Home Aviação de Ataque Embraer anuncia ‘pedido firme’ para seis Super Tucanos

Embraer anuncia ‘pedido firme’ para seis Super Tucanos

8376
81

São Paulo, 16 de outubro de 2017 – A Embraer anunciou hoje pedido firme de 6 (seis) aeronaves de ataque leve e treinamento avançado A-29 Super Tucano para um cliente não revelado. As aeronaves poderão ser utilizadas para treinamento tático e avançado bem como em missões de ataque leve e ISR (inteligência, vigilância e reconhecimento). As entregas serão concluídas em 2018.

O A-29 Super Tucano é uma aeronave turboélice durável, versátil e potente capaz de executar uma ampla gama de missões, mesmo operando em pistas não preparadas. Em mais de dez anos de operação, o Super Tucano já alcançou um excelente histórico de desempenho: mais de 320 mil horas de voo e mais de 40 mil horas de combate. Com mais de 150 configurações de armamentos certificadas, o avião está equipado com tecnologias avançadas em sistemas eletrônicos, eletro-ópticos, infravermelho e laser, assim como sistemas de rádios seguros com enlace de dados e uma inigualável capacidade de armamentos.

DIVULGACÃO: Embraer

81
Deixe um comentário

avatar
81 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
49 Comment authors
teropodeFlankerGustavofabio jefferHélio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Nickless
Visitante
Nickless

Roberto existe algum ST que não seja feito pela EMBRAER?

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Eu chuto que seja para Sri Lanka. Houve assinatura de acordos da Embraer por lá esses dias… eu até brinquei dizendo que eles bem que poderiam pedir uns ST junto… rsrsrs

Bardini
Visitante
Bardini

Pelo que eu li, parece que é para as Filipinas.

Ribeiro
Visitante
Ribeiro

Nickless, você já ouviu falar da Sierra Nevada? Empresa que a Embraer é sócia, e Fabrica ST nos EUA… e os lá produzidos, por uma questão do cenário de uso, saiu com uma blindagem extra na fuselagem….
São esses que não são feitos na Embraer…
Abraços

Jr
Visitante
Jr

Pode ser as Filipinas, eles já tinham escolhido os super tucanos na concorrência deles e estavam em estágios finais de negociação para fechar o pedido firme justamente de 6 aeronaves

Jr
Visitante
Jr

Roberto, creio que os ST feitos na fábrica da Embraer também estão saindo com o Kit blindagem, olhe esse da Força Aérea do Mali que foi fabricado nesse ano

http://www.airliners.net/photo/Mali-Air-Force/Embraer-A-29B-Super-Tucano-EMB-314/4115817

Nickless
Visitante
Nickless

Ribeiro, sei exatamente quem é a SN… na verdade minha pergunta foi retorica pois mesmo sendo fabricado nos EUA com uma sócia o ST continua sendo fabricado pela EMBRAER.

JOSE SIMAS OLIVEIRA
Visitante
JOSE SIMAS OLIVEIRA

Caro Roberto:

Sua lista de potenciais compradores e’ boa, tenho alguns comentários e faço um ordenamento de probabilidades. Antes exclui alguns países.

Creio que o Peru já’ fechou negocio com os Coreanos. Moçambique teria que contar com financiamento favorecido do BNDES. A Tailândia se quiser tem grana. A Nigéria depende de aprovação dos USA. A Suécia teria condições e a Guatemala depende dos USA.

1. Líbano
2. Tailândia
3. Nigéria
4. Paraguai
5. Suécia
6. Guatemala

Jeff
Visitante
Jeff

Os senhores se esqueceram da Argentina??? 😀

B Amado
Visitante
B Amado

Esse País Cabo Verde
Não tenho 100% de certeza mas, assiste apresentação de dois super tucanos no aeroporto da Praia (Cabo Verde) a 3 dias…

JOSE SIMAS OLIVEIRA
Visitante
JOSE SIMAS OLIVEIRA

Tamandare e Bardini,

Vocês tem uma boa dica dos asiáticos: Filipinas e Sri Lanka também são quentes…

Stanaka
Visitante
Stanaka

Os ST da Sierra Nevada são fabricados nos Estados Unidos ou montados a partir de kits fornecidos pela Embraer?

wwolf22
Membro
Trusted Member
wwolf22

Nigeria…

wwolf22
Membro
Trusted Member
wwolf22

uma pergunta aos entendedores, qual o preço de fabricação do ST brazuca e o ST gringo ???

wwolf22
Membro
Trusted Member
wwolf22

preco= custo

JOSE SIMAS OLIVEIRA
Visitante
JOSE SIMAS OLIVEIRA

Trata-se de uma plataforma versatil com muitas possibilidades de melhorias “à-la-carte”.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Stanaka 16 de outubro de 2017 at 11:43

A fuselagem desses A-29 é construída pela EMBRAER em Gavião Peixoto -SP sendo depois enviada para os EUA, onde são montadas nas instalações da empresa em Jacksonville, Florida. A Sierra Nevada entra para fazer a integração dos sistemas.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

wwolf22 16 de outubro de 2017 at 11:48

todo A-29, brasileiro ou gringo, é produzido em Gavião Peixoto! Nos EUA eles são montados em Jacksonville e a Sierra Nevada faz a integração de sistemas. Quanto ao preço esses A-29 “gringos” são vendidos via FMS ou seja, por preços mais vantajosos.

Eduardo von Tongel
Visitante
Eduardo von Tongel

Podia ser o Paraguai também, mas acho que eles estão quebrados para isso.

Se não me engano eles tinha2 tucanos só, onde a embraer foi lá dar manutenção em ! deles para que os paraguaios tenham 1 UMA aeronave voando.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

A ladainha de que os ST de JAX não são da Embraer começou cedo hoje…

Stanaka
Visitante
Stanaka

HMS TIRELESS, obrigado pelas informações

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Leandro Costa 16 de outubro de 2017 at 12:16
Verdade! E você pode falar 500.000 vezes que eles 500.001 vezes vão insistir.

Matheus
Visitante
Matheus

Provavelmente Filipinas. Apesar de não fazer muito sentido falarem que é um cliente “não revelado” sendo que o próprio governo filipino já tinha escolhido a aeronave.

Caerthal
Visitante

Enquanto isso o mítico Textron AT-6B KitKat (chamar de Wolverine é exagero) emplaca um total de zero encomendas para zero operadores. Mas é claramente superior …

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Pergunta: quantas unidades de cada tipo do OA-X, os EUA pretendem mandar para o Oriente Médio para os testes “em campo”? Pode muito bem ser essa seis unidades…

JOSE SIMAS OLIVEIRA
Visitante
JOSE SIMAS OLIVEIRA

Clesio Luiz,
Podes estar certo!

Vitor Batinga Cardoso
Visitante
Vitor Batinga Cardoso

São para Nigeria. Essa é minha aposta!

Walfrido Strobel
Visitante

Matheus 16 de outubro de 2017 at 12:25
Matheus, pode ser mesmo as Filipinas para repor os Bronco, estes países pequenos costumam revelar suas compras em datas festivas com toda a pompa desnecessária.

WILSON JOSÉ S JUNIOR
Visitante
WILSON JOSÉ S JUNIOR

Bom..eu prefiro as placas blindadas laterais ao lado da cabine do que uma pintura de Picasso……

carvalho2008
Visitante

Vou chutar so para provocar…
.
1a) Argentina….kkkkk….
2a) Paraguai…

Marcio
Visitante
Marcio

Foram doados 06 st para p Libano pelo governo dos eua. 02 já foram entregues.

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Todo mundo esqueceu, mas pode ser a Bolívia.
E ainda tem o Paraguai.
________________
Filipinas e Líbano não contam, pois já foram anunciados, o Líbano até já recebeu dois… e as Filipinas são dadas como algo certo… pois foi o vencedor na concorrência…
Quem sabe pinta uma surpresa com algum país do continente.

André Bueno
Visitante
André Bueno

Sugestão de leitura e post sobre o experimento da USAF:

Thinking Smaller, the Air Force Learns a Thing or Two: After evaluating “light attack” aircraft, the military likes what it sees.

Read more at http://www.airspacemag.com/daily-planet/will-air-force-finally-get-back-light-attack-180965151/#bl7xxmx2lCh0z67B.99

https://www.airspacemag.com/daily-planet/will-air-force-finally-get-back-light-attack-180965151/

Glasquis 7
Visitante

Só pra não perder o costume de puxar a sardinha pro meu lado: A ARCh realiza um estudo pra ver a viabilidade de incorporar capacidades navais aos A 29 pra substituir os P7 Pilatus. Curiosamente, seriam 6 unidades a serem substituídas.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Alguém tem noção de quais capacidades navais poderiam ser incorporadas aos Super Tucanos? Sensores, armamentos?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Alex, se eu tivesse que especular, acredito que a suíte ISR, provavelmente com alguma especificidade para a função, poderia servir como patrulheiro marítimo atrás de tráfego de ilícitos por pequenas embarcações. Talvez algum armamento mais apropriado pudesse ser integrado. Quem sabe algum armamento stand off leve como os Hellfire pudessem ser integrados para esse fim? Enfim, apenas especulação, e acredito que qualquer integração seria cara à menos que houvessem clientes de peso interessados, mas não vejo por que ST’s não poderiam ser utilizados para esse fim, complementando aeronaves de patrulha de maior porte para engajamento de alvos navais de pequeno… Read more »

André Bueno
Visitante
André Bueno

Alex Nogueira 16 de outubro de 2017 at 14:23

Uma sugestão:

http://sistemasdearmas.com.br/ca/p29.html

IvanStop
Visitante
IvanStop

Certa vez li que a FAB tem um numero X do kit de blindagem para os ST da mesma, porem só não utilizam por conta do cenário de operação dos nossos Tucanões. Porem caso for nescessario pode ser feita a instalação do mesmo.

Tiger 777
Visitante
Tiger 777

Meu sonho é ver a Embraer, produzindo um caça, num consórcio com outros países.
Infelizmente, não deu pra pegar a onda lá do caça da Coréia do Sul. Mas talvez, antes de partir pra um caça, uma parceria pra fabricar um jato de treinamento como o M-346, já seja um primeiro passo…

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Tiger 777… já ouviu falar em um tal de Xavante?

JOEL EDUARDO SOARES
Visitante
JOEL EDUARDO SOARES

PREZADOS BOA TARDE, POR GENTILEZA ALGUÉM PODE INFORMAR O QUANTITATIVO DE VENDAS, E PAÍSES EM QUE FORAM VENDIDOS OS S.T. e os Textron AT-6B ?
Curiosidade em saber o placar desta competição mundo a fora.

ronaldo de souza gonçalves
Visitante
ronaldo de souza gonçalves

Acho que o super tucano deveria ter um motor mais potente para maiores velocidades,redesenha-lo para ser mais aceito no comercio mundial.talvez poderia redesenha-lo não como um turbohelice mas a jato mesmo.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Pra mim é Nigéria.

Matheus
Visitante
Matheus

Ronaldo

Se fazer ele a jato ele perde um dos maiores motivos dele ser tão barato e aclamado.

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Excelente aeronave para apoio aéreo aproximado e contra insurgências. Desejo de coração que vendam muito. KC390. Fico torcendo e muito também. Gripen, espero que sejam mais de trinta e seis e que a FAB possa recuperar sua Força de dissuasão. Tudo a seu tempo e não mais lenga lenga de parar projeto e lançar dinheiro fora. Torço e continuarei atento. Parabéns Embraer,Parabéns FAB. Abraços a todos.

Tiger 777
Visitante
Tiger 777

Rssssssssss, valeu Leandro Costa, inclusive o xavante foi exportado para vários países. A Líbia o utilizou durante a guerra do Chade. Valeu, pela lembrança.

carvalho2008
Visitante

Dificil imaginar um projeto mais minimalista mas com as qualidades do Super Tucano: a) Vel acima de 550 km/h b) Eletronica de ponta similar a um F-16 exceto radar c) Custo Hora voo abaixo de US$ 1.000,00 d) Tempo de voo/missão de até 6 horas e) 1,5 ton de carga externa . Para estes mesmo desempenho, um projeto acaba incorrendo em soluções maiores, mais pesadas e custosas… . No entanto, acho que a evolução dos TO podem demandar soluções ainda menores, similares a UAV´s ou UCAV´s ou até tripulados, para uma verdadeira guerra urbana de resistencia. Rustico como vetor, mas… Read more »

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Botswana está com $$$ na mão para gastar.

Gripen BR
Visitante
Gripen BR

André Bueno. Bacana a sugestão de leitura do artigo. Nunca tinha imaginado essa possibilidade. O artigo é de 2006, de lá pra cá há muita novidade em relação a radares e sensores. Super SeaTucano seria uma dessas espetacular, simples e engenhosa solução. Como um complemento a aeronaves com maior alcance e mais capazes ( que sempre são adquiridas em lotes pequenos seja pela FAB ou MB), poderia ser adotado em volume e marcar presença com frequência, devido ao baixo custo operacional. Não sei se há algum almirante namorando está idéia, imaginando a mudança de doutrina pela qual passará a marinha,… Read more »