Home Conflitos em andamento Um dia após a posse de Trump, Rússia ataca alvos do ISIS...

Um dia após a posse de Trump, Rússia ataca alvos do ISIS na Síria

6387
2
Bombardeiros T-22M3

Um dia depois da posse de Donald Trump como presidente dos EUA, a Rússia lançou um de seus ataques mais mortíferos contra o Estado islâmico na Síria com seis bombardeiros T-22M3 que decolaram da Rússia e lançaram bombas em alvos do Daesh perto de Dier ez-Zor.

Os bombardeiros foram escoltados por caças Su-30SM e Su-35S que voaram da base aérea de Hmeymim em um ataque coordenado. Todas as aeronaves retornaram à base com sucesso, informou o Ministério da Defesa russo.

O ataque foi visto como uma mensagem para o novo governo dos EUA. Trump, durante seu discurso de inauguração, falou sobre a erradicação do terrorismo islâmico como um dos objetivos de sua presidência. A Rússia ofereceu-se para cooperar com a OTAN na luta contra os terroristas na Síria, uma oferta que tinha sido esnobada pelos EUA e pela OTAN.

No entanto, o presidente Turmp durante sua campanha eleitoral tomou uma postura mais suave contra a Rússia quando se tratava de combater o Estado islâmico na Síria e no Iraque, em comparação com o anterior governo Obama.

Os danos às armas e à infra-estrutura do Estado islâmico pelo ataque russo não foram divulgados. No entanto, a agência de notícias síria informou que o exército do regime de Assad tinha feito progressos no terreno, destruindo tanques e veículos pertencentes ao Estado Islâmico.

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova, comentou sobre o silêncio das organizações internacionais de direitos humanos em relação aos civis que sofrem na cidade de Deir Ez-zor, que estava sob ataque do Estado Islâmico.

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
GuizmoIvan Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ivan
Membro
Ivan

O jogo do poder é antigo, milenar. E continua sendo jogado. . Uma das jogadas é a ‘demonstração de força’. . Um (único) porta-aviões na costa da Síria – seja russo ou francês – é uma ‘demonstração de força’, com bônus de adestrar tripulações, testar procedimentos e capacitar a frota. (No caso americano eles ‘sempre’ tem um dos seus super carriers na região, normalmente do outro lado, no Mar da Arábia) . Um bombardeio pesado (talvez pesado demais) com meia dúzia de Tupolev Backfire T-22M3 é uma ‘demonstração de força’, com bônus de destroçar uma área usada pelo ISIS e… Read more »

Guizmo
Membro
Guizmo

Ivan,
Dizem que as bombas de Hiroshima e Nagazaki tiveram o mesmo propósito. Mostrar à Moscou.

Abs

Guizmo