Home Aviação de Caça Ministro eslovaco descarta compra de caças russos

Ministro eslovaco descarta compra de caças russos

7220
29

O ministro da Defesa da Eslováquia, Peter Gajdos, disse que o ministério recebeu ofertas dos EUA para fornecer caças F-16 e a Suécia para caças JAS-39 Gripen. Estas ofertas são para uma demanda de compra prevista de 14 aviões de combate. porém, os MiG não estão em consideração.

“Certamente, ninguém está contando que compraremos caças MiG”, disse Gajdos, de acordo com o jornal local Novy Cas. No início deste mês ele disse que Bratislava avaliou a oferta da Rússia para fornecer novas aeronaves, mas isso foi feito para proporcionar ao ministério uma posição de negociação melhor.

A aquisição planejada para substituir os jatos Mikoyan MiG-29 da Eslováquia é avaliada em cerca de € 1.1 bilhão (US $ 1,32 bilhão). A Eslováquia pretende adquirir novos aviões de combate antes de 2019, quando o acordo de manutenção para o MiG-29 está programado para expirar.

O ministério deveria selecionar o contratado até o final de setembro, mas Gajdos disse que pediu mais seis meses para tomar uma decisão final. O vice-ministro da Defesa, Robert Ondrejcsak, criticou a demora, afirmando em 27 de setembro que a Força Aérea da Eslováquia será forçada a “ampliar sua dependência da Rússia”.

FONTE: DefenseNews (tradução e adaptação do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

Subscribe
Notify of
guest
29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz
Clésio Luiz
2 anos atrás

“A Eslováquia pretende adquirir novos aviões de combate antes de 2019, quando o acordo de manutenção para o MiG-29 está programado para expirar.” “O vice-ministro da Defesa, Robert Ondrejcsak, criticou a demora, afirmando em 27 de setembro que a Força Aérea da Eslováquia será forçada a “ampliar sua dependência da Rússia”. . A típica linha de pensamento dos políticos. Mesmo que eles fechassem o contrato mês passado, ainda assim a Eslováquia não receberia mais que 2 caças em 2019. E mesmo que recebesse 4 ou 6, ainda assim seriam forçados a renovar o contrato da frota de MiG-29 com a… Read more »

João Felipe
João Felipe
2 anos atrás

Os russos estão queimados no leste europeu. Os anos sob julgo comunista mostraram aqueles países que a esfera de influência de Moscou é sinistra. Pensa que temos milhares de saudosistas soviéticos no Brasil.
Aposto que eles irão de F-16V.

Nonato
Nonato
2 anos atrás

Olá, Clésio.
Sem discordar de você.
No caso do gripen seria praticamente impossível caso seja o NG.
Queria apenas manifestar minha opinião.
Acho que essas empresas são muito lentas.
Depois de assinado o contrato, se for comprar de prateleira, deveriam entregar rápido.
Tipo um, dois, seis meses.
Acho que os fabricantes complicam demais.
Todo mundo doido para ganhar dinheiro, ficam dificultando.
Eficiência seria isso. Capacidade de mobilização.
Será que essas fábricas não têm funcionários treinados nem maquinário preparados, disponíveis para uso imediato?

Control
2 anos atrás

Srs
Jovem Nonato
Produtos como aviões não são de prateleira, como imaginam alguns.
São feitos sob encomenda e suas partes e peças (motor, sistemas eletrônicos, etc.) também são sob encomenda.
Há toda uma cadeia de produção que só se inicia quando um pedido é feito e parte dos itens depende de ciclos de produção de meses.
Assim, apenas quando um pedido é colocado para um avião que está sendo produzido para um outro cliente e este cede a vez é que a entrega pode acontecer em um prazo menor.
Sds

donitz123
2 anos atrás

Nenhuma novidade.
.
Os F-16 poloneses levaram 8 anos para atingir IOC.

Alexandre Galante
Admin
2 anos atrás

Nenhum país ex-Pacto de Varsóvia quer depender politicamente da Rússia, não tem nada a ver com a qualidade dos aviões.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
2 anos atrás

Nonato, nenhum fabricante de aeronaves entrega aeronaves em menos de 2 anos. Primeiro por causa da fila, segundo porque a construção é demorada mesmo. Imagine que, uma aeronave como o F-18, que está em produção seriada atualmente, ainda teria esse prazo para a entrega.
.
Eu acho, sem certeza nenhuma, que a Saab divulgou recentemente que deu uns pulos para encurtar o prazo de entrega do Gripen C para um ano e meio. Imagine você que isso é considerado um grande adiantamento nesse tipo de mercado.

Eduardo von Tongel
Eduardo von Tongel
2 anos atrás

Muito boa observação Nonato. Claro que é complexa uma aeronave dessas mas…tanto tempo sempre!!! Como pode? Aposto que num esforço de guerra isso seria linha de montagem como os carros, saindo da linha de montagem 1 avião por dia ou mais!

Gustavo
Gustavo
2 anos atrás

Mais uma pra conta da SAAB?

Ivanmc
Ivanmc
2 anos atrás

O ministro da Defesa da Eslováquia tem sede.

Ivanmc
Ivanmc
2 anos atrás

Saiu errado o email.

Top Gun Sea
Top Gun Sea
2 anos atrás

Bacana este azul da primeiro foto! A Mikoyan precisa vender este caça para se manter viva no mercado. A argumentação do ministro Eslovaco está mais para Geopolítica do que a qualidade e preço do MIG.

Fabiano Martins
Fabiano Martins
2 anos atrás
Nunao
Nunao
2 anos atrás

Gente, já explicaram aí em cima o tempo é devido aos prazos de entrega de todas as partes envolvidas, que por sua vez, assim como as aeronaves completas, só entram em produção quando encomendadas. . Eventualmente se fabricam aeronaves chamadas “white tail” na aviação comercial quando se está vendendo tão bem que se corre o risco. Dizem que a Saab está encomendando alguns itens de longo tempo de produção para acelerar entregas de Gripen C para clientes que estariam “no papo”, mas isso não é comum hoje. Se não me engano, produziram-se alguns C-17 “whit tail” quando a linha estava… Read more »

Bruno
Bruno
2 anos atrás

MIG-29 é o único caça russo que eu gosto, o SU-27 é lindo, mas eu gosto do MIG-29! E os MIG-29 do Peru? São modernizados? Voam normalmente? Foram os primeiros na America do Sul a utilizar misseis BVR, muito antes de nós, que vergonha hein.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

Vão com os atuais Gripen com certeza.

Rodrigo
Rodrigo
2 anos atrás

Porque sao dificeis de pousar como no caso do TU-22, no war games, que se espatifou no pouso. https://www.youtube.com/watch?v=GjejBYarg8c

Rui
Rui
2 anos atrás

Um aspecto que parece que os Brasileiros desconhecem….. os Europeus têem ódio à Rússia (quase todos os países), ÓDIO, e medo em simultãneo. não querem nada da Rússia, nem dado! A antiga União Soviética destruíu o leste da Europa e só agora estão a recuperar. Para um europeu, entre comprar um MIG ou um DJI a pilhas, preferimos o DJI a pilhas!
Para além de que a esmagadora maioria dos países europeus pertencem à NATO/OTAN, logo é inviável comprar material Russo.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
2 anos atrás

O raciocínio é simples, tchecos estão de Gripen
mantem boas relações,
aposto 110% no Gripen.

Felipe Morais
Felipe Morais
2 anos atrás

Mais uma vez o pessoal comparando caça com carro.

Quem? sempre quem?

Reitero a pergunta do amigo lá encima…os migs do peru, alguém sabe deles? Voam? Atiram?

Ypojucan
Ypojucan
2 anos atrás

Os Mig29 do Peru, foram comprados da Belarus num negócio cheio de propinas, falsificação de dados das aeronaves, etc. Foi um verdadeiro escândalo, pois quando as aeronaves chegaram para a FAP, o pessoal técnico descobriu que os Mig29 nada mais eram que versões surradas das células iniciais fornecidas a Belarus nos anos 80, dado a falsificação dos dados das aeronaves, descobriu-se que essas tinham muito mais horas de vôo do que as registradas nos respectivos livros técnicos. Dessa forma e de maneira a acabar com o comércio paralelo de aeronaves usadas, a RSK Mig quando procurada pelo Governo do Perú… Read more »

rustam bogaudinov
2 anos atrás

Bruno 28 de setembro de 2017 at 16:24
_

do not worry with them all well

___

não se preocupe com todos eles

https://www.youtube.com/watch?v=luJpgtjr2Uo

rustam bogaudinov
2 anos atrás

Roberto 28 de setembro de 2017 at 13:51
Interessante que nenhum país ex-Pacto de Varsóvia quer ver avião russo nem que esteja pintado de ouro.
___

Sério? Peça então um palhaço na Polônia, que continua comprando peças sobressalentes para o MIG-29 na Rússia))
___

Oh really? Then order a clown in Poland, who continues to buy spare parts for the MIG-29 in Russia))

https://www.youtube.com/watch?v=fPrwtmSRG-s

rustam bogaudinov
2 anos atrás

Rui 28 de setembro de 2017 at 18:45 Um aspecto que parece que os Brasileiros desconhecem….. os Europeus têem ódio à Rússia (quase todos os países), ÓDIO, e medo em simultãneo. não querem nada da Rússia, nem dado! ___ Você já viu as novidades da CNN? ))) E continue comprando bens e compre armas de nós e entregue produtos ao nosso mercado! Vá para o carnaval, uma grande política na Europa e o mundo não é para sua mente)) ___ Have you seen the news from CNN? ))) And continue to buy goods and buy weapons from us, and deliver… Read more »

rustam bogaudinov
2 anos atrás

Roberto 29 de setembro de 2017 at 11:07

Se a Polônia ainda continua usando o MiG-29, concordo com você, muito provavelmente deva ser somente por razões, digamos, circenses.
___

have more than 30 MIG-29 units and continue to modernize them, as they modernize and repair their SU-22

IN THE TOTAL – YOU ON MILITARY SCIENCES 0, as well as on political)))

https://www.youtube.com/watch?v=U9fb0Y-JuH8

Ypojucan
Ypojucan
2 anos atrás

Os Fitter continuarão em operação até 2025, pois são tidos como ótimos vetores, fáceis de manter e operar (podem ser completamente mantidos pela industria aeronáutica polaca) e as células após revisão agora estão aptas para 3.000 (monopostos) e 3.400 horas (bipostos), o que deve garantir a utilização desses robustos vetores até a planejada aposentadoria em 2025. Curiosidade é que não operam mais nenhuma arma guiada dos Fitter’s pois a Polônia não tem mais os estandes de tiro que permitiriam lançamentos dessas armas (salvo se lançadas no mar Báltico) e não substituiu os estoques da época da guerra fria, por novos… Read more »

Ypojucan
Ypojucan
2 anos atrás

Outra coisa: Os Mig29 do Peru, foram comprados numa operação que veio a se tornar um verdadeiro escândalo, já que foram comprados da Bielorussia (Belarus) através de uma negociação viciada que incluiu inclusive a falsificação dos “log book” das aeronaves que chegaram para a FAP como tendo boa quantidade de horas de vôo, mas descobriu-se que as células compradas estavam surradas e com pouquíssimas horas disponíveis antes de grande revisão parque. Nos anos 2000 a situação chegou ao ponto de escândalo quando só 4 Mig’s estavam operacionais. Então o governo peruano tentou contactar a RSK Mig para manutenção e reparo… Read more »