Home Indústria Aeronáutica Canadá decide comprar provisoriamente 18 caças Super Hornet

Canadá decide comprar provisoriamente 18 caças Super Hornet

4760
33
Advanced Super Hornet - foto Boeing
Advanced Super Hornet com tanques conformais – foto Boeing

OTTAWA – O Canadá planeja iniciar conversas com a Boeing para comprar 18 caças F/A-18 Super Hornet como medida provisória em uma renovação planejada da frota de aviões de combate CF-18 do país, disse o ministro responsável pela Defesa do Canadá nesta terça-feira.

O governo liberal também lançará um processo competitivo para substituir a envelhecida frota de caças CF-18, afirmou o ministro Harjit Sajjan em entrevista coletiva.

O governo anterior (conservador) do Canadá abandonou planos há quase quatro anos para comprar 65 aviões de combate F-35 da Lockheed Martin Corp., após controvérsia política sobre a falta de transparência sobre os custos de aquisição. No entanto, o F-35 será autorizado a competir na próxima concorrência para mais aviões, que deverá ser lançada no início do próximo ano.

Lockheed_Martin_F-35_Lightning_II_(mock-up),_Canada_-_Air_Force_AN1753011
Mock-up do F-35 nas cores do Canadá

O plano do Canadá de iniciar negociações sobre uma compra interina de 18 jatos Super Hornet F/A-18E/F é o segundo impulso para estender a vida das linhas de produção de jatos de combate da Boeing depois que o Departamento de Estado aprovou na semana passada vendas ao Kuwait e ao Qatar que somam US$ 31,2 bilhões combinados. Autoridades canadenses se recusaram a fornecer um custo estimado para adquirir a aeronave da Boeing.

FONTE: The Wall Street Journal

33
Deixe um comentário

avatar
33 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
25 Comment authors
Adriano LuchiariMadMaxaldqueirozJuliano Bitencourt (JB )Felipe Silva Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
hamadjr
Visitante

Pois então quem não tem F-35 de imediato fica com o bom e velho F-18.

ivanmc
Visitante
ivanmc

Sábia decisão. Sem frescuras apenas suprindo necessidades.

Petardo
Visitante
Petardo

É melhor que apostar todas as fichas em um pato como o F-35. Compra os SH e aguarda pra ver como fica o F-35.

André Bueno
Visitante
André Bueno

Apesar do F-35 poder participar do próximo processo de seleção, a escolha do Super Hornet como tampão é um revés para a Lockheed.

André Bueno
Visitante
André Bueno

O texto não especifica mas qual será o modelo, o “standard” ou o Silent Hornet?

Matheus Henrique
Visitante
Matheus Henrique

Boa e velha Vespa…

Renato Silva
Visitante
Renato Silva

Se o processo de escolha do caça para o Brasil fosse aberto HOJE, levando em conta o cenário político interno e externo atual, o F-18 teria mais chances de ser escolhido para a FAB?

Dioge Tsutsumi
Visitante
Dioge Tsutsumi

O Bichão é bonito!

Petardo
Visitante
Petardo

Acho que se fosse hoje, não abririam um processo de seleção de um vetor novo.

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

André Bueno 22 de novembro de 2016 at 20:35 Um dos argumentos para a compra direta é que a atual frota do Canadá não é capaz de cumprir os compromissos assumidos com a OTAN e o NORAD. Por isso a compra deve ser feita tendo como prioridade a interoperabilidade com as forças da OTAN e dos EUA. Além disso a aquisição está sendo anunciada como um “gap filler”, ou seja, uma compra suficiente apenas para fazer a transição para um vetor a ser escolhido em competição no futuro próximo. Esses dois argumentos apontam para a compra do F/A-18 E/F, possivelmente… Read more »

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Com os problemas de desenvolvimento do Lightning II, a escolha pelo Super Honet (já que o Canadá, assim como a Austrália é um operador do Honet) seria algo natural, dificilmente outra aeronave seria escolhida (o caça presta ótimos serviços). – O irônico disso tudo seria a MB optar por substituir nos A-4AM pelos F/A-18C canadenses, modernizando-os com diversos sistemas e aviônicos de 4ª geração, o que dará à MB uma aeronave melhor e mais capaz do que o Gripen E/F da FAB. E antes da própria FAB receber os seus F-39. Rsrsrs – Antes de ser execrado por alguns colegas,… Read more »

Petardo
Visitante
Petardo

Cada um diz o que quiser quando não quer fazer negócio. Não estou dizendo que os suíços estão corretos ou errados. Só digo para não aceitaremos tudo como verdade absoluta.

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Wellington Góes 22 de novembro de 2016 at 21:30 Falaram isso para tentar queimar totalmente o filme do Gripen NG frente as disputas futuras contra o Rafale. Nem a França e muito menos a Dassault engoliram que foram os últimos no FX-2, perdendo justamente para o Gripen NG e FA-18. A Suíça tem forte presença francesa na cultura e creio que na política, um de seus idiomas oficiais é o francês, e sua moeda é Franco Suíço. Lembro que quando Dilma esteve na Suécia fazendo uma visita a SAAB, toda a imprensa suíça não perdeu tempo em meter o malho… Read more »

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

SH
“….bom e velho….” Kkkk rsrsrsrs
O SH é uma plataforma das mais modernas, como médio e nesse seguimento ele é imbatível.
Os Canadenses substituirão aos poucos toda sua frota de F 18 e será pelo SH.
http://www.boeing.com/defense/fa-18-super-hornet/

Lucas Schmitt
Visitante

Belo exemplo a ser seguido, enquanto não chegam os F-35 eles vão de SH. No Brasil é diferente, enquanto não chega um caça custando o olho da cara e com capacidade igual ao SH, o tampão são F-5 usados, adquiridos na década passada.

Nonato
Visitante
Nonato

Interessante essa parte “falta de transparência nos valores” do F35…
Não falam que está na faixa de 100 milhões?
E o F18 custa 280 milhões?
Talvez esse tema da transferência Apontado refira-se à situação atípica tais como não saber quanto custaria, etc…
Mas vejo esse outro problema de um caça de 4@ geração ser vendido a quase 300 milhões.

MFVieira
Visitante
MFVieira

Wellington, eu sei a qual relatório vc está se baseando. Sobre o que a Flygvapnet escreveu sobre o Gripen . O Sumario Executivo, assinado em novembro de 2009 envolveu o relatorio de voo de 2008. Aliás a Força Aérea Suíça só foi voar o NG em 2011. O Hornet tem alcance sem tanques externos de 2000km, alcance de translado de 3300km, CAP a 150NM de 1h45min. Ora esses são dados próximos ao do Gripen C/D que estavam sendo avaliados naquele ano do teste de voo que consta no Sumário. O Gripen NG tem alcance sem tanques de 2500km,de traslado de… Read more »

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Só falta a Argentina bater na porta do Canadá e pedir uns CF-18.

donitz123
Visitante

Tudo aponta para um leasing de Super Hornets e não uma compra.
.
“In addition, Canada will immediately explore the acquisition of 18 new Super Hornet aircraft to supplement the CF-18s until the permanent replacement arrives. The Government will enter into discussions with the U.S. Government and Boeing regarding use of these jets for an interim period of time.”
.
http://news.gc.ca/web/article-en.do?nid=1158669&tp=1

Ednardo de oliveira Ferreira
Visitante

não faz sentido compra. A não ser que já estivesse (e não está) decidido que será comprado o Super Hornet na licitação final.

os finalistas serão Super Hornet x F35. Se depender dos EUA, a pressão será pelo F35.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

É a Austrália fazendo escola. Na dúvida, vai de SH.

Paulo
Visitante
Paulo

Para não errar.

Billy
Visitante
Billy

Inteligente medida.

Felipe Silva
Visitante
Felipe Silva

Boeing agora respira aliviada com as novas vendas.

Juliano Bitencourt (JB )
Visitante
Juliano Bitencourt (JB )

Nós vamos muito bem de F39. O único super Hornet que eu queria era o Growler. Para superioridade aérea uns 36 Silent Eagle. Mas o Canadá fez apenas uma manutenção de suas capacidades, mantendo-se crível. O F35 será mais para a frente incontornável. Assim penso.

aldqueiroz
Visitante
aldqueiroz

André Bueno 22 de novembro de 2016 at 20:35
O texto não especifica mas qual será o modelo, o “standard” ou o Silent Hornet?” — Ué?, e tem um modelo ‘silent’ (“semi-stealth”!) do Super Hornet?… Conhecia o F-15 Silent-Eagle, que incorpora algumas soluções para diminuir a assinatura radar do bichão, como ‘weapons-bays’, etc. Mas do SH, desconheço… O amigo não estaria se referindo ao modelo ‘Advanced’ com tanques conformais, como o da foto que abre este post? Mas ele também incorpora tecnologia stealth?…
Abraços!

MadMax
Visitante
MadMax

Se o nome é esse eu não sei “silent” mas já foi noticiada uma versão avançada.

http://www.aereo.jor.br/2010/07/20/silent-hornet/
Pouco provável que seja essa para um quebra-galho.

MadMax
Visitante
MadMax

Quanto ao NG ser igual ao Hornet…
Ah, sem comentários…

aldqueiroz
Visitante
aldqueiroz

MadMax 23 de novembro de 2016 at 15:10
Obrigdo, Max!
Mas, é meio antiga essa proposta do novo modelo, né? 2010… E no anúncio não há menção a capacidades furtivas do modelo; ah!, minto, tem sim: um “Pod com armas internas (4 AMRAAM)”.
Bem, enfim…
Abraços!

hamadjr
Visitante

Sendo um tiquim capcioso quer dizer então que F-18 é moderno quase como o F-35, só falta ser um pouco parecido com F-22, hehehe pelo menos é bom já que não é velho.

Paulo
Visitante
Paulo

Gripen NG igual ao Super Hornet…
.
Sem chance.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Que a Finlândia confirme breve compras do SH para substituir os F 18, será muito bom.

Adriano Luchiari
Visitante
Adriano Luchiari

Eu ainda creio que 18 Super Hornet cairiam melhor na FAB do que os 36 Gripen. Aeronave mais do que consagrada, inclusive com pacote buddy-buddy (economizaria alguns KC), já poderíamos estar recebendo os primeiros no GDA.