dodo
2 anos atrás

Dodo, Ninguém sabe ainda as especificações do sistema S-500 e muito provavelmente não tem nada a ver com interceptação de aeronaves. Tá mais pra ser um sistema tipo o THAAD ou o SM-3, com capacidade antibalístico. Quanto à alegada capacidade anti stealth dos novos e sofisticados radares, você que critica tanto a fé cega de alguns na tecnologia de alguns países faz o mesmo em relação aos países de sua “preferência”. É um caso clássico do “sujo falando do mal lavado”. rsrss Não há nenhuma prova de que os novos radares AESA de baixa frequência utilizados de forma limitada pelos… Read more »

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
2 anos atrás

Eu não acredito em furtividade 100%, seja dos EUA, Rússia ou China, acredito no vetor de predominância aérea, tipo o f15, f18,f22, rafalle, tiphon, os SU´s o Grippen. Fazendo uma analogia com bactérias, uma hora elas ganham, na outra, se desenvolvem os anti-bióticos e vice-versa. Gostaria muito de ver os furtivos, dando de cara com rafale, su´s, tiphon, os f1´s, armados de mísseis em todos os cabides possíveis. Eficaz mesmo, é destruir os radares e os aviões radares, aí sim, cega-se o inimigo. Sempre para uma ação, há uma reação, enquanto o caçador evolui, a presa também aprende a se… Read more »

Dodo
Dodo
Reply to  Saldanha da Gama
2 anos atrás

Falou tudo amigo. A questão é que a doutrinação política e preferência de ideologia por alguns cidadãos mais velhos aqui(viveram em um período em que a desinformacao e o espiro de vira lata eram mandatorios,ate mesmo nas músicas kkkkk) Não conseguem aceitar essa realidade e preferem defender firmemente seus “países favoritos” ignorando seus defeitos e superetimando seus programas…..

Bosco
Bosco
Reply to  Saldanha da Gama
2 anos atrás

Saldanha, “Sempre para uma ação, há uma reação, enquanto o caçador evolui, a presa também aprende a se defender.” Mas o que o leva a acreditar que agora o defensor (radar) está na frente do atacante (tecnologia stealth), e não o contrário? Sem dúvida sua linha de raciocínio é lógica, mas até onde eu sei a tecnologia stealth foi uma reação, um evolução da “presa. O que eu não entendi no seu comentário foi o motivo de você achar que no caso a tecnologia stealth foi superada por alguma tecnologia e que ficou para “trás”. Ora! Radar é radar e… Read more »

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Bosco
2 anos atrás

Caro Bosco, me perdoe, mas acho que não me fiz entender bem! A tecnologia da furtividade está um passo a frente da de detecção. Mas a meu ver, em breve a detecção irá superar a furtividade, e assim em um ciclo vicioso. Mas quero ver qdo um desses f35, Pak da, e outros encontrar pela frente os caças que mencionei armados até os dentes de mísseis. No vamos ver, sou mais os filhos americanos, os su,s , Rafaele, tiphon e grippen! Um abração st4

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Saldanha da Gama
2 anos atrás

Pak fa – f`s americanos!!!

_RR_
_RR_
2 anos atrás

Prezados…

Não existe 100% de furtividade… Nunca existiu… Aliás, a própria USAF nunca disse isso acerca de seus tipos furtivos.

O que existe, é a redução da assinatura eletrônica e térmica. Começa por aí…

No caso específico do J-20, é possível sim esperar uma assinatura reduzida ( as técnicas utilizadas estão bem aparentes ). Mas devido ao imenso tamanho, a necessidade de ter a aerodinâmica de um caça e aos canards, é improvável que tenha uma assinatura muito menor que os caças de geração 4.5.

carcara_br
carcara_br
2 anos atrás

Eu fico com os analistas e os poucos centros de pesquisa que publicam alguma coisa.
Rcs do J-20 é semelhante ao Raptor no setor frontal, nos demais semelhante ao f-35. Isso não significa que o indiano mentiu sobre a capacidade de detecção a vários quilômetros afinal existem radares que operam em variadas frequências sendo possível que em algumas delas os steath tenham desempenho muito degradado…

José
José
2 anos atrás

A exaltação cantada em prosa e versos pelos neo adeptos da grande China como a futura potência dominante(sempre desconfiei)não procede. Os chineses nem sequer conseguem copiar um motor de uma aeronave russa.Nem mesmo roubando as tecnologia ocidentais a dupla Rússia e China não conseguem avançar na tecnologia furtiva,que já tem mais de 30 anos de uso. Aprendam:nem tudo que brilha é ouro,nem tudo que balança cai.Não e porque o PIB da China cresceu muito que,agora,doravante,ela pode tudo.Tem que ter tradição,talento,dons,massa cinzenta,domínio em muitos setores e não apenas um PIB em ascensão. Segundo alguns economistas(site em inglês) é apenas uma questão… Read more »

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
2 anos atrás

Meu Deus, só nos resta as hyper armas putinianas. Sun Tzu “A vitória completa se produz quando o exército não luta, a cidade não é assediada, a destruição não se prolonga durante muito tempo, e em cada caso o inimigo é vencido pelo emprego da estratégia. Assim, pois, a regra da utilização da força é a seguinte: se tuas forças são dez vezes superiores às do adversário, cerca-o; se são cinco vezes superiores, ataque-o; se são duas vezes superiores, divide-o. Se tuas forças são iguais em número, luta se te é possível. Se tuas forças são inferiores, mantenha-te continuamente em… Read more »

colombellim
colombellim
Reply to  Ricardo Bigliazzi
2 anos atrás

Ricardo, usando o mesmo Sun Tzu: dividindo-os previamente. Se a China dividir renda entre seus habitantes o sistema que hoje assegura o crescimento a unidade deles acaba. Ninguém trabalhará mais 18 horas por dia por 90 “pilas” ao mês e nem dirá amém ao partido. Basta lembrarmos o exemplo da URSS.

Emmanuel
Emmanuel
2 anos atrás

Sputnik sendo sputnik.

Wellington Góes
Wellington Góes
2 anos atrás

Já dizia o ditado popular: “Quem desdenha, quer comprar”.

Christian F. Santos
Christian F. Santos
2 anos atrás

Well, the book is on the table… normalmente aquelas piadas infames começam assim. Nada a ver com a declaração dos indianos, mas… tirando a ironia, creio que algumas questões acabam obrigando meu bom senso (que não é lá essas coisas). O F22 é um caça efetivo – está plenamente operacional. Já F35, SU57 e J20 estão em desenvolvimento – acredito que em estágios diferentes de evolução. O que me leva a pensar, se o F35 desfila um rosário de problemas por causa da inovação, o SU57 e o J20 estariam surfando na onda de boa avançando a passos largos rumo… Read more »

GEN. Escobar
GEN. Escobar
2 anos atrás

Interessante a Sputnik apresentar esse tipo de matéria. Esses aviões (fora o F-22) ainda estão em desenvolvimento e certamente não irão mostrar todos os dentes nessa fase. Só em caso de um conflito “pra valer” que veremos suas respectivas capacidades e estágios de evolução. O F-22 é o caça de 5ª geração mais “antigo”, ou seja, que deve ter passado por várias melhorias e pressupõe ser o mais estável e confiável de todos. Se um carro comum lançado em 2018 teve sua concepção à 15 anos atrás, imagina o que não está sendo desenhado hoje para 2030 – 2035!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  GEN. Escobar
2 anos atrás

Concordo completamente e me espanta sempre quando o pessoal que torce para os times de vermelho ficam a gargantear as proezas das tecnologias sino-sovieticas. Acho que falta bom senso em uma série de analises, nos aviões vermelhos sempre me chama a atenção, aqueles escapes de turbina aqueles aviões são tudo, menos “invisíveis” aos radares e aos sofisticados sensores térmicos , os americanos gastaram milhões de horas bolando uma solução que fosse capaz de reduzir a assinatura de radar e térmica. Do lado vermelho vejo muitas hyper armas e o clássico comportamento “O rato que ruge”. Acho que os estrategistas vermelhos… Read more »