Home Noticiário Internacional Jatos L-15 de Zâmbia em exibição na AAD 2016

Jatos L-15 de Zâmbia em exibição na AAD 2016

5257
92

zambia-l-15

O Jane’s noticiou que a entrega do primeiro dos novos jatos chineses HAIC L-15 de Zâmbia foi confirmada durante a exposição Africa Aerospace & Defence (AAD), realizada na África do Sul entre 14-18 de setembro, quando dois aviões foram exibidos na mostra.

Um funcionário da China National Aero-Technology Import & Export Corporation (CATIC), que promoveu a aeronave no show, foi relutante em discutir os números envolvidos, mas disse ao Jane’s que o primeiro lote de “mais de dois” L-15 chegaram a Zâmbia em julho e os restantes deverão ser entregues no início de 2017. A CATIC informou em 2014 que Zâmbia tinha encomendado seis L-15s.

Foi confirmado durante o evento que Zâmbia está recebendo a versão de ataque L-15AFT (attack/fighter/trainer) ao invés do L-15AJT (advanced jet trainer), que recentemente entrou em serviço com a Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF) como JL-10.

Um oficial de Zâmbia informou que as aeronaves estão sendo baseadas em Lusaka e operadas pelo Esquadrão 15 do Comando de Defesa Aérea.

Apesar do nome do comando, ele ressaltou que os L-15AFT da ZAF serão usados em papéis tanto de defesa aérea como ataque, dizendo que Zâmbia encomendou um leque completo de armas.

No papel ar-ar, estão mísseis ar-ar de curto alcance PL-5E nos cabides mais externos. As armas ar-terra incluem um pod com canhão de 23 mm PC-2AI no cabide central e uma combinação de casulos HF-18D para foguetes de 57 mm, bombas de 250 kg ou 500 kg e mísseis ar-superfície nos quatro pontos duros nas asas.

Foi informado também que a ZAF encomendou bombas guiadas LS-6 por GPS/INS e mísseis ar-superfície YJ-9E. Esta última é a versão de exportação do TL-10 da China.

NOTA DO PODER AÉREO: tratamos aqui pela primeira vez do jato chinês L-15 em 2008, neste post.

92
Deixe um comentário

avatar
92 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
22 Comment authors
sergio ribamar ferreiraRinaldo NeryAiracobraGlasquis 7Delfim Sobreira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Ricardo
Visitante
Ricardo

Para forças de baixo orçamento é uma opção, se é boa ou não só o tempo dirá

Mauricio R.
Visitante

Digno de nota, se é que realmente ocorreu ou não foi uma forma de esconder propina:
.
“…a ZAF encomendou bombas guiadas LS-6 por GPS/INS e mísseis ar-superfície YJ-9E.”
.
Uma força aérea africana se preocupando em ir além do “feijão com arroz”, marca uma busca por capacidade de atuação.

Mauricio R.
Visitante

Senhores administradores desta blog, comentário retido.

Marcelo Bardo
Visitante
Marcelo Bardo

Se a Embraer tivesse um LIFT poderia se dar bem.

Soldat
Visitante
Soldat

Bonitinho a avião…
=
Mais acredito que é o que falta na força aérea Brasileira um bom jato de treinamento.

Voto pelo Aermacchi M346 .

https://www.youtube.com/watch?v=UezbZdzF4Fg#t=18

camargoer"
Visitante

Olá a todos. Antes que comecem as divagações, lembro que a FAB tem uma posição definitiva sobre o tema… não irá operar LIFT. Então, ao invés de retomar essa discussão, vamos enterra-la. Talvez seja bom para a Argentina, para o Uruguai, Paraguai, etc, mas não para a FAB, Ela já tem um desenho para os próximo anos… F39E/F, A19A/B, C95M, C105 e C390, além do KC767(?), do C98 e C/R99. Eu só nao sei o que será feito dos T25 e T27.. acho que esta seria a única incerteza sobre o que será a FAB nos próximos anos. Talvez sejam… Read more »

Mauricio R.
Visitante

Se a Embraer tivesse um LIFT, seria mais uma dentre muitas empresas no mercado a te-lo, correndo sério risco de não vende-lo.
Não se esqueça, a FAB não prevê usar e nem quer operar um LIFT.

camargoer"
Visitante

Olá Mauricio R., comentário preciso. E a competição vai ficar muito mais apertada depois da USAF escolher seu novo treinador. Então hoje são ofertados o M346 italiano, o L15 chinês, o L38 tcheco, sem falar no IA63 pampa argentinho e em breve de um novo treinador da USAF. Não tem tanto comprador assim. Alguns vão sumir logo.

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Mauricio R

Concordo. Viu. Podemos concordar de vez em quando.

Este mercado de Lift não é tão grande para a quantidade de modelos no mercado.

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Ofi tompique…

Michel Temer vai se encontrar com o presidente da Nigéria durante sua estadia nos Estados Unidos por conta da conferência na ONU.
Conversa a pé de ouvido sobre a venda dos A-29.
Esses são via Sierra Nevada.

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Maria do Carmo, vamos torcer pra que dê certo!!! Eles assinaram compra quase agr de 12 Mi-35M novos, direto da Rússia. #oremos
.
Boa tarde a todos

camargoer"
Visitante

Olá MCL. sinceramente, não há o que o Temer influenciar ai. Talvez dar o aval para o BNDES financiar, que é uma instancia técnica e a Embraer já faz isso há anos. Por outro lado, se a vendar sair via Sierra Nevada, ainda dá para usar financiamento americano via EximBank até FMS.

Bardini
Visitante

Os Nigerianos estão acertando a compra de JF-17 e treinadores.
.
http://www.janes.com/article/63821/aad-2016-nigerian-jf-17-deal-close-to-finalisation

camargoer"
Visitante

Olá Bardini. Ao menos, o A29 fica entre o JF17 e o treinador. O artigo que voce menciona se refere o orçamento do governo da Nigéria. Será que ele mencionaria os A29?

Bardini
Visitante

camargoer” 18 de setembro de 2016 at 17:04
.
O DefenseNews publicou isto em Julho. Até o momento, tudo parece estar se encaminhando… Só faltam os A-29, via EUA.

http://www.defensenews.com/story/defense/international/mideast-africa/2016/07/01/nigeria-super-mushshak-trainer-aircraft-pakistan/86590010/

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

camargoer” 18 de setembro de 2016 at 16:42 Meu amigo, se o Brasil pretende vender 12 aviões Embraer para a Nigéria, seria natural que pelo menos o presidente brasileiro convide o presidente nigeriano para um café de cortesia, uma conversa amigável. Esta venda já esta autorizada, e creio que será via FMS mesmo, não sei se o contrato foi assinado, se não foi ainda, esse encontro é mais do que necessário, e é claro que Temer pode e deve influenciar. O que o presidente nigeriano pensaria, se o presidente brasileiro estivesse na mesma cidade que ele, com um contrato de… Read more »

Maria do Carmo Lacoste
Visitante
Maria do Carmo Lacoste

Outro OT…

Embraer deve vender 10 aviões para companhia marroquina

A Embraer está muito bem posicionada para vender 10 aviões E 190 para a Royal Air Maroc. A companhia aérea já tem quatro aeronaves da empresa brasileira e pretende concluir a compra até o final do ano.
Coluna Radar Veja.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Pós venda dos Chinas, veremos !

camargoer"
Visitante

Olá Carlos, apenas para tirar um sarro, será que vai rolar um par de sapatos novos?

camargoer"
Visitante

Lá na China foram dois Pheno300 e a confirmação de três opçoes em pedidos firmes, e duas novas opções. É engraçado ver no pressrelease da Embraer que a foi uma venda de “ATÈ” 5 aeronaves. Mas o pior foi a comunicação prometer que ia vender até 50 aeronaves… se tivesse ficado quieto, voltava com vantagem. No fim, voltou menor do que foi.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

camargoer” 18 de setembro de 2016 at 15:08
L 39 – L 39NG

Clésio Luiz
Visitante

Roberto, esse mercado existe desde sempre. Jato de treinamento armado é comprado por estas bandas desde o surgimento do jato. Aliás, nós mesmos compramos TF-33 e Xavantes armados, não é mesmo?
.
E o caça a jato barato de comprar e operar é um sonho dos descamisados que vem desde os anos 50, com o Northrop N-156, o Folland Gnat e de certa forma, o MiG-17.

camargoer"
Visitante

Olá Carlos. Você tem razão sobre o L39. Inclusive, acho que o albatroz e o pampa já estão fora do contagem. As coisa vão ficar entre os italianos, chineses e americanos. O que acha?

Jr
Visitante
Jr

Carlos Alberto Soares-Israel, pois é perguntem aos Bolivianos a quanto anda a operação dos Harbin Z-9, cópia do pantera, deles. O helicóptero tem dois anos de uso e já tá dando um monte de problemas, agora entendo a relutância das nossas forças em comprar produtos chineses

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Quase USD 15 Mi em 2008 ? Vixi …..
Zâmbia pertence a Commonwealth.
UM BAE Systems Hawk 128 seria mais lógico !
Um usadão retrofitado/overhaul não iria melhor ?

camargoer"
Visitante

Olá Carlos, Ainda tem o 128 no mercado… é muita oferta.

camargoer"
Visitante

Hawk128, mais de 1000 produzidos desde 1974. 2800 L39 prodizidos desde 1971 e já foi substituido pelo L39NG; IA63 foram apenas 27; M346 são 68 vendidos mas apenas uma fração foi entregue; L15 em fase de protótipo; e por fim a USAF comprará cerca de 300 de seu novo treinador. Realmente é um mercado bem competitivo.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Motor mono RR e weapons muito melhores e de reconhecida capacidade,
os caras querem reinventar a roda esses zambianos.
Motivo ?
Cobre !
Esse Chinas …..

Bardini
Visitante

Existem previsões para o mercado de LIFTs nos Próximos 25 anos que, apontam a necessidade de mais de 1.000 aeronaves.

camargoer"
Visitante

Olá Bardini, excluindo os 300 para a USAF, então o mercado seria de 700 aeronaves. que dividido por 4 fabricantes daria umas 200 aeronaves para cada um em uma cadência de 10 por ano (tudo aproximado). Acho que não dá para um novo fabricante entrar nessa a não ser para ganhar a licitação para a USAF.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

camargoer” 18 de setembro de 2016 at 18:41
YAK 130

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

TX, L 39(NG), YAK 130, M 346, BAE 128, L 15, IA63(?) = 7 (sete), falta algum ?

camargoer"
Visitante

Olá Carlos.. riso. Bem lembrado. A cada comentário, a situação fica pior para quem quer vender. E a FAB nem os quer no inventário para justificar uma produção locar por licença. Acho que as chances de Embraer vender um T27″NG” são maiores do que competir nesse mercado de treinadores leves a jato.

camargoer"
Visitante

Olá Carlos . .acho que são esses mesmos.. e olha que incluimos o Pampa para sermos gentis com todos. Outros nichos têm menos competidores…. não mais do que 4 modelos disponíveis por categoria, as vezes apenas 2.

Bardini
Visitante

camargoer” 18 de setembro de 2016 at 19:13
.
Fora o T-X da USAF, veja a quantidade de Alpha Jet que necessitará ser reposta na França e em outros países por exemplo.
A frota atual de LIFTs já tem certa idade e, com a introdução de novos caças, como o F-35 o que se tem necessitará ser substituído.
.
Mercado tem, se não, não existiram tantos modelos…

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Roberto F Santana 18 de setembro de 2016 at 11:55
Bob Santana, melhor:
http://www.zona-militar.com/2016/06/21/cheetah-y-kfir-un-combo-posible-para-argentina/
________________________________________________________

camargoer”, boa noite …. Shalom

“T27″NG” ?
Vamos ter que conversar com os Colombianos antes ?

________________________________________________________

T 27NG ?
Já temos o A 29 que é um AT “top”, Made in Brazil ou Made in USA, basta !

camargoer"
Visitante

Olá Carlos. Segundo o Cel Nery, o A29 é muito diferente do T27. Ele até comentou nao precisaria mudar muita coisa… seria um motor mais potente e uma aviônica nova. Parece que estruturalmente não precisaria mudar nada. Mas com certeza, o A29 não dá para ser usado na AFA substituindo o T27. São realmente aeronaves muito diferentes em desempenho. Pelo que entendi, o caminho é esse mesmo.. T25, T27, A29 e F39, usando mais horas no A29 do que seriam usadas em um jato de treinamento leve (mas a um custo muito menor, no final) e muitas horas de simulador… Read more »

camargoer"
Visitante

Ou seja, o A29 é uma classe acima do T27, e não uma versão atualizada do tucano de treinamento. Pelo que entendi, o tempo de vida útil dos T27 está chagando ao fim, aliás o mesmo problema em relação ao T25. A FAB irá precisar de aeronaves novas para essas duas funções, mas certamente não dá para usar o A29 na AFA no lugar do T27.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

camargoer”
Lembro-me desses comentários (mais de um), como T tudo bem, como um AT (Coin ?) tenho dúvidas (cu$to etc), tem que colocar “mais brinquedos” no geral.
Mas permanece minha dúvida:
E os Colombianos ? Não passamos para eles a licença do T 27 ?

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

A 29 na AFA sem chance.
T 25 ? Já era.
T 27 produzidos e em nosso solo ?
Mandem todos para o Paraguay, Bolívia, Uruguay, Suriname, Guiana, África etc ….

camargoer"
Visitante

Olá Carlos. Acho que não entendi o ponto. Concordamos que o A29 não dá para ser usado na AFA, que o T25 está no fim do ciclo de vida (pode ser que o TXc possa ser usado. Torço por ele). Mas qual seria a solução para a substituição do T27? Riso. Já pensou que vergonha a FAB usando o Pilatus PC9?

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Camargoer
Minhas sugestões, pela ordem:
__________________________________________________

http://www.aereo.jor.br/2013/03/12/enaer-entrega-mais-um-treinador-t35-pillan-a-forca-aerea-do-chile/
KC 390 (?)

__________________________________________________

http://www.aereo.jor.br/2014/09/30/t-xc-ministro-da-defesa-recebe-novaer-em-brasilia/

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Respondi Camargoer, está preso no Spam,
2ª opção TXc Novaer, 1ª Enaer Pillan (Chile) – (KC 390 ?).
A AFA precisa voar básico, mas moderninho,
lembro dos simuladores em todos os degraus, reiterado várias vezes pelo Cel R. Nery.
Shalom

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Ah, tinha o lixo da UNASUR, lembra-se ? Meu D’US.
Tamo fora …. (rs)
Oxalá …. Kkkk …..

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel
camargoer"
Visitante

Olá Carlos. Imagino que o TXc seja apropriado para substituir o T25, mas o Pillan me parece inferior ao T27. Acho que os chilenos precisam mais do KC390 do que nós do T35 deles.. será que não seria melhor comprar Subarus como offset? riso. Aquilo é um carro sensacional.

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Ai sim Camargoer,
KC’s 390 para lá (4) já estaria bom, Pillan Enaer para cá, lógico que não dá para fazer na chave.
Daríamos um impulso a eles e vice versa, lembrando as afirmações do Cel R. Nery e do Cel Justin Case :
O Chile é a IAF da América do Sul.
A AFA reconhecida com méritos.
Ai sim, vários carimbos de qualidade e reconhecido desempenho !
D’US me ouça !

camargoer"
Visitante

Olá Carlos. Ainda prefiro os Subarus fabricados lá do que o T35.. riso

Carlos Alberto Soares-Israel
Visitante
Carlos Alberto Soares-Israel

Chilenos voam F Tiger, F 16 e outros bons vetores, se o Pillan serve para o treinamento primário ,,,,, é porque não é ruim.