Home Aviação de Ataque Rússia ignora pedido dos EUA para suspender a venda de 6 Su-30...

Rússia ignora pedido dos EUA para suspender a venda de 6 Su-30 a Myanmar

8960
38
Sukhoi Su-30

MOSCOU, 26 de janeiro / TASS /. Moscou não vai prestar atenção às acusações de Washington sobre os planos de venda de aviões Sukhoi-30 para Myanmar.

“A Rússia observou invariavelmente as normas, regras e princípios do direito internacional [no campo da cooperação militar-técnica] e continuará a fazê-lo no futuro”, disse o porta-voz presidencial Dmitry Peskov na mídia no dia 26 de janeiro. “É evidente que, por esta razão, não podemos prestar atenção a tais acusações [dos Estados Unidos sobre o fornecimento de jatos de combate a Myanmar]”.

Na segunda-feira, o vice-ministro da Defesa russo, o tenente-general Aleksandr Fomin, disse que durante a visita do ministro da Defesa russa, Sergey Shoigu, a Myanmar, concordou que a Rússia forneceria seis jatos Sukhoi-30. Fomin acredita que este avião “se tornará o principal avião de combate da Força Aérea de Myanmar crucial para proteger a integridade territorial do país e para combater as ameaças terroristas”.

O armamento russo ganhou boa reputação com as forças armadas de Myanmar.

A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, disse à TASS que a Rússia deve mostrar solidariedade com outros países e prestar assistência humanitária a Myanmar, enquanto o fornecimento de armas a esse país pode potencialmente agravar a situação.

FONTE: TASS

38
Deixe um comentário

avatar
37 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
26 Comment authors
erickRafaelVaderAlessandroLuiz Trindade Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
XFF
Visitante
XFF

Piada!

Nonato
Visitante
Nonato

Não sei muito sobre Myanmar.
O que ocorre lá politicamente, se é resultado do desmembramento de outro país.
Ultimamente têm surgido vários países nessa condição.
Se bem que 6 SU 30 não devem mudar muito a situação do país.
O problema parece ser mais interno e não imagino que eventualmente oprimam a oposição ou a população com aviões de caça.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Ter não significa operar, manter ….. que mais mesmo JM ?

Gosto das linhas do Cy 27.

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Venda até mais se tiver dinheiro! Cada país procure se armar e comprar arma de quem quiser. Como também cada país pode vender arma para quem quiser.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

É muito descaramento do porta-voz do Departamento de Estado dos EUA. Chega a ser ridículo, somente o efeito manada para acreditar nessa prozopopéia flácida. Quem tem o mínimo de discernimento sabe o que é soberania.

Oráculo
Visitante
Oráculo

Tá ai uma coisa que nunca vou entender.
Todos falam que o grande problema de comprar avoões russos são as peças de reposição, logística, manutenção, etc.
No entanto tudo quanto é tipo de “paíseco” de quarto mundo compra MIG´s, Sukhois, etc…
Qual o milagre? Qual a mentira?

erick
Visitante
erick

Os aviões russos são rústicos como tratores apesar de ser difícil de concertar quando quebra isso e meio raro de acontecer . Por isso que os russos não perdem muito tempo fabricando peças de manutenção na visão deles se quebrou e por que não presta mais.

donitz123
Visitante

O sujo falando do mal lavado. Como sempre a hipocrisia americana no modo Hardcore.

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

“Qual o milagre? Qual a mentira?” – Oráculo, bom dia dia! A questão é que os russos produzem um equipamento bom e que não necessita grandes mágicas para manutenir. Além, claro, de serem ótimos negociadores e não estarem preocupados com direitos humanos, etc. – O pós-venda não é “tão ruim assim”; basta ter boas relações com eles. No mercado americano, existem muitos fabricantes que produzem peças para aviões de guerra. As vendas tem que ser aprovadas pelo Congresso, mas por motivos óbvios (rsrsrsrsrs), sempre rola aquele contrabando maroto. É só lembrar de empresas americanas que estavam exportando peças (ilegalmente e… Read more »

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Oláculo, eu particularmente, confio mais nos russos, do que nos EUA!

Heleno
Visitante
Heleno

Douglas Targino, Concordo com voce.

José Luiz
Visitante
José Luiz

Caro colega Oráculo A guerra fria deixou muitos mitos entre eles esta a questão da operação de equipamento russo, aliás para os que viveram a época foi um dos temas mais interessantes de ser discutido. Vou escrever um pouco sobre o assunto neste domingo: Inicialmente, devo esclarecer que estou escrevendo sobre as aeronaves da época soviética, ou seja, os clássicos Mig’s como o 19, 21, 23 e até Mig 29 por exemplo e não sobre as aeronaves de última geração dos russos. Esta verdadeira lenda da guerra fria se formou do que vazava dos relatórios oriundos dos contato que os… Read more »

Johan
Visitante
Johan

Off topic….
Será que realmente o PAK DA será subsônico?
PS antes que alguém me critique, eu leio de tudo sem discriminações rsrs
https://br.sputniknews.com/amp/defesa/2018012810385230-tu160-pak-bombardeiro-russia-tupolev/

Johan
Visitante
Johan

Aproveitando o comentário do José Luiz , por sinal bem elaborado, a doutrina de “descartar” após atingir o tempo de operação se devia pela falta de padrões nos processos construtivos os quais foram corrigidos nas gerações mais recentes. Uma peça de uma turbina, por exemplo, não encaixava por apresentar diferentes padrões e processos de fabricação entre as fábricas (fábricas diversas fabricavam o mesmo componente). Isto já fora divulgado em diferentes meios escritos especializados em aviação.

XFF
Visitante
XFF

Os EUA colocaram várias sanções contra a Rússia e ainda querem impedir a Rússia de vender armas para certos países. PRIMEIRO: os EUA tem que parar de fornecer armas para Arábia Saudita. Essas armas que os EUA fornecem que está matando milhares de civis no Iêmen. SEGUNDO: os EUA tem que parar de financiar vários grupos terrorista “moderados” na Síria para derrubar o governo Sírio. TERCEIRO: Os EUA tem que se retirar do território Sírio, a presença deles é uma invasão e ilegal, sem autorização do governo Sírio.
Se fizeram isso, terão um pouco de moral para falar dos outros…..

Agnelo
Visitante
Agnelo

José Luiz, boa tarde

Muito sóbrio. Excelente.
Sds

luiz antonio,
Visitante
luiz antonio,

Johan 28 de Janeiro de 2018 at 12:30
O PAK DA ainda deve demorar um pouco. Estão aguardando alguem entregar as cópias dos desenhos ocidentais, mas eles ja devem ter o nome: Bdoislev.

Jeff
Visitante
Jeff

Vende quem pode, e compra quem quer (e pode também).
Americanos fazendo mimimi sem necessidade alguma.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Manha ilusionista dos EUA: discursar sobre o ideal da democracia, liberdade, capitalismo falacioso e silenciar sobre a liberdade concedida aos terroristas, os quais são cridaos e financiados por eles. Terroristas estes que são infiltrados nos países para causar uma desestabilidade politica e econômica dando ensejo para os EUA entrarem com forças militares e dominar o caos que eles mesmos criaram, igual a uma bactéria nociva.

josé carlos cunha
Visitante
josé carlos cunha

E nosso Brasil, está de que lado mesmo? Ou se encontra com os pés em canoas diferentes.

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

O Myammar é um dos países com maior cultura de guerra do mundo.

Os caras estão em guerra praticamente ininterrupta desde o ano 1.000.

britanicos, chineses, indianos, tailandeses, portugueses, japoneses, etc etc fora os conflitos internos.

ODST
Visitante
ODST

Quanta hipocrisia. Certos estão os russos.

BMIKE
Visitante
BMIKE

Se Miamar compra 6, porque os Argentinos não podem comprar uns 6 também…. Creio que os Russos vendem para os argens sem embargo e ainda pode pagar com frango, carne etc. Ver os argens sem absolutamente nada na defesa aerea e ruim…

Wagner
Visitante
Wagner

Uma comissão argentina será enviada para Myanmar para estudar a configuração dos aviões e avaliar a possibilidade de compra.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

O sobre o pós-venda russo atual, o que eu entendo é o seguinte: países como Myanmar não tem indústria de manutenção de aeronaves como países industrializados tem, então para eles mandar motores ou até aeronaves inteiras para fazer manutenção na Rússia é o único caminho. . Já países industrializados como o Brasil, estão acostumados a comprar e fazer manutenção em seu próprio território, com a mínima intervenção externa possível. Aí o modo russo “manutenção de linha de frente é com você, nível parque é comigo” não rola, pois temos capacidade de fazer manutenção pesada (que exige desmontagem da aeronave) sem… Read more »

Wagner
Visitante
Wagner

O José Luiz 28 de Janeiro de 2018 at 11:12 mandou muito bem!

A questão é que é tudo diferente do modelo ocidental de administração da coisa toda.
É outra filosofia.

Abraço.

rustam bogaudinov
Visitante

José Luiz 28 de Janeiro de 2018 at 11:12
Caro colega Oráculo
__

Sam inventou esse conto de fadas? ou existe uma fonte? )))
__

Has Sam invented this fairy tale? or is there a source? )))

at the same time ask the Mexicans-Peruvians-Colombians-Urunvaycev-Cubans-Ecuadorians and Venezuelans how can they serve Russian equipment? if you believe the fairy tale they are helped only by the Lord God!

Wagner
Visitante
Wagner

off Topic.

Que pintura incrível a do aparelho na foto que ilustra a reportagem!

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Roberto F. santana 28 de Janeiro de 2018 at 0:21
O caça da Sukhoi talvez não alcance a imbatível popularidade do MiG-21.
O MIG-21 teve seu sucesso devido a URSS empurrar goela abaixo dos países que se alinhavam politicamente à eles. Por isso que temos uma quantidade enorme de MIG-21 no mundo!

José Luiz
Visitante
José Luiz

Escrever sobre o Mig 21 demandaria o espaço de um livro, tamanha a variedade de versões do caça e suas peculiaridades. Mas o Mig 21 era sempre um compromisso restrito de capacidades. Vejam por exemplo a versão inicial, Mig 21 F era extremamente limitada em termos de autonomia e não tinha radar de busca apenas um sistema básico de telemetria, as versões posteriores eliminaram o canhão de 30 mm das iniciais e ficaram apenas com os AAM. Assim as versões que os árabes usaram por exemplo no conflito de 1973 somente tinham como armas dois mísseis R3S Atoll. Somente as… Read more »

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Roberto, primeiramente, não tenho muita preferência nessa área, apenas acho treinadores apenas um meio usado para um fim, que é criar pilotos de caça de primeira linha. Quanto mais difícil a operação destes, melhor o treinamento deve ser, obviamente. . Após olhar rapidamente o inventário da força aérea “myamarense”, me parece terem uma escala bem montada, começando pelo Grob 120P, passando pelo Pilatus PC-9 depois com o Yak-130. Os dois últimos parecem substituir os PC-7 e Chengdu FT-7, respectivamente. . Como Myanmar possui 30 MiG-29 e futuramente apenas 6 Su-30, me parece adequado só mandar a nata dos pilotos de… Read more »

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

José Luiz, acho que a solução dos pilotos de MiG-21PF/FL sem canhões, é a mesma dos pilotos de F-4B/C americanos no Vietnam contra os MiG-17. Boom and Zoom. E obviamente nunca entrar em combate em situação de inferioridade numérica.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Ah, Roberto, se me permite o ranking:
.
Treinador primário: PC-21
Treinador Avançado/”LIFT”: M346
.
Acho o M346 mais adequado que o mais potente T-50 coreano por ser de operação mais barata e segura (pelos 2 motores de “jato executivo”), permitindo mais horas de voo pelo mesmo dinheiro. A capacidade supersônica do T-50 morre na doutrina da USAF onde o T-38 só realiza voo supersônico no fim do curso, apenas como coroação do fim do treinamento. Na prática não é usada operacionalmente.

Alessandro
Visitante
Alessandro

“Rússia deve mostrar solidariedade com outros países e prestar assistência humanitária”

Rússia e assistência humanitária na mesma frase não combinam, é igual água e óleo não se misturam !

Vader
Membro
Vader

Comprar não é operar. O resto é antiamericanalhismo rastaquera… . A América faz o papel dela, que é velar para que armas poderosas (no contexto regional) não caiam nas mãos de Estados de estabilidade questionável (pra dizer o mínimo), pois em caso de conflagração interna ou externa podem servir para propósitos de genocídio ou outros crimes contra a humanidade. . Já a Rússia Neo-Czarista quer que se f. os Direitos Humanos, o negócio dela é jogar gasolina na fogueira pra reinar sobre as cinzas, sempre com muito lucro pra máfia oligarca que a comanda, como bem demonstra sua posição na… Read more »

José Luiz
Visitante
José Luiz

As primeiras versões do Mig 21 a usarem o canhão Gsh 23 fizeram através de um pod externo denominado GP 9 – (Gondola Puschechanaya), que teve muito sucesso com a India, na Guerra contra o Paquistão, sendo que inclusive foi usado para finalizar o abate de um F104 do Paquistão. Porém este pod não era uma arma padrão. Pois para instalar o pod não se podia transportar o tanque de combustível de 490 litros no cabide central o que no caso do Mig 21 fazia uma falta danada, então era uma escolha de compromisso séria, levando ainda em conta o… Read more »

Rafael
Visitante
Rafael

A força aérea Egípcia na guerra do Yom Kippur estava equipada com o MiG-21MF Fishbed-J sendo usado para interceptação e defesa junto com a bem equipada defesa anti-aérea baseada em solo. Os MIG-21 Egípcios possuíam canhão e misseis K-13, Em relação ao canhão se piloto manobrar acima de 2.5 gs desestabilizava o giroscópio e a mira teria que ser feita no olho, sobrando o K-13 como principal arma usada que é inferior ao usado pelo israelense Sparrow, Sidewinder e Shafrir que suportam uma maior carga gs, Os caças de Israel também eram equipados com Chaff, Flares e RHAW, mas não… Read more »

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

É Vader… Concordo que vc diz que na nova Rússia Neo-Czarista de Putin como vc disse: “…o negócio dela é jogar gasolina na fogueira pra reinar sobre as cinzas…” Mas dae acreditar que os EUA não fazem o mesmo é querer acreditar em Papai Noel e Cinderela. EUA fazem a mesma coisa nos países que lhe interessam mas só que o fazem que nem o Diabo faz… Influencia, incentiva e quando a merda estoura diz que não ter nada a ver com isso. Que a decisão foi única e exclusiva do país que a tomou. E agora parafraseando você: Acreditar… Read more »