Home Guerra ao Terrorismo Bombardeiros B-2 ‘stealth’ atacam alvos do ISIS na Líbia

Bombardeiros B-2 ‘stealth’ atacam alvos do ISIS na Líbia

4147
9
B-2 Spirit

Dois bombardeiros B-2 stealth realizaram uma missão de ataque no dia 18 de janeiro a campos de treinamento de Daesh (Estado Islâmico ou ISIS) na Líbia, decolando dos EUA. Depois do ataque dos B-2, drones “limparam” a área disparando mísseis Hellfire em terroristas que tentavam escapar.

De acordo com as informações divulgadas pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, o ataque dos bombardeiros B-2 da 509th Wing da Whiteman AFB, Missouri, foi conduzido em conjunto com o Governo Líbio do Acordo Nacional, para eliminar quatro campos do Daesh, a 45 quilômetros a sudoeste de Sirte.

Os B-2 lançaram 108 bombas guiadas de precisão sobre os campos de treinamento do ISIS. Juntamente com os mísseis Hellfire disparados por drones norte-americanos (provavelmente MQ-9 Reapers ou MQ-1 Predators), o ataque teria matado cerca de 85 terroristas segundo a Fox News, que conversou com autoridades de defesa dos EUA.

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leônidas Pereira
Leônidas Pereira
3 anos atrás

Não é possível que o objetivo dessa missão fosse apenas eliminar terroristas. Seria um ótimo exemplo de como usar um canhão pra matar uma mosca: mandar dois B-2 dos EUA até a África pra disparar 108 bombas guiadas, mais os Hellfire dos drones, e isso tudo pra eliminar 85 combatentes do Daesh.

Será que esses campos de treinamento eram só campos de treinamento mesmo?

Clésio Luiz
Clésio Luiz
3 anos atrás

Fica difícil justificar o uso de uma aeronave dessas para um alvo tão simples.

Matheus Henrique
Matheus Henrique
3 anos atrás

Para um bom entendedor meia palavra basta…o recado foi dado pros adversários dos EUA, onde você estiver eu vou te pegar.
SDS!

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
3 anos atrás

“”Leônidas Pereira 24 de janeiro de 2017 at 15:14”
.
Leônidas… na minha opinião, nem tanto.
Os B2 lançaram 108 bombas guiadas… Quantos F-15E, e/ou F-16’s, seriam necessários para a mesma missão ?
E o adestramento das tripulações ? Tem como quantificar em USD isso ?

Clésio Luiz
Clésio Luiz
3 anos atrás

Junior, o B-2 é a bala de prata da USAF, o principal vetor para atacar alvos estratégicos em caso de guerra contra a Rússia ou China. Cada um custou mais de 1 bilhão de dólares. A USAF possui apenas 20 dos 21 construídos. . Como justificar o uso de um desses ao invés de um B-52 ou B-1? As forças armadas americanas estão sob sequestro de recursos federais a anos, tendo o orçamento reduzido para o mínimo possível diante da realidade deles, tendo que mendigar no congresso americano para comprar meras unidade de reposição das aeronaves existentes. E mesmo com… Read more »

Leônidas Pereira
Leônidas Pereira
3 anos atrás

Quanto ao veículo para levar as 108 bombas, Junior, concordo com seu pensamento: é bastante lógico, a princípio, enviar poucos bombardeiros ao invés de dezenas de caças para lançar a mesma carga. O que ficou nebuloso foi a desproporcionalidade em despejar 108 bombas guiadas só para eliminar um punhado de guerrilheiros, como disse o Clésio, e ainda usar o bombardeiro mais avançado (e caro) do inventário da USAF sobre uma área quase sem defesas aéreas. Os comandantes dos EUA com certeza não estão podendo rasgar dinheiro à toa. Tem algo mais importante do que apenas um campo de treinamento nessa… Read more »

Guizmo
Guizmo
3 anos atrás

Um perigo para o Planeta. B-2 e Backfires operando no mesmo TO. 2 malucos, em DC e no Kremlin. Isso aí pra dar mer…..são 2 palitos…

Ivan
Ivan
3 anos atrás

Demonstração de Força… Simplesmente isso! Com todos os outros bônus da missão. Por exemplo: – Treinamento de missões de longo alcance; – Teste operacional do apronto das tripulações, equipes de terra e operadores de sistemas eletrônicos (comunicações, radares, etc…) ao redor do mundo; – Treinamento de REVO; – e segue a lista. . As bombas, explosões e destruição são contra o ISIS, Al Qaeda ou outro grupo da vez que esteja pelo caminho. . A demonstração é para lembrar aos amigos e inimigos que eles tem um longo porrete, sabem usar e estão dispostos a usar. . É assim com… Read more »

Ivan
Ivan
3 anos atrás

Sinal dos tempos.
.
Não existe mais Força V de bombardeiros ingleses;
ou os elegantes Mirage IV franceses.
.
O porrete deles está menor.