Home Arte Aviation Art no Brasil – Alexandre Guedes

Aviation Art no Brasil – Alexandre Guedes

6764
21

Comece falando sobre você, onde nasceu, qual sua profissão e de onde veio seu gosto por aviação.

Alexandre Guedes, designer gráfico

Meu nome é Alexandre Guedes, tenho 42 anos, nasci em São Paulo, cresci em Curitiba e moro em Natal a 28. Sou casado com Priscilla e pai de Matheus, Pedro e Thomaz. Há 18 anos trabalho como designer gráfico, já passei por várias agências de publicidade aqui em Natal, e em 2009 eu montei a Tentáculo Comunicação e Design. Hoje o nosso carro chefe é o desenvolvimento de embalagens e atendemos desde clientes locais de pequeno porte a grandes indústrias nacionais.

A minha paixão pela aviação, eu acho que já nasceu comigo, pois não me lembro de quando e nem como começou. Quanto aos desenhar, aprendi com a minha avó paterna. A dona Joanita, que era professora de artes. Então uma vez que se aprende a desenhar, você nunca mais esquece. Aí você começa a aliar o seu desenho ao que você gosta. Lembro-me que uma vez, quando eu tinha sete anos de idade, fiz um desenho sobre a Guerra das Malvinas e o mesmo foi publicado em um jornal de Recife, através de um amigo do meu pai, que era jornalista e nesse mesmo ano, eu fiz a minha primeira viagem de avião. E aí fui crescendo e via que nos meus cadernos da escola, tinham mais aviões, carros e robôs desenhados, que as tarefas escolares.

Quando começou a desenhar aviões? Você começou no papel ou foi direto no computador?

Sempre gostei muito de profiles, e sempre me perguntava porque esses desenhistas só colocam dois trens de pouso nos aviões, se todos têm pelo menos três. Então comecei a fazer os meus próprios desenhos, durante muito tempo no papel, depois passei para o computador, pois como trabalho com isso, passei a usar as técnicas que uso nos meus trabalhos, para desenhar também como hobby. Mas eram desenhos bem primários, feitos completamente no Corel Draw.

Mas tudo mudou, quando em 2015, eu vi um desenho publicado em um livro e tinha um erro grosseiro em um profile, eu resolvi comentar no blog do autor e ele me respondeu perguntando se eu desenhava profiles. Quando eu respondi que não, ele me disse que não discutia sobre os seus profiles, com quem não sabia desenhar. E foi assim que em novembro de 2015, depois de muitos anos, eu resolvi voltar a desenhar aviões, na forma de profiles e o primeiro foi o Embraer EMB-312 Tucano AT-27. Só que agora com softwares bem mais poderosos.

Quais os softwares que usa para fazer suas artes?

Inicio todos os projetos, fazendo uma pesquisa pesada pela internet, em busca de todas as fotos possíveis, da aeronave que quero desenhar. Após separar tudo que vou precisar, e horas observando as imagens e quando consigo montar uma espécie de mapa detalhado daquela aeronave, na minha cabeça, já sei que é a hora de começar a desenhá-la.

Então vou para o Corel Draw e desenho uma silhueta da aeronave, todas as linhas das seções, todos os rebites possíveis, trens de pouso, partes móveis, todos os textos, enfim, a base de tudo. Após essa parte, que por sinal leva dias, pois só desenho à noite, eu vou levando “peça por peça”, para o Photoshop. Que é onde finalizo os profiles, fazendo todos os jogos de luzes e sombras, para dar os volumes necessários em cada área das aeronaves.

Quais são seus aviões preferidos?

Eu sou apaixonado pela aviação militar do inicio dos conflitos do Vietnam, até o final dos anos 90, em particular o F-14, F-15, F-16, F-4, F-5, A-6, F-105 e por aí vai. No entanto, também gosto muito dos designs dos aviões que a EMBRAER fez, T-27, A-29 e A-1. Além de muitos outros que não dá pra listar.

Como nasceu a ideia das artes dos F-5?

Quando eu comecei a desenhar profiles em 2015 e publicar os desenhos na minha página do Facebook, tomei uma decisão de que cada avião que eu fosse desenhar, se ele tivesse sido usado pela FAB, eu faria toda a suas pinturas nesta força. Mas quando comecei a fazer o primeiro, que foi o A/T-27, eu fiz todas as suas pinturas básicas operacionais que ele teve em todas as forças aéreas que operou e acabei ficando com isso na cabeça. Então quando chegou a vez de desenhar o F-5, eu fiz mesma coisa, só que dessa vez fiz um contato com uma editora de livros militares, na Polônia e eles resolveram publicar 44 dos meus profiles em um livro, que foi lançado há pouco mais de um mês. E no total, eu já fiz quase 100 profiles das variantes do F-5 E/F que existem no mundo.

Quais os projetos que você está trabalhando atualmente?

Estou montando uma loja virtual para vender os meus profiles em forma de pôsteres e acho que em mais ou menos um mês já estarei vendendo. Mas se você está falando em desenhos de profiles, no momento estou fazendo os A-26 B, C e K, da USAF e os B-26 B e C da FAB, B-25J FAB, B-24 PB4Y-1, Xavante, F-4 B, J, E e G, e mas recentemente o Gripen.

Quais são os seus projetos futuros?

Publicar os meus profiles em alguma revista nacional (porque teve uma revista aqui do Brasil que me disse que não publicaria os meus desenhos, porque ainda sou amador). Mas também estou fechando algumas parcerias importantes que poderão gerar uma série de publicações digitais e impressas, em inglês e português. Ainda não posso citar os nomes dos envolvidos nesse projeto, mas só tem gente de primeira. E também acho que todo mundo que gosta de aviação militar vai comprar essa ideia.

Quais as dicas que você dá para aqueles que querem começar a trabalhar com ilustração digital?

Crie o seu próprio estilo. Com o tempo as pessoas vão começar a notar que aquela ilustração é sua. No meu caso, que ilustro profiles, eu não uso aqueles desenhos em três vistas, porque você pega 10 de uma mesma variante de aeronave e os 10 são diferentes e os profiles feitos a partir desses desenhos, quase sempre são cheios de erros. Sendo assim, prefiro observar as fotos, que são provas reais que aquilo que eu quero ver, existe. Tente fazer desenhos realistas, que por mais que você não consiga, eles sempre ficarão muito legais.

 

tentaculodesign@gmail.com

21
Deixe um comentário

avatar
21 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
21 Comment authors
Allan PaganiniVagner SilvaRinaldo NeryhammadjrFrancisco Soares Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Hugo
Visitante
Hugo

Parabens pelo belo trabalho !!!!

Alexandre Neves
Visitante
Alexandre Neves

Parabéns. Belo trabalho.

Lucius
Visitante
Lucius

Excelente trabalho. Quem já leu muito sobre matérias de aviação no Brasil, já viu muito do trabalho do Sr. Alexandre Guedes.

Dennis
Visitante
Dennis

Puxa….sem palavras.

Belíssimos !!!!!

LucianoSR71
Visitante
LucianoSR71

Belíssimos!!! Se eu tivesse $$ ( tô numa pindaíba de dá gosto, rs ) encomendava: P-38, Mosquito, A-1 Skyraider, Handley Page Victor ( tem um design exótico ) e, logicamente, SR-71. Parabéns.

André Bueno
Visitante
André Bueno

Ótimo!

Jacson H. Rossato
Visitante
Jacson H. Rossato

Belo trabalho!

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Parabéns pelo belíssimo trabalho!
Desconhecia o AMX italiano com essa pintura do 103rd Indians. Lindo demais!
Aguardando o site.

Guizmo
Visitante
Guizmo

Um mais lindo que o outro, espetacular. Esse A-1 biplace da Fab ta sensacional. Outro incrível é o F-103

Agnelo
Visitante
Agnelo

Excelente!!!!!

JOEL EDUARDO SOARES
Visitante
JOEL EDUARDO SOARES

Parabens !

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Quem aqui montou o P-47 do “Senta a Púa” que vinha naqueles kits plásticos?? todo verdinho… ________ Sobre esses trabalhos, quando eu era criança, tinha um cara na minha rua que fazia carrinhos a partir de latas de óleo, no tempo que o óleo só era vendido em latas, e naqueles latas quadradas ainda, Óleo Mazola, uma lata verde quadradona, nunca esqueço, só depois que evoluiu para as latas redondas, era impressionante como eram bem feitos, fazia aqueles Galaxis, mas tinha vários modelos, bem pintadinhos, com todos os detalhes, o interessante é que o carrinho ficava com um molejo, como… Read more »

Thom
Visitante
Thom

Estupendo.
Parabéns por esse excelente trabalho.
A-29 do equador tem umas das pintura mais lindas dos ST.

Uirassú Litwinski Gonçalves
Visitante
Uirassú Litwinski Gonçalves

Bom dia Alexandre.
Meu nome é Uirassú, mas meu nome de guerra na FAB é Litwinski. Sou coronel, já reformado.
A tempos procuro, para presentear um ex cadete da FAB, da turma de 1953, um profile de PT-19.
Será que você o possui em seu acervo? Se houver, é possível dar-lhe o prefixo 0376? Você poderia vender um exemplar?
Obrigado e parabéns pelo seu trabalho.
Sou também fanático pelos trabalhos de Frank Wutton.
Abraço fraterno.
Litwinski

Hawk
Visitante
Hawk

Muito bom! Parabéns!

Fernando Bernardes
Visitante
Fernando Bernardes

Bom dia Alexandre.
Sensacional esta reportagem sobre você.
Meus parabéns.

Francisco Soares
Visitante
Francisco Soares

Parabéns pela dedicação e esmero na sua arte. Trata-se de uma trabalho artesanal, personalíssimo e belo. Suas gravuras tem vida!!!
Aqui no Sul o Esquadrão Pampa (1º/14) utilizou um padrão de pintura cinza com as letras “CO” (Canoas) na deriva e o também padrão de camuflagem “Vietnam”. Aguardando a Loja Virtual. Sucesso.

hammadjr
Visitante
hammadjr

Simplesmente maravilhoso, coloca a venda ai para nós.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Faltou os E/R-99.

Vagner Silva
Visitante

Prezado Alexandre Guedes, parabéns pelas artes, principalmente no que tange a reprodução das aeronaves utilizadas nas Forças Armadas.
Aproveitando o canal, gostaria de sugerir a inclusão nesta página da aeronave T-25 Universal, utilizada na instrução aérea da Academia da Força Aérea, em Pirassununga/SP, uma aeronave que representa muito para a FAB, por ser o primeiro contato do cadete com a atividade.

Allan Paganini
Visitante
Allan Paganini

Boa noite Alexandre Guedes,
Durante a pesquisa na internet o seu trabalho foi o melhor que encontrei, parabéns!!!
Meu nome é Allan e sou mecãnico de aeronaves. Gostaria de saber se Sr. autoriza a usar a imagem da aeronave D4 Senta a Pua / P-47 , para ser a logon de minha micro empresa. Desde já agradeço e aguardo seu retorno!