Home Aviação Comercial Dubai Air Show 2017: EgyptAir seleciona Bombardier CSeries

Dubai Air Show 2017: EgyptAir seleciona Bombardier CSeries

1691
30
Bombardier C Series C300 – Egyptair, ilustração da Bombardier

A Bombardier anunciou que a companhia EgyptAir assinou uma carta de intenção para a compra de até 24 aeronaves CSeries.

A carta de intenção prevê 12 aeronaves CS300 como parte de um primeiro pedido, com direitos de compra de mais doze.

A preços de lista, uma encomenda firme como essa seria de US$ 1,1 bilhão. Caso os direitos de compra sejam exercidos, o valor dobra a US$ 2,2 bilhões a preço de tabela.

No acordo assinado, Safwat Musallam (CEO da EgyptAir) afirma:

“Nós selecionamos as aeronaves CSeries porque o seu excelente alcance nos permitirá atender melhor os destinos domésticos e regionais, incluindo cidades árabes vizinhas, Oriente Médio e vários destinos europeus. Isto é, além da economia excepcional da aeronave CS300 e cabine excelente. Estamos ansiosos para expandir nossa rede com o CS300 e estamos felizes em ver que a parceria anunciada com a Airbus proporcionará suporte adicional ao programa CSeries”.

A Bombardier também está feliz, com Fred Cromer, (presidente da Bombardier Commercial Aircraft) afirmando:

“Estamos entusiasmados com a EgyptAir selecionando a aeronave CS300 para renovar sua frota”, afirmou.

“A perspectiva de mercado de 20 anos da Bombardier prevê demanda por 450 aviões na categoria de 60 a 150 lugares para a região e esta LOI confirma a necessidade de aeronaves de tamanho certo no Oriente Médio. Estamos confiantes de que nossa pequena CSeries de um único corredor é ideal para atender os ambientes de temperatura quente da região e, sem dúvida, proporcionará desempenho e economia que gerarão maior rentabilidade”.

Esta é uma vitória importante para a CSeries que agora tem o apoio da Airbus.

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Adriano R.A.
Adriano R.A.
3 anos atrás

Parece-me que a Embraer só está presente no Dubai Air Show com a aviação executiva. Nada de E2 ou KC-390, ou A-29…

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

Infelizmente não escolheram o E2 pra renovar a sua frota : (
Resta saber se o os aviões foram vendidos abaixo do preço…

Delmo Almeida
Delmo Almeida
3 anos atrás

O E2 foi sim pro DAS.
A Airbus vendeu 430 A320NEO.

Antonio de Sampaio
Antonio de Sampaio
3 anos atrás

Pergunto aos mais entendidos, se a Embraer não dormiu no ponto em abrir mão de fabricar aviões maiores, já que capacidade para isso, indiscutivelmente já possui.
Não é a Bombardier que está vendendo, é a Airbus.

Adriano R.A.
Adriano R.A.
3 anos atrás

A Airbus fechou uma venda gigantesca, de 430 A320/321neo… coisa de quase US$ 50 bi.

Adriano R.A.
Adriano R.A.
3 anos atrás

Ops… Perdoem-me a repetição…
Não vi o E2 na lista do site do evento, mas pode haver um erro.

Walfrido Strobel
3 anos atrás

Estes 12 CS300 vão substituir 8 A320/321 maiores antigos que vão sair de operação nos próximos anos, é uma experiencia de colocar um avião menor e mais rentável nas rotas menores em que os A320/321 não voam lotados dando pouco lucro.

Marcos
Marcos
3 anos atrás

Vendeu por quanto?

Marcos
Marcos
3 anos atrás

Carta de intenções!
Acho que vou assinar uma carta de intenções para comprar 30 G650, um para cada dia do mês.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
3 anos atrás

A Embraer está muito bem inserida em seu nicho de mercado, deixa ser.

E mais, vem aí um turbo-hélice na faixa de 70 pax. Esperem que o anúncio será em 2018.

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

Não, o E2 não está em Dubai. Os cinco protótipos estão no Brasil. A Embraer levou apenas o mock up do interior do E2 pra Dubai.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
3 anos atrás

Por falar em EMBRAER, o Super Tucano também não está no DUBAI AIR SHOW?
E esse tal NOVAER/Calidus B-205, que motor ele usa? Qual o seu desempenho? Quanto custa?

Adriano A.R.
Adriano A.R.
3 anos atrás

Uma pena o KC-390 não estar lá.

Walfrido Strobel
3 anos atrás

O hungaro Kovács József Gábor, no Brasil Joseph Kovács não projeta mais aviões, tem quase 92 anos e veio ao Brasil em 1948 com 23 anos para fugir da situação na Hungria no pós guerra depois de se formar Engenheiro Mecânico em primeiro lugar na Escola Técnica Superior do Reinado Húngaro. No Brasil teve a sorte de trabalhar como 1° assistente do famoso engenheiro alemão Heinrich Focke, que desistiu do Brasil pois segundo ele aqui se aprovam projetos e depois não aprovam verbas para o projeto. Kovács participou de vários projetos, mas se destacou no T-25 e T-27, não é… Read more »

Walfrido Strobel
3 anos atrás

Publiquei este post acima sobre Joseph Kovács no tópico errado, se os editores quiserem apagar é melhor.

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

O KC já visitou a região duas vezes. Qual a necessidade de ir lá esse ano novamente?

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Matheus.
É parecido com a coca cola.
Todo mundo conhece. Mas não pode parar de fazer propaganda…

JT8D
JT8D
3 anos atrás

O CS300 é um avião de uma categotia acima do E2, maior e com mais alcance. O conorrente do E2 seria o CS100

Mauricio R.
3 anos atrás

Quem compra CS 300, não vai comprar E-195E-2.
No mais agradeciam a Boeing por terem tornado o patinho feio, o concorrente a ser batido.

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

Não, o E190 E2 é o concorrente do CS100 e o E195 E2 do CS300. Ambos têm vantagem em uma coisa ou outra.

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

Maurício R.
O concorrente a ser batido?

Mauricio R.
3 anos atrás

Isso mesmo, o concorrente a ser batido.

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

Mister M.
O CSerie tem 360 encomendas firmes. E mais de 240 cartas de intenção.
O E2 tem 285 pedidos firmes. E mais de 400 cartas de intenção. Muitos clientes só estão esperando a certificação pra poderem fechar a compra do avião, até agora a briga está sem favoritos. Deixa de ser um Troll e dizer o que não sabe. Não sei porque tanto “ódio” da Embraer algum engenheiro da Embraer roubou sua namorada? Ou você deve ser mais um esquerdista que clama pela estatização da Embraer.

RicardoFerreomodelismo
RicardoFerreomodelismo
3 anos atrás

MATHEUS 15 de novembro de 2017 at 22:02 Mister M. O CSerie tem 360 encomendas firmes. E mais de 240 cartas de intenção. . Matheus, em verdade há algumas vendas do CSeries no “limbo”: – 40 CS300 para a Republic Airways: eram destinados à Frontier. Depois que a Republic se desfez da Frontier os aviões não se encaixam mais no escopo de negócios da empresa que agora é voltado ao mercado regional para até 76pax; – 10 CS100 para a Odissey Airlines: pretendia operá-los no trecho London City LCY – New York JFK. É uma startup e ainda não conseguiu… Read more »

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

Muito bom, Ricardo! Essa venda para a Delta era pra ter sido do E190 E2, mas a BBD chegou vendendo cada CS100 a 20 milhões abaixo do preço. Não há quem resista. Uma venda do E2 também foi pro “limbo” a Air Costa Indiana havia comprado 25 E190 E2 e 25 E195 E2 ou seja, 50 aviões com opção para mais 50. Chegando a 100 E2! Venda estimada em U$D 5,2 Bilhões. Mas, infelizmente a Air Costa tem um futuro incerto, acho até que já fechou as portas. Uma pena.

RicardoFerreomodelismo
RicardoFerreomodelismo
3 anos atrás

Matheus, boa noite ! A Air Costa fechou as portas. A Embraer inclusive já retirou a venda do backlog do E2. Vender para os indianos e chineses é sempre complicado. Na India, com raras excessões, poucas aéreas sobrevivem. Na China, tudo depende da aprovação governamental. Mesmo pedidos formalizados levam até anos para terem o aval do governo. É sempre uma negociação complicada. Na reunião dos BRICS efetuada este ano na China foi anunciada a venda de 20 EJets, mas até o presente momento o contrato não foi formalizado. Vender para startups é sempre complicado: em 2015 a Bombardier anunciou uma… Read more »

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

É Ricardo pelo jeito a Azul vai ser mesmo a maior operadora do E195 E2. Abraço… 🙂

Walfrido Strobel
3 anos atrás

MATHEUS 16 de novembro de 2017 at 18:00
Muito bom, Ricardo! Essa venda para a Delta era pra ter sido do E190 E2….
Matheus, a venda para a Delta que foi perdida pela Boeing foi esta abaixo que era de 20 E190 usados e 40 Boeing 737. Não era de E190E2 novos.
. http://www.aereo.jor.br/2015/06/11/delta-comprara-e190-da-boeing

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
3 anos atrás

Nister M. tô rindo a toa.

Maurício manda um CV atualizado que eu envio pro meu truta na Embraer, tem vagas para Portugal.

Em 90 dias os E2 estarão certificados.

MATHEUS
MATHEUS
3 anos atrás

Obrigado pela correção Walfrido. 🙂