Home Aviação Comercial Embraer apoia painel na OMC para examinar subsídios da Bombardier

Embraer apoia painel na OMC para examinar subsídios da Bombardier

1326
8
Bombardier C Series

São Paulo, SP – 29 de setembro, 2017 – A Embraer apoia o estabelecimento do painel na Organização Mundial do Comércio (OMC), em Genebra, para que o órgão examine os mais de USD 3 bilhões em subsídios que a Bombardier recebeu dos governos do Canadá e de Quebec. Com a aprovação do pedido feito pelo governo brasileiro, serão investigados valores aportados em mais de 25 programas da empresa.

O estabelecimento do painel ocorre na mesma semana em que o Departamento de Comércio (DoC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, anunciou uma determinação preliminar condenando os subsídios do governo canadense à Bombardier. Na última terça-feira (26), o DoC concluiu que os subsídios canadenses à fabricante canadense justificam a imposição de uma sobretaxa de 219% sobre as importações de C-Series nos Estados Unidos.

“Entendemos que a decisão do Departamento de Comércio reforça o pleito do Brasil no painel aberto nesta sexta-feira na OMC”, disse Paulo Cesar Silva, CEO da Embraer. “A companhia canadense recebeu subsídios dos governos locais que lhe tem permitido oferecer o avião a preço artificialmente baixo. Estes subsídios, que foram fundamentais para o desenvolvimento e sobrevivência do programa C-Series, configuram uma prática insustentável que distorce todo o mercado global, prejudicando concorrentes às custas do contribuinte canadense. Para que o segmento de jatos comerciais continue sendo disputado entre companhias, e não entre governos, é fundamental que as condições equânimes de competição sejam respeitadas.”

O entendimento do governo brasileiro, compartilhado pela Embraer, é de que os subsídios concedidos pelo governo canadense são inconsistentes com os compromissos assumidos pelo Canadá na OMC.

FONTE: Embraer

8
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
JNSTeixeiraJT8DMauricio R.MatheusNonato Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Era de se esperar. Segue o baile.

Ederson Joner
Visitante

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Claro que sim, como poderia ser o contrário?
Essa é boa.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Era mesmo de se esperar. Enfim… hora de botar a pipoca no fogo… 😛

Nonato
Visitante
Nonato

Na Wikipédia consta que a United ia fazer uma compra grande.
Mas a Boeing ofereceu desconto de 73% o que significaria 22 milhões por cada 737…
Assim, pode? Não é contra as leis do comércio?
O custo de desenvolvimento do 737 já foi mais que amortizado ao longo de 50 anos…

Matheus
Visitante
Matheus

Embraer é aquele cara com o óculos 3D comendo pipoca.

Mauricio R.
Visitante

Abre o olho Brasil, esse argumento da Boeing é absolutamente alinhado ao ideário do Trump de empregos na América (do Norte) para norte americanos!!!! Amanhã ou depois o mesmo pau que ora bate na Bombardier, pode bater na Embraer e a empresa não terá os mínimos escrúpulos em transferir empregos do Brasil para a Florida para agradá-los. Alias já faz isso através do fabricação dos Phenoms e dos Legacy 450 e 550, na Florida. Antes era a conversinha de se fazer a montagem final e de interiores, hoje essas aeronaves são completamente fabricadas lá. Basta um ameaço e o mesmo… Read more »

JT8D
Visitante
JT8D

É impressionante como a Bombardier tem tantos fans no Brasil ! Isso me lembra da época em que Senna competia contra Alan Prost e havia brasileiros torcendo para o francês. Eita povinho vira-lata! Merecemos tudo de ruim que nos acontece (e ainda é pouco)

JNSTeixeira
Visitante
JNSTeixeira

As manicure píra!!!!!!!!!! Já não sabem a quem apoiar.Antes eram fanzocas,louquinhas mesmo pela bombardier, a grande esperança da manicure-mor de aniquilamento e destruição da nefasta Embraer.Hoje que a bombardier não passa de uma walking dead que se mantem ativa graças a zilhões de doletas do contribuinte canadense, THE Manicure olha pra todos os lados buscando um novo ídolo em sua luta amarguinha e infantilzinha contra a causadora de sua gastrite diária, a Embraer.