Home Aviação de Caça EUA oferecem leasing de caças F-15 a Taiwan

EUA oferecem leasing de caças F-15 a Taiwan

4359
77

O site Up Media, de Taiwan, informou em 19 de março que Washington propôs um leasing de caças F-15 em vez de vendê-los para a ilha.

O acordo em potencial é vantajoso para ambas as partes, uma vez que os EUA não está disposta a vender o Eagle para Taiwan e este pode não ser capaz de comprar novos F-15 em grandes quantidades.

A proposta é alugar aeronaves que ainda tenham metade de sua vida útil e atualizá-las com novos computadores de missão e radares de controle de tiro.

Taiwan já alugou 40 treinadores a jato avançados T-38 anteriormente, bem como navios de guerra da classe Knox.

Existe o temor de que Taiwan com caças F-15 possa irritar a China continental (República Popular da China), que considera o país uma província rebelde.

77
Deixe um comentário

avatar
26 Comment threads
51 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
36 Comment authors
Ivan BCFredLuiz TrindadeCoutinhoNilson Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ronaldo de souza gonçalves
Visitante
Ronaldo de souza gonçalves

Vai irritar sim,mas é dai eles se irritam fácil,ficam tentando mandar em tudo.EUA tem que atender muitos seus aliados.digamos que o melhor jeito é ele armar esses países , pois a china não vai parar de se armar,ela está criando uma corrida armamentista na área, é países com pocos recursos sofrem mais neste jogo.

Rui chapéu
Visitante
Rui chapéu

Se isso for verdade o Trump tá afim de por a jiripoca pra piar!
Anos atrás não estavam querendo nem atualizar os Ching kuo deles, e agora leasing de F-15?
E outra, esses tempos atrás o presidente chinês não deu piti pq queria que os EUA aceitassem a política de 1 só china e não negociar diretamente com Taiwan mais?

Antonio
Visitante
Antonio

Como quase não há mais demanda para o F-15, melhor colocar em 12 vezes sem juros no carnê.

Almeida
Visitante
Almeida

Demanda operacional para esses F-15 usados existe sim, os EUA estão inclusive modernizando eles.

Antonio
Visitante
Antonio

Correto. Usados sim. Estou me referindo a novos de fábrica.

Mark
Visitante
Mark

Os chineses irão protestar e mais nada. Eles são espertos o suficiente para já terem percebido que os americanos estão esticando a corda. Querem um motivo para dar uma surra bem dada e conter o crescimento do poderio e influência chinesa na região, antes que seja tarde demais em mais algumas décadas. E esqueçam o trump, isso ja vem sendo feito desde Obama. Podem falar o que for dos chineses, mas burros eles não são, irão esperar o momento certo para serem mais assertivos. O cajado do tio Sam ainda bate muito forte, até mesmo para eles.

BILL27
Visitante
BILL27

A China q se exploda …Achar ruim ? Ela que está plantando isso na região .Ela quer se armar e não qer deixar q os outros façam o mesmo ? rs piada

José
Visitante
José

O que a China imperialista quer é que a ilha de Formosa seja mal armada e quando eles julgarem o tempo certo da invasão,haja perdas aceitáveis e não uma vitória de Pirro.
Os americanos,os governos,tem sido aleivosos,pois assim foram com os curdos e assim está sendo com um aliado:Formosa.

Tallguiese
Visitante
Tallguiese

Cara meu sonho ver um Eagle em Anápolis! Irado essas águias. Mas pode esperar o F-39 grifo está chegando!

Antonio
Visitante
Antonio

Pela ‘desproporção’ do mapa acima, pode-se perceber que se a China espirrar, Taiwan morre de pneumonia.

Almeida
Visitante
Almeida

Só não invadem Taiwan pq tem esse acordo de defesa deles com os EUA.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

A China ainda não tem meios suficientes para invadir Taiwan. Mas estão quase lá…

nigo
Visitante
nigo

Taiwan é a verdadeira China.

Billy
Visitante
Billy

Os chinas andam muito irritados ultimamente, haja visto reclamarem da visita do Deputado Bolsonaro a Taiwan.

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

Essa proposta foge do padrão mantido desde a última crise do estreito de Taiwan.

Pode ser alguma coisa que não sabemos.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Acho que você tem razão!

Almeida
Visitante
Almeida

Pra quem sempre teve caças de defesa aérea de curto alcance, ter um caça de superioridade aérea de longo alcance é um senhor contrapeso na balança de poder nesse cenário. Veremos como a China irá reagir.

Alexandre
Visitante
Alexandre

Isso vai dar mer….., Aqueles que acham o EUA invencíveis …. em breve se surpreenderão. Como num comentário anterior ela via esperar o momento certo e aí!!! KRAU. Quem viver verá.

Antonio
Visitante
Antonio

Isso é só jogo de cena. China e Taiwan estão desenvolvendo negócios bilionários. A Foxconn acabou de pedir autorização ao Governo chinês para abrir uma mega fábrica de processadores.
Agora Tump é risível. Começo a acreditar que Putin ajudou a colocá-lo na Casa Branca.

Antonio
Visitante
Antonio

Digo, Trump.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Comercio, não é sinal de amizade. Vc esta veno as coisas pelo lado errado.

Antonio
Visitante
Antonio

Não quando vc tem bilhões e bilhões investidos lá e vice-versa.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Antonio, não, não é.

GEN. Escobar
Visitante
GEN. Escobar

Sei que existe doutrina, custo de simuladores, engenharia, logistica de peças, manutenção e etc…e estamos preparando tudo isso para receber os Gripens….mas eu queria ver uns 12 F-15 voando por aqui algum dia! Um F-15 modernizado no ar põe medo e temor em qualquer nação deste planeta. Ele sim justifica o termo “superioridade aérea”!

Roberto Dias
Visitante
Roberto Dias

Tenho o mesmo pensamento GEN. Escobar, acho que um vetor de superioridade aérea (não necessariamente o F15) seria muito bom para a “política de boa vizinhança” do Brasil. Assim calaríamos a boca de certas “superpotências sulamericanas” …

GEN. Escobar
Visitante
GEN. Escobar

Exato.

A melhor estratégia é aquela que se ganha guerras sem dar um único tiro (A Arte da Guerra). Eu imagino talvez os 12 F-15 ou uns 6 Su-35. Colocaria na lista também uns os F-16 block 60 e até uns F-18, considerando a futura modernização de motor e tanques conformais.

Dan01
Visitante
Dan01

Taiwan pode se armar todinha que nao vai mudar muita coisa, nessa localizacao que ela ta somente com a protecao dos Eua pra nao ser invadida. Se a China chegar a se tornar mais forte que os eua daqui ha algumas decadas a possibilidade de uma invasao chinesa vai ser bem alta.

Antonio
Visitante
Antonio

Do jeito que as coisas estão indo, dentro em breve Taiwan vai implorar para voltar para a Pátria mãe.
Ninguém segura a China.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Você está correndo atrás do próprio rabo…
Lamentável…

Pedro Henrique
Visitante
Pedro Henrique

A verdade e que não importa o que os EUA ofereçam, Taiwan não tem como se defender de um ataque da china continental, os EUA nunca conseguiriam impedir a tomada total de Taiwan em caso de guerra.
A China não negocia no caso de Taiwan e isso já ficou muito claro quando Trump assumiu.
Os EUA podem minar a influência da China, criar obstáculos, nada mais, cedo ou tarde Taiwan sucumbirá.
O mundo vai querer a 3° guerra por Taiwan, acho que não?
Quem pisa em ovos no caso de Taiwan e a própria administração e o governo dos EUA não a China.

Jacinto
Visitante
Jacinto

Uma invasão anfíbia, através de um canal com mais de 100 km de largura, a tropa invasora sai da praia de desembarque e entra direto em ambiente urbano que é circundado por terreno mais elevado, sem superioridade aérea total e sem superioridade naval total, sem a possibilidade de se obter surpresa estratégica ou tática… boa sorte aos chineses.

Bruno V. Campestrini
Visitante
Bruno V. Campestrini

A questão não é se os chineses venceriam ou não, mas sim a que custo sairia essa vitória. Por enquanto parece que é um custo que o governo não quer arcar.

Augusto L
Visitante
Augusto L

O custo da liberdade é sempre mais valorisado do que o da conquista e taiwan tem uma sociedade muito mais coesa e forte, que seus irmãos da China Continental.
Á e já ia esquecendo, eles são homens e mulheres livres ou sejam seu pais dispõe da melhor arma do mundo.
Viva ao mundo livre!

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Se a China invadir Taiwan, os EUA não farão absolutamente nada.
Podem anotar.

Se fizerem, acontece duas coisas:

1) levam uma surra vergonhosa e se retiram
2) elevam o conflito para uma guerra nuclear, e ai as consequências são imprevisíveis. Desde a destruição mútua, até a 3a guerra mundial e a devastação de boa parte do mundo.

Por isso, caso a China ataque eu acho que Taiwan se torna um estado da China continental. Os EUA protestam na ONU, chegam a um acordo e fim.

pangloss
Visitante
pangloss

Eu acho que a reanexação de Taiwan vai se dar por meios diplomáticos. Taiwan vai perceber que não tem como resistir, ninguém vai comprar a briga com a China e vai ser negociada uma solução semelhante à adotada em Hong Kong e Macau.
Vai levar algum tempo, mas acho que vai ser assim.

Humberto
Visitante
Humberto

Também concordo que deverá ser este caminho.
China invadir Taiwan, para que? Temos que lembrar que a China depende fortemente do comércio internacional, uma guerra é a última coisa que eles precisam pois uma invasão pode gerar boicotes, retaliações comerciais, boicotes.
Imagine no Brasil, cenas de crianças de Taiwan mortas sendo divulgadas na TV, com certeza o governo será pressionado a tomar um atitude como embargar venda de soja para a China (ou coisa parecida).

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Se a China quisesse invadir Taiwan eles teriam feito isso no período da Guerra fria, invadir hoje um país soberano e cheio de aliados igual Taiwan é totalmente fora de contexto. Economia chinesa pode receber um embargo enorme e muitas fábricas partirem para a India, por exemplo. O crescimento e a riqueza não é algo inerte, algo palpável como muitos imaginam. Em 2005 a Nokia era a empresa dominante no setor de celular, em 2015 a empresa nesse setor tinha desaparecido. Em 1 década aquela que foi a empresa mais forte simplesmente desapareceu do mercado e foi comprada por alguns… Read more »

Antonio
Visitante
Antonio

Há dois meses o Parlamento chileno aprovou a estatização do ensino superior. Lá, como aqui e nos EUA, o ensino superior privado é caríssimo (no Chile era, pois as universidades privadas foram extintas) sendo que algumas carreira são proibitivas. Em qualquer curso de Medicina por aqui vc vai pagar cerca de R$ 8 mil de mensalidade. Na boa vc tem uns conceitos arcaicos. Parece que está na época da Guerra Fria na década de 1960. As coisas estão mudando. A China está tomando a dianteira. Até Cuba está experimentando um crescimento econômico que está trazendo grande da população exilada de… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Senti um viés de esquerda no comentário…. Sputnik? As relações EUA/China são mais complexas do que pensamos, pois há muito dinheiro envolvido, inclusive títulos da dívida chinesa nos EUA. Há um livro chamado “Becoming a Chinas’s bitch” (desculpem , mas não lembro o autor) que fala sobre uma dependência futura dos EUA com relação à China (econômica ). O comércio exterior chinês passa TODO pelo Mar do Sul da China, e eles não vão permitir nenhum tipo de restrição ou interferência. Estão defendendo os seus interesses nacionais. Não sou partidário nem de um nem de outro, mas o tema EUA/China… Read more »

Antonio
Visitante
Antonio

Correto seu comentário. Só retifico a informação da dívida chinesa. Na verdade, a China é que tem títulos do tesouro americano e no valor de US$ 1,2 tri. São os maiores credores dos EUA.
Agora, o que eu estou afirmando é que as pessoas devem ler sobre tudo. Desde Sputnik ou Xinhua até Fortune e Bloomberg.
Depois, analise as informações e tire suas conclusões.
OK?
Sds.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Lerei. Obrigado.

Bruno Vinícius Campestrini
Visitante
Bruno Vinícius Campestrini

Os maiores credores dos EUA são os americanos, não a China. Da dívida total dos EUA – 21 trilhões de dólares – menos de 1/3, 6.2 bilhões é de credores externos. Dos credores externos sim a China está em primeiro lugar, quase empatada com o Japão, com 1,168 trilhão de dólares. De fato, a China é credora de menos de 5% da dívida americana. Além disso, a China também tem dívidas que, infelizmente, não consegui precisar quanto está nas mão de americanos, embora a dívida estrangeira seja pequena, 1.6 trilhão de dólares. Cabe lembrar ainda que se a China decidisse… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Mais um motivo pros dois permanecerem “amiguinhos” por muito tempo, e fazendo bravatas pra agradar ao público interno. Nada vai acontecer.

Bruno V. Campestrini
Visitante
Bruno V. Campestrini

Concordo Comandante Nery. Um país só faz guerra se os lucros estimados forem maiores que os prejuízos (ao menos na maioria das vezes) e esse dificilmente seria o caso de uma guerra sino-americana, onde os dois lados perderiam mais do que qualquer vitória imaginável.

Antonio
Visitante
Antonio

E mais um adendo. O comércio terrestre chinês está aumentando muito. Uma verdadeira malha ferroviária em direção à Europa, integrando diversos países pelo caminho, está sendo expandida.
E Trump não pode fazer nada. Só ficar nervoso.

Renato B.
Visitante
Renato B.

Essa é a nova rota da seda, a grande aposta dos chineses. Acredito que para os chineses o comunismo é um meio e não um fim. E serviu bem para terminar o “século da humilhação” que foi até meados do século XX. Foi o período que a China sofreu na mão do imperialismo ocidental e japonês. Convenhamos, os caras aprenderam a jogar o jogo da globalização muito bem, a favor deles. Além do que qualquer cartilha do FMI poderia sonhar. E se o tal sistema de “crédito social” que está sendo discutido for realmente posto em prática eles vão ter… Read more »

Antonio
Visitante
Antonio

Perfeito. E ao que parece, semana passada o PC Chinês aprovou maior controle sobre os rumos do País.
Não sei se será bom ou ruim, mas que está dando resultados práticos, isto está.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Falando sozinho?

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

https://exame.abril.com.br/carreira/pela-1a-vez-melhor-universidade-da-america-latina-nao-e-a-usp/

Nas universidades do Chile, estatizadas ou não, não tem curso sobre o “gópi”….

Antonio
Visitante
Antonio

Não sei o prestígio dessa Quacquarelli Symonds, mas o Ranking Anual da Folha cravou a UFRJ como a melhor do Brasil. Veja o ranking:

https://exame.abril.com.br/carreira/ufrj-e-a-melhor-universidade-do-brasil-diz-folha-veja-ranking/

Além disso, golpe lá só em 1973.
E os chilenos aprenderam o quanto foi ruim. Colocaram todos na cadeia e não querem falar de golpe nunca mais.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Não estou discutindo o ranking nacional e sim na AL, e o fato é que as universidades chilenas, que formam profissionais e não militantes, estão encostando nas nossas sendo estatais ou não….

Antonio
Visitante
Antonio

Se na Quacquarelli Symonds a USP está na frente da UFRJ, pode-se perceber que o ‘ranking’ não teria credibilidade.
Não importa quem esteja em primeiro.
A falta de credibilidade continua a mesma.

Jacinto
Visitante
Jacinto

Eu trabalhei em um banco que tinha uma equipe de engenheiros saídos das melhores faculdades do país: Poli (USP), ITA, IME, UFRJ. Depois desta experiência, que foi muito enriquecedora, eu digo: se meu filho quiser ser engenheiro eu o aconselharia a ir para o ITA; e se não passar no vestibular, eu o aconselharia a estudar mais um ano para ir para o ITA. E se não passar de novo, eu o aconselharia a estudar mais um ano para ir para o ITA. E assim sucessivamente.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Jacinto, existe diferença entre ser uma excelente faculdade e ter excelentes alunos.
O grau de conhecimento em exatas exigido pelo vestibular do ITA é maior que nas demais, então ele seleciona melhor os alunos, se esse for o foco. Não sei se os laboratórios do ITA são bons.
E a despeito do sucesso na graduação,
na avaliação da Capes, o ITA não tem nenhuma pós nota 7, o que sugere uma produção científica menor que na USP, na UNICAMP e na UFRJ.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Tem uns trocentos rankings feitos mundo afora que colocam a USP à frente da UFRJ, mas certo é o ranking da Folha que diz o contrário.
Primeiro a UFRJ tem que passar a Unicamp para depois sonhar em chegar na USP.
“Scientia vinces”

Antonio
Visitante
Antonio

A USP caiu muito nos últimos anos.
Além do mais, nada no Brasil se compara, por exemplo, à COPPE-UFRJ.
Sem contar os recentes trabalhos em pesquisa de petróleo, aceleração de partículas e etc.
A USP, já foi. Afundou em suas crises.
A Unicamp vai pelo mesmo caminho.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

O que prejudicou um pouco a USP foi a criação da USP Zona Leste com uns cursos meia-boca que puxam algumas médias para baixo, além de não terem aumentado o orçamento dela. A UFRJ não está em crise, né? A COPPE é o único destaque da UFRJ, principalmente por causa das pesquisas no setor de petróleo. Os aceleradores de partículas (LNLS e futuro Sirius) não ficam próximos à Unicamp à toa. . Avaliação CAPES 2017 dos cursos de pós-graduação: USP – “No caso da Universidade, 49 dos 265 programas avaliados receberam nota 7, considerado o conceito mais alto da classificação.… Read more »

Antonio
Visitante
Antonio

Pelo que tenho lido, a USP está enfrentando uma grave crise e que piorou bastante em 2017.
Cancelamento de cursos , Faculdades esvaziando (lembro de ter lido sobre o colapso da Faculdade de Economia), contratação de professores temporários, crise com fornecedores, falta de verbas até para salários e etc.
Já foi tempo que a USP era excelência.
Hoje no Brasil temos ITA, IME e depois UFRJ.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Problemas pontuais toda universidade pública tem. O Hospital Universitário da UFRJ há um tempo estava sem fazer cirurgias (não sei se voltou a fazer). Imagina a beleza do médico formado ou residente num hospital que não faz cirurgias. E a parte que cortaram a energia da UFRJ por falta de pagamento? Isso não é problema? Veja se isso já aconteceu na USP? Quanto ao ITA e ao IME, são tão bons que não tem curso de pós nota 7. Aliás, no IME a maioria fica abaixo de 5, ou seja, não são considerados de excelência. Muito da fama do ITA… Read more »

Russian Bear
Visitante
Russian Bear

Segundo levantamento da Jane’s, os Estados Unidos tem cerca de 1.000 aeronaves de combate chegando ao nível de obsolescência. Fora as que já estão estocadas em bases ou no deserto. Totalizando cerca de 1.790 vetores de combate. Agora a pergunta aos especialistas de plantão, por que o Brasil em nenhum momento nestes 25 anos de utilização do F-5, jamais cogitou tal possibilidade? Por que foi permitido tal abismo?. Adquirir aeronaves usadas com upgrades subsidiados pelo Tio Sam é uma modalidade utilizada pelo mundo todo.. Às vezes parece que temos um controle externo agindo sobre nossa economia, justiça e assuntos militares.… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Na FAB chamamos “pergunta bumerangue”, aquela que já se sabe a resposta. Depois de 1985, tirando as constantes crises econômicas, veio uma coisa chamada “revanchismo”, e a defesa nunca foi prioridade para a sofrível classe política que veio a reboque, com centenas de recalcados da esquerda. As FFAA brasileiras JAMAIS terão um orçamento minimamente decente. Reequipar é um parto. Apesar de (reconheço o paradoxo) que o melhor governo para a FAB, em termos de reequipamento, foi o do PT. O governo do FHCanabis pra nós foi um desastre.

Delfim
Visitante
Delfim

Eu acredito que, em condições normais, depois que a geração que testemunhou o regime militar tivesse passado deste plano de existência, gerações futuras de civis e militares podem ter melhor coexistência.
Mas a “formatação” ideológica de gente que nos anos 80 ainda estava crua nas genitálias em formação de seus futuros pais pode ser um problema.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

A questão principal foi a existência de recursos disponíveis para investir e as prioridades. O governo do FHC foi um governo saneador (consertou parte dos problemas que se arrastavam há décadas) e com pouco dinheiro em caixa. Ainda assim investiu no SIVAM e no SuperTucano.
O governo do PT foi “estragador”, mas tinha dinheiro em caixa e investiu uma parte dele nas FAs (muito mais que FHC, mas, ainda assim, eu acho injustificável a demora do FX-2).

Nilson
Visitante
Nilson

O governo FHC foi um desastre para toda a administração pública federal, não apenas para a defesa…

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Nilson, discordo.
Se ele não tivesse estancado alguns ralos, o gasto com funcionalismo hoje seria muito maior e, não duvido, a União estaria em calamidade igual RJ, RN e RS que mal tem dinheiro para pagar salários. Ou adotaria-se a solução fácil. Imprimir dinheiro para pagar salários e ver a inflação disparar.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Bem colocado Rafael! Com todos os seus (muitos) problemas o governo FHC teve o mérito de não apenas modernizar a estrutura organizacional da administração pública federal. Um exemplo foi a criação das agências reguladoras embora essas tenham sido completamente desvirtuadas durante o governo do PT, quando foram usadas como moeda de barganha política e aparelhamento político (vide a Denise “charuteira” na ANAC).

De igual forma foi esse mesmo governo que introduziu no Estado e na administração pública o conceito de preocupação com as contas públicas cujo marco é a Lei Complementar 101/00, a chamada Lei de Responsabilidade Fiscal.

pangloss
Visitante
pangloss

Rinaldo, o PT adorava aquela parte do orçamento de defesa que dispensa licitações.
Só por esse motivo é que a administração corruPTa fez tantas compras militares.

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

Fizeram isso como os mirage 2000c e A4

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

Peraí!!! sei que para nós até este sonho é alto demais, megalomaníaco. Mas se é por leasing e os caças modernizados na pura concepção da arte, porque não pensarmos em pelo menos uns 12 enquanto os gripens não chegam. E qdo chegarem, estas hárpias, podem se transformar em ponta de lança de cada esquadrão. Ou até formarem um esquadrão de rapinadores numa base estratégica, seja de manaus, natal, rio, sta maria ou a que se fizer urgente e necessária. Ok já sabemos que teríamos que criar uma logística de hangar e etc… mas será que não valeria a pena investirmos… Read more »

Coutinho
Visitante
Coutinho

Esta oferta de leasing dos EUA deve ser somente para Taiwan. Duvido que eles aceitariam fazer esse tipo de negocio conosco.

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

A China não pode invadir Taiwan, não é por não ter capacidade e sim porque ela já espera uma unificação a tempos. Os moradores da ilha são chineses também.

Para a China continental é uma sinuca de bico, porque ela precisa responder, mas a resposta não pode ser tão agressiva senão eles perdem a simpatia das pessoas que moram lá.

Já pros americanos, Taiwan é só mais um peão no tabuleiro. Trump não gosta de orientais, as criticas que ele faz a China hoje são parecidas com as que ele fazia ao Japão nos anos 80! Tem no youtub

Delfim
Visitante
Delfim

Chineses são um povo paciente. Não acredito que invadam Taiwan enquanto os EUA possuírem superioridade econômica e militar. Estão enriquecendo e se preparando, pacientemente.
.
Alguém sabe quanto custa um F-15 novo, e sua hora de voo ?

Pedro Henrique
Visitante
Pedro Henrique

Parece que muitos não acompanharam a crise diplomática, depois do telefonema de Tsai a Trump, que envolveu EUA, China e Taiwan, ameaças, movimentos militares, ataque a base Síria no jantar com Xi Jinping… e qual foi o desfecho? Trump reconheceu a política de uma só China. A china nunca vai negociar a questão de Taiwan isso já está claro! Nenhuma analista dúvida, declarou independência e invasão certa. A unificação e dada como fato, é questão de tempo. Também acredito que será pacifica e por vias econômicas, porem se Taiwan tentar pôr um segundo declarar independência a China vai ter o… Read more »

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Existe o temor de que Taiwan com caças F-15 possa irritar a China continental (República Popular da China), que considera o país uma província rebelde.

Vai irritar mas depois rola um telefonema e diz o seguinte:

Xi Jinping deixa eu ganhar um dinheiro aqui enquanto você não toma a ilha de volta. Vcs já ganham dinheiro aqui no EUA!!!

Fred
Visitante
Fred

OFF Topic: F15 saudita foi derrubado por SAM improvisado. Aparentemente um míssil R-27 montado numa picape, utilizando Flir para “mira”.

Bizarro.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Eu vi o vídeo mas o mesmo não comprova cabalmente o abate ou mesmo se foi um F-15

Vamos aguardar

Fred
Visitante
Fred

Parece que a Al Jazzera confirmou…