Home Aviação de Caça BAE Systems anuncia venda de 24 jatos Typhoon ao Qatar por £...

BAE Systems anuncia venda de 24 jatos Typhoon ao Qatar por £ 5 bilhões

3655
46
Eurofighter Typhoon

Negócio ajudará a garantir milhares de empregos em Warton, em Lancashire, e inclui suporte e treinamento para a Força Aérea do Qatar

A BAE Systems anunciou um contrato de £ 5 bilhões para fornecer aeronaves Typhoon à Força Aérea do Qatar.

O acordo, que ajudará a garantir empregos no Reino Unido, inclui um pacote de suporte e treinamento. O contrato está sujeito a condições de financiamento e deverá ser cumprido até meados de 2018.

Ele fornecerá 24 aeronaves Typhoon, com entrega prevista para começar no final de 2022. Cerca de 5.000 pessoas na Grã-Bretanha são empregadas para fabricar o Typhoon, principalmente em Warton, em Lancashire.

Charles Woodburn, diretor executivo da BAE, disse: “Estamos muito satisfeitos por começar um novo capítulo no desenvolvimento de um relacionamento de longo prazo com o estado do Qatar e as forças armadas, e estamos ansiosos para trabalhar ao lado do nosso cliente enquanto eles continuam a desenvolver sua capacidade militar.

“Este acordo é um forte endosso às capacidades líderes do Typhoon e sublinha o longo histórico da BAE Systems de trabalhar em parceria bem-sucedida com nossos clientes”.

Gavin Williamson, o secretário de defesa, que supervisionou a assinatura do acordo com o seu homólogo Qatari, Khalid bin Mohammed al-Attiyah, disse: “O contrato garantirá o trabalho na linha de produção em Warton na próxima década”.

Ele também concordou com um pacote de treinamento e cooperação entre as forças aéreas sob as quais eles trabalharão juntos com mais regularidade, incluindo pilotos Qatari e equipe terrestre que receberão treinamento no Reino Unido.

O Qatar é o nono país a comprar o Typhoon, com a primeira aeronave entregue ao Omã neste ano.

Um porta-voz do sindicato Unite disse: “O governo deve seguir esta notícia, sinalizando sua intenção de proteger empregos de fabricação do Reino Unido altamente qualificados, promovendo uma encomenda para substituir a frota envelhecida dos Hawk do Red Arrows, além de apoiar o Advanced Hawk, que está em desenvolvimento”.

FONTE: The Guardian

NOTA DO PODER AÉREO: com essa compra, o Qatar tem sob encomenda 36 F-15QA, 36 Rafale e 24 Typhoon. Nada mal para um país de apenas 11.437 km2.

46
Deixe um comentário

avatar
46 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
40 Comment authors
SoarespanglossGainethLuís HenriqueRinaldo Nery Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Marcos

Os F15 são pedidos firmes?

Marcos
Visitante
Marcos

Falta comprar F35 e Su57.
Depois vende duas unidades de cada um dos cinco para os chineses, que tem tanto dinheiro que não sabem o que fazer.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

36 Rafales, 72 F-15Q e agora 24 Typhoons. O Qatar constrói uma força aérea de respeito acendendo uma vela para santo no Ocidente.

Alejandro Perez
Visitante
Alejandro Perez

Sempre disse: : dinheiro não é problema, é solução !

Jr
Visitante
Jr

Será que eles tem pilotos para tudo isso, ou vão ter que comprar no ocidente também, que nem eles fazem com a Qatar Airways? Isso ai tá mais com cara de compra de apoio do que qualquer outra coisa, eles não precisam desses caças, ainda mais depois de ter comprado F-15 e Rafale

André Lourenço
Visitante

São duas excelentes aeronaves, mas poderiam ter apenas um modelo, afinal elas foram projetadas para a mesma função, portanto concorrentes no mercado internacional de geração 4++

Se dinheiro não é problema porque não investir num projeto de quinta geração.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Jr, concordo. Alguns meses atrás a Arábia Saudita acusou o Qatar de financiar terrorismo e assim escanteá-los do Oriente Médio. Como o Qatar já tinha bases de países estrangeiros operando por lá, essa compras fortalecem alianças para contrapor a investida saudita.

TukhAV
Visitante
TukhAV

Tudo bem, é ou será uma força aérea “de respeito”, mas a necessidade de ampliar as ligações geopolíticas fez com que os qataris comprassem aparelhos redundantes entre si. Todos os jatos tem desempenho próximo. Se fosse apenas uma escolha técnica poderia recair apenas sobre um canard europeu, o que diminuiria os custos logísticos e de aquisição. E ainda contratar o desenvolvimento de um caça de quinta geração com a Saab ou Airbus.

Guilherme
Visitante
Guilherme

Não é questão de quantidade, de preço ou mesmo de caças. É uma comunicação aos países da região que estão pressionando o Catar.

Dan01
Visitante
Dan01

Compraram F15, Rafale e agora typhoon. Estao montando uma baita força aerea, imagina so o custo pra manter isso tudo.

Tico
Visitante

Um país com um território tão pequeno, e terá uma força aérea muito superior a de todos os países da América Latina juntos, como dizia seu Omar: trágico, trágico.
Poxa, que inveja..😠

Manock
Visitante
Manock

Caramba! Imagina os caras treinando? quem tiver acesso aos relatórios acaba com 90% das celeumas nos blogs mundo a fora. rsrs

EParro
Membro
Member
EParro

36 Le Jaca e 24 tufões!
Estes caras vão gastar uma grana na “revisão do 10.000”, que não vai ser brincadeira.

Paulo Jorge
Visitante
Paulo Jorge

Importante reforço, porém aquém do efetivo da Arábia Saudita e do Egito.
Em se tratando de um território minúsculo, nada mau.

Sds

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Convertendo e dividindo… USD 232 milhões cada Tufão !
.
Mas em 11.000 km2 não tem muito onde dispersar não.
.
AS acusar de financiar terrorismo é o cúmulo da hipocrisia.
.
Nenhum país do OM compra Gripens… será que eles acham que o caça nórdico vai derreter por lá ? Ou que é pobrinho e não agrega status ? Os brimos adoram ostentar.
.
Os Rafales do Qatar são integrados para usar armamento que não seja francês ?

Alex II
Visitante
Alex II

NOTA DO PODER AÉREO: com essa compra, o Qatar tem sob encomenda 36 F-15QA, 36 Rafale e 24 Typhoon. Nada mal para um país de apenas 11.437 km2.

Vai ter engarrafamento aéreo.

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Delfim, comprar Gripen valeria o apoio sueco na esfera política. Mas eles querem mesmo é o apoio de quem tem influência: EUA, França, Inglaterra…. Suécia não valeria muita coisa nessa balança!

Ricardo Da Silva
Visitante
Ricardo Da Silva

O Qatar vai abrir uma loja de “semi-novos” ?!?!?
kkkkk

Carlos A Soares
Visitante
Carlos A Soares

O Iväny Jr deve estar em festa, Tufão é a praia dele.
Tem que contar isso para um certo piloto Paquistani, objeto de matéria recente no PA.

Leonel Testa
Visitante
Leonel Testa

Pode se um excelente caça mas é caro pra burro

Almeida
Visitante
Almeida

Que salada! Parece a gente pegando comida no restaurante quilo! :”)

Só pra garantir as alianças mesmo, porque operacionalmente não faz o menor sentido.

Carlo D'Pará
Visitante
Carlo D'Pará

Achei essa nave de treino usada pelo Iraque ao digitar errado o site aero http://www.aero.cz/en/about-us/media-center/news/aero-has-accomplished-development-l-39cw/

Augusto
Visitante
Augusto

Eu nao entendo, a população do Reino unido totalmente a favor do combate ao terrorismo mas ao mesmo tempo é a favor de vender armas para um pais que comprovadamente apoia grupos terroristas so pra gerar emprego, nao me parece um trade off interessante so serve pra criar teoria de conspirações contra o RU.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Eles tem a Índia como seu farol norteador ??

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

/\ ops, Força Aérea da Índia quis dizer…

Gavião 15
Visitante
Gavião 15

Até inde eu tinha conheciment seriam 24 Rafale, e eu desconhecia os F-15. Mas a pergunta que fica é: o que fazer com tantos caças? tem gente pra pilotá-los? e pior, para mantê-los?

Gavião 15
Visitante
Gavião 15

Até onde sei, 24 Rafales são já encomendas firmes, e os 12 adicionais são opções de compra, não compra fechada.

Leonardo
Visitante
Leonardo

Acho que a questão não é somente militar.

A briga com a Arábia saudita vai ser feia.

Com essas compras eles garantem que não sofrerão embargos comerciais, o vínculo com o Velho Mundo vai garantir que as fronteiras fiquem abertas.

Abraços

Jean-Marc Jardino
Visitante

Gaviao 15, Sao 24 Rafales sendo entregues, mais 12 firmes para 2019, e tem uma carta de intencao de mais 26 Rafales a partir de 2020….

Jean-Marc Jardino
Visitante

Gaviao 15, Sao 24 Rafales sendo entregues, mais 12 firmes para 2019, e tem uma carta de intencao de mais 36 Rafales a partir de 2020….

Jean-Marc Jardino
Visitante

AAAAAA nao podemos esquecer, um certo pais tupiniquim, da America do Sul, do tamanho de um continente, ainda espera o primeiro Gripen NG, quem sabe la para 2025, e pior so um prototipo ate agora, pois eh, quem tem dinheiro vai e compra e quem nao tem, tem que ficar esperando….

Tiger 777
Visitante
Tiger 777

Quem tem vizinhos como ele ( basta ver o mapa), tem de estar armado até os dentes. Nós vamos de Gripen sim, bem obrigado. Ė um super caça, e que nòs podemos manter.

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Jean-Marc Jardino 11 de dezembro de 2017 at 11:43
Não vais resolver teus problemas pessoais e frustrações de vida destilando esse tipo de comentário por aqui…. procure um especialista… aqui não vais resolver nada.

Gabriel2
Visitante
Gabriel2

O seguro morreu de velho , o Qatar sofreu um embargo dos vizinhos e uma ameaça de invasão…tem que investir em defesa mesmo!

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Jean-Marc Jardino 11 de dezembro de 2017 at 11:46
Com a complacência da moderação, esse tipo pinta e borda por aqui….ofende, mente, calunia, sujeito baixo e abjeto.
Queima completamente o site, que ser quer respeitado… mas nada faz para impedir tal comportamento.

Jefferson Ferreira
Visitante
Jefferson Ferreira

Alguma coisa deve tá acontecendo que não estamos sabemos…

hamadjr
Visitante

OMG como tem gente com sentimento de vira latas fazendo relação da compra do Qatar com os JAS-39, por favor vamos dar um tempo, o coisa chata quando aparecer o primeiro NG na FAB ai eu quero ver o que vai ser dito.

J.Silva
Visitante
J.Silva

Ter Typhoon e Rafale na mesma Força Aérea não tem lógica alguma, aeronaves muito semelhantes. Seria a mesma coisa de ter F-15 e Su-35, ou F-16 e Gripen. Só posso acreditar que é uma estratégia para evitar embargos, tipo a da Índia mesmo.

Danilo José
Visitante
Danilo José

Estranho o arranjo da força aerea do qatar, mas manter os aliados é muito importante tambem manter americanos, franceses e agora ingleses todos contentes e prontos a ajudar o qatar em uma retaliação do principe saudita, não ha motivo para manter aeronaves de configuração equivalentes a não ser pura geopolitica e estratégia.

Manuel Flávio
Visitante
Manuel Flávio

Jean-Marc Jardino 11 de dezembro de 2017 at 11:46

Prezado Jean-Marc Jardino,

Sugiro que vc pesquise sobre os propósitos do FX2, que vai muito além de uma mera compra de prateleira como o Rafale vem sendo exportado, bem como o cronograma de recebimento dos Gripens da FAB, que aliás está em contrato e nunca foi alterado.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

O Qatar é o primo rico da India.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Acho engraçado essa polêmica sobre o FX-2: por que não isso, por que não esse, por que não aquele….
Por que não tenho Ferrari? Não tenho dinheiro pra comprar? Não tenho dinheiro pro seguro? Não tenho dinheiro pro IPVA? Ou não tenho dinheiro pras revisões? Ou pra tudo?

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

O Catar está buscando apoio político, fortalecendo alianças comerciais e militares.

O Kadafi, quando a Líbia começou a ser atacada, disse que voltava atrás na decisão e aceitava adquirir caças Rafale.
Não deu tempo.
Deveria ter adquirido os caças Rafale ANTES do início do conflito.
Quando a França percebeu que estava perdendo o aliado e os BILHÕES EM COMPRAS, perceberam que era um ditador que fazia mal ao seu povo. E derrubaram o regime.

Gaineth
Visitante
Gaineth

Rinaldo Nery 11 de dezembro de 2017 at 23:41 Não tenho dinheiro pro combustível………:)

pangloss
Visitante
pangloss

Se o Qatar materializar todas essas compras anunciadas, vai ter que manter patrulha aérea 24h por dia, 7 dias por semana, por falta de território.

Soares
Visitante

E a gente operando com os supersônicos F-5 “modernizados” de 30 anos e o subsônicos AMX, eita FAB