revo-mb-e-fab-3

Como noticiamos em 23 de outubro, pela primeira vez a Força Aérea Brasileira (FAB) e a Marinha do Brasil (MB) trabalharam integradas em operações de reabastecimento em voo (REVO). O treinamento foi realizado entre os caças AF-1, designados originalmente como A-4, do 1º Esquadrão de Aviões de Interceptação e Ataque (VF-1); e os F-5M, do Grupo de Defesa Aérea (GDA), da Aeronáutica. As missões encerraram nesta terça-feira (26/10) na Base Aérea de Anápolis (BAAN).

Estas imagens do exercício são da FAB.

revo-mb-e-fab-1

revo-mb-e-fab-2

revo-mb-e-fab-4

202
Deixe um comentário

avatar
202 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
57 Comment authors
GallinaCacoCaerthalGlasquis 7 ex Glaxs7Carlos Alberto Soares Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bueno
Visitante
Bueno
Bardini
Visitante

Valando em vídeo e em Skyhawk, “Kiwi Red Plugged In Barrel Roll Formation”: https://www.youtube.com/watch?v=4AubU5FeUIs

F-18 Super Hornet
Visitante
F-18 Super Hornet

Muito bom, agora podemos fazer o combate inicial do vietnã.

Clésio Luiz
Visitante

Fantástico vídeo Bardini. Esse vai direto para o meu HDD.

Bardini
Visitante

https://drive.google.com/drive/folders/0BwBlvCQ7o4F_b0s4VWNERFJLQ2s
.
Clésio, nesta pasta do Drive tem muita coisa que não se acha fácil por ai. Relacionado com a matéria, recomendo uma com o nome: “HistoryARFviaA-4buddyRefuelpp97”

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Em que país do terceiro mundo foram tiradas essas fotos?
Essas fotos são de que década passada do século passado?
Por acaso é a FAB, Brasil, lá na América do Sul?

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

É, é a FAB mesmo, é aquela força aérea poderosa em………………………………………………….. pessoal.

Fernando
Visitante
Fernando

O pessoal critica mas as nossas FAs tão ai, estão trabalhando e tirando leite da pedra com oq tem da melhor forma possível. Parabéns aos pilotos por mais esse ganho de experiência e demonstração de profissionalismo e trabalho conjunto entre FAB e MB.

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Muito legal a foto por ser um A-4 reabastecendo, mas é a primeira vez que eles treinam reabastecimento? Meu Deus!!! Os A-4 nunca treinaram com os KC-130 ou KC-137???

Bille
Visitante
Bille

Buenas

Os A-4, no Brasil, nunca reabasteceram F-5.

Embora interessante o conceito, a aplicabilidade dele não sei se é de tanta relevância. Operacionalmente, num contexto como o nosso, usar os C-130 é mais interessante. E é pouco provável que os F-5 vão adentrar no mar pra combater. As chances de uso real são bem remotas:

Acho que aumenta em pouco a autonomia das OCA.

Mas é o melhor que nós temos. Talvez seja um REVO com autodefesa, sei lá, com grande manobrabilidade, pode ser isso… uma ferramenta na manga… talvez o A-4 decolando de uma pista pudesse levar mais combustível..

Abraço!

Celso Reis
Visitante
Celso Reis

Belas imagens, históricas para ambas as forças, pilotos da FAB e Marinha precisam treinar todas as modalidades possíveis com os equipamentos que possuem em mãos, não são os mais modernos do mundo, mas estão voando, diferente dos nossos vizinhos Argentinos. Quem realmente gosta de aviação ganhou muito com estas imagens de dois aviões clássicos.

Lewandowski
Visitante
Lewandowski

Tirando leite de pedra? O terceiro maior orçamento da União está tirando leite de pedra? Orçamento superior, por exemplo, ao da Itália, mas estão tirando leite de pedra?
.
Pode, Arnaldo?
.
Sds

Ádson Caetano Araújo
Visitante

Levandowiski,
O orçamento real das forças é ridículo, mas se vc olhar os números são enormes. No orçamento militar consta pessoal e inativos, só isto da 90% do orçamento restando 10% para custeio, pesquisa, atualizações, aquisições, etc.

ivo
Visitante
ivo

vejo muitas críticas pelo treinamento aí, mas imagine um cenário em que o KC reabastecedor tenha sido abatido, os A-4 poderiam estar salvando alguns pássaros!

Renato Carvalho
Visitante

“Uma cena nunca vista no Brasil “…talvez tenha sido vista nos céus de Saigon, sei lá.

Alex.
Visitante
Alex.

Os estrategistas de gameboy sabem muito sobre táticas de guerras.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Primeiro precisamos ter pelo menos mais do que apenas um C130 reabastecedor. Segundo, não seria sobre o mar. Terceiro é melhor que o reabastecedor, em cenarios de combate com uma certa intensidade, possa ser altamente manobravel. Quarto, é o que temos. Quinto…sexto…. Por ultimo, mas o mais importante: parabéns à FAB e à MB, muito bom! Agora podemos dizer que os F5/A4 vão sim apoiar os A1 la em Boa Vista. Sensacional! PS: podem ser (e são…) aviões antigos, etc. Mas o cenario para o qual hoje estamos focados, temos um monte de A29, alguns F5, alguns A1, etc. O(s)… Read more »

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Prezado Bardini, mais uma vez obrigado pelos excelentes posts! Clesio, tb ja salvei no HDD!!!! Abs

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Em tempo, leia-se ao inves de A4, AF1.

Luiz Antonio
Visitante
Luiz Antonio

As expressões de pensamentos sobre o próprio país também definem o que uma nação é ou será. Enquanto norte-americanos, ingleses, franceses, alemães, canadenses, belgas, russos, , australianos e outros valorizam suas conquistas por menores que sejam e procuram soluções para seus problemas, a grande maioria dos brasileiros ridicularizam suas conquistas e criticam tudo preferindo culpar os outros pelas suas mazelas. Por essa forma de pensar e ser podemos imaginar o futuro de cada um. Para quem ama seu país, pelo menos que faça a sua parte, mesmo que o futuro seja fácil de prever. Meus cumprimentos aos militares profissionais da… Read more »

XO
Visitante
XO

Isso se chama flexibilidade… mas… se não fazemos… criticam… se fazemos… criticam… anyway, BZ a todos os envolvidos no adestramento…

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Luis Antonio, concordo plenamente. Assino embaixo!

Space Jockey
Visitante

Eu tbm não aguento mais essa história de “tirar leite de pedra”, mas o pior é que é verdade. Eh uma cena da década de 60, porem, infelizmente é o que tem pra hoje. E pode sim ser de grande valia numa emergencia. Melhor saber como fazer se por acaso viermos a precisar. A Venezuela é bem possível de querer fazer alguma besteira, então temos que estar com todos os vetores e técnicas a mão. . Uma pergunta: La fora, nos países que tem orçamento militar menor que o nosso e FAs de verdade, como funciona a distribuiçao da fatia… Read more »

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

concordo com Luís Antônio. Boa! Deus abençoe a todos.

Lewandowski
Visitante
Lewandowski

As expressões e pensamento definem o que uma nação é e será, principalmente pelos que têm a caneta nas mãos para defini-la. De fato, a política, a educação e até as forças armadas são reflexo do povo. Assim, se o povo não os valoriza, a recíproca é a mesma, pela essência. Se se critica o povo pela falta de ‘reconhecimento’, orgulho e patriotismo, que se multiplique com relação àqueles que também não fazem nada para mudar a atitude do povo, principalmente quando entregam muito pouco pelo que recebem. E pelo que me conste, quem ama colocar a culpa nos outros,… Read more »

Lewandowski
Visitante
Lewandowski

Para completar:
.
é culpa do povo destinar bilhões para reativar um NAe de 50 anos, que serve, como já mencionou o Nunão (?), de Porta aviões de cabotagem – e que não se tem perspectiva alguma sobre o navio, que, por curiosidade, ainda esbarra na falta de recursos! – ao invés de se destinar à modernização de fato dos meios da Força. Isso só para citar um exemplo.
.
Mas viva a Marinha! e a FAB! Esse zé povinho que não admira e reconhece nada é difícil, viu. Ô miséria!
.
Sds

control
Visitante

Srs Frequentemente temos fotos de B52 sendo reabastecidos por KC135, cena da década de 50 e nenhum americano acha isto um absurdo. Não é porque um avião é antigo que não é eficaz. É óbvio que seria muito melhor que a FAB e a MB contassem com aviões mais novos, porém é o que temos e os militares das duas forças estão certos em buscar tirar o melhor deles e treinar todas as possibilidades. Afinal, quantos KC130 estão operacionais? E se houver uma encrenca que exija uma missão com REVO? Eles estão de parabéns por buscarem soluções para resolver eventuais… Read more »

MadMax
Visitante
MadMax

Deixem de viralatismo.
O F5-M está abos luz do F5.
E isso é um treinamento de um conceito. Não importa muito a ferramenta do treino.

Marcelo
Visitante
Marcelo

Com a forte redução de verbas nas FFAA, tendo em vista uma visão administrativa mais logica, seria realmente mais logico passar todos os SkyHawks, peças de reposição, pilotos e tecnicos para a FAB, encerrando esta Aviação Naval sem futuro e sem porta aviões, para que se tornem somente a continuidade dos poucos A4 que ainda voam com o emprego em REVO ou treinamento avançado substituindo os antigos Xavantes, ta ai uma boa opção……

ivanmc
Visitante

Dariam uns bons QF.

Jeferson F. A.
Visitante
Jeferson F. A.

Srs. Gostaria de saber quanto tempo máximo leva para reabastecer em voo, ou seja realizar o REVO??? obrigado..

Ivan da Silveiraa
Visitante
Ivan da Silveiraa

Bom dia

Lindas imagens! Parabéns a FA…

Abraço!

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Criticar em cima dos argumentos uns dos outros ok, sendo assim, e como o nível está bom, venho de novo comentar… – A questão de se a coisa tá boa se taca-lhe pau e se tá ruim também se taca-lhe pau faz parte de amplo debate, ou vamos todos apenas tocar a mesma nota? Quanto a esse fato dos americanos terem e usarem velharias como o B-52 etc, e ninguém de seu povo reclamar é bem razoável, já que esse equipamento antigo é apenas pequena parte no seu amplo leque de possibilidades. Logo essa justificativa para a FAB que seus… Read more »

vicente de paulo
Visitante
vicente de paulo

excelente fotos, parabéns a FA e MB

Osvaldo Marcilio Junior
Visitante
Osvaldo Marcilio Junior

Muito bom a “operação conjunta” da Marinha e da FAB, parabéns a todos envolvidos e que cresça ainda mais essa união, o Brasil só tem a ganhar com isso…”ADSUMUS”!!!

XO
Visitante
XO

Sim, certamente as críticas levam à reflexão e podem trazer mudanças… agora critiquemos com argumentação… a capacidade advinda desse adestramento traz uma opção ao REVO que não tinhamos antes… interoperabilidade… flexibilidade… sem isso, o empregos dessas aeronaves ditas velhas seriam ainda mais limitado… sugiro ponderarmos os ganhos antes de expressarmos as críticas… abraço e bom fds a todos…

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

XO, sempre com argumentos coerentes. Parabéns. Essas comparações da FAB com outras FA, como o exemplo da Itália, nem sempre são cabíveis. Países menores que São Paulo, com população 10 vezes menor. As demais FA não são responsáveis pelo controle do espaço aéreo nos seus países. A FAB possui o DECEA, com quase 30% do seu efetivo, pra controlar mais de 8 milhões de quilometros quadrados. Mais ou menos 23 mil homens. Começou assim, e é assim que é. Consome esforço, orçamento, meios humanos e materiais. Acham ruim? Passem o controle pro paisanal pra ver a m… que vai ficar.… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

A minha opinião é bem simples. Se temos o equipamento no inventário (no caso, o budy store), usa-se e treina-se com ele. Parece que é o que foi feito.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Leandro, tem gente que não entende assim. Como você percebeu.

Caco
Visitante
Caco

Nada impede esse reabastecimento no caracal da marinha aumentando ainda mais
o alcance desse helicóptero (agora armado com 2 exocet) , o sistema de revo é o mesmo .

Ádson Caetano
Visitante
Ádson Caetano

Tem mais Cel., o desenvolvimento do programa aerospacial brasileiro é tocado por quem? E pra botar mais lenha no fogo, minha opinião que enquanto não temos 108 Gripen NG e 24 Sea Gripen, teríamos que buscar mais células F-5 e passando elas para padrão M, e mais 12 A-4 passando para padrão AF-1M e ainda integrando os mesmo com míssil anti navio.

Ádson Caetano
Visitante
Ádson Caetano

Msg retira

Ádson Caetano
Visitante
Ádson Caetano

*retida

Space Jockey
Visitante

O governo e o povo em geral também nem querem saber, por isso os outros países estão errados e nós estamos certos, querendo 2 esquadras capitaneadas em Nae…Subnuc, SeaGripen… Por isso somos nós que temos poder de dissuasão, eles não.

Atahualpa S. Willians
Visitante

Esse treinamento tem alguma coisa a ver com a atual situação da Venezuela?

Marcelo
Visitante
Marcelo

kc-130 ja efetuou REVO com o caças da marinha no passado.

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Pois é, concordo com o Leandro: se há o equipamento, por quê não treinar?? Não custa nada reforçar os laços de cooperação entre FAB e MB!
.
P.S.: E que belas imagens hein?? hahahahaha teria mais dessas??
.
Boa tarde a todos

camargoer"
Visitante

Olá Atahulpa. Aposto que não tem nada a ver nem com a Venezuela nem com a Síria. É um treinamento da MB e da FAB para integrar as forças. Já foi mencionado no blog por oficiais e ex-oficiais da FAB que os aviadores da MB são treinados na AFA em Pirassununga.

Bardini
Visitante

A desgraça disso tudo aí, é que a modernização dos A-4 “começou” em 2009, conjuntamente com o programa do KC-390…

control
Visitante

Srs Jovem Farroupilha O B52 não é apenas uma velharia pouco significativa no rol de meios dos EUA; pelo contrário é um dos três bombardeiros estratégicos americanos que compõe com os Minuteman e com os Ohio a tríade nuclear do Tio Sam. E quanto aos KC135 (a outra velharia), estes ainda representam o maior contingente dos meios de reabastecimento aéreo americano, fundamentais para a estratégia de mobilidade e combate aéreo do Tio Sam. Nenhum dos dois são velharias de menor importância para as FA`s americanas. São, de fato, uma demonstração que os americanos são racionais e valorizam equipamentos que cumprem… Read more »