Home Concurso FAB publica aviso de convocação para 450 vagas de nível superior em...

FAB publica aviso de convocação para 450 vagas de nível superior em todo o Brasil

5219
59

oficiais-fab

Inscrições serão realizadas de 31 de outubro a 18 de novembro nas unidades da FAB listadas

A Força Aérea Brasileira (FAB) publicou nesta segunda-feira (24/10) dois avisos de convocação para 450 vagas de nível superior: um para as especialidades de Magistério (Ensino Médio e Ensino Superior) e outro para as demais especialidades. As inscrições serão realizadas entre os dias 31 de outubro de 2016 e 18 de novembro de 2016 nas organizações militares listadas em cada Comando Aéreo Regional (COMAR). Todas as informações estão disponíveis no endereço eletrônico www.qocon2017.aer.mil.br.

Os selecionados serão voluntários à prestação do Serviço Militar, em caráter temporário, no Quadro de Oficiais da Reserva de 2ª Classe Convocados (QOCon).

Para a área de magistério são 46 oportunidades para ensino superior e médio. As vagas são para as cidades de Pirassununga e Guaratinguetá (SP), Barbacena (MG), Rio de Janeiro (RJ), São Luis ou Alcântara (MA), Belém (PA), Belo Horizonte, Lagoa Santa ou Confins (MG). Entre as áreas estão física, economia, filosofia, administração, sociologia, línguas inglesa, espanhola e portuguesa, geografia, matemática, educação física, história.

As demais vagas (404) destinadas a profissionais de nível superior envolvem áreas como administração, arquitetura, arquivologia, análise de sistemas, biologia, biblioteconomia, ciências atuariais, ciências contábeis, economia, educação física, jornalismo, pedagogia, museologia, serviços jurídicos, entre outras. Na área de saúde, há oportunidades para enfermeiros, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e nutricionistas. Serão selecionados também profissionais de engenharia de agrimensura, elétrica, da computação, civil, mecânica, metalúrgica, química, de segurança do trabalho e de telecomunicações. Para detalhes das vagas, basta consultar o Anexo C do aviso de convocação.

Requisitos – Entre as condições para participar do processo seletivo estão ser brasileiro nato, voluntário e ter menos de 45 anos de idade em 2017.

A Diretoria de Administração do Pessoal (DIRAP), que supervisiona o processo de seleção, orienta a todos os interessados para ler atentamente o edital e prestar atenção nos Requisitos Específicos para que a inscrição seja aceita. Os candidatos devem observar também os Parâmetros de Qualificação Profissional, que dependem da especialidade pleiteada pelo candidato, onde estarão discriminadas as pontuações previstas para a Avaliação Curricular.

É importante verificar os documentos obrigatórios para a inscrição, bem como os necessários para a Avaliação Curricular, que terá no máximo cem pontos.

Após a inscrição ser aceita (deferida), os candidatos passarão por etapas de classificação na Avaliação Curricular; o comparecimento na Concentração Inicial; entrega dos exames, avaliações e laudos médicos, a aprovação na Inspeção de Saúde, concentração final e habilitação à incorporação.

Os candidatos às vagas de Magistério, além das etapas normais do processo seletivo, serão avaliados em uma aula prática (Avaliação Didática), com caráter apenas eliminatório, com nota mínima sete.

FONTE: FAB

59
Deixe um comentário

avatar
59 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
18 Comment authors
RenataaldqueirozIvan da SilveiraaXOVelame Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Petardo
Visitante
Petardo

Esses profissionais desempenharão quais atividades? Não entendo a necessidade de profissionais dessa natureza na força.

Alexandre Samir Maziz
Visitante

A parte administrativa meu caro , toda OM precisa desses profissionais um força armada não existe apenas de “combatentes “

Petardo
Visitante
Petardo

Desculpa, acabei me passando aqui na hora de escrever. Eu me refiro aos de pedagogia, especificamente.

Petardo
Visitante
Petardo

10% dos que serão admitidos serão para o magistério. E vão para várias cidades… Achei curioso.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Intendência, pesquise a respeito.

Kolchack
Visitante
Kolchack

“As demais vagas (404) destinadas a profissionais de nível superior envolvem áreas como administração, arquitetura, arquivologia, análise de sistemas, biologia, biblioteconomia, ciências atuariais, ciências contábeis, economia, educação física, jornalismo, pedagogia, museologia,” Nao vejo necessidade de contratar militares pra fazer estes servicos dispensaveis, o Brasil nao esta nadando em dinheiro, ao menos deveriam contratar empresas tercerizadas, o custo seria bem menor sem riscos de licencas medicas e reforma por invalidez.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Professores para os colégios militares.
.
Mas alguns profissionais me parecem desnecessários, ainda mais em tempos de economia. Por que a FAB precisa de um biólogo (bacharel e não professor, por exemplo)?
.
E precisa de mais jornalistas??? Para fazer aquelas reportagens do nível da imprensa não-especializada?

Petardo
Visitante
Petardo

Carlos Alberto Soares-Israel 27 de outubro de 2016 at 15:47
Intendência, pesquise a respeito.

O pessoal realmente não faz questão nenhuma de ler o que os outros escrevem e ainda vem tirar os outros pra burro. Complicado.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Tá difícil
“Petardo 27 de outubro de 2016 at 14:52
Esses profissionais desempenharão quais atividades? Não entendo a necessidade de profissionais dessa natureza na força.”

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

“Kolchack 27 de outubro de 2016 at 15:51”
Tá difícil.
Remuneração ?
+ TA e margem do terceirizado ? Custo final ?
Existem áreas distantes, onde se captará esses profissionais em nível que a FAB exige, mais o custo ?
Áreas remotas ?
E por ai vai ….
Tem que ser militar mesmo.
Em geral os militares sabem o que fazem.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Outra, são temporários …. após R/2.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Aos críticos:
Leiam o edital, depois venham debater, melhor assim.
Ai não vão ficar a afirmar abobrinhas !

Petardo
Visitante
Petardo

Isso tudo se sabe. Não tem novidade aí. É evidente que as forças armadas têm um monte de atividades e que elas são desempenhadas por pessoas, logo é necessário preencher essas vagas. O que eu questiono é quais delas, de fato, são necessárias e quais não são. Alguém que não seja o Carlos Alberto Soares pode responder, já que ele quer tumulto ao invés de discutir?

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Pesquise.
Lupinha no canto direto superior, palavras chaves,
ótima fonte de consulta.

Manuel Souza
Visitante
Manuel Souza

Uma Força Aérea abre edital e vem gente dizer quais atividades são necessárias. O país, numa crise, a Força cortando despesa, e ela vai criar vaga que não seja necessária, pessoal? Pelo amor de Deus. Todas são necessárias. Eu hein. Querem discutir pelo em ovo.

Petardo
Visitante
Petardo

O EB tem 12 Colégios Militares. Se vocês conseguirem provar que isso é essencial para a operação das forças armadas eu largo a discussão.

Petardo
Visitante
Petardo

Olhando o discurso de vocês até parece que as forças armadas da aí exemplo de racionalização de recursos.

Petardo
Visitante
Petardo

Ainda aguardando a resposta do detentor do saber chamado Carlos Alberto Soares sobre a importância de um colégio militar na segurança nacional. Quem sabe usando a lupa no canto direito você ache uma justificativa. Se informe e dê uma resposta.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Petardo,

Me desculpa por entrar na discussão, mas tanto o Corpo Auxiliar quanto os Colégios Militares, são essenciais nas OMS.

Quem já foi militar sabers disso.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

O que eu não gosto nos Colégios Militares é esse uniforme com a boina vermelha que êles/elas usam.

Parece que são um bando de alunos das escolas bolivarianas do Hugo Chavez.

Me dá até arrepios só em pensar nisso. Imaginem, um Brasil todo chavista…..fuck that.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Tadeu Mendes
Passada a procuração.
Tadeu explica ai para o mimado, deve ser troll, fique a vontade.
“O Exército pode passar cem anos sem ser usado, mas não pode passar um minuto sem estar preparado.”
Rui Barbosa
_________________________

Aproveita e explica pro Troll o por que de Biólogos, etc etc etc
_________________________

Tadeu, alerto:
Ele não leu o edital, então é jogar xadrez com pombos.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Carlos Alberto Soares Israel,

Tá difícil meu caro. O ambiente aqui no blog está infiltrado. Tem um pessoal aqui que sofreu lavagem cerebral irreversible.

Shana Tova

Cabral
Visitante
Cabral

Existe uma coisa chamada Legislação ambiental, no Brasil é uma das mais completas do mundo, a FAB possui inúmeras instalações militares, muitas delas em região de preservação ambiental, como qualquer outra instituição ela produz resíduos que precisam receber a destinação correta, a legislação brasileira é bastante ampla e complexa, sendo assim a FAB precisará de profissionais habitados para desempenhar à referida atividade, podendo ser despenhada pelos seguintes profissionais: engenheiro ambiental, gestor ambiental, biólogo, engenheiro agrícola, engenheiro florestal ou agrônomo.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Tadeu Mendes
É,
tem que ter paciência e não entrar no circulo, muito paisano mocorongo.
Shana Tova para vc ai nos USA.

Petardo
Visitante
Petardo

Eu nunca perguntei pra que servia o biólogo. Vocês que resolveram se abraçar no biólogo pra me chamar de imbecil. Eu li o edital, sim, mas nenhum edital explica a importância de um colégio militar para a defesa nacional, porque é simplesmente inexplicável. Eu fiz uma pergunta muito simples e que vocês não vão responder porque não são capazes. Aí mudam de assunto e ficam fazendo graça pra tumultuar. Vou escrever em caixa alta e em uma linha separada para os semi-alfabetizados que se acham donosa caixa de comentário. QUAL A IMPORTÂNCIA DE UM COLÉGIO MILITAR PARA A DEFESA NACIONAL?… Read more »

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Obrigado, Cabral, pelo esclarecimento.
.
Carlos, se você usasse a lupa no canto, não faria 10% das perguntas que faz nos blogs. E se tivesse um pouco de inteligência, não faria trocentas postagens com uma ou duas linhas que só atrapalham as discussões.
.
Tadeu, você que mora nos EUA pode esclarecer para a gente se a USAF tem esse tipo de profissionais em seus quadros? Ou ela terceiriza? Ela tem colégios militares para ensino fundamental e médio? Ou o que é essencial para a FAB não é essencial para USAF?
.
Grato.

Tadeu Mendes
Visitante
Tadeu Mendes

Rafael, Aqui existem os colegios militares (Military Schools), para o ensino medio. Os cadetes recebem instrucao militar + o curriculo geral e depois vao para West Point em New York, Air Force Academy no Colorado ou Naval Academy in Maryland. Existem varias carreiras na USAF, Army e Navy aonde estes profissionais vem das universidades particulares (civis). Desde a area de ciencias, computacao, saude, engenharia, administracao, e professores com PhDs. os candidatos sao civis. O que a FAB faz no Brasil atraves desses concursos, o mesmo e feito pela USAF. Nao existe o concurso assim como se conhece no Brasil. Ao… Read more »

Jmgboston
Visitante
Jmgboston

Fico surpreso em ler como requisito ” ser brasileiro nato”. Pensei que ja tivessem passado dessa fase. Ja imaginaram se tivessem exigido ” ser americano nato” para projetar os foguetes que levaram o homem à lua?

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Tadeu,
.
Os colégios militares se destacam comparados com as escolas públicas brasileiras (e mesmo assim não ficam em primeiro). Eles ficam bem para trás das melhores escolas privadas, como você pode ver no ranking do Enem. A EPCAr, escola militar melhor qualificada, ficou quase 100 pontos atrás do Objetivo. Não ficou nem entre as 100 melhores escolas do Brasil. Ou seja, custam caro e não são lá essas coisas.
.
Para mim, o dinheiro dos colégios seria muito melhor empregado em armamento. Mas a FAB prefere contratar professores do que comprar mísseis.
.
http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2016-10/enem-federais-militares-e-tecnicas-sao-publicas-com-melhor-desempenho

Petardo
Visitante
Petardo

Os Colégios Militares são centro de excelência. Disso não tenho dúvida. A questão é que, pelo menos das turmas que eu tenho conhecimento, nem 10% entraram para a carreira militar. E os alunos custam muito pois metade dos professores são militares (muitos deles coronéis) e ganham salário equivalente a patente ocupada. A outra metade é civil concursado que ganha salário de professor universitário. Assim sendo, acho fantástico que tenhamos estruturas de excelência servindo à sociedade, assim como o IME e o ITA, mas os colégios militares, ao contrário dos centros universitários, não trazem ganhos significativos às forças. O mesmo ocorre… Read more »

Petardo
Visitante
Petardo

Queria agradecer ao Tadeu pela educação do último post. A coisa tava descambando para a falta de educação e violência gratuita e fico feliz que a coisa tenha voltado ao curso normal.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Petardo,
.
Sim, muitas escolas particulares usam isso para inflar as notas, separando alunos bons dos ruins.
.
Mas outras não e as escolas públicas não. E a EPCAR foi a melhor. As outras estão bem para baixo do ranking.
.
No mais, a nota dela, 650 de 1000, não pode ser considerada “excelente”, Ainda mais que o ENEM é uma prova meio fácil. Uma escola que custa caro e que seleciona estudantes deveria ter uma nota maior. Levando-se em conta que bons alunos fazem uns 900 pontos, tem muito inútil puxando a média para baixo.

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Apesar da treta é interessante esses questionamentos dos colegas…
Colégios e Hospitais Militares dedicados…
São realmente necessários na atualidade, onde tanto a Educação como a Saúde se universalizaram por todo o país?
São eles frutos principalmente, e apenas, da tradição?

FFAA brasileiras, os brasileiros lhes dedicam grande confiança e carinho, mas abram os olhos para verdadeira eficiência fim.

Petardo
Visitante
Petardo

Outra coisa que eu nunca entendi é a função da Bibliex. Isso não cabe mais no século XXI. É uma sociedade completamente terceirizável.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Tadeu Mendes
Viu ?
Ele não leu o Edital !

Nonato
Visitante
Nonato

Tudo tem sua importância.
No caso dos colégios militares, em um ambiente minado por bolivarianismo, são um bom contraponto.
Mas fora isso, não sei.
Hospitais militares têm sua importância.
Mas no meio de tanta restrição de despesas, há que se pesar as prioridades.
Sem aviões, mas com hospitais e escolas?
Por mim, na situação atual de massas forças armadas, a FAB poderia muito bem se resumir a uns 50 aviões de caças de alto desempenho e os cargos a eles relacionados: pilotos, mecânicos, etc.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

OS colégios Militares (CM) são do EB, e não da FAB. Não tem nada a ver com a matéria. Foram criados, inicialmente, para os filhos dos militares da área. São escolas de excelência, onde os civis querem, também, matricular os seus filhos (principalmente em Brasília).Ensinam aqueles antigos valores de civismo, patriotismo, honra, culto à verdade, honestidade, companheirismo etc., que as escolas civis deixaram de ensinar há décadas. Meu filhos estudam no Objetivo. A EPCAR (assim como a ESPCEX e o Colégio Naval) continuam sendo uma das melhores escolas públicas do Brasil. Assim como a escola mantida pela FAB em Belém,… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Os Colégios Militares são importantes para formar BONS CIDADÃOS para o País. E não possuem a cartilha da diversidade sexual, escrita pelo Marcelo Freixo.

Hoeraldo Junior
Visitante

Tenho 47 anos infelizmente não estou no Requisito de idade 🙁

Petardo
Visitante
Petardo

Estudei em um Colégio Militar e sei que ele fica na estrutura do EB. Apenas usei como exemplo de coisas que não agregam na defesa do país. Educar os filhos de militares, incutir valores cívicos na população, nada disso justifica os milhões investidos. Temos necessidades muito mais urgentes em termos de defesa. Se alguém lá em Brasília acha isso importante, que se execute com o orçamento de outra pasta. Educação dentro das forças deveriam ser restringir a IME, ITA, EPCAR, CN e relacionados. Mas dar educação pra civil (incluindo nesse pacote os filhos militares), não é papel forças. O mesmo… Read more »

Petardo
Visitante
Petardo

Só estou aqui questionando as estruturas que se tem na força. O pessoal anda muito revoltado e agressivo com os questionamentos. Vai entender.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Petardo, se você foi ¨baleiro¨ parece que não aprendeu muita coisa lá.

Petardo
Visitante
Petardo

Fui baleiro e aprendi muita coisa lá. Moldou o meu caráter, seja concordando ou seja discordando do que é ensinado lá pois tenho senso crítico para avaliar por mim mesmo o que é melhor. Estudei em um colégio militar, em uma universidade federal e depois em uma particular de rico e acho que essa diversidade faria bem a todo mundo. De qualquer modo, isso não lhe dá o direito de questionar o que eu aprendi ou não aprendi na vida por um simples tópico sobre as forças armadas. Muita presunção sua. Não sei o motivo, mas peço que voltemos ao… Read more »

Cabral
Visitante
Cabral
Cabral
Visitante
Cabral

O novo A-1, mais letal, mais preciso, mais eficiente

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Tadeu
Eu te avisei que era Troll, veio para tumultuar. Basta ler tudo.
++++++++
Cel R Nery
Assino seus dois comentários.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Para quem servem os professores, uma pequena parte:
https://www.youtube.com/watch?v=Spi65qSxxpA

Velame
Visitante
Velame

Petardo, defesa nacional, não é feita apenas da ponta linha, ou seja: o soldado com seu fuzil, o piloto em sua aeronave. É muito maior do que isso. Pra começar são os estabelecimentos de ensino que vão formar e capacitar os futuros militares e os Colégios Militares estão aí incluídos, despertando o interesse dos jovens pela carreira das Armas e formando cidadãos mais conscientes da necessidade de se pensar em Defesa no Brasil.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Obrigado, Velame.