Home Aviação de Caça Um pneu novo, por favor

Um pneu novo, por favor

7672
337

Caças F-35B ainda não possuem pneus definitivos. Os atuais duram menos da metade do tempo previsto

F-35B

A lista de problemas do programa F-35 é longa. Segundo o órgão de avaliação e testes do Pentágono, o DOT&E, são exatas 2.769 deficiências. E este número não para de crescer. Algumas dessas deficiências são bastante complexas, mas outras são mais simples. Uma delas diz respeito ao pneu do F-35.

Tecnologia de pneus não é “ciência aeroespacial” (rocket science, nas palavras do ex-chefe do programa, brigadeiro Bogdan), mas está entre os principais entraves e não deverá ser resolvido no curto prazo.

Segundo a equipe de avaliação do DOT&E a vida útil dos pneus de um F-35B deveria ser compatível com 25 pousos convencionais (lembrar que o F-35B também realiza pousos verticais). No entanto, a média analisada até o momento é inferior a 10 pousos convencionais.

O programa agora está em busca de um pneu que seja resistente o suficiente em pousos convencionais rápidos, macio o suficiente para pousos verticais e leve o suficiente para a estrutura da aeronave. Os interessados devem entrar em contato com o Escritório Conjunto do Programa (JPO).

337
Deixe um comentário

avatar
123 Comment threads
214 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
128 Comment authors
Fabrício BarrosmgvsRoberto F. SantanaDuduJoão Bosco Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bosco
Visitante
Bosco

Mas um dia desses vocês já não publicaram a lista de defeitos do avião? Então pra que esse post. Ou o problema do pneu surgiu de lá pra cá.
Também já foi falado do alto custo operacional do caça e deve estar incluído a troca de pneus a cada 10 pousos.
Eu acho que já tá ficando meio esquisita essa linha editorial e essa insistência em ficar garimpando problemas do F-35 e contrasta com a seriedade tradicional dos editores da Trilogia.
É uma pena!

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Exatamente o que eu penso Bosco! Essa insistência em martelar nos problemas do F-35 parece coisa de Sputnik ou torcida organizada….

Diogo de Araújo Carvalho
Visitante

Bosco, não queria comentar cara mas realmente você tem razão tá muito estranho isso aqui. Matérias afirmando que a Rússia domina o oriente médio, que tem os melhores mísseis, que o SU 57 tava na Síria e arrebentou a boca do balão,que os americanos são bobos e feios é por aí vai… “Qualquer um” sabe que o f-35 é um caminho sem volta e que cedo ou tarde vai dominar totalmente os ares assim como seu irmão mais velho. Não adianta chorar ou ficar com pena do contribuinte americano, o f- 35 já tem vàrios compradores e outros tantos potenciais.… Read more »

Nicolas_RS
Visitante
Nicolas_RS

Falar que a Rússia está dominando uma aérea é o fim do mundo, mas que o F-35 é o melhor avião é o certo? Entendi direito isso?

Como foi dito o F-35 tem mais de 2.700 problemas, e já está há mais de 10 anos em desenvolvimento… O F-35 vai ser substituído daqui uns 30 anos e vai estar recheado de problemas ainda.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

E alguém nega que a Rússia domina a área dos SAMs? Acho que não…

Bosco
Visitante
Bosco

Tireless, Eu respeitosamente nego. É ruim dos russos terem tecnologia que supere os sistemas Aegis com o SM-6, ou o THAAD ou o GBI ou o SM-3 Block IIA, ou o PAC-3 MSE. Os EUA têm um gap na defesa de baixa altitude (SHORAD) e inegavelmente o Pantsir ou o TOR enche os olhos de qualquer um, mas daí a dizer que por conta desses dois sistemas os russos têm tecnologia superior em relação aos SAMs não acho correto. Pra mim a única área que eles estão à frente dos EUA é a de mísseis antinavios, mas temo que a… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Em tempo: Também estão na frente em relação a torpedos nucleares com ogivas de 100 Mt e mísseis cruise com propulsão nuclear com alcance de 100 mil quilômetros.

Andre
Visitante
Andre

E faz até sentido os russos estarem na frente em mísseis antinavio. A Marinha dos EUA é muito superior e em uma eventual guerra um alvo de valor muito mais alto que a Marinha de superfície russa. E seguindo nessa linha, entram os torpedos. Como os EUA precisariam se preocupar quase que apenas com os icbm, desenvolveram melhores tecnologias anti mísseis.

Fabrício Barros
Visitante

Turquia e Arábia Saudita parece preferir os S-400 – um membro da Otan e um aliado histórico dos EUA! E senadores norte-americanos, em vista do embaraço de ter seus aliados e membros da Otan a usar equipamento russo querem impor sanções aos russos por conta da venda dessas baterias. Imagine, impor sanções a um país porque ele vende armamento defensivo…

Mas o equipamento estadunidense é muito melhor, claro. China, Índia, Turquia e Arábia Saudita são desinformados e burros, claro.

Façam-me o favor.

Matheus
Visitante
Matheus

Concordo com você. Os sites caíram a qualidade bastante, antes era totalmente imparcial, agora tá parecendo sputnik.

Ficam literalmente garimpando as notícias de defeitos do F-35. Eu queria ver o tamanho da lista de defeitos do SU-57 e do J-20. Diferente do F-35, foi projetado por países sem experiência na tecnologia stealth, será que saíram perfeito? Parece que não, tem um deles que nem motor e radar tem ainda.

RicardoNB
Visitante
RicardoNB

Bosco falou tudo e mais um pouco. Horas, pq n seguir a mesma linha para falar do Su-57 ? Quanto tempo está atrasado o programa ? Custos ? Índia ? Tiveram que redesenhar a aeronave que ficou ligeiramente maior… E por ai vai. Nesse ritmo serão 50 anos nessa ladainha sem fim.

RicardoNB
Visitante
RicardoNB

F-35 recentemente completou a integração de todas as armas do Block 3F. Alguma notícia por essas bandas ? Ou n faz parte da linha editorial ?

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Esse avião é caça?

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Penso que a denominação caça ficaria melhor representado por um F-22, SU-57 ….

Bb
Visitante
Bb

FU 57!

Bryan
Visitante
Bryan

Os pneus usados pelo F-35, são os mesmos usados pelo F-18, F-22 e cia.

Marcia M Morena
Visitante
Marcia M Morena

Bosco, pelo que venho observado, a intenção dos editores da trilogia é causar polemica e enfrentamento entre seus comentaristas…..tudo por mais visualizações. É uma pena mesmo pois o “nivel” caiu assustadoramente.

ACShamps
Visitante

Vc não pode tentar calar as informações, as pessoas devem publicar o que interessa ao leitor!
Se vc e um especialista , respeite quem nao É.

Manuel Souza
Visitante
Manuel Souza

Enquanto as pessoas falam o que você quer ouvir, a linha editorial é correta e séria. Aceita que dói menos. Qualquer jornalista que se preza tem que expor a verdade. Doa a quem doer. O desenvolvimento do F-35 é uma sem-vergonhice da Lockheed. Estão chantageando o contribuinte americano. E o problema é que vários aliados embarcaram no mesmo barco. A lista de problemas em vez de estar diminuindo, aumenta. Ninguém aqui tem dúvidas do potencial do caça mas seu desenvolvimento vai entrar para a História como o jeito não correto de fazer as coisas. Até quando vão ser consumidas verbas… Read more »

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

O problema do F-35 tem mais a ver com custo/beneficio que nao foi levado em conta para o contribuinte americano que esta pagando o pato, ja o SU-57 tem custos mais modestos de acordo com a realidade russa.

Antonio
Visitante
Antonio

O dia que esse F-35 ficar pronto, os outros estarão voando de Enterprise. Com Dr. Spock e tudo.

Mauricio_Silva
Visitante
Mauricio_Silva

Olá Bosco, boa noite. Por curiosidade minha, qual deveria ser, ao seu ver, a postura dos editores do site? Deveriam “ignorar” os problemas do F-35 e “fazer de conta” que tudo está correndo bem, sem atrasos ou acréscimos de recursos? Ou simplesmente deveriam dar “tempo ao tempo”, pois uma hora todo o projeto “terá de dar certo”? Infelizmente, referir-se ao F-35 está levando a comentários no mesmo nível das discussões religiosas ou futebolísticas: ou se acredita sem sombra de dúvidas ou se é execrado. Em relação a tecnologia militar, particularmente, não me atenho a qualquer viés político/econômico/doutrinário. Não julgo pela… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Maurício, Esse assunto já me cansou mas vamos lá. O DOT&E é um órgão de assessoramento do secretário de defesa dos EUA que faz uma análise e dá parecer sobre todos os sistemas de armas dos EUA, das 5 forças armadas de lá. São centenas de sistemas de armas e em todas, 80% dos pareceres é reportando problemas encontrados porque é essa a função deles, para balizar o secretário da defesa em suas decisões a respeito do tema de modo a que ele possa implementar ações corretivas. Em 20% eles falam da evolução que teve do último relatório até o… Read more »

Mauricio_Silva
Visitante
Mauricio_Silva

Entendo. Para você não está havendo o devido equilíbrio entre informações dos problemas do aparelho e a resolução dos mesmo, bem como dos progressos feitos. A pergunta que eu faço é: se o modelo necessita de atualizações e integração de novos recursos e armamentos, como ter havido tantas entregas? O meu questionamento se deve e impressão de que o avião foi “considerado pronto” antes da hora. O que deveria estar no estágio de protótipos, já virou produção. E isso caracteriza, no mínimo, uma grande “trapalhada administrativa”, coisa que cansamos de ver (e criticar) no Brasil. Acho até bom que se… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Faltaram dois pontos de interrogação (??) no meu comentário anterior.

XFF
Visitante
XFF

F-35 Baleia é problemático.Tem gente esquentando só porque o blog resolveu publicar os problemas do F-35 baleia.

Emmanuel
Visitante
Emmanuel

Impressionante essa perseguição. Não vejo a mesma atuação em outros vetores.
Talvez porque sejam projetos que não tenham a mesma liberdade de informações como o do F-35.

Ozawa
Visitante
Ozawa

A mim parece que uma aeronave seja alvo de “críticas de saturação” proporcionais à sua importância e pioneirismo no cenário militar … Será assim, implacavelmente, no campo real de batalha e não com armas literárias … Se o F-35 quer ser um caça à altura da sua fama a primeira e mais importante vitória devera ser contra a mídia especializada … Ele é capaz? Outros, também pioneiros em suas épocas, foram …

Julio
Visitante
Julio

Esse feito será mais difícil do que os doze trabalhos de Hercules.

Edison Castro Durval
Visitante
Edison Castro Durval

Outra, será o F35 bom o suficiente para ser a espinha dorsal da aviação de caça dos EUA?
O custo de sua manutenção/operação/melhoramentos permitirá isso?

Julio
Visitante
Julio

Toda a vez que eu vejo noticias sobre esses projetos militares americanos, eu me lembro do exercito romano. Um exercito altamente profissional, equipados com o que tinha de mais avançado em sua época, mas toda a sua qualidade possuíam um custo altíssimo.

A medida que as fronteiras romanas se expandiram, a demanda por mais soldados cresciam, impossibilitados de manter a qualidade, Roma optou pela quantidade.

Leonardo
Visitante
Leonardo

Aí você entrou num assunto que eu sou simplesmente apaixonado e estudo desde criança, então permita-me dizer que não foi somente a expansão que reduziu a qualidade do exército. Na verdade, não existe consenso até hoje sobre a derrocada de Roma e eu, historiador amador que sou, acredito que foi uma quantidade de fatores em conjunto, não uma situação isolada, como a expansão excessiva do Império. Houveram mudanças culturais, que fizeram com que o cidadão romano deixasse de ver valor na carreira militar, houve inflação galopante, que reduziu os soldos, houve o fim da distribuição de terras aos soldados que… Read more »

Julio
Visitante
Julio

Leonardo, de fato houve vários problemas que Roma teve que lidar. Mas sem dúvida nenhuma, foi no seu exercito que as coisas se complicaram mais. No auge do Império Romano possuíam uma força militar de elite, sem paralelo no seu tempo. Cada soldado era equipado com o que havia de melhor. Mas o mundo mudou, mesmo naquela época existia uma mudança demográfica muito grande na população, houve a urbanização acelerada. Já vi um historiador afirmar que metade da população do império romano do século 1 ao 4, viviam em cidades. Para se ter uma ideia, a cidade de Roma no… Read more »

Bruno Vinícius Campestrini
Visitante
Bruno Vinícius Campestrini

O governo americano deveria elevar o grau de confidencialidade do projeto do F-35, vários outros vetores dos EUA já apresentaram uma quantidade infindável de problemas, mas graças ao secretismo da época da Guerra Fria não foram tão esculhambados.

Bosco
Visitante
Bosco

Muito boa observação! Também acho estranho que dados tidos como pelo menos “reservados” e que em tese podem colocar a segurança nacional em risco ou expor capacidades tecnológicas essenciais dos fabricantes sejam assim de livre acesso. Isso sim seria uma matéria interessante que analisasse os motivos por trás desse aparente desleixo com a segurança e com a confidencialidade relativas aos programa F-35. Sabemos que há várias forças que gostariam de ver o programa ruir pra colocar os seus maravilhosos produtos no mercado. Um dos que estão na ponta dos cascos pra ver a peteca cair é a SAAB com seu… Read more »

Control
Visitante

Srs
Jovem Bosco
Considerando a filosofia americana, em suas compras de material bélico, quem deve estar esfregando aos mãos é a Boeing.
O Gripen nem mesmo é reserva neste jogo.
Mesmo o Typhoon ou o Rafale podem até ganhar alguma rebarba pelas falhas do F35, mas quem, com certeza, obterá alguma vantagem é a Boeing, com novos pedidos de F18 para tapar a brecha dos atrasos do F35.
Sds

Bosco
Visitante
Bosco

Control,
Se o programa F-35 ruir ele vai ruir para todo mundo e mesmo que o invisível Gripen não emplaque nos States as chances dele na Europa são muitas.
Diferente dos concorrentes (Rafale e Typhoon) ele não tem problema, é baratinho de aquisição e custa uma pechincha para se manter. Seria a escolha lógica.
http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-4611988/Saab-s-Gripen-F-35-competitor-takes-maiden-flight.html

Dieter
Visitante
Dieter

Comentário preso

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Remold
made in paraguay

Antônio
Visitante
Antônio

De maneira bem simples esta aeronave não vale o que custa, na minha opinião faria mais sucesso se fosse redefinida como aeronave de ataque, pois para superioridade aérea só seria eficiente se o avião inimigo ficasse “parado” esperando ser atingido. Está mais para caso de estudo de um retumbante fracasso na relação custo/beneficio/tempo de entrega e só está vendendo porque os E.U.A exercem pressão política sobre os países participantes do projeto.

celso
Visitante
celso

Olha.
Acho que certos “defeitos” são normais nestas situações e são corrigidos ao longo do tempo.
Quem foi da FAB sabe que quando os Mirage III chegaram tinham um ciclo de 6 pousos recomendado pelo fabricante foi a FAB que correu atrás de outro fornecedor ao longo dos anos seguintes….

ODST
Visitante
ODST

Se divulgaram, ou se garimparam mais detalhes/informações sobre um determinado problema ele tem que ser postado mesmo. Gente querendo que o site pare de postar matérias só porque estão falando mal do brinquedinho predileto deles é o fim da picada. Ninguém tem culpa se outras empresas/nações não divulgam as falhas de suas aeronaves, pouco divulgam ou não tem nada para divulgar.

Quem não estiver contente reclame na Casa Branca:

202-456-1111
202-456-1414

Ou na Lockheed Martin:

301-897-6158
301-897-6000

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Ditaduras e autocracias não divulgam os problemas enfrentados por seus simulacros de quinta geração e tem quem acredite que esses aparelhos são superiores….

Ottos
Visitante
Ottos

E tem que ser postado mesmo, afinal quem gosta de esconder e manipular as informações é a turma de vermelho. Agora não se pode negar que de uns tempos para cá a Trilogia está malhando tudo que for dos Estados Unidos, principalmente o F-35, não se veem postagens “negativas” da Russia, China etc, muito pelo contrario.

Nunão
Visitante
Nunão

Ottos, Você está enganado. Não existe essa de “de uns tempos pra cá a Trilogia está malhando tudo que for dos Estados Unidos”. Por exemplo, em inúmeras matérias recentes está cheio de comentários de comentaristas “pró-Rússia” que reclamam que “a Trilogia só fala bem dos armamentos dos EUA e malha tudo que é da Rússia”. Ou da China, ou da França etc. Cada um filtra o mundo do seu jeito, ok. O problema é que para partir disso pra colocar culpa no blog, porque a pessoa discorda dessa ou daquela notícia, é um pulinho. E totalmente equivocado. Há quase dez… Read more »

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

Vcs já viram a página do face:

“Todo dia uma notícia estúpida sobre o Donald Trump”

Então. Bora criar a:

“Todo dia uma notícia estúpida sobre o F-35”

Marcos10
Visitante
Marcos10

Modo irônico:
Não existem problemas no F35. Isso é tudo invenção da imprensa esquerdo-golpista.

Otto Lima
Visitante

Contra fatos não há argumentos e o fato concreto é que o F-35 é tecnologia no estado da arte para sugar dinheiro público.

Adriano R.A.
Visitante
Adriano R.A.

Mandem para a Good…. do Brasil para recauchutagem… rsrsrsrs…
Dez pousos…. só pode ser piada… Imagino a disponibilidade desse avião em um cenário de conflito real.

Delfim
Visitante
Delfim

Deviam bater na porta da Boeing para saber que pneu o AV-8 usa.
.
Existe uma alternativa : pneus metálicos. http://www.bbc.com/portuguese/geral-42463964
.
Bosco confessou que tem uma foto do F-35 na carteira.

Alexandre Galante
Visitante

O fã clube fica nervoso rs.

Alex
Visitante
Alex

Quando surge criticas ao editor não posta e deleta, o nível editorial esta indo galantemente para radicalizar.

Alexandre Galante
Visitante

Sua crítica ao editor foi publicada e agora?

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

O problema Galante é querer agradar outro fã-clube. E a experiência dos outros blogs e sites de defesa é que esse outro fã-clube polui qualquer espaço e joga a qualidade dos comentários no chão…

Almeida
Visitante
Almeida

#cholamais hahahha

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Quanta “profundidade” no seu comentário….

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

😂😂

Julio
Visitante
Julio

Galante, me conta o teu segredo para ter tanta paciência?
É Yoga?
Massagens Indianas?
Meditação Budista?

Compartilha o seu segredo

Alexandre Galante
Visitante

Tá difícil, meu amigo, paciência de Jó.

Julio
Visitante
Julio

Segue o conselho do Coronel Nery, vende nesse site camisetas do F-35zetes.

Pelo menos a sua paciência será remunerada. Dinheiro extra na conta bancária é algo bom. Só não esquece de pagar ao Coronel os royalties pelas vendas.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Ficaria rico. Mas não poderia usar as camisetas na chuva.

André Gomide
Visitante
André Gomide

KKKKKKK….espirituoso o Ivanmc

J-20
Visitante
J-20

Para ele vir com 2700 problemas na costura e estampa? Nem a pau

Manuel Souza
Visitante
Manuel Souza

Nas primeiras 10 lavagens teria que trocar o pneu… digo a gola.

Ricardo Da Silva
Visitante
Ricardo Da Silva

Galante, uma dúvida sincera:
É verdade que o F-35B só decola na vertical se estiver com as baias de armas vazias ?

Bosco
Visitante
Bosco

Ricardo, Como até agora o Galante não te respondeu eu adianto que para um caça poder operar no modo “vertical” ele tem que desenvolver uma relação empuxo/peso maior que 1. Essa relação no F-35B é de 1.1 quando ele está com tanque cheio (6 t de combustível) e sem armas. O F-35B pode levar internamente cerca de 1,5 t de armas internas nas duas baias. Ou seja, pra ele decolar com tanque cheio e mais a carga de armas internas cheias ele teria que decolar no modo SSTO, com uma curta rolagem. Se tiver que decolar na vertical com 1,5… Read more »

Ricardo Da Silva
Visitante
Ricardo Da Silva

Obrigado pela atenção Bosco. Pelo que sei, os da família Harrier não conseguia decolar verticalmente com carga plena e por isso de declaravam como V/STOL e não VTOL, Se não me engano os Yak-38(que tinha uma carga de armas baixa) e Yak-41 conseguiam decolar com carga plena, mas as custas de muito combustível. Já assisti vídeos do F-35B pousando na vertical, mas não me lembro de vê-lo decolando. Lembro de vídeos fazendo a decolagem curta. Realmente a relação empuxo/peso de 1.0 foi considerada revolucionária na aviação convencional mas ainda é pouco para a aviação VTOL Pelo que entendi o F-35… Read more »

Ivan
Visitante
Ivan

Ricardo, . STOVL. A ideia é decolar de tanque cheio e aterrizar com tanque vazio. A diferença pode ser de até 3 toneladas para um Harrier ou até 6 toneladas para um Lightning II. . A definição formal da OTAN para o tal STOVL: “A Short Take-Off and Vertical Landing aircraft is a fixed-wing aircraft capable of clearing a 15 m (50 ft) obstacle within 450 m (1,500 ft) of commencing take-off run, and capable of landing vertically.” . Aquela rampa na proa dos porta aviões STO (Short Take-Off), chamada amigavelmente de ski-jump, ajuda muitíssimo no processo de decolagem, melhorando… Read more »

Matheus
Visitante
Matheus

Galera já tirando daquele lugar as teorias da conspiração. Daqui a pouco vão falar que a trilogia é paga pelo Kremlin pra falar mal do F-35 e outros produtos dos ãmis.

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Galante, muitos corações estão sendo dilacerados.
Acho que tem mais noticia sobre esse vetor porque:
– tem um acervo maior de problemas que surpreendem;
– desenvolvimento chegou na era das mídias digitais, então tudo é mais publicável;
– ao contrário do que seria de se esperar, essa lista não tá diminuindo.
Tem outros motivos, mas eu tenho que ir trabalhar.
.
PS: nem venham insistir em falar do SU-57 ou J-20, a gente sabe que eles tão quebrando a cabeça, mas a realidade é outra.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

E qual é a “realidade” do Su-57 e do J-20? Que a maravilhosa tecnologia “plug and Play” sino-russa funciona?

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Uma realidade de menos acesso da imprensa, uma realidade de menos experiência e a maioria dos leitores aqui já esperava que muitas dificuldades aparecessem. O problema não é o F-35 ter percalços, o problema é como eles se multiplicam e preocupação que gera quando eles não parece haver uma luz no fim do túnel.

Fernandes
Visitante
Fernandes

Todos esses comentários serão passado quando este avião, que hoje parece que só é utilizado em treinamento, fizer sua estréia na linha de frente. Alguém arrisca um previsão?

Almeida
Visitante
Almeida

Mas este é justamente o problema, a lista de problemas só aumenta e não há previsão de quando serão resolvidos. Enquanto isso continuam produzindo aeronaves incapazes que deverão passar por um processo de recauchutagem caríssimo.

Eu particularmente não tenho dúvidas de que será um avião excepcional, porém quando isso será alcançado e por quanto, nem o Pentágono sabe.

Edison Castro Durval
Visitante
Edison Castro Durval

Fernandes isso provavelmente só irá acontecer ao final do desenvolvimento do Bloco 4 lá por volta de 2025, pode ser que Israel consiga debugar a versão atual Bloco 3F e implemente as funcionalidades necessárias para mandar bomba nos Sirios ou Persas, eu acredito nós Hebreus, chuto pelo menos mais uns dois ou três anos então isso poderá acontecer em 2021.

Gustavo
Visitante
Gustavo

meu Deus, os fã boys estão sem dormir. Não querem nem ler mais uma noticia. Aceitem, ou voltei para o seu país, que obviamente não é este.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Boa!

Bosco
Visitante
Bosco

E você também!

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Então teremos que mandar alguns comentarista daqui de volta para a “Mãe” Rússia….rs!

Bosco
Visitante
Bosco

Agora você me ofendeu!!!

Gustavo
Visitante
Gustavo

Bosco, não é pessoal e procurei não ofender ninguém, incluindo você com ctz. Mas sim que a noticia seja dada, nua e crua. Por vezes vejo noticias que não me agradam como Brasileiro, principalmente na negligencia com a defesa do país, gosto de equipamentos Americanos, Russos e Europeus, mas gosto mais ainda daqueles que dão certo e entregam o que prometem, independente da nacionalidade e muito mais, se este tivesse a serviço de nossas forças.
Abraços!

Bosco
Visitante
Bosco

Só lembrando que é o Galante (dono do blog) que mora nos EUA.
E não precisa ficar com dozinha dele não. Se ele quiser ele me exclui sem maiores considerações.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Os Pneus do F-35B são de responsabilidade da Dunlop inglesa. E agora fica a pergunta para os “especialistas” de plantão? Qual a culpa da LM nisso?

Manuel Souza
Visitante
Manuel Souza

Eu poderia citar características (deficiências de projeto tais como peso maior que o previsto, velocidade menor ou maior do que a projetada para pousos e decolagens, ângulo de pouso e de decolagem diferentes da projetada, oscilações em táxi) que poderiam afetar a vida útil de qualquer pneu. E não sou especialista em aviação somente uso o bom senso. A LM entregou a especificação pra Dunlop. A Dunlop entregou o produto. Só que o caça já é fabricado defasado para posterior correção. Lembram do episódio que ele machucava os pilotos por causa das oscilações do trem de pouso frontal? Aquilo gera… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

O LM entregou à Dunlop as características básicas do aparelho e, a medida que o mesmo foi se desenvolvendo (protótipos são muito diferentes dos exemplares de produção) cabia à empresa inglesa aprimorar o produto. Se não o fez falhou. Isso sim é bom senso e não querer atribuir à LM uma culpa que ao que tudo indica não lhe cabe.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Poggio, já mandou fazer as camisetas?

Arariboia
Visitante
Arariboia

Nossa…. a ideologia tá superando a racionalidade! São três tipos de ideias conflitantes.

Se não tem informação é porque o produto não é bom e feito as escuras. E nego crítica a falta de informação…
Se tem e infelizmente ainda não é das melhores por problema do produto. Nego crítica a informação mas não o produto…
Essa de culpar o blog foi pesado.

Vai entender!!

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Eu sou a favor da transparência afinal publicidade dos atos públicos é o corolário do Estado Democrático de Direito…. Agora o que o Bosco questiona, e eu particularmente me alinho a ele, é que a insistência nesse tipo de notícia simplesmente coloca em xeque a credibilidade do site uma vez que cria em mentes sugestionáveis e ideologicamente comprometidas a falsa percepção de que os outros programas de caças de 5ª Geração (Su-57 e J-20) simplesmente não enfrentam problemas, especialmente no caso russo quando vemos todas aquelas declarações tão pomposas do Ministério da Defesa russo segundo o qual o Su-57 vai… Read more »

Nunão
Visitante
Nunão

HMS Tireless, Quem fala em “insistência” em publicar isso ou aquilo está filtrando a realidade do blog porque não gosta da notícia, e ignora as inúmeras matérias que destacam pontos positivos do mesmo assunto. Como se, quanto se publica algo positivo, é mera “obrigação”. E quando publica o negativo, é praticamente um pecado contra o tema que a pessoa defende com unhas e dentes. Isso cansa, já vemos esse tipo de crítica, vindo de gregos e troianos, há quase uma década, seja por parte dos fãs de caças americanos, russos, chineses, franceses, suecos, indianos, venezuelanos ou venusianos. É fácil colocar… Read more »

Miguel
Visitante
Miguel

Pena que a Rússia seja um país tão fechado e não divulgue os problemas que aquele Su-27 com facelift deles certamente tem apresentado em seu desenvolvimento. Aí nós ficamos dependentes das declarações da Força Aérea Indiana que, convém lembrar, não acredita que o vetor russo terá o mesmo nível de furtividade do F-35.
É uma pena mesmo! Tenho certeza que tais problemas seriam aqui divulgados com a mesma regularidade com que são feitas críticas ao caça norte-americano!

Julio
Visitante
Julio

O Su-57 pode ter inúmeros problemas, mas foram despachados para a Síria. Não sei se isso é coragem ou loucura, mas os avião estão lá. Já o F-35 so pode ser usado em treinamenros.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Os Su-57 passaram míseras 48 horas na Síria Julio, talvez jogando bombas em civis desarmados no East Goutha…..

Se isso é sinal de que o programa é bem sucedido….

Julio
Visitante
Julio

Não é sinal que o programa é bem sucedido. Mas é sinal que o avião funciona e pode ser usado, de forma limitada, em operações reais. Isso é bem mais do que o F-35 têm feito.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Pois é né Júlio!? Só que o F-35B está agora no Mar do Sul da China embarcado no USS Wasp, em um ambiente muito mais desafiador que jogar bombas em civis desarmados.

Ah! E não vão ficar apenas 48 horas por lá!

Miguel
Visitante
Miguel

Foram despachados pra Síria. Se estão sendo usados ou se estão parados na base sem serventia alguma só Deus sabe. Assim como só Deus sabe quais são os problemas que aquilo tem.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Miguel, ficaram apenas 48 horas no país árabe e já voltaram. Segundo as más línguas tal deslocamento se deu para acalmar os ânimos dos indianos, insatisfeitos com o fato de já terem colocado muito dinheiro no projeto, não terem acesso à tecnologia e ao fato do aparelho não entregar o prometido.

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

Provavelmente o vetor mais caro da história, e que provavelmente ainda levará algumas centenas de bilhões de dólares dos participantes do programa. O meu questionamento é por que ele ainda nao foi testado no atual teatro de guerra da Síria, palco de demonstração de armas para potenciais compradores. Sou a favor que mostre sim os entraves e problemas do f35, assim como de todos os outros vetores, incluindo o Gripen. Infelizmente não sou especialista na área militar em nenhum segmento, mas sou admirador e apaixonado por todo tipo de armas. Vejo aqui uma batalha de ideologias e não de discussões… Read more »

luiz Antonio
Visitante
luiz Antonio

Bom dia. Sinceramente não estou entendendo tanta discussão sobre algo perfeitamente normal e esperado para uma aeronave cujo projeto é audacioso, para dizer o mínimo. Os caras da Lockheed, discipulos do mestre Clarence Leonard “Kelly” Johnson estão fazendo o trabalho de sempre. É obvio que a pressão é grande porque ousaram em um conceito inédito para uma única aeronave de combate e estão pagando o preço. Se estão jogando dinheiro fora ou não é problema deles, além do que nossos irmãos do norte podem se dar a esse luxo. Outros países estão se matando para resolver problemas em seus “projetos… Read more »

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Excelente comentário!

Julio
Visitante
Julio

As críticas se devem ao conjunto da obra, e não em uma defeito específico. Não que outros projetos tenham sido fáceis, mas esse projeto superou todos os limites do tolerável.

luiz Antonio
Visitante
luiz Antonio

depende do nível de tolerância. O do fabricante é um e do povão é outro. Quem prevalece?

Julio
Visitante
Julio

Do povão, são eles que pagam a conta. O Congresso americano e os militares já estao putos com a Lockheed Martin.

Fernandes
Visitante
Fernandes

Luis Antonio, com relação aos compostos de borracha, tenho a dizer que provavelmente não estão indo aos fornecedores corretos e usando produtos de eficácia discutível. Humildemente, deveriam passar o problema para Yokohama, Michelin e Continental, mas nas matrizes dessas empresas. Essas empresas tem excelente tecnologia e a mais avançada, tem acesso às melhores matérias-primas e pessoal capacitado e experiente. Coincidentemente, nenhuma delas é americana. Os USA deixou de ser referência na Indústria da Borracha há décadas. Mal com comparando, aqui no Brasil temos as maiores Correias Transportadoras, trabalhando com mínério de ferro com cargas altíssima. A Vale, nessas posições críticas,… Read more »

edimur
Visitante
edimur

O mimimi é livre, tenho amigo Americano que fala que F-35 é uma bomba kkkkkk .Minha opinião de fã de caças Russos F-22 é o melhor de todos só acho!!!

luiz Antonio
Visitante
luiz Antonio

O F-22 vai ficar obsoleto e a concorrencia não chegará nem no P-3 dos seus projetos. Fato

Andrew M. Martins
Visitante

Sabe quando tem alguma reportagem em qualquer mídia referente ao Lula, você conta os minutos pra surgir as tretas! Na mídia militar o Lula é o F-35 Hahaha Brincadeira à parte Não duvido que esse caça em uma campo de batalha irá provar seu valor. Mas esses inúmeros problemas relatados sobre o mesmo, surgiram no minuto em que quiseram agradar todos os envolvidos no projeto, e também quando abriram os cofres. São tantos países(não sei até que ponto Inglaterra, Itália, Israel,etc estavam envolvidos nesse projeto) e setores envolvidos nesse projeto, que eu me pergunto se não tem gente infiltrada(Russos,Chines) querendo… Read more »

Tiago Jeronimo ☠ (@TiagoJL)
Visitante

Enquanto o governo americano não intervir de forma séria na Lockheed Martin esses problemas continuarão a aparecer. Como dito na matéria, um pneu não é rocket science e a falta de um composto que atinja os requisitos do programa então, ao meu ver, só podem ser resultado de má vontade, corrupção, desídia, desorganização ou tudo isso junto.

VEIGA 104
Visitante
VEIGA 104

Vida útil de 25 pousos ? Gostaria de ser o fornecedor de pneus pra eles. Rsrsrs.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Eu tb.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

No supermercado eles fazem em 10x no cartão. Esse caça só não é retirado de operação por causa do marketing, logo tem que haver algumas vendas para ludibriar o povo americano pelo investimento infindável que foi a orquinha.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Pois é né? Enquanto isso o Su-57 apenas e talvez só sirva para jogar bombas nos civis desarmados de East Goutha. E o Su-35 sequer consegue impedir os F-22 de interceptar os jatos de ataque que escolta…

Chato né?

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Você ou seja lá o que seja, gosta de fazer o meio de campinho e promover a discórdia daquilo que você nega, o qual é o fruto da sua raiva. Um ódio fundamentalista quase ditatorial, e prega aos 4 ventos que só as aeronaves dos EUA prestam e não há vida inteligente nos outros países. Esse país, o qual você ama ele despreza a sua existência. ________________

COMENTÁRIO EDITADO. LEIA AS REGRAS DO BLOG

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Cara, não posso fazer nada se a despeito de toda a histeria no mundo real o todo poderoso Su-35 tenha sido incapaz de cumprir o que se esperava dele…

Fatos são fatos…

carcara_br
Visitante
carcara_br

Muito, principalmente quando eles não conseguem derruba um su-25 como fizeram com os Su-22. Tiveram que “impedir” a missão por 40 minutos, deve ter tido um sucesso muito alto, certamente as aeronaves não conseguiram cumprir a missão neste enorme espaço de tempo.
Efetividade da missão 100%. mas deve ter sido a dissuasão promovida pelos su-25, os 35 não podiam fazer nada…

PauloR
Visitante
PauloR

Que estranho. O Blog mira no saco do F35 e acerta a boca dos foristas

Não entendi porque estão revoltados pelo blog publicar informações do caça

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Engraçado é que o ForTe fez exatamente isso quando criticou a “pátria-educadora”…

Você lembra?

Emmanuel
Visitante
Emmanuel

Para quem quiser saber mais sobre os fracassos do “efinho”:
https://www.f35.com/news

Marcelo Martins
Visitante
Marcelo Martins

Nesse site, a própria LM diz que o avião é stealth somente se carregar as armar internas. Vejam em: https://www.f35.com/about/carrytheload Então, de que adianta ficar propagando que o avião é stealth se ele, efetivamente, não é stealth. Porque duvido que a maioria das missões sejam possíveis de serem feitas apenas com 2 AIM-120 e duas bombas apenas, que é o que cabe nas baias internas. Ainda não me convenci de que esse avião seja tão superior, tão formidável, tão sei lá o que, que um F-16 último block ou um F-18 SH, a ponto de justificar um preço, que a… Read more »

Diogo Prado
Visitante
Diogo Prado

Se posta uma noticia do F-35 é perseguição, se posta uma do PAK50 é perseguição…

Bruno w
Visitante

O maior erro americano foi fazer centenas de protótipos , e ainda passar estes protótipos a terceiros (aliados) ,ai fica dificil ,pois todos estão confeccionados com as mesmas peças defeituosas…. Para aqueles que criticam o Su57 e J20, Rússia e China não tem tanto dinheiro como os EUA ,por isso trabalharam com a cabeça e não com cheque em branco….como podem ver só existe de 10 a 11 Su57 e uns 25 a 30 J20 …se de problema em alguma peça e bem mais pratico resolver… Por que ninguém fala mal do B21 , por que não fizeram centenas de… Read more »

MBP77
Visitante
MBP77

O maior problema do JSF não é a ideia vinculada à plataforma em si – convenhamos, já não tão simples de atingir – mas o caminho escolhido para se chegar ao objetivo traçado. O modo em que o contrato de desenvolvimento/produção foi feito é uma clara argumentação neste sentido, pois é claramente resultado de (um fortíssimo) lobby. Portanto, os inúmeros problemas apresentados são sintomas/frutos de uma clara e crescente burocracia paternalista. Não, os americanos não desaprenderam a fabricar (excelentes) aviões de combate. Só resolveram burocratizar demais o processo e o resultado não poderia ser diferente. Alguém precisa chamar o programa… Read more »

MBP77
Visitante
MBP77

Ah, antes que eu me esqueça do lado bom da divulgação deste relatório do DOT&E…
Ao menos os americanos são transparentes sobre os problemas apresentados com o F-35, bem como, quanto aos sistemas que pretendem integrar à aeronave.
Podemos dizer o mesmo de Rússia e China com seus SU-57 e J-20, respectivamente?
É preciso ponderar mais e torcer menos.
Sds.

luiz Antonio
Visitante
luiz Antonio

É amigo. São os que gostam de fusca só porque são refrigerados a ar. Um colega argumentou sobre 10 a 11 SU 57 e 25 a 30 J20. Pergunto: estão operacionais? Pelo histórico nenhuma aeronave é igual a outra e a rigor são todos protótipos. Se somados não chegam ao numero de F-22 operacionais. É cada uma. Comparou mixirica com motor elétrico.

Julio
Visitante
Julio

De fato os EUA são mais transparentes. Mas o grande erro desse programa, na minha opinião, esta na ambição de ter toda uma frota de caças Stealth. Além de ter feitos centenas de protótipos antes de ter congelado os requisitos finais.

MBP77
Visitante
MBP77

O maior problema do JSF não é a ideia vinculada à plataforma em si – convenhamos, já não tão simples de atingir – mas o caminho escolhido para se chegar ao objetivo traçado. O modo em que o contrato de desenvolvimento/produção foi feito é uma clara argumentação neste sentido, pois é claramente resultado de (um fortíssimo) lobby. Portanto, os inúmeros problemas apresentados são sintomas/frutos de uma clara e crescente burocracia paternalista. Não, os americanos não desaprenderam a fabricar (excelentes) aviões de combate. Só resolveram burocratizar demais o processo e o resultado não poderia ser diferente. Alguém precisa chamar o programa… Read more »

Julio
Visitante
Julio

MBP77, para fazer isso tem que, obrigatoriamente, mexer nos vespeiro que é o Pentágono e o DoD. Quero ver qual presidente vai ter coragem para fazer isso. É pouco divulgado, mas o Pentágono e a CIA não tem a obrigação de prestar contas de cerca de 30% do seu orçamento, isso é chamado de “black budget”. Ou seja, o orçamento o de 700 bi desse ano destinado a defesa, 210 bi é gasto sem que o Congresso tenha conhecimento. Veja o que ocorreram e continuam a ocorrer nos programas F-35, LCS e o Destroyer/Ferro-de-Passar, o detalhe eles são programas públicos.… Read more »

MBP77
Visitante
MBP77

Obs.: Comentário anterior ficou retido na moderação. Fico no aguardo da liberação.

Ricardo Da Silva
Visitante
Ricardo Da Silva

Procurem uma matéria positiva do F-35 “Aadvark”, só pra contrabalançar.
Tipo: Ele voa!

Julio
Visitante
Julio

Só voa em ceu limpo.

Washington Menezes
Visitante
Washington Menezes

kkkkkkkk

Fernandes
Visitante
Fernandes

Estou sugerindo repetir esta minha observação ao post do colega Luis Antonio, para retornarmos ao tema base destas publicações. Decisão se sim ou não fica com os Moderadores. Com relação aos compostos de borracha, tenho a dizer que provavelmente não estão indo aos fornecedores corretos e usando produtos de eficácia discutível. Humildemente, deveriam passar o problema para Yokohama, Michelin e Continental, mas nas matrizes dessas empresas. Essas empresas tem excelente tecnologia e a mais avançada, tem acesso às melhores matérias-primas e pessoal capacitado e experiente. Coincidentemente, nenhuma delas é americana. Os USA deixou de ser referência na Indústria da Borracha… Read more »

luiz Antonio
Visitante
luiz Antonio

Caro Fernandes
Seu comentário foi preciso. No Caso desse projeto, devem ter se baseado nas soluções existentes para aeronaves “normais” gerando pousos verticais “duros”. Mudaram os compostos para materiais mais flexíveis e o compromisso com a durabilidade foi para o espaço. Um desafio para os fornecedores sem dúvida. Temo que não haverá uma solução isolada e teremos desdobramentos no trem de pouso. No geral é um problema importante, porém não geraria indisponibilidades de aeronaves por conta disso.
Abraços

Celso
Visitante
Celso

Fernandes, so para seu conhecimento geral…os 2 maiores fornecedores de pneus para a aiacao comercial e geral sao a Michelin e a Goodyear. Tbm so para seu conhecimento, a Dunlop apesar de nao ser tao reconhecida aqui no Brasil (ainda), produz um dos melhores pneus automotivos e tbm para a aviacao geral desportiva. Isso alem de ser a percursora no fabrico dos primeiros penus automotivos no mundo . Entao, nao coloque tal comentario como sagrado sobre essa ou outras fabricantes. Cada macaco no seu galho e voce ainda se esqueceu so de uma outra gigante do ramo Firestone/Bridgestone. Ahhh…tvz vc… Read more »

Fernandes
Visitante
Fernandes

Celso, eu conheço todas essas empresas que você citou e muitas outras mais, instaladas em países da antiga Cortina de Ferro, na China e na Índia. Se você observar meu comentário, citei nominalmente as que considero de ponta, em termos tecnológicos e instalações, já que a ambição do F-35 é ser o estado-da-arte. Reconheço que posso ter errado. Estamos sujeitos a isso.
Vou me abster de comentar sobre as Empresas que você citou, em respeito ao nome delas e sua tradição no Mercado.

Celso
Visitante
Celso

Pois e caro Fernandes, pra tudo tem conserto, inclusive pneus rsrsrrs…certo, so na China na epoca em que estive por la, cadastrei mais de 60 empresas fabricantes….ufa…….e nem se fala da India..rsrsrsrsr o assunto e muito asto e entendo seu comentario. Afinal, ja que neste aspecto possuimos um pouco mais de conhecimento, nao vamos ficar aqui definindo sexo de anjo como os demais…rsrsrsrsrsr Sds

DSC
Visitante
DSC

À primeira vista, olhando para o que tem acontecido nos últimos anos, eu vi e pensei que uma noticia a mais, aborrecida e que não nos interessa a nós, sobre problemas do F-35 deve ser só algo raro… Pois, parece que não… Até pensei: “O Poder Aéreo ou ama ou odeia o F-35…” Mas desde à um bom tempo que tenho visto e percebido cada vez mais que é odiar. É só hate contra o F-35! Está óbvio. É igual mesmo aos fan boys russos. Estou falando de si também Galante… Vc é um deles no fundo. Porque senão postava… Read more »

Nunão
Visitante
Nunão

No caso, é a mentira que tinha que ser dita mais uma vez.

O Poder Aéreo existe há quase dez anos. E desde pelo menos o primeiro ano tem meia dúzia de sujeitos que vem aqui dizer que o site está cada vez pior, sistematicamente.

Como não só a audiência, mas a repercussão, prestígio e credibilidade do site no público qualificado só aumentam desde o nascimento (e temos as pesquisas) essa “verdade” que “tinha que ser dita” e só a sua versão. Que está muito longe de ser verdade.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Esse avião parece ser muito ruim, tanto é que nenhum Pais no Mundo se atreveu a comprá-los. Bom é o Rafale que está estourando de vendas.

Segue o jogo, o Tio Sam sabe o que faz, não vem mantendo a supremacia aérea em qualquer teatro de operações no Mundo nos últimos 60 anos a toa.

Marcelo Martins
Visitante
Marcelo Martins

Já tem alguns otários que compraram: Israel, Japão, Itália e Inglaterra, dos que me lembro.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Pois é Marcelo! Só tem otário na Heyl Ha’Avir…rs!

ODST
Visitante
ODST

Marcelo Martins

Japão, Itália e Inglaterra realmente fizeram besteira, mas Israel é um caso diferente. Eles recebem dinheiro do Estados Unidos para comprar equipamentos do Estados Unidos, eles não tem como se auto-sustentar! É como receber mesada dos pais por toda a vida. Mesmo com aeronaves melhores por aí eles não podem compra-las. Então se o EUA colocar duas asas, alguns misseis e umas bombas em uma banheira voadora Israel vai ter que compra-la também, não tem escolha!

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

ODST Lamentavelmente você vem aqui repetir os mesmos preconceitos e equívocos divulgados pelos grupos políticos e ideológicos (esquerda e extrema-direita) contrários à existência do Estado de Israel lembrando que muitos advogam abertamente pela destruição do Estado Judeu e o extermínio do seu povo senão vejamos: – Embora de fato Israel receba ajuda militar dos EUA cabe lembrar que a mesma apenas se materializou no final dos anos 60-começo dos anos 70. Antes disso o Estado Judeu já havia travado três guerras contra seus inimigos (1948, 1956 e 1967) lembrando que essa última foi vencida de forma brilhante principalmente em virtude… Read more »

Defensor da Liberdade
Visitante
Defensor da Liberdade

Se o estado de Israel tem uma economia tão pujante assim, então por que os EUA tem que enviar 3 bilhões anuais para a área militar de Israel, e que o Bobobama renovou em mais uma década? E você está errado, os EUA enviam ajuda financeira à Israel desde 1948, segundo relatórios do próprio senado americano, à menos que o senado americano esteja errado .

https://fas.org/sgp/crs/mideast/RL33222.pdf

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Meu caro, lamentavelmente você faz igual ao colega OSTD ou seja, repete os mesmos preconceitos e equívocos divulgados pelos grupos políticos e ideológicos (esquerda e extrema-direita) contrários à existência do Estado de Israel. Compare o montante da ajuda enviada ao Estado de Israel até 1967-1968 e o que foi enviado do final dos anos 60 até hoje. Se você eventualmente fizer esse exercício simples irá perceber que até o final dos anos 60 a ajuda norte-americana era praticamente simbólica. E cabe lembrar que Israel venceu a Guerra de 1948 usando armas compradas no mercado negro, e as de 1956 e… Read more »

Cbamaral
Visitante
Cbamaral

Uma imagem que resume bem o que é o F-35

comment image

Marcelo Martins
Visitante
Marcelo Martins

essa imagem ficaria melhor ainda se o dinheiro, ao invés de cair do avião, estivesse sendo sugado pelas entradas de ar! Porque é isso que está literalmente acontecendo: esse avião tá queimando toneladas de dinheiro e ainda não mostrou a que veio!!!

Claudio Luiz
Visitante
Claudio Luiz

Boa Boa Boa!!!
Não entendo como brasileiro, que não trabalha na LM, o “piti” que vem sendo dado por alguns foristas, numa inútil e cega defesa a um projeto deficitário e sem destino na solução de seus inúmeros problemas.

Delfim
Visitante
Delfim

Eu não malho o F-35 pela ideologia, é pela zoeira mesmo !
HUE HUE HUE !!!

Marcelo Martins
Visitante
Marcelo Martins

2.769 deficiências ??? Bem, depois do erro de projeto do gancho de parada, que não alcançava o cabo de aço no convés, eu não me espanto com mais nada vindo desse avião.
A propósito, alguém sabe quanto dura um pneu do Super Hornet ?

Bosco
Visitante
Bosco

Marcelo,
Devemos também saber quanto dura um pneu do Gripen NG. Isso sim é importante pra nós.

Marcelo Martins
Visitante
Marcelo Martins

Beleza Bosco, quanto dura um pneu do Gripen NG então ? Meu comentário foi no sentido de que, um avião, que dizem ser o substituto do SH, tem um pneu que dura apenas 10 pousos, por isso meu questionamento.

Leonardo M.
Visitante
Leonardo M.

O que falta para o F-35 ganhar a confiança dos leitores aqui é um bom e belo dogfight
Se derrubar algum caça russo na Síria ou algum F-14 do Irã acabaria com o mimimi por aqui.

ednardo ferreira
Visitante
ednardo ferreira

Nem assim.

Os russos vivem arrotando tecnologias do séculos XXII mas o fato é que ainda voam relíquias recauchutadas. E quando tem um teco-teco derrubado inventa 10.000 desculpas.

http://www.aereo.jor.br/2015/11/28/f-16-turcos-emboscaram-o-su-24m-diz-ministerio-da-defesa-russo/

Carlos
Visitante
Carlos

Que exemplo infame! É como atirar em alguém desarmado!

Carlos
Visitante
Carlos

Ademais, o relacionamento atual dos russos com os turcos é tão próximo que da para bolar teoria de conspiração desse abate de um bombardeiro que não pode se defender.

ednardo ferreira
Visitante
ednardo ferreira

Em ambientes quentes como aquele não existe essa de passear de forma incauta. Tem que voar 100% do tempo em alerta máximo. Ou é falta de treinamento ou equipamento defasado.

F16 não é lá um F22.

E os russos continuam operando velharias e expondo seus pilotos a altos riscos.

Delfim
Visitante
Delfim

Para mim é problema de compatibilidade mesmo.
O F-35 é um computador voador.
Vem em 3 hardwares diferentes, A, B, e C.
Com periféricos (armas, sensores, interfaces, etc) de diferentes fornecedores.
E com uma programação única, tipo Windows com drives nativos.
Plug and play, ou plug and… pray ?
.
Monta-se uma CPU, mete o Win e pode dar incompatibilidade, imaginem numa CPU que voa.
Até parece que é a CCE ou a Positivo que estão fazendo o avião.

André Gomide
Visitante
André Gomide

Aí vc faz uma análise bem humorada, mas de certa forma real. Aí as torcidas ficam enlouquecidas e não param para discutir o problema em si, mas o pq noticiaram o problema.

André Gomide
Visitante
André Gomide

Texto ficou truncada….repetiu o “Aí”

ednardo ferreira
Visitante
ednardo ferreira

Sabe por que há uma lista enorme de defeitos do F35 e não dos caças russos ou chineses?

Por que nos EUA há muitíssima mais transparência que em outros países. Quer parecer bem na fita? É só ficar quieto.

Lembrando que os EUA vão em sua quarta geração de furtivos e os demais ainda ensaiando a primeira.

Obs.: Sim, também acho que o F35 tá dando muito mais problema que o prometido. Muito mesmo. Até onde eu saiba o F22 não teve tantos problemas. Mas o F35 está aí voando. E voará ainda muito mais.

kira
Visitante
kira

Certa vez, salvo engano, aqui mesmo neste blog, li uma noticia sobre o F-18. A matéria contava que o F-18 Hornet era um projeto cujo os objetivos eram excepcionais. Contudo o avião possuía varios problemas e não cumpriria o que fora prometido. Não havia como abandonar o projeto e começar tudo novamente. Solução. Pediram ao congresso verba para atualizar o projeto. Com essa verba fizeram um novo avião parecido com o avião antigo. Deram o mesmo nome. Aproveitaram o projeto eliminando as falhas do projeto antigo. Hornet e Super Hornet. Creio que acontecerá o mesmo com o F-35. Um belo… Read more »