Home Sensores Novo radar AESA para o caça sino-paquistanês JF-17

Novo radar AESA para o caça sino-paquistanês JF-17

3197
10

radar-aesa-klj-7a-06

A China apresentou no Zhuhai Airshow 2016 um radar AESA (Active Electronically Scanned Array – Radar de Varredura Eletrônica Ativa) para equipar o caça sino-paquistanês FC-1/JF-17 Block III.

Segundo o fabricante Nanjing Research Institute of Electronics Technology (NRIET), o radar designado KLJ-7A tem um alcance de combate de 170 quilômetros, para um alvo com RCS de 5 m².

O novo radar pode rastrear 15 alvos e travar em 4 simultaneamente no modo ar-ar, contra 10 e 2 do seu antecessor de varredura mecânica. O radar também tem pelo menos 11 modos de operação, incluindo imageamento SAR, modo ar-solo e ar-mar.

radar-aesa-klj-7a-03

FOTOS: East Pendulum

Subscribe
Notify of
guest
10 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cipinha
Cipinha
3 anos atrás

Mais uma vez na Zhuhai Airshow 2016 os chineses apresentaram uma maquete do JF-17 biplace, dizendo que o primeiro inicia os vôos em 2017. Desde quando eu nasci escuto essa história de JF-17 biplace, vamos ver se agora vai…

DANIEL FERREIRA
DANIEL FERREIRA
3 anos atrás

Este caça seria a melhor alternativa para os argentinos. Poderia até rolar uma produção local para abastecer o mercado local, vide a necessidade de reequipamento das Forças Aéreas do Peru, Bolívia, Paraguai, Uruguai, Equador, etc.

Silvio dos Santos
Silvio dos Santos
3 anos atrás

DANIEL FERREIRA 7 de novembro de 2016 at 8:36
Com certeza, eu acredito que até o Brasil poderia comprar este caça, caso fosse produzido pela Indústria Aeronáutica e Aero Espacial Argentina.

Delmo Almeida
Delmo Almeida
3 anos atrás

Embora seja um avanço, ainda perde feio para os radares AESA do Gripen e do Rafale.

Corsario137
3 anos atrás

E os chineses vão chegando…
Construir um AESA não é tarefa simples, na verdade nem PESA nem AESA. Quanto as especifícações, lembra muito ao da Elbit que serviria para o Kfir Block 60. EL/M 2052 se não me engano.

Corsario137
3 anos atrás

Faltou eles divulgarem as informações de azimute para uma melhor comparação.

ivo
ivo
3 anos atrás

certos comentários a respeito do brasil comprar esse “caça”, me faz revirar o estômago!
por favor ….. vamos de gripen, o resto é resto!

Agnelo Moreira
Agnelo Moreira
3 anos atrás

Senhores
Infelizmente, não posso ser muito mais claro, mas uma fonte de um exército q opera material chinês novo, não gostou nadinha. Não sei quanto a Força Aérea, mas de terra, não está bom não.
Saudações

Alejandro Perez
Alejandro Perez
3 anos atrás

Bolivia…

Alejandro Perez
Alejandro Perez
3 anos atrás

Com os helicopteros Z9.