Home Aviação de Caça Caça Saab Gripen completa voos de teste com biocombustível

Caça Saab Gripen completa voos de teste com biocombustível

3320
3

O caça Gripen foi pela primeira vez submetido a uma série de voos de teste com 100% de biocombustível. Isso demonstra que a aeronave pode ser empregada com um combustível alternativo e fornece conhecimentos valiosos para o futuro uso possível de combustível alternativo.

“Demonstrar que o Gripen pode voar com 100% de biocombustível é um passo importante para tornar o Gripen seguro para o futuro”, diz Göran Bengtsson, Diretor da Research and Technology, Future Business, Aeronautics. “Ganhar independência de importações de petróleo é importante do ponto de vista da defesa e abre o caminho para fontes adicionais de combustível, o que cria flexibilidade. Naturalmente também é bom se, a longo prazo, pudermos contribuir para reduzir o impacto ambiental da aviação militar “.

Esta foi a primeira vez que um caça monomotor voou com 100% de biocombustível. Os voos foram conduzidos com um Gripen D (biposto) nas instalações da Saab em Linköping e saiu inteiramente como planejado.

“A equipe de teste não observou diferenças entre o biocombustível e o combustível comum de jato, o que significa que o biocombustível pode ser usado como uma alternativa totalmente satisfatória ao combustível comum de jato no Gripen”, diz Göran Bengtsson. “Voar com biocombustível em serviço operacional com o Gripen requer, entretanto, uma maior certificação do combustível e acesso ao combustível nos valores correspondentes às necessidades operacionais”.

O combustível testado (CHCJ-5) é feito de óleo de colza. A aeronave não faz diferenciação quanto a se o combustível é baseado em petróleo bruto ou óleo vegetal. O combustível deve satisfazer os mesmos requisitos independentemente da matéria-prima.

A Administração Sueca de Material de Defesa (FMV) está por trás do projeto e além do FMV, Saab e GKN Aerospace, que produz o motor (RM12) para o Gripen C/D, participaram do projeto. Através de um acordo bilateral entre a Suécia e os Estados Unidos, a Marinha dos EUA e a Força Aérea dos EUA contribuíram com valiosos conhecimentos e experiência em matéria de certificação de biocombustíveis. Testes de sistema, ensaios em terra e ensaios de voo foram conduzidos na Saab em Linköping juntamente com a GKN Aerospace.

FONTE: Saab

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
EParroGuilherme Poggio Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
EParro
Membro
Member
EParro

Olha, esta SAAB tem sido, sempre, uma surpresa agradável, ao menos para mim. Os caras parece que pensam em tudo. Conhecimento com planejamento são coisa fantásticas.

Guilherme Poggio
Editor
Active Member

Lembrando que o Super Hornet já voou com biocombustível e utiliza praticamente o mesmo motor.

EParro
Membro
Member
EParro

Guilherme Poggio 4 de abril de 2017 at 18:44

Perfeito Poggio! Os primos do norte são “hors concours”.
Franceses, ingleses, alemães, italianos, japoneses, israelenses, russos, poloneses, alguém deles já testou biocombustíveis em seus caças?
Parece-me que a EMBRAER também já fez algum teste com biocombustíveis, mas não tenho certeza em qual avião.