Home Abate Tucanos da FAB forçam monomotor a pousar no MT

Tucanos da FAB forçam monomotor a pousar no MT

7955
3

Um avião de pequeno porte (Cessna) carregado com entorpecentes teve de fazer um pouso forçado na manhã desta sexta-feira (3), em uma propriedade rural, há 45 quilômetros da cidade de Santo Antônio do Leverger (35 km de Cuiabá), próximo a uma fazenda. Um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) deu apoio a ação da Polícia Federal (PF), que também contou com duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB), que cercaram o Cessna.

Segundo informações iniciais, a aeronave decolou da Bolívia em direção ao Brasil e tinha Mato Grosso como sua rota. Aviões ‘Tucano’ da FAB fizeram o cerco e obrigaram a aeronave a pousar numa estrada de terra.

Equipes da Polícia Federal já estavam no local e as fotos mostram que diversas mochilas com drogas foram encontradas dentro da aeronave. Os criminosos fugiram para uma região de mata após o pouso forçado e ainda estão sendo procurados. Ao todo, são aproximadamente 300 quilos de drogas.

O certificado de aeronavegabilidade da aeronave estava vencido desde dezembro de 2015, sendo assim não poderia estar sendo utilizada. Ainda não se sabe se ela teria sido roubada pelos criminosos.

FONTE:
Olhar Direto

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Leônidas PereiraRinaldo Nery Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Rinaldo Nery
Membro
Rinaldo Nery

O entorno de Cuiabá tem boas pistas asfaltadas sem nenhum controle. Terra de ninguém.
A aeronave interceptadora que que cumprir todas as Medidas de Policiamento previstas nas NOSDA (Normas do Sistema de Defesa Aeroespacial). Não é chegar e sair dando tiro. Provavelmente o traficante se jogou no chão antes da autorização do Tiro de Detenção.

Rinaldo Nery
Membro
Rinaldo Nery

Mta bobagem comentada no facebook.

Leônidas Pereira
Membro
Leônidas Pereira

Verdade. Tem muita gente achando que “afrouxar” o abate (no ar e em terra) vai dar jeito nisso.