Home Aviação de Caça Bulgária seleciona o caça Saab Gripen

Bulgária seleciona o caça Saab Gripen

7816
2

A Bulgária decidiu iniciar conversações com a Suécia para adquirir oito novos jatos de combate Gripen fabricados pela Saab, disse o vice-primeiro-ministro interino búlgaro, Stefan Yanev, na quarta-feira, no momento em que o país balcânico busca substituir seus antigos caças MiG-29.

O país dos Balcãs escolheu a oferta sueca em vez de uma oferta de Portugal de F-16 de segunda mão equipados com armamento norte-americano e uma oferta da Itália de caças Eurofighter Typhoon de segunda mão.

Estima-se que o negócio valha cerca de 1,5 bilhão de levs (US$ 832 milhões).

Uma comissão especial para as negociações deverá ser criada dentro de uma semana, disse Yanev. As conversações com a Suécia serão realizadas pelo próximo governo da Bulgária, que deverá começar a funcionar na próxima semana.

“A oferta da Suécia está em primeiro lugar, seguida por Portugal e Itália”, disse Yanev. “É normal que as conversas comecem com o primeiro país classificado.”

No ano passado, o parlamento da Bulgária aprovou um plano para adquirir oito caças novos ou usados ​​entre 2018 e 2020, para melhorar a conformidade do país com os padrões da OTAN e substituir seus MiG-29.

Um acordo final ainda precisaria da aprovação parlamentar.

FONTE: Defensenews

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
IvanGuilherme Poggio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

E o Leste europeu vai se firmando como uma próspera região para o Gripen. É preciso saber se eles baterão o martelo pelo modelo antigo (C) ou pelo novo (E).

Ivan
Membro
Ivan

Poggio,
Aparentemente é o que eles podem pagar.
‘Affordable’.
Mas há algumas características do Gripen (qualquerletra) que se destacam:
– Operar de pista rústicas (800m);
– Equipe pequena para reabastecer e rearmar;
– Rápido ‘turnaround’;
– Capacidade de operar em rede, podendo decolar com razoável consciência situacional.
Esta capacidade de operar disperso, ou descentralizado, oferece algum nível de sobrevivência que eles precisão, diante de uma provável superioridade numérica vinda do leste.
.
Em tempo:
Pela quantidade e cenário, aposto no C.
.
Abç.,
Ivan.