Home Aviação de Caça Caças chineses J-10B treinam para o torneio militar Aviadarts 2017

Caças chineses J-10B treinam para o torneio militar Aviadarts 2017

4708
47

A China divulgou fotos dos novos caças J-10B que estão se preparando para a próxima fase da competição militar Aviadarts 2017, que terá lugar de 29 de julho a 12 de agosto deste ano com as participações da China, Azerbaijão, Bielorrússia, Cazaquistão e a Rússia.

A nova versão do J-10 é facilmente identificável pela nova entrada de ar DSI (diverterless supersonic intake), pelo IRST (infra-red search and track) no nariz, estabilizador vertical modificado, aletas ventrais e nariz modificado para um radar AESA. O primeiro voo do protótipo ocorreu em dezembro de 2009.

SAIBA MAIS:

47
Deixe um comentário

avatar
47 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
35 Comment authors
Walfrido StrobelGilberto Rezende/RSsergio ribamar ferreiraJeffClésio Luiz Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Paulo Jorge
Visitante
Paulo Jorge

Essa beleza só voa graças a Israel.

Antunes
Visitante
Antunes

O bixo é bonito.

carcara_br
Visitante
carcara_br

surreal! bem que algum representante da Otan podia participar!

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

O J-10B é hoje o que o Gripen E quer ser daqui a uns quatro anos.

Alex Nogueira
Visitante
Alex Nogueira

Wellington por que você diz isso?

Rodrigo M
Visitante
Rodrigo M

Você quis dizer, usado por uma Força Aérea né…? Não consigo ver nenhuma outra explicação para sua afirmação.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Wellington Góes 27 de junho de 2017 at 19:30
“O J-10B é hoje o que o Gripen E quer ser daqui a uns quatro anos.”
.
Perfeito!

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

O J-10 é espetacular! Um caça bem equilibrado, moderno, sem megalomanias ou delírios, tem qualidade, centenas de unidades construídas, é um projeto novo e está mostrando para que veio, sucesso total. As imagens ficaram excelentes!!

Nunes-Neto
Visitante
Nunes-Neto

Filhote do cruzamento de um F16 com um Typhoon, kkkk

Kobáuca
Visitante
Kobáuca

Sem dúvida é um grande caça, mesmo eu achando que essas fotos não favoreceram bela nave!!! E essa probe de reabastecimento, podia ser retrátil…

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

O J-10 é um projeto que começou em 2002 e já foram construídos cerca de 400 caças, impressionante a tecnologia e desenvolvimento dos chineses. Em contra partida, tem um cacinha cujo projeto se arrasta desde 1987 e que tem um pouco mais da metade disso, tá louco.

ivo
Visitante
ivo

eu pensava que eram os pilotos que treinavam…….

Zmun
Visitante
Zmun

Existem suspeitas de que o radar AESA do J-10 é uma cópia autorizada do ELTA 2052. Este caça é parte israelense em corpo e alma. Os chineses parecem estar fazendo um excelente trabalho, o caça parece ser muito bom além de ser lindo!

Bardini
Visitante
Bardini

Ivanmc 27 de junho de 2017 at 21:35 . Baita comparação… Não sei qual sua fonte, mas não bate com a minha, que diz que o desenvolvimento do J-10 começou em 1988, com primeiro voo em 1996, em 1999 eles tinham 6 protótipos, no final dos 2000 eram 9 protótipos e em 2002 sendo entregue o primeiro da linha de produção. . Acho que se compararmos com o Gripen, existe uma pequena diferença… Bem “pequena”… . Em 1982 o contrato para desenvolvimento, e enquanto o J-10 entrava em produção, os suecos começavam a entregar as aeronaves do “Batch 3” do… Read more »

Zmun
Visitante
Zmun

Interessante que os chineses herdaram o modo russo de construir capacetes para os seus pilotos, com a máscara de oxigênio caída e encostado no queixo. Como fica feio isso…

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Essa, digamos, forma de emprego ou ataque nos remete ao Xavante… parece coisa da década de 70, mas tá valendo mesmo assim.
Quer dizer que é isso então?? um caça super moderno que “emprega” foguetes burros em voo picado?
Me ajuda aí..ô….
Convenhamos que uma sonda retrátil seria pedir demais, não?

Emmanuel
Visitante
Emmanuel

Ivanmc…
Daqui a quatro anos o NG brincará de fazer o J-10 de alvo..
Melhor ler um pouco mais sobre o que é o Gripen E.

Abraço.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Emmanuel 27 de junho de 2017 at 22:05.
.
Faço votos para que tenhamos ao menos um NG operacional em quatro anos. Quanto ao J-10 ser alvo de NG, será difícil, não pode-se subestimar a tecnologia chinesa atualmente. Mas, cada um com a sua opinião, ok.

Bispo
Visitante
Bispo

A pergunta que não quer calar…. copiaram a copia de que copia de motor…rs

Felipe
Visitante
Felipe

nossa parece um mirage e ao mesmo tempo um f-16

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Construíram um caça para suas defesas e agora estarão prontos para exportá-los. Impressionante. Pelo menos valorizam e investem em tecnologia(cópia ou não) Aqui ainda estamos engatinhando. Não temos uma defesa aérea ou naval para nos garantir alguma segurança externa ou dissuadir qualquer investida. Gostaria que tivéssemos pelo menos dois esquadrões para a minha querida FAB e uma versão naval(dois esquadrões) para MB. até a chegada dos Gripens. Temos de aprender e muito. Parabéns Israel e China.

Hawk
Visitante
Hawk

Deu vontade de jogar Battlefield! O bicho é bonito!

Jeff
Visitante
Jeff

Talvez seja feio, talvez não seja tudo aquilo, mas foi um degrau no desenvolvimento de jatos e caças da China, quem sabe mais uns 2 ou 3 projetos como esse e eles cheguem no patamar de Rússia, França, EUA. E assim, de degrau em degrau eles vão ultrapassando muita gente grande. Né? Nem solta mais tanta pecinha assim.

MBP77
Visitante
MBP77

Cada comentário que a gente lê sobre o Gripen, tentando detratá-lo, que tem horas que eu penso estar no site do Naval em alguma matéria sobre naufrágio de um corsário carregado de “pérolas”.
Típico de quando a ideologia predomina sobre o senso analítico.
Sds.

Gabriel
Visitante

Algum tempo atrás li um comentário que dizia mais ou menos o seguinte: “os caças russo são excelentes!! para os russos”.
Basicamente se referia as dificuldades de manutenção e logísticas que outros operadores pelo mundo tem ao operar material russo.
Salvo melhor juízo, o mesmo tipo de comparação pode ser feito em relação ao J-10, mesmo que seja um bom avião, as dificuldades logísticas para manter um avião chinês, no ocidente, tendem a ser muito grandes.
A comparação do J-10 com o Gripen, foi muito bem feita pelo Bardini.

Jad.Bal.Ja
Visitante
Jad.Bal.Ja

Poxa não dava para ter feito o tubo de reabastecimento aéreo retrátil não? Estragou o desenho da aeronave que no mais é muito bonita. Não que isso seja tão importante né?

Glasquis 7
Visitante

Eulofaitel Tiphon?

Jose Norberto
Visitante
Jose Norberto
Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Jad.Bal.Ja, é provável que o projeto original não previa reabastecimento aéreo. Na época que se iniciou o projeto, acho que a China nem tinha reabastecedores. Se não me engano, isso mudou depois da chegada dos Flankers.
.
Então essa sonda provavelmente foi acrescentada bem no fim do projeto.

donitz123
Visitante

Foi o caça que encerrou o ciclo de versões melhoradas do MiG-21 dentro da Força Aérea Chinesa.
.
Parece ser bem equilibrado e deve entregar o que promete.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Kkkkkkkk . O ufanismo beira a irracionalidade! Rsrsrsrs . O J-10B, por mais “atrasado tecnologicamente” que seja (segundo os “ispertos”), existe e está operacional. E cara, um caça, do porte do J-10, operando com radar AESA, IRST, etc, etc, etc…. é um senhor avião, quisera a FAB tivesse algo que equiparasse a ele. . E não sou eu quem afirma, mas a própria FAB, pois segundo seu cronograma, só em 2021 é que o Gripen E FABiano (aquele com WAD e que só em 2019 voará), será declarado operacional. . Repito, o que o J-10B é HOJE, o que o… Read more »

ednardo ferreira
Visitante
ednardo ferreira

Rússia e China têm algumas coisas em comum: i) Não têm aliados. No máximo uns caras com interesses pontuais em comum; ii) Em qualquer conflito terão que se virar sozinhos; iii) Têm doutrina militar na base do quantidade x qualidade (obs.: o que não significa que não tenham bom material, mas quantidade será sempre a prioridade) iv) por serem nações gigantes e continentais, seus objetivos primários são próximos e além mar a única ameaça que eles têm são os EUA; v) direitos humanos e sacos pretos nunca foram lá um grande problema para eles, sejam defuntos nacionais ou estrangeiros; vi)… Read more »

ednardo ferreira
Visitante
ednardo ferreira

este textão foi para conceituar o seguinte: os chinas sabem o que estão fazendo. este avião provavelmente é inferior ao gripen NG. mas tem um detalhe: os chinas podem produzi-lo à vontade sem depender de ninguém. e numa guerra no fim das contas quantidade sempre conta.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Acho que qualquer um que afirme que o J-10B é hoje o que o Gripen E deverá ser no futuro, também se enquadra na categoria da vontade, desejo, delírio. Tem menos informações reais sobre as capacidades do J-10A/B/C do que do F-35. Sabe-se muito pouco sobre os equipamentos chineses, seus motores, aviônicos, manutenção, etc. Podem ser excelentes, até, mas sabe-se na verdade muito pouco e ficar com aquela comparação estilo Super Trunfo não leva ninguém à lugar algum. . Quando usa a expressão “quisera a FAB tivesse algo que se equiparasse a ele.” confirma totalmente o que eu disse acima.… Read more »

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Kkkkkkkk . Leandro, desculpe, não entendi o que tu colocaste! Quem escreveu que a FAB comentou algo sobre o J-10B?! Quem comentou que seria melhor este ou aquele?! Se você se ligou, apenas, na expressão “quisera”, ela remete ao querer de que a FAB tivesse um caça com as capacidades do J-10B, não quer dizer que eu queira este caça na FAB, apesar de achar que não seria uma opção ruim (com certeza é bem melhor do que os F-5M e AMX cegueta). Ah tá, não foi eu quem fez uma comparação by Super Trunfo de algo que existe, com… Read more »

João Bosco
Visitante
João Bosco

Imaginei outro dia essa máquina com um motor francês e aviônica israelense , mais um radar italiano ou sueco. Armamento ocidental.

Gilberto Rezende/RS
Visitante

Não se tem muita informação das capacidades dos aviões chineses MAS esta tendência de achar que tudo que vem da China é automaticamente inferior ao equipamento ocidental é extremamente equivocado, não se aplica aos chineses o antigo conceito dos equipamentos soviéticos de que são inferiores mas produzidos em quantidade. A China produz quase todos (ou a maior parte) dos bens industriais/comerciais consumidos no ocidente a duas décadas. A tecnologia militar chinesa se beneficia claramente da sua posição de maior produtor comercial do planeta. NUNCA os russos puderam se beneficiar desta simbiose industrial. Em mesmo fontes russas já há informações que… Read more »

Celso
Visitante
Celso

Leio e presto muita atencao a tudo e a todos no que escrevem. Disso sempre acrescento algo mais aos meus parcos conhecimentos, mas voce Wellington e pqe nao o tal Gilberto……..cacanba meu, a vida de voces eh sempre ser do contra e escrever o q nao escreveram ou insinuaram. Entender eh uma coisa, mas compreender eh outra bem mais complexa e acho q vcs nao sabem isso. Afirmar q a tecnologia chinesa nessa area esta ou eh superior a tudo o q de melhor tem no ocidente ou mesmo na Russia eh no minimo um acidente AVC. Nesse jogo, nenhuma… Read more »

oganza
Visitante

O tempo passa, o tempo voa e as carapuças recheadas de metonímias continuam numa boa.
Só juízos de valor. Juízos de realidade nenhum. Isso não é mais desonestidade, é pura imoralidade mesmo. 😉

Paulo Jorge
Visitante
Paulo Jorge

Duas dúzias de J-10 com aviônica israelense seria uma excelente opção para os argentinos e faria aquele quarteto de EF2000 tranche 1 lá das Falklands tremer nas bases.
Quanto a comparação com Gripen, acho impertinente. Não há como comparar uma aeronave em desenvolvimento com outra operacional. Se observamos bem, o Gripen E é quase uma aeronave nova, como o SH foi com relação ao F18 Legacy.
Deixa o F39 dizer a que veio e em que configuração ele virá para a FAB (lembrem do AMX que até hoje não entrega o que prometeu). Aí poderemos comparar.

Heyarth
Visitante
Heyarth

Se for pelos dados técnicos disponibilizados pela Saab, a performance do “Gripen E” será semelhante a do J-10B. Já sobre os aviônicos com certeza os ocidentais levam vantagem. O motor americano é muito mais confiável e etc… Me arrisco a dizer por intuição que o o Gripen E será melhor, se os dados fornecidos se confirmarem. Mas é impossível comparar sem saber os dados reais de quando o aparelho estiver operacional.

JT8D
Visitante
JT8D

Roberto Santana 28 de junho de 2017 at 22:28
É a aplicação da regra da área

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

A regra da área não se resume apenas a fuselagem “garrafa de coca-cola”. No F-15 e F-16 há alguns aspectos que são aplicação da tal regra, por exemplo.
.
Mas a regra da área ajuda em velocidades transônicas, acima de mach 1.3 (eu acho) ela perde importância.
.
O Mirage 2000 foi um dos últimos a ter a tradicional fuselagem de coca-cola.

Jeff
Visitante
Jeff

Pelas fotos dá pra ver que ele tem o corpo um pouco acinturado, não é muito, mas tem.
Como falaram muito ali em cima, se fosse um motor confiável o jato seria muito melhor, mas nada que em algumas décadas os chinas já não dominem, para os próximos projetos.
Onde esses caras vão parar?

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Quisera termos alguns esquadrões(dois ou três) até a chegada dos Gripens. Quanto à logística e manutenção, acordos e parcerias podem ser feitas. A china , em com qualquer país que possui meios para vender aeronaves(caças) quer manter seus negócios sem prejuízo e poder entrar no mercado competitivo como de armamentos.

Gilberto Rezende/RS
Visitante

Digo o mesmo para ti Celso conheces toda a tecnologia ocidental ou presume ou repete igual a um papagaio fanboy ??? Como EU disse os aviões chineses tem alguns subsistemas melhores que os originais RUSSOS. E quem disse isso são fontes russas. Você não sabe ler ou entende o que quer. Boa parte do que o ocidente consome é feito na China, Apples incluídos. Com a tecnologia ocidental e metodologia fabril comercial e industrial DISPONÍVEL dentro de suas fronteiras para aplicação nos produtos militares baseados na tecnologia militar russa eles TENDEM a ter um patamar de qualidade ainda mais alto… Read more »

Walfrido Strobel
Visitante

Segundo várias fontes o J-10B ja usa um radar AESA, mas existem controvérsias devido ao fato de terem divulgado em detalhes o radar do J-10A e até hoje não divulgarem nem o modelo deste radar AESA do J-10B. Duas publicações especializadas em aeronaves chinesas, a sinodefence e a chinese-military-aviation dizem que: . J-10A: …is equipped with an indigenous Type 1473 fire-control radar featuring a mechanically slewed planar array antenna, capable of tracking 10 targets and engaging 2 (using semi-active radar-homing AAM) or 4 (using active radar-homing AAM) of them simultaneously. . J-10B: …..housing a new fire-control radar which is thought… Read more »