A França não apresentou uma oferta à concorrência de caça belga. Em vez disso, ofereceu uma ampla parceria de governo a governo baseada no Rafale, incluindo um pacote substancial de offsets e treinamento

PARIS — O ministro belga da Defesa, Steven Vandeput, confirmou hoje (8 de setembro) que a França não respondeu ao convite para a substituição dos caças F-16, mas fez uma proposta direta para a Bélgica.

Falando na Rádio 1 da Bélgica, Vandeput, no entanto, não indicou se a oferta francesa seria levada em consideração. “Primeiro devemos considerar o status legal desta proposta”, disse ele.

No final da semana, apenas dois candidatos responderam formalmente: Lockheed Martin, com o F-35A Lightning II e o consórcio Eurofighter com o Typhoon.

Na quinta-feira passada, apenas algumas horas antes do prazo da concorrência, a ministra das Forças Armadas francesas, Florença Parly, fez um anúncio surpresa, dizendo que havia proposto à sua homóloga belga “o estabelecimento de uma parceria profunda entre nossos dois países para atender a necessidade expressada pelo Componente Aéreo das Forças Armadas belgas para novos aviões de combate.

Na manhã de sexta-feira, Vandeput disse que havia “dois candidatos envolvidos no procedimento oficial, além da proposta francesa”, mas não disse se seria possível levar esta última em consideração.

FONTE: www.defense-aerospace.com

27
Deixe um comentário

avatar
27 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Eduardo von tongelAdriano R.A.JuarezManuel FlávioWellington Góes Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bavaria Lion
Visitante

“Oi, esquecemos de aprontar a proposta para o RFI, mas te damos um desconto de 20%. Beijos me liga”.

Corsario137
Visitante

tipo isso msm kkkk…

Flanker
Visitante
Flanker

Fui contra o Rafale no F-X2 pelos preços absurdos de aquisição e manutenção, etc, etc…mas que é uma aeronave linda, ahhh não se pode negar!!!

Walfrido Strobel
Visitante

Dassault é proprietária da SABCA (Société Anonyme Belge de Constructions Aéronautiques), que está a muito tempo trabalhando com o Gov. da Belgica, ela montou os F-16A/B, fez sua modernização e faz a manutenção nível parque dos aviões da Força Aérea.
Mas é arriscada esta proposta por fora sem apresentar proposta ao programa oficial.
. http://www.dassault.fr/en/filiale.php?docid=2402

Raven
Visitante
Raven

Flanker 8 de setembro de 2017 at 13:30 Brigaduuuuuu, mas para mim não desce…………… fizeram um caça médio (médio para pesado) com a façanha “estratégica” de colocarem um radar com alcance menor daquele de um caça leve (ganhou peso ao longo dos anos, eu sei…. mas não deixe de ser leve) como o F-16……….. e isso saiu da boca de um cliente de longo prazo dos gauleses, os UAE…………… 10% a menos de alcance….. piada……… diâmetro de antena de 55 cm, bico de pardal…………… coloque um míssil de longuíssimo alcance – Meteor – nos dois e esses 10% poderão fazer… Read more »

Gustavo
Visitante
Gustavo

Rafale, F-18SH e o Su-35S são os três reis da 4°g ++ ou 4,5°G e esses malditos nomes que mudam todo ano. Ambos caros de operar, mas entregam tudo que prometem. Para quem pode, não é o nosso caso, estará muito bem servido.

Raven
Visitante
Raven

ahhhhh sim………… passarinho contou que o alcance da versão PESA era pau a pau com o Grifo do F-5M, um pouco maior……… piada ……..

Rodrigo Martins Ferreira
Visitante
Rodrigo Martins Ferreira

Bavaria Lion 8 de setembro de 2017 at 13:02

Mandaram nudes pelo Whatsapp com um “oi sumido”

Nunão
Visitante
Nunão

Bavaria Lion, em boa parte dos comentários eu discordo de vc, mas esse seu comentário de abertura foi ótimo!

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

De tanto negociarem com indianos e brasileiros os franceses pelo visto acabaram se viciando em fazer um por fora! Agora os fatos não favorecem o Rafale. Custa quase o mesmo que o F-35A e está uma geração atrás, além de não tem FMS. E com os alemães pendendo cada vez mais para o caça da LM então….

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Quem lecará o contrato ? O Bessias ?
https://www.youtube.com/watch?v=evmvJ2sUZt4

Flanker
Visitante
Flanker

Raven 8 de setembro de 2017 at 15:19

Raven, como vc deve ter lido no meu post, eu APENAS acho ele um avião bonito! Só isso!! E também como falei, era contra ele no FX-2 e até hoje agradeço por não ter sido o escolhido. Era, e é, um preço alto demais por aquilo que é capaz de entregar. Espero que tenha sido mais claro agora!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Os Flamenguistas deveriam ir de F 16 Block 60, seria muito mais lógico.
Eles não tem essa grana toda para Tufão e 35.

Bavaria Lion
Visitante

Brincadeiras a parte, como uma máquina bélica o Rafale é um ótimo vetor, tanto que depois da primeira venda externa, encaixou a segunda bem rápido, embora a dassault tenha sofrido um desgaste muito forte no processo MMRCA indiano (que não deu em nada e que fez a dassault ser comprada pelo governo francês para não cair em mãos chinesas).

Dentro da faixa de operação dele, e em mãos habilidosas, esse avião é quase invencível.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

* Flamenguistas …. só rindo mesmo.

Raven
Visitante
Raven

Flanker 8 de setembro de 2017 at 23:19

Não tem nem que se explicar……… Apenas peguei o gancho para lembrar algumas verdades, e mostrar porque ele “PARA MIM” não desce……..

Nunão
Visitante
Nunão

“HMS TIRELESS 8 de setembro de 2017 at 15:51
De tanto negociarem com indianos e brasileiros os franceses pelo visto acabaram se viciando em fazer um por fora!”
.
Teve o caso suíço também. A Dassault pwlo jeito tem uma tradição de querer mandar essas cartas e ofertas por fora dos dois tempos regulamentares, prorrogação e pênaltis:
.
http://www.aereo.jor.br/2012/01/29/gripen-para-a-suica-depois-da-guerra-dos-cacas-a-guerra-das-cartas/

Walfrido Strobel
Visitante

Esse jogo por fora as vezes funciona, o H225M correu por fora e levou a compra dos Mi-17 da FAB, que tinha sido o ganhador da concorrencia, junto com o Mi-35.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Walfrido, funciona em repúblicas bananeiras como o Brasil mas dificilmente cola em países sérios como a Bélgica.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Essa concorrência belga é uma piada. Rsrsrs
.
Nem Boeing, nem SAAB tentaram algo do tipo, isto porque está claramente direcionada ao F-35 Lightining II. Dá pra ver que, pelos comentários de alguns, que o F-X2 ainda não saiu da cabeça, isto porquê suas torcidas por um projeto mal acabado, que ainda não disse a quê veio, não tem fato para concreto que justifique. Depois sou eu a “viúva do F-X2”. Kkkkkkkk
.
Essa de “esqueci de responder o RFI” foi ótima! Rsrsrs
Deve ter sido um “esquecimento” coletivo. Rsrsrsrs
.
Até mais!!! 😂

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Fato, o Rafale é o melhor caça de fabricação europeia, o resto é torcida organizada de time que precisa que o juíz expulse meio time do adversário, para poder dizer que ganhou porque tinha o melhor time. Rsrsrs 😂

Bavaria Lion
Visitante

Wellington

Na faixa de operação dele (entre 2 e 6 mil metros), provavelmente ele pode ser o melhor. Fora disso, falta uma certa potência e dentes mais afiados.

Manuel Flávio
Visitante
Manuel Flávio

Com relação a capacidade ar-ar é o Typhoon. Ele tem uma relação potência/peso maior que o Rafale, não sofre com alta perda de energia em curvas instantâneas, tem um radar com 1,454 módulos que são os mesmos do Rafale, só que o radar deste tem apenas 838 módulos (o Rafale é o caça com radar AESA que tem, de longe, a antena com menos módulos).
Obs: os módulos do CAESAR e do RBE2AA são produzidos pela UMS, uma joint-venture formada pela Thales e a Selex (atual Leonardo) para desenvolver e produzir módulos dos radares AESA.

Bavaria Lion
Visitante

Exato Manuel Flávio. E ainda por cima tem um RCS menor que o do Rafale, além de fazer supercruise Mach 1.4, ter mais carga paga e útil…

Juarez
Visitante
Juarez

Mas o mais importante do Rafale vocês não falarma:

Ele vem com o design by Maison Dassault, aonde você é obrigado a comprar uma ferramenta da fábrica por milhares de euros que seria feita num PAMA por meia dúzia de mirréis, e aí de você fazer e efetuar a manutenção, lá se vai a garantia….
Muito obrigado, agradeço, recém jantei….
Boa sorte aos compradores

Adriano R.A.
Visitante
Adriano R.A.

Essa proposta da Dassault está com cara de promoção a lá “Black Friday”….leve um avião, que vale por dois, pelo preço de três…. Aliás, esse foi o grande problema dos eurocanards: disseram que um caça cumpriria o papel de dois, mas não disseram que custaria por três, em especial para manter e voar…
Saudações.

Eduardo von tongel
Visitante
Eduardo von tongel

Gripen também ia bem em um país pequeno. Pelo custo reduzido é um belo avião.