Home Aviação de Caça F-35C: Lockheed informa ter a solução para o problema no lançamento por...

F-35C: Lockheed informa ter a solução para o problema no lançamento por catapultas

2262
2

Agora é preciso ver se ele atende à Marinha dos EUA. Relatório deve ficar pronto dentro de algumas semanas ou meses. Testes em convés ficarão para o segundo semestre.

f-35c-decolagem
f-35c-decolagem

Nas próximas semanas, a Lockheed Martin espera ter um relatório preliminar sobre o problema relacionado com a bequilha do caça F-35C (versão naval), mirando em possíveis ensaios embarcados já no próximo outono no Hemisfério Norte.

Durante testes realizados no ano passado a bordo do porta-aviões USS George Washington os pilotos da marinha se queixaram da grande oscilação da aeronave no momento do lançamento pela catapulta. Alguns pilotos disseram que não conseguiam ler instrumentos enquanto tentavam alçar voo. Um número de pilotos também disse que eles experimentaram dor durante o lançamento.

Jeff Babione, chefe do programa F-35 na Lockheed, disse aos repórteres na terça-feira (21) que os testes para duas possíveis correções acabaram de ser concluídos na Base Conjunta McGuire-Dix-Lakehurst, e um relatório deve ser emitido nas próximas “semanas ou meses”.

A primeira opção envolve a mudança da maneira como os pilotos se prendem ao jato, o que, segundo Babione, inclui a forma “como eles se acomodam no assento, como eles puxam seus cintos e se asseguram de que estão na posição correta”. A segunda opção está relacionada com a redução da pressão necessária para segurar a aeronave na posição de lançamento” e, desta maneira, reduzir a energia represada no nariz.

“As primeiras indicações são de que algumas dessas técnicas melhoraram o problema. Se elas são ou não boas o suficiente para a Marinha, isso ainda tem que ser determinado”, disse Babione.

FONTE:
DefenseNews (tradução e adaptação do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz
Clésio Luiz
3 anos atrás

Por muito tempo, desde o começo da era do jato, a USN só comprava aeronaves de fabricantes experientes em aeronaves navais. Em qualquer nova concorrência, Grumman, Douglas e McDonnell gozavam sempre de grande prestígio junto a ela. Acho que a Grumman ficou com um estigma de fabricante “naval” tão grande, que eles nunca conseguiram vender algo para a USAF, graças a rivalidade entre as forças. . Quando forçada a escolher entre os dois candidatos do ATF para o seu VFAX, a USN fez questão de que os dois fabricantes, que não tinham muita tradição em aeronaves navais, Northrop e General… Read more »

Vader
Vader
3 anos atrás

Putz, mandaram embora o anão raquítico e sua namorada, a supermodelo…

Num tá fácil pra ninguém…

🙂