Paquistão converte caças F-16 para lançar armas nucleares

lockheed_martin_f-16a_fighting_falcon_pakistan_-_air_force_jp7135983
Lockheed Martin F-16A do Paquistão

País que possui arsenal de 130-140 ogivas também emprega caças como vetores

O Paquistão está expandindo seu arsenal nuclear e desenvolveu um estoque estimado de 130 a 140 ogivas para lançamento, bem como converteu alguns de seus aviões de combate incluindo o F-16 para lançar armas nucleares, informou o Boletim de Cientistas Atômicos em seu último relatório.

De autoria de Hans M Kristensen e Robert S Norris, o relatório diz que a análise de um grande número de imagens de satélite comercial de guarnições do Exército Paquistanês e Bases da Força Aérea mostra o que parecem ser lançadores móveis e instalações subterrâneas que podem estar relacionadas com as forças nucleares.

“O Paquistão continua a expandir seu arsenal nuclear com mais ogivas, mais sistemas de lançamento e uma crescente indústria de produção de materiais físseis”, disse o relatório sobre forças nucleares paquistanesas, 2016.

“Nós estimamos que o Paquistão agora tem um arsenal de armas nucleares de 130-140 ogivas, o que excede a projeção feita pela Agência de Inteligência de Defesa dos EUA em 1999 de que o Paquistão até 2020 teria 60-80 ogivas”, informa o relatório divulgado no mês passado.

De acordo com os cientistas, com vários sistemas de lançamento em desenvolvimento, quatro reatores de produção de plutônio e suas instalações de enriquecimento de urânio em expansão, o estoque do Paquistão poderá aumentar ainda mais nos próximos 10 anos.

“As especulações de que o Paquistão pode se tornar o terceiro maior Estado em armas nucleares do mundo – com um estoque de cerca de 350 ogivas em uma década – são, acreditamos, exageradas, principalmente porque isso exigiria um acúmulo duas a três vezes mais rápido do que o crescimento nas duas últimas décadas “, disse.

“Nós estimamos que seu estoque poderia crescer mais realisticamente até 220-250 ogivas até 2025, se a atual tendência continuar, se isso acontecer, faria do Paquistão o quinto maior Estado em armas nucleares do mundo.

“Mas a menos que a Índia amplie significativamente seu arsenal ou acumule mais forças convencionais, parece razoável esperar que o arsenal nuclear do Paquistão não continue crescendo indefinidamente, mas possa começar a nivelar quando seus atuais programas de armas estiverem concluídos”, disse o relatório.

Aviões para ataque nuclear

Ainda de acordo com o relatório, o Paquistão provavelmente atribui uma missão de ataque nuclear aos esquadrões de caça F-16A/B e Mirage III/V.

O F-16 foi provavelmente o primeiro avião no papel nuclear, mas o Mirage rapidamente se juntou à missão, disse, acrescentando que os F-16A/B foram fornecidos pelos EUA entre 1983 e 1987.

Depois de 40 aviões terem sido entregues, o Departamento de Estado dos EUA disse ao Congresso em 1989, “nenhum dos F-16 que o Paquistão já possui ou está prestes a comprar está configurado para lançamento nuclear” e o Paquistão “será obrigado por contrato a não modificar” caças F-16s “sem a aprovação dos Estados Unidos”, disse.

“No entanto, há vários informes críveis na época de que o Paquistão já estava modificando os F-16 fornecidos pelos Estados Unidos para armas nucleares”, disse, acrescentando que há rumores de que o Paquistão pretende fazer o mesmo com que o caça JF-17.

FONTE: Economic Times / Tradução e adaptação do Poder Aéreo

Subscribe
Notify of
guest

19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Delmo Almeida

Interessante, mas os EUA não estão reclamando… que coisa…

João Paullo S Conceição

Podem parar de sonhar com EUA liberando mais F-16 pra eles então

Tamandaré

Principalmente se a linha de montagem do F-16 for embora pra Índia. Se os paquistaneses querem mais F-16, pois que comprem logo!!

Marcelo Andrade

Interessante mesmo!!! Um país muito instável onde o talibã passeia e faz o que quer com a
Complacência do governo e com 180 ogivas!!! E o pessoal preocupado com o Ira!!!

Delfim Sobreira

Urgente confronto no Rio de Janeiro helicóptero abatido 4 PM mortos.

Rinaldo Nery

Concordo com o Marcelo. País que não ajuda em nada o combate ao Taliba (pelo contrário), e ainda tinha Osama Bin Laden como vizinho da sua Academia Militar. E vaza segredos nucleares pra outros países. Não é à toa que a Índia vive se armando, a despeito da miserabilidade do seu povo.
E os EUA só efetuam reprimendas quando convém. Vamos ver qual será a postura do governo “Pato Donald” Trump.

ivo

o pior de tudo e que se o “Pato” bloquear futuras vendas isso quer dizer que também bloqueará os gripens, e adeus custo + baixo para futuras encomendas da FAB.

Tamandaré

Sr. Rinaldo, há quem diga que a tecnologia nuclear norte-coreana foi comprada do Paquistão (ou pelo menos parte dela). Aí já não sei se procede…. 😉 No mais, os EUA na verdade deveriam, por lógica, querer boicotar o Paquistão, uma vez que eles são aliados da China. Pra manter o equilíbrio, China x Índia já basta. Se a India não tivesse Pequim, aí faria sentido inflar o Paquistão pra manter o equilíbrio regional.

Glasquis 7

Rinaldo Nery 19 de novembro de 2016 at 19:44 Só um detalhe sobre seu comentário “a despeito da miserabilidade do seu povo”. O Paquistão é um pais em vias de desenvolvimento assim como os países da América do Sul só que a sua economia é muito resistente e os índices tem demonstrado isso ao serem impermeáveis aos solavancos da economia mundial. A Bolsa Paquistanesa tem se mostrado quase que inalterável durante as últimas crises. Seu povo é tão miserável quanto o é a maior parte da América do Sul. O estranho é que eles tem um acesso direto ao desenvolvimento… Read more »

Rinaldo Nery

Me referi ao povo da Índia, que joga cadáveres nos rios. Paquistão, Índia, Bangladesh, povos miseráveis.

Glasquis 7

Rinaldo Nery 19 de novembro de 2016 at 21:24 Só fiz o comentário por que às vezes estes países, Paquistão, Kazaquistão, India, etc., passam a falsa imagem de serem muito pobres e atrasados mas na realidade, tem seu desenvolvimento militar bem à frente dos países da América Latina e acho que tem FFAA muito superiores às da nossa região. Pode ver que eles já tinham F 16 na década de 80. Isso de jogar corpos nos rios é cultural, o Ganges é a personificação da Deusa Ganga e segundo a tradição, um rio sagrado e por isso são jogados o… Read more »

Aurélio

Para se construir armas nucleares bastam duas coisas: capacidade técnica e vontade de fazê-las. No caso do Brasil faltam ambas.

Rinaldo Nery

O pulo do gato da arma nuclear é o detonador. Um engenheiro do IME em mestrado nos EUA conseguiu esse segredo, pois um idiota lá, por engano, postou em rede aberta. Vontade, realmente, não temos.

sergio ribamar ferreira

Boa noite a todos. Corrida armamentista. Esses países possuem divergências político-religiosas à décadas e precisam cada vez mais mostrar superioridade. Quanto à utilização de artefatos nucleares o A1 pode carregá-los sem problema algum, basta um pouco de habilidade de engenharia e pronto. Como bem citou o Cel. Temos os meios só não temos vontade.(arma perfeita para dissuasão). Deus abençoe a todos. Caso esteja errado por favor tirem minhas dúvidas. Desde já agradeço.

Caio

Bom dia! Sobre a notícia é realmente temeroso um país sem firmeza com os extremistas, desenvolver tão amplamente armas de destruição em massa, enquanto os xerifes do mundo nada fazem. No tocante à miséria na Índia e no Paquistão, elas realmente são drásticas, ambos possuem altíssimos índices de analfabetismo, desnutrição, falta de saneamento básico, fslra de moradia adequada, AIDS, e tudo mais que possamos pensar em atraso social, todavia deve se levar em conta a imensa população dos países. O constraste do Paquistão e Índia serem potências militares se deve a quanto do seus orçamentos são direcionados a defesa. No… Read more »

Renan

Sempre fui curioso em saber o que faz uma aeronave ser apta a lançar um armamento nuclear. Não sei se seria apenas as dimensões da bomba ou algum revestimento especial da própria aeronave.

Carlos Alberto Soares-Israel

Não fizeram tal capacitação no F 16, ponto.
Quem enterrou o Prog Nuc Brazuca foi o Collor, logo no início do seu desgoverno.
Os milicos deveriam ter batido o pé, era um programa deles, Serra do Cachimbo.
Para o Brazil nunca me agradou a última decisão nas mãos de civis.
Talvez um triunvirato, com militar (es).

Petardo

A gente não conseguiu nem fazer o nosso míssil balístico disfarçado de lançador de satélite, o que dirá a ogiva nuclear.

O fato do Paquistão estar armando suas ogivas nos aviões explicita que eles têm como alvo basicamente a Índia e não tem prioridade de ir muito mais longe que isso.

horatio nelson T.R.U.M.P

segundo ouvi e vi em algumas fontes os arsenais paquistaneses são rotativos mudam de local frequentemente devido ao risco…mais tudo é falho; foi um grande erro permitir o paquistão se armar em breve vai ter uma m….a muito grande…vide o noticiário é um país q não garante sua segurança