Home Aviação Comercial Boeing apresenta o primeiro 737 MAX 7

Boeing apresenta o primeiro 737 MAX 7

1697
5
Boeing 737 MAX 7

Testes de voo terão início nas próximas semanas. Primeira entrega está programada para 2019 para a Southwest Airlines

São Paulo, 05 de fevereiro de 2018 – Preparada para alçar voos mais altos, hoje a Boeing celebrou mais um marco para o desenvolvimento de aeronaves. Junto a milhares de colaboradores em sua fábrica em Renton, nos Estados Unidos, a fabricante apresentou o primeiro 737 MAX 7. O modelo é o terceiro e mais novo membro da família 737 MAX. O jato foi projetado para comportar até 172 passageiros e percorrer até 7.130 quilômetros (3.850 milhas náuticas), sendo a aeronave de maior alcance da família MAX.

As inovações tecnológicas adicionadas ao MAX 7 permitem que o avião voe mais de mil milhas náuticas que o seu antecessor, o 737-700, com custo de combustível por assento 18% inferior. O novo modelo da Boeing também é superior à concorrência, levando 12 passageiros a mais e sendo capaz de voar 740 quilômetros (400 milhas náuticas) a mais que o A319neo, tudo isso somado a custos operacionais por assento 7% mais baixos.

“Para as companhias aéreas que precisam de flexibilidade para operar em aeroportos em altitudes elevadas ou em locais remotos, o MAX 7 é o complemento ideal para a frota. Estamos ansiosos para demonstrar a flexibilidade e o alcance deste avião “, comenta Keith Leverkuhn, vice-presidente e gerente geral do programa 737 MAX da Boeing Aviação Comercial.” Este é o terceiro membro da família 737 MAX que nossa equipe introduz com sucesso em apenas três anos. Essa é uma conquista fenomenal e uma prova da dedicação de toda a equipe 737 “.

Em continuidade ao seu programa de desenvolvimento, o primeiro MAX 7 passará por uma série de processos para verificação de sistema e testes de motores e abastecimento na pista de voo da Boeing, em Renton. A aeronave, a primeira de duas versões para testes de voo, iniciará seu programa de testes nas próximas semanas. A entrada em operação está programada para 2019, após a entrega do primeiro 737 MAX para a Southwest Airlines.

Toda a família 737 MAX foi projetada para oferecer aos seus clientes desempenho acima da média, equacionando custos mais baixos por assento com alcance ampliado, o que possibilita a oferta de novos destinos no mercado de aeronaves de corredor único. O MAX 8 entrou em serviço com clientes em todo o mundo no ano passado, e o MAX 9 iniciará suas entregas nos próximos meses. O MAX 10 foi lançado durante a Feira de Paris (Le Bourget) do ano passado e está programado para entrar em operação ao longo de 2020.

O 737 MAX é o avião mais vendido na história da Boeing, acumulando mais de 4.300 pedidos de 92 clientes em todo o mundo. Para obter mais informações e conteúdos de destaque, visite www.boeing.com/commercial/737max.

O primeiro Boeing 737 voou em 9 de abril de 1967

Sobre a Boeing

A Boeing é a maior empresa aeroespacial do mundo e líder na fabricação de aviões comerciais, sistemas de defesa, espaço e segurança, e fornecedora de serviços de suporte pós-venda. Como a maior exportadora de produtos manufaturadas dos Estados Unidos, a empresa oferece suporte para clientes -companhias aéreas e governos aliados – em mais de 150 países. Os produtos e os serviços sob medida da Boeing incluem aeronaves comerciais e militares, satélites, armas, sistemas eletrônicos e de defesa, sistemas de lançamento, sistemas avançados de informação e comunicação, logística e treinamento.

DIVULGAÇÃO: Boeing

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
2 anos atrás

O que chama a atenção é que após cinquenta anos de seu primeiro voo, o B737 não mudou de cara.

Ozawa
Ozawa
2 anos atrás

O 737 é o F5 da aviação civil …

Audax
Audax
2 anos atrás

Não mudou mesmo. O overhead de um 200 não é muito diferente de um 800. Tem suas diferenças mas a disposição dos sistemas é praticamente a mesma. O avião mais legar que voei. Incrível como esse projeto deu tantos frutos. Sabe-se lá até onde vai. Sds.

Walfrido Strobel
2 anos atrás

Esta versão MAX 7 e a MAX 9 tem tudo para ser um mico que não vende, como foi o 737-600 no passado.
Vendas da família MAX:
MAX 7:……….58
MAX 8:……..2.105
MAX 9:……….65
MAX 10:……1.515
A Boeing deveria cancelar a versão 7 e 9, pois o mercado deixou claro que quer a versão 8 e 10. Ficou claro que não existe a necessidade de 4 versões 737MAX.
Obs: Estes dados são desatualizados com 3,743 encomendas, mas servem para mostrar a preferencia dos operadores pelo MAX 8 e MAX 10.

Bueno
Bueno
2 anos atrás

Que pintura linda.. Boeing superando os concorrentes…