Home Guerra ao Terrorismo Bombardeiro B-52 e drones atacam alvos da Al Qaeda na Síria

Bombardeiro B-52 e drones atacam alvos da Al Qaeda na Síria

3033
4
B-52 Stratofortress

A Força Aérea dos EUA realizou um segundo ataque no dia 19.01, matando mais de 100 combatentes da Al Qaeda em um campo de treinamento no norte da Síria, disse um oficial da Defesa com conhecimento do ataque a um grupo de repórteres no Pentágono na última sexta-feira (20.01).

Um único bombardeiro B-52 da USAF e um número não revelado de drones lançaram 14 armas de precisão no meio-dia da quinta-feira, sobre um campo de “treinamento básico” da Al-Qaeda na Síria, a oeste da cidade de Aleppo, perto da fronteira com a Turquia.

O oficial descreveu os combatentes como “núcleo da Al Qaeda”. Uma declaração do Pentágono disse que o campo estava operacional desde pelo menos 2013.

Este último ataque, provavelmente o último do mandato do presidente Barack Obama, aconteceu um dia depois que dois bombardeiros B-2 lançaram 108 bombas guiadas de precisão em dois campos de treinamento do ISIS na Líbia, matando 85 combatentes.

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
GuizmoBoscoLeônidas Pereira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Leônidas Pereira
Membro
Member
Leônidas Pereira

Será que o objetivo da missão era apenas destruir esse campo de treinamento, ou mandar algum recado? Junto com o outro ataque do dia anterior, me parece um exagero de recursos só pra destruir campos de “treinamento básico”.

Guizmo
Membro
Guizmo

Desculpem o off topic, mas alguém já ouviu falar dessa história? Bosco, ajuda!
http://aeromagazine.uol.com.br/artigo/incrivel-historia-do-piloto-que-derrubou-seu-proprio-aviao_3159.html#ixzz4Wi1wtHNM

Bosco
Membro
Member
Bosco

Guizmo,
Muito interessante! Nunca tinha ouvido falar sobre esse ocorrido.
Mas realmente é possível. Do mesmo jeito que um revólver pode matar o atirador se ele atirar diretamente para cima acho que as conclusões desse incidente têm fundamento.
Vivendo e aprendendo.

Guizmo
Membro
Guizmo

Pois é, incrível