Home Aviação de Caça F-35 seguirá para o Oriente Médio “num futuro não muito distante”

F-35 seguirá para o Oriente Médio “num futuro não muito distante”

2781
2

 Pelo menos foram estas as palavras do brigadeiro Carlisle sobre a possibilidade de enviar o F-35 para combater o ISIS

F-35A Lightning II aircraft receive fuel from a KC-10 Extender from Travis Air Force Base, Calif., July 13, 2015, during a flight from England to the U.S. The fighters were returning to Luke AFB, Ariz., after participating in the world's largest air show, the Royal International Air Tattoo. (U.S. Air Force photo/Staff Sgt. Madelyn Brown)
F-35A Lightning II aircraft receive fuel from a KC-10 Extender from Travis Air Force Base, Calif., July 13, 2015, during a flight from England to the U.S. The fighters were returning to Luke AFB, Ariz., after participating in the world’s largest air show, the Royal International Air Tattoo. (U.S. Air Force photo/Staff Sgt. Madelyn Brown)

A USAF (Força Aérea dos EUA) enviará caças F-35 para combater o grupo terrorista Estado Islâmico (ISIS) no Oriente Médio num “futuro não muito distante”, informou o brigadeiro Herbert “Hawk” Carlisle, chefe do Comando de Combate Aéreo na semana passada.

“O envio desses caças para ao Oriente Médio não é iminente, e está planejado para alguns anos adiante”, disse Carlisle. Por outro lado pequenos grupos de F-35 serão enviados para a Europa e para a região do Pacífico antes.

A USAF já está discutindo com o Comando Central (responsável pelas ações militares dos EUA no Oriente Médio) o envio desses caças furtivos para aquela região onde a consciência situacional e a fusão de dados do F-35 poderiam ajudar tremendamente os ataques das forças aliadas na Síria e no Iraque.

“Há determinadas regiões da Síria que são fortemente protegidas por sistemas superfície-ar”, disse Carlisle. Tanto a Rússia como a Síria possuem sistemas superfície-ar no país.

O F-35 continua em desenvolvimento e a capacidade plena de combate deve ser atingida em 2018 com a instalação da versão Block 3F do software da aeronave. Carlisle não deixou claro se os caças a serem enviados para o Oriente Médio estariam equipados com o Block 3F ou a versão atual, a Block 3i.

FONTE: DefenseNews (tradução e adaptação do Poder Aéreo a partir do original em inglês)

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
VaderIvan Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ivan
Membro
Ivan

Gonçalo e demais amigos, . Vamos por partes, no estilo Jack… . “O envio desses caças para ao Oriente Médio não é iminente, …” Indica que é apenas uma intenção futura. Algo óbvio. A princípio, não era necessário ser dito, pois mais cedo ou mais tarde haverá Lightning II no Oriente Médio, com as seguintes cores: US Air Force, US Marine e IDF/AF (ou simplesmente ‘Kheil HaAvir’ – Air Corps). Aparentemente tenta ‘vender’ a ideia de como estas aeronaves de combate super sofisticadas seriam úteis em um cenário tão quente e confuso como os campos da Síria e Iraque, mesmo… Read more »

Vader
Membro
Vader

Ah sim, eventualmente também veremos o Su-50 russo na base de Tartus… Alguns anos adiante…
.
Matéria besta da DefenseNews…