Home Aviação Comercial Ações da Embraer caem mais de 5% com suposta oferta feita pela...

Ações da Embraer caem mais de 5% com suposta oferta feita pela Boeing

3137
33
Embraer E-Jets

Fabricante americana estaria disposta a pagar US$ 28 por ação da empresa brasileira negociada nos Estados Unidos, segundo ‘Wall Street Journal’; notícia desagradou o mercado no País e fez o papel fechar na mínima do dia na B3, cotado a R$ 20,65

Por Márcio Rodrigues e Renato Carvalho

Após passar boa parte do pregão desta sexta-feira, 5, acompanhando o desempenho do Ibovespa, que registrou recorde de valorização, as ações da Embraer inverteram o sentido e fecharam em queda de 5,28%, na mínima do dia.

A mudança no humor dos investidores foi causada pela notícia, publicada pelo jornal Wall Street Journal, de que a americana Boeing estaria disposta a pagar US$ 28 por American Depositary Receipt (ADR) para adquirir participação na companhia brasileira. Os operadores consideraram o valor baixo.

Os ADRs são recibos de ações de empresas de fora dos Estados Unidos negociados na Bolsa de Nova York. Cada um deles é composto por quatro ações ordinárias (sem direito a voto) da fabricante de aviões.

Segundo um operador do mercado brasileiro ouvido pelo Estadão/Broadcast, o valor de US$ 28 por ADR não inclui prêmio estratégico para a aquisição. Na última semana de dezembro, quando a negociação foi revelada, o BTG Pactual considerava que o prêmio oferecido pela Boeing poderia chegar a 50%, em um negócio que tinha potencial para atingir cerca de US$ 15 bilhões.

Segundo o jornal americano, além de acordar sobre os termos do preço, a Boeing está em tratativas com a Embraer e com as autoridades do Brasil para tentar reverter as preocupações do governo do País sobre o negócio.

As resistências se concentram principalmente sobre a área de defesa da Embraer (responsável pelas aeronaves do Exército brasileiro – sic) e, por isso, informaram as fontes, a Boeing estaria disposta a tomar medidas para proteger marca, gestão e empregos da Embraer, além de sigilos de informação.

O governo brasileiro detém uma ação especial (chamada de golden share) da Embraer desde a privatização da companhia, em 1994. Essa ação lhe dá direito de veto em decisões importantes, como a criação de programas militares e a transferência do controle acionário.

Por meio desse mecanismo, as autoridades do País têm poder de veto sobre qualquer operação que transfira o controle da Embraer.

Nove meses. Ainda é incerto se as companhias e o governo brasileiro encontrarão um acordo mutuamente aceitável – o presidente Michel Temer já afirmou que não abrirá mão do controle -, mas, se o negócio for fechado, provavelmente demoraria entre nove meses e um ano para ser concluído, disse uma das fontes ao jornal americano.

Para a Boeing, a compra aumentaria sua exposição ao mercado de jatos de negócios, que tem sido pressionado por uma desaceleração nas vendas desde a crise financeira. Do lado da brasileira, uma das vantagens seria a possibilidade de ter todos os seus modelos de aeronave comercializados pela empresa americana, que tem uma força de vendas maior.
Hoje, as duas empresas têm uma parceria para a venda do KC-390, aeronave de transporte militar desenvolvida pela Embraer. As fabricantes não concorrem diretamente, pois a brasileira tem tradição no mercado de jatos menores, com até 150 lugares, e a americana trabalha com aeronaves com mais de 160 assentos.

Procuradas, as empresas informaram que não comentam as negociações.

FONTE: Estadão/Agências Internacionais

33
Deixe um comentário

avatar
33 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
eduardoOplitaRonaldo de souza gonçalvesFarroupilhamateus Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Robsonmkt
Visitante

Se a notícia for verdadeira, os americanos estão seguindo a cartilha básica das negociações: oferecer o mínimo possível em troca do máximo possível e após isso aguardar a contraproposta brasileira. Até aí nada demais nem nada de errado. O ruim é quando – intencionalmente ou não – estas informações vazam e fazem os papéis da Embraer oscilarem para cima ou para baixo.

Antônio de Sampaio
Visitante
Antônio de Sampaio

Um E190-E2 na USAF servindo como transporte de autoridades, pois lá eles têm sua própria versão do GTE, digamos no entanto que a coisa é um pouquinho maior.
Morrrrapooiiooo….

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

Caem 5% após subir 100% em 1 dia.

andrepoa2002
Visitante
andrepoa2002

Negociação normal.

José Lemos filho
Visitante

Sem dúvida de que o movimento da BOEING foi estratégico, isso almentarar mais a pressão por parte do Brasil com os papéis em queda, fazendo com que o governo tome medidas precipitadas por causa da desvalorização, tem que aver cautela,astúcia e alta confiança pois, está em Volga os progetos a serem concluídos de extrema importância para a nossa DEFESA.

Jorge Marques
Visitante
Jorge Marques

Desvaloriza para comprar mais barato…capitalismo selvagem.

TukhMD
Visitante
TukhMD

A Boeing realmente deve ter boas expectativas quanto à integração entre as equipes técnicas das duas companhias para oferecer tudo isso. Quem analisa as finanças da EMBR3, ainda que por cima, sabe que a oferta poderia conter tranquilamente um deságio.

Caerthal
Visitante
Caerthal

Ivan,
Por favor se informe melhor.

Jr
Visitante
Jr

TukhMD, nem os acionistas da Embraer que seriam os mais interessados em vender ela concordam com o que você comentou. Se formos levar em conta que o preço da ações da Embraer na Bolsa estavam inclusive abaixo do seu valor patrimonial nos últimos tempos, não se pode considerar 5 bilhões muito, soma-se a isso que a Boeing não teria uma alternativa a curto e médio prazo para responder a associação Airbus/Bombardier

Ivan BC
Visitante
Ivan BC

José Lemos filho 8 de Janeiro de 2018 at 11:23 Jorge Marques 8 de Janeiro de 2018 at 11:24 Caerthal 8 de Janeiro de 2018 at 11:29 “””As ações da Embraer disparam nesta quinta-feira (21) após a publicação de uma reportagem do Wall Street Journal que afirma que há conversas da Boeing para uma possível aquisição da Embraer. Nos Estados Unidos, os recibos de ações (ADRs) avançam 24,46%, para US$ 24,88. Na B3 (antiga BM&FBovespa), os papéis têm alta de 2,5%, para R$ 16,91.””” Dia 20 de dezembro de 2017 = 16,48 reais por ação na BOVESTA Dia 08 de… Read more »

andrepoa2002
Visitante
andrepoa2002

“Ivan BC 8 de Janeiro de 2018 at 11:57

Outra coisa, cuidado com analistas financeiros, se estes soubessem ganhar dinheiro eles não trabalhariam nas corretoras e jornais, estariam no Caribe desfrutando do dinheiro da “bolsa”.
Abraço!”

STRIKE!

Fabio Aguiar
Visitante
Fabio Aguiar

A Boeing vai integrar as equipes técnicas dessa forma, os Brasileiros vão pra rua e o pessoal Americano fica com as vagas.

andrepoa2002
Visitante
andrepoa2002

“Fabio Aguiar 8 de Janeiro de 2018 at 12:20
A Boeing vai integrar as equipes técnicas dessa forma, os Brasileiros vão pra rua e o pessoal Americano fica com as vagas”
Sendo o Sr dono da empresa, vai optar pelo funcionário que dá lucro ou “o amor a pátria” vem primeiro?
Outro detalhe, os yankees estão “desesperados” para ganharem FGTS…

luiz antonio,
Visitante
luiz antonio,

Tem muita gente que jura de pés-juntos que saci-pererê existe e que papai-noel é brasileiro. Se depender deles o Governo “compra” de novo a EMBRAER, a VALE, a Telefônica (mudando o nome para Telebrasil) e não se incomodarão com o interminável cabide de empregos que serão gerados. Só falta ressucitarem o Getúlio e relançar o slogan “O Petróleo é Nosso”. Quanta baboseira. Melhor irem trabalhar para arrecadar os impostos para pagarem toda a farra.

luiz antonio,
Visitante
luiz antonio,

Atenção: A 2ª GM já acabou. A URSS implodiu. O muro de Berlim foi derrubado. A China Nacionalista virou Capitalista para o resto do mundo. A Guerra Fria acabou. Hoje, o Global Soucer, permite que a GM tenha ações na Ford, na Volkswgen, na Mercedes-Benz, na Saab e sabe lá Deus onde mais e as outras, por sua vez, todas com ações na GM e entre o resto delas. Estamos em 2018, a Web existe e já estão pensando em outra concorrente dela. O Getúlio morreu e os esquerdóides estão sendo internados. A Embraer e a Boeing estão negociando provável… Read more »

Robsonmkt
Visitante

Provavelmente a integração vai manter os funcionários “chão de fábrica” e a turma da engenharia e projetos pois são mão de obra altamente qualificada cujos salários devem ser uma fração de seus colegas dos EUA. Já os cargos de confiança e de tomada de decisão devem ser substituídos por executivos da matriz como é de praxe neste tipo de negociação. Como é a cabeça que controla o corpo e não o contrário, a Embraer terá braços brasileiros, pode até vestir a camisa da seleção para fazer um agrado, mas sua cabeça será norte americana.

Robsonmkt
Visitante

Sugiro aos colegas que do discutamos ideias, posicionamentos e projeções sem a necessidade de adjetivarmos negativamente quem pensa diferente. Além de não acrescentar 1 milímetro que seja de força a argumentação, ainda acirra desnecessariamente os ânimos em um debate que poderia ser muito instrutivo e construtivo de não tiver esse clima de fla-flu.

Marcelo-SP
Visitante
Marcelo-SP

Só para manter o ruído da notícia dentro da racionalidade. O importante para o governo brasileiro e o país é a negociação das salvaguardas dos interesses econômicos e estratégicos atrelados à golden share. O valor da compra é uma disputa de preço entre a Boeing e os atuais acionistas, que em sua maioria nem brasileiros são.

Caio
Visitante
Caio

O termino do processo de privatizacao de uma empresa que participa na producao belica de um pais, para um grupo estrangeiro como a EMBRAER e uma perda, para qualquer pais serio e independente nao precisa ser genio para raciocinar tal fato,mas ser serio e independente nunca foi objetivo dos fundadores ou dos seus descendentes que sobre nois mandam ate os dias de hoje, portanto, venda- se, entregue ou alugue-se logo.

Eduardo de Castro
Visitante
Eduardo de Castro

Não, o KC-390 não é o avião mais bonito do mundo. Mas é uma foto dele que está definida como plano de fundo da área de trabalho do meu PC. Porque é um projeto brasileiro, que me dá orgulho, não da empresa, mas de meus conterrâneos, do ITA, das Universidades Brasileiras, etc. Sua produção, junto com o ST e os E-Jets vai para o controle da Boeing? Então eu lamento muito. Não apenas pelo meu orgulho de ser brasileiro (que tenho de sobra) mas pelo orgulho de quem rompeu décadas do paradigma de sermos um país que só exporta minério,… Read more »

Hélio
Visitante
Hélio

andrepoa2002 8 de Janeiro de 2018 at 12:18
Isso também vale para os apologistas “liberais” da internet? Hehe

mateus
Visitante
mateus

Como eu venho dizendo: A Embraer tem que ser privada de capital fechado.

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

A guerra fria acabou? …A guerra fria escancarada, apenas esta. A guerra pelo domínio mundial continua como sempre, desde o século XX, adentrando este novo séc. XXI. Porém, tudo evolui, as armas, táticas e estratégias. Quanta ingenuidade de alguns e traíragem de outros, postularem que tudo é apenas movimentos de mercado. – Vamos voltar a fazer apenas carrinhos de pipoca e enxadas por conta do imediatismo e falta de NACIONALISMO de vários brasileiros. Uma ferramenta de decisão e de sucesso das nações líderes é justamente a visão e o planejamento a longa data, os tais planos de Estado. Negociações que… Read more »

Ronaldo de souza gonçalves
Visitante
Ronaldo de souza gonçalves

Esse nagocio não vai dar em nada apenas vendas de ações compradas pela Boeing,já que o governo não abre mão do controle que firma é boba de colocar nuito dinheiro nisto.Vai ser uma parceria em alguns nichos alguns setores.Particularmente acho que essa e a melhor opção para o Brasil,defender as tecnologia a custa de muito dinheiro,e muitos anos é muita pesquisa.Pensem senhores que mal a tecnologia do grispen começou a chegar já querem tirar do nosso controle.

luiz antonio,
Visitante
luiz antonio,

Farroupilha 8 de Janeiro de 2018 at 17:18
Seu comentário foi interesante. Imagino que ja esteja angariando fundos para adquirir a maioria das ações da Embraer e assim impedir essa negociação. Estou certo?

luiz antonio,
Visitante
luiz antonio,

Farroupilha 8 de Janeiro de 2018 at 17:18
Em tempo:
Qual o “planejamento a longa data” dos governos brasileiros. Aliás ao que que o colega se referiu são Programas de Estado que jamais existiram no Brasil. Ou o colega tem alguma informação secreta que ninguém até agora teve acesso?
Abraços

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Luiz antônio, Planejamento a longa data… Claro que me refiro ao que deveríamos ter… Que é algo importante que nações poderosas têm… Pensar e agir não só em cima do presente mas em termos de futuro bem mais adiante também. Sei muito bem que nossa nação carece disto. – Quanto as ações da Embraer… Posso te dizer que certas atitudes para investimento nelas (e de outras empresas), expostas aqui e em vários outros canais de informação estão totalmente equivocadas. E por acaso meu trabalho é na área de investimentos do mercado financeiro. Observação: Até mesmo na Bovespa, certas propagandas de… Read more »

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Luiz antônio,
Uma confidencialidade então, podes rir se quiseres, rsrs!
Tem gente lá fora que sente cheiro de ouro no Brasil.


Mas um dia nós brasileiros ainda vamos valorizar nossas potencialidades e riquezas, como elas verdadeiramente merecem, todas, inclusive nossa rica humanidade verde amarela, tão maltratada.
Eita! Maltratada por nós mesmo. Alguns vão afirmar.
Sim, mas apenas em parte, não totalmente, pois não somos, nem nunca seremos, inatingíveis por forças e interesses de fora.
Temos que nos cuidar interna e externamente.

luiz antonio,
Visitante
luiz antonio,

Farroupilha 8 de Janeiro de 2018 at 20:07 Caro colega Apesar de diferentes opiniões em alguns aspectos, quero deixar claro que não quis ser ofensivo e se assim passei essa impressão, te peço desculpas. O maior inimigo do Brasil é seu próprio povo que não se respeita. Infelizmente a grande maioria dos cidadãos pensa, em primeiro lugar, em obter vantagens a qualquer custo. Ludibriar alguem, mesmo sem vantagens financeiras já é motivo de orgulho para muitos, por ter sido “mais experto”. Todos se lixam para o Brasil. Ser nacionalista no Brasil é estar fadado ao inferno e a propria imprensa… Read more »

Oplita
Visitante
Oplita

Eduardo de Castro Estou contigo nessa! Os novos bárbaros acreditam que a Embraer, Petrobrás e outras são apenas empresas como outras quaisquer… Mas não são. Há nelas conteúdo de geração de brasileiros que dedicaram a vida para engrandece-las e as tornarem o que são. Há um sentido substancialmente político e nacional no sucesso destas empresas. Há uma crença profunda que o sucesso dessas empresas é em grande parte o sucesso do Brasil e da inteligência do nosso povo, através das universidades e institutos, também públicos, mas não somente, que permitiram fazer o que elas são hoje. Tudo isso é muito… Read more »

Caerthal
Visitante
Caerthal

Há muita coisa sendo dita e a imprensa internacional está combinando melhor as informações vazadas com reais possibilidades de mercado. Infelizmente pouca gente no país conhece a dinâmica complexa do segmento aeroespacial então a especialidade é o disse-me-disse. A conversa tem que ser demorada porque este é um casamento de interesses e as várias pontas do negócio deverem ser satisfatoriamente amarradas. Parceiros com o Governo Brasileiro/FFAA, SAAB, Sierra Nevada, …tem receios legítimos. Ou seja não é na força bruta, arrisco que teremos mais 1 mês até entendimento sair. Um fator que poderia causar pressa em casos assim, que seria a… Read more »

eduardo
Visitante

O GOVERNO e a EMBRAER devem fica ATENTOS a esta negociaçao com a BOEING para que nao ACONTEÇA com a Embraer o mesmo que aconteceu com as Empresas e seus respectivos paises de origem : [ Alimentando um cancer PLZ MIELC Governo da Polonia ] , [ AEROVODOCHODY Governo TCHECO PERDAS de 1 BILHAO DE DOLARES COM A BOEING E A SIKORSKY. VEJAM LA NO SITE: defesaereaenaval.com e leiam se e nocivo ou nao estas transaçoes negociaçoes de Empresa Estrategicas dos EUA com outros paises e vejam o que aconteceu . EUA so querem deixar a todos sobre seus dominios… Read more »

Eduardo de Castro
Visitante
Eduardo de Castro

Oplita 8 de Janeiro de 2018 at 20:49

Sim. Com tristeza, ouço daqueles que defendem a venda de nossa escassa indústria de ponta: “é a Economia, estúpido!”.

Acredito que esse é o atalho mais curto para nos transformarmos numa grande Venezuela. Mas eu devo ser mesmo estúpido: eu achava que essa ideia era exclusiva do Foro de São Paulo.