quarta-feira, dezembro 1, 2021

Gripen para o Brasil

USAF transporta equipamentos de resgate submarino à Argentina

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

C-5M Super Galaxy do 22º Airlift Squadron decola da Travis Air Force Base, Califórnia, em 18 de novembro. O C-5 foi encarregado de entregar capacidades de resgate submarino da Marinha dos EUA à Argentina para auxiliar na busca do submarino da Armada Argentina ARA San Juan. As aeronaves do Air Mobility Command estão fornecendo equipamentos e conhecimentos especializados para ajudar uma nação amiga. (Foto da Força Aérea dos EUA)

Três aeronaves C-17 Globemaster III e uma aeronave C-5 Galaxy do Air Mobility Command (AMC) da Força Aérea dos Estados Unidos estão transportando o sistema de resgate de submarinos do Undersea Rescue Command (URC) da US Navy, incluindo a Câmara de Resgate Submarino (SRC) e o Veículo de Operação Remota (ROV) de Miramar para Comodoro Rivadavia, Argentina.

Os quatro aviões estavam programados para partir de Miramar em 18 de novembro e chegar na Argentina em 19 de novembro.

O segundo sistema de resgate, o Módulo de Resgate Pressurizado (PRM) e o equipamento de apoio serão transportados através de voos adicionais e estão programados para chegar à Argentina no início da próxima semana.

O C-5 foi encarregado de entregar capacidades de resgate submarino da Marinha dos EUA à Argentina para auxiliar na busca do submarino da Armada Argentina ARA San Juan.

Segundo a USAF, as aeronaves do Air Mobility Command estão fornecendo equipamentos e conhecimentos especializados para ajudar uma nação parceira.

Para conhecer o equipamento de resgate submarino que a Marinha dos EUA está enviando à Argentina, acesse o site Poder Naval clicando aqui.

- Advertisement -

68 Comments

Subscribe
Notify of
guest
68 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcio

Isto que é país sério e bem equipado! O planeta não seria o que é sem os USA

Renan

O site naval não ta carregando será que ta com problemas

Glasquis7

Gente, se o sistema que estão enviando é a Câmara de Resgate Submarino, então deverá ser operada desde o navio chileno Cabo de Hornos que acaba de ser certificado pra resgate submarino no mês passado operando essa câmera.
http://www.elsur.cl/impresa/2017/10/16/full/cuerpo-principal/7/
É a que está na imagem em detalhe e se não estiver errado, pode resgatar a outo tripulantes de cada vez.

rafael

Prezado Glasquis7, a MB tem essa capacidade de resgatar submarinistas ???

William

Tempo – Palavra que eles não tem, o socorro deles tem que vir pelo mar, cada hora que passa mais acaba o curto tempo que eles tem. Imaginem o terror que deve ser: Sem comunicação, energia, preso em um “caixão” no fundo do mar com a estrutura ameaçada pela pressão. São 44 pais, filhos, irmãos, tios, amigos, são 44 histórias diferentes, neste momento tempo é o que mais eles precisam e o tempo insiste em fugir deles, pois no mar navios demoram ao chegar em um ponto distante ao sul da America. Tem gente ainda criticando um, ou outro, que… Read more »

Paulo

Sempre nessas horas os americanos com toda a sua bagagem e recursos correm para ajudar qualquer um que precise no planeta. A propósito, os ¨ídolos¨ das esquerdas (Russia, China, Cuba, Venezuela, etc) ofereceram ajuda também?

marcelo km

Cadê a ajuda russa ???

Felipe

Nesses horas vemos que não é a China ou a Russia que se prontificam para ajudar.

Guizmo

Exatamente. Quando os mineiros do Chile passaram por aquela situação angustiante em 2010, foi com a assistência dos EUA que foram resgatados com vida.

Jmgboston

A Russia fez um ótimo trabalho escondendo o acidente com o Kursky , não sei se é assim que se escreve, e para finalizar conrratou uma conpanhia estrangeira para o resgate dos corpos. O único interesse da China hoje é ser bater os States como potência e seguir sua vida copiando sem autorização Scanias, trens de alta velicidade alemâes, etc, etc. Por que esoerar ajuda deles?

pgusmao

Sorte dos argentinos poderem contar com auxílio americano, pois se tivessem de aguardar nossa ajuda estariam em péssimas mãos, o navio de resgate de submarinos da MB zarpou só hoje. O tal Ministro da Defesa com curso “incompleto” de psicologia é um desastre.

Jr

pgusmao, cara antes de comentar tenha a certeza de ter todas as informações para embasar tal comentário. Já que você esta criticando, poderia nos dizer quando que a Argentina solicitou a ajuda do Brasil? Quando que a mesma aceitou a ajuda feita pelo Brasil antes mesmo deles pedirem? Tenha acompanhado o noticiário argentino e fóruns de lá, em um primeiro momento a armada de lá negou todo tipo de ajuda internacional (Brasil, Chile, Uruguai, Inglaterra e EUA). Eles só aceitaram quando a notícia explodiu na imprensa de lá, é nisso já se tinha passado quase 48 horas

Roberto

o ministro estava em viagem de turismo no Canada…kkkk ele já devia ter pedido pra sair, é um desastre na pasta! incompetência total se perder o Ocean, eu mesmo taco um ovo nele!

Roberto

os Americanos estão carregando 3 aviões, C-17, o primeiro acaba de descer em Comodoro Rivadavia

JT8D

pgusmao 19 de novembro de 2017 at 9:16
Há algum NAVIO americano participando das buscas ou se dirigindo para a área?

Roberto

Oficial @USNavy, Tres aviones C-17 Globemaster III y un C-5 Galaxy transportarán el sistema de rescate y un vehículo operado a distancia desde Miramar a Comodoro Rivadavia http://www.navy.mil/submit/display.asp?story_id=103417 ….
#Submarino ARA San Juan

Renato Vieira

Caro Bosco…

Como usamericanus são maus, so agem em benefício próprio e/ou com segundos interesses Não?

Ninguém é líder por acaso, ninguém se mantém no topo por acaso….os americanos são patriotas, dedicados, parceiros e sempre pensarão e irão agir como grandes e isso não é demérito mais sim mérito, aliás, um dos nossos vários defeitos é quase sempre pensar pequeno. Vida longa aos EUA, porque se o mundo precisar e vai precisar deles, eles estarão a disposição e a postos… nem que para isso coloque a vida de alguns de seus filhos em risco e gaste alguns $$$.$$$.$$$.$$$.$$$

JT8D

Roberto 19 de novembro de 2017 at 10:15
Roberto, como você pode ser tão leviano e irresponsável? O ministro estava a trabalho, participando de uma reunião sobre missões de paz internacionais, onde aliás se encontrava também o ministro da defesa argentino. Se você não tem a mínima ideia daquilo sobre o qual está comentando, por favor, abstenha-se

Paulo

Que americanos malvados! Cadê os bondosos chineses e russos que estão fazendo os States não dormirem direito?

JT8D

Pronto começou o vira-latismo. Como se também não participássemos de missões humanitárias com nossos paupérrimos recursos. Os EUA fazem o que fazem porque tem recursos para tal, mas não me venham com essa de que são moralmente superiores, seres celestiais que desceram à terra. Não é crítica a eles, pelo contrário, mas é incrível como qualquer notícia serve como pretexto para achincalhar o Brasil

Antonio de Sampaio

São os primeiros a chegar em tudo, para jogar bombas também.

Renato Vieira

Antonio de Sampaio 19 de novembro de 2017 at 10:33
São os primeiros a chegar em tudo, para jogar bombas também.

Verdade…talvez por isso Japão a Alemanha são tão pobres e atrasados…se voltarmos logo antes à derrubada do muro seria melhor de compreender isso.

JT8dê, não é viralatismo….é real….recursos temos acpntece que os nossos recursos vão para onde não deveriam, logo é problema nosso, la eles sabem v otar e se v otam errados em uma na próxima sabem corrigir. Aqui quAndo muito fizemos foi a metade do dever de casa, e de 90 para cá desaprendemos de vez!

JT8D

Renato Vieira 19 de novembro de 2017 at 10:55
Não vamos sair do contexto do blog. Estamos falando de ajuda aos argentinos na busca ao submarino, não de política. Mas alguns insistem em falar de política e contaminar todo e qualquer assunto com suas ideologias. Voltando ao tema do post, o Brasil está fazendo tudo que está ao seu alcance (que é limitado) para contribuir com nossos vizinhos nessa hora difícil. Tenho certeza que nossos militares que estão indo para lá estão dando o melhor de si e não merecem muitos dos comentários que tem sido feitos aqui

Renato Vieira

JT8D 19 de novembro de 2017 at 11:01
Renato Vieira 19 de novembro de 2017

É só vc tocar seus comentários sem se preocupar com os dos outros, não precisa querer ganhar o “debate”..aqui tem muito disso!

Só para deixar claro…nao fugi muito do topico Não, pois ajuda humanitária é política e nossas gloriosas FFAA da qual fiz parte com muito orgulho são subordinadas e por vezes amordaçadas à elas…ou a eles.

JT8D

Renato Vieira 19 de novembro de 2017 at 11:10
Não quero ganhar nada, apenas participar do debate, você me permite?

MadMax

Somos da OEA amigos.
Todos nós da terra nova a terra do fogo temos um compromisso de mais de 100 anos, iniciada na união internacional das repúblicas americanas, de nos defender e prestar ajuda mútua, não pense que será diferente se os EUA forem atacados, por quem quer que seja, lutaremos ao seu lado.

MadMax

Desculpe acho que me errei, salvo engano, o Canadá não está no TIAR, é ligado aos britânicos ainda.

F-5

Infelizmente misturam política em uma hora dessas..

overandout

Abriram a porteira do G1 pra cá?

SmokingSnake 🐍

Se a Rússia não conseguiu resgatar nem seu próprio submarino a 100m de profundidade e deixou os sobreviventes morrerem emitindo sinais de socorro porque não queriam ajuda, imagina se vão ajudar alguém. O custo de deslocar três C-17, um C-5 galaxy e um P-8 poseidon não é nada barato, ninguém mais faria isso principalmente esses governos de esquerda que só se preocupam em se eternizar no poder, a ódio deles dos EUA não passa de inveja.

Silva

No caso do acidente com o submarino Kursk no ano 2000, os russos não aceitaram ajuda dos EUA ou de qualquer outro país do mundo, por um motivo óbvio, o Kursk era uma arma estratégica para a Rússia e havia o temor em Moscou, que ao aceitarem ajuda de governos estrangeiros, o submarino pudesse ser “espionado”. Só para se ter uma idéia de como era imponente o submarino russo, o Kursk era propulsado por dois reatores nucleares, em conjunto com duas turbinas á gás. Possuía 154 metros de comprimento, 18 de altura (equivalente a um prédio de 4 andares), largura… Read more »

Mahan

Como assim? Aquela área marítima não é responsabilidade da Marinha do Brasil.

Sérgio Luis

Será que não tem dedo da Royal Navy nesse sumisso?!?!
Nada é impossível! E tudo que nada pode se afogar!

Sérgio Luis

Exemplo:
Caso da corveta Cheonan sul coreana que não deu tempo nem de falar “aí” e foi pro fundo do mar com um torpedo norte coreano!
“Los hermanos ai que tener que abrir los ojos!”

MATHEUS

Vish, já vai começar as teorias conspiratórias? Non acredicto!

helio

Viés político e teorias conspiratórias num assunto desses…… cês num tem mais o que fazer não?! Achar que a RN “pode” ter “sumido” com o ARA San Juan…. deixa para lá……

Walfrido Strobel

Para os EUA isto é muito mais do que uma ajuda humanitária, é uma oportunidade real de usar seu equipamento de salvamento de submarinos em uma missão de resgate em profundidade, por isso mesmo que tenha um custo altíssimo, valerá a pena para eles.
No Atlantico, em um acidente com um país sul-americano é natural que o apoio maior esteja vindo dos EUA, não surpreende.

F-5

Agora eu sei porque passei anos sem comentar por aqui…
As expressões depreciativas de cunho político, teorias da conspiração absurdas…
O G1 foi transferido para cá? (02)

Fernando "Nunão" De Martini

F-5, desejo boa sorte em encontrar lugares pra comentar que não sofram com o mesmíssimo problema. Você vai precisar.

Rinaldo Nery

Só uma pergunta: percebi que no Forte o debate político é, de certa forma, incentivado pelas matérias. É proposital? Por que não se ater aos temas militares, como aqui? É só uma dúvida, não é crítica.

Fernando "Nunão" De Martini

Rinaldo, a resposta tem dois aspectos: 1- o Forte também foi pensado para concentrar um pouco mais as questões de geopolítica e afins, atendendo a uma demanda inicial e que também foi se estabelecendo de forma meio natural, sem necessariamente ser incentivada. Com o tempo, essa “cara” se estabeleceu, e acaba incorporando a discussão política e ideológica. 2 – com essa personalidade do Forte já estabelecida, para o bem e para o mal, acaba servindo como válvula de escape para o PN e o PA ficarem mais livres dessa praga que é o fla-flu político partidário na Internet. Enfim, um… Read more »

Rinaldo Nery

Obrigado. As matérias sobre o Bolsonaro foram “batalha campal”.

Fernando "Nunão" De Martini

Nem tento ler.
Praticamente só vejo as relacionadas a operações e equipamentos, e os comentários de alguns excelentes frequentadores.

Exceção praticamente só para matéria sobre a morte de Moniz Bandeira, onde li tantas barbaridades xucras que não resisti a colocar minha opinião, pois apesar de eu ser um historiador que, incomumente, não é de esquerda, leio, aprecio, analiso e critico os textos e contribuições dos que são (ou eram, no caso do falecido), abominando a postura de absoluta pobreza intelectual do “não li e não gostei”.

Rinaldo Nery

Entendo. Nem sempre acordamos de bom humor, e num post numa dessas matérias podemos ofender alguém, e isso nunca é bom. Depois perdemos a credibilidade ao postar em matérias mais técnicas. Tenho me policiado quanto à isso, mas nem sempre conseguimos controlar o mau humor.

Alessandro

A economia da China tá ótima pelo que eu sei, tão comprando tudo na américa latina, cadê a ajuda deles ?? Tem que vim o “malvadão” do norte pra salvar a pele dos outros, pq se depender dos chineses e russos esquece !

Fernando "Nunão" De Martini

Foi só falar…

Fernando "Nunão" De Martini

Keep walking, Rinaldo, ou melhor, keep flying!

Sérgio Luis

Matheus e Hélio Vocês acham que meus comentários tem viés político!?! Penso que seja um raciocínio simplista e leigo nos assuntos de história militar naquele local por parte de vocês! Por isso que sempre sugiro que leiam mais, busquem se instruir e contribuir com este ano de só criticar! Não se você ouviram falar por “aí” sobre o conflito entre Argentina e Inglaterra no início da década de 80?!? Caso não saibam houve uma guerra no local onde esse Sub desapareceu e que é interessante vigiada pelas RN! Adoraria ver um comentário construtivo por parte de vocês! Obs Sem recentimentos… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

Sergio, o que a Inglaterra ganha com isso? O que ela pode perder? Por que faria algo assim agora? Três perguntas simples para tentar ver se essa sua hipótese se sustenta.

JT8D

Sérgio Luis 19 de novembro de 2017 at 21:43
Recentimentos nunca (ressentimentos, talvez)

JT8D

Espero que meu comentário tenha sido construtivo

Sérgio Luis

Nunão,
Lógico que estou divagando sobre uma possibilidade bem distante absurda e improvável que um submarino argentino não adoraria circundar as Malvinas!
Até porque não há mais interesse dos argentinos sobre as Malvinas!
Totalmente um absurdo essa minha suposição! Ou melhor não está mais aqui quem disse!

Sérgio Luis

JT8D,
Será aceito de bom grado suas correções ortográficas!
Importantíssimo!
Grato!

André Bueno

Fernando “Nunão” De Martini 19 de novembro de 2017 at 21:47 Sérgio Luis 20 de novembro de 2017 at 5:18 Escrevo apenas como um exercício, sem qualquer pretensão. A Inglaterra nada ganharia, afinal não estão em conflito. As perdas poderiam vir de alguma improvável resolução da ONU e redução nas relações políticas e comerciais por parte de algum país, talvez a Rússia, mas não creio que isso ocorreria de fato ou por longo tempo [o comércio tem “voz” mais alta do que a ideologia, na verdade o comércio está tomando o lugar da ideologia política em muitos espaços]. Eventualmente a… Read more »

Últimas Notícias

Brave Eagle AJT entregue à Força Aérea da República da China (RoCAF)

A Aerospace Industrial Development Corporation (AIDC) de Taiwan entregou o primeiro treinador a jato avançado T-5 Brave Eagle à...
- Advertisement -
- Advertisement -