quarta-feira, julho 6, 2022

Gripen para o Brasil

U.S. Air Force declara F-35A pronto para o combate

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

F-35 IOC

A Força Aérea dos EUA declarou nesta na terça-feira um esquadrão inicial de caças Lockheed Martin F-35A prontos para o combate (IOC – Initial Operational Capability), marcando um ponto importante para um programa que tem enfrentado aumento de custos e atrasos.

A ação é mais uma conquista para o programa de US$ 379 bilhões, o maior projeto de armas do Pentágono. A decisão da Força Aérea segue a do U. S. Marine Corps de julho de 2015, que declarou um primeiro esquadrão de F-35 pronto para o combate.

“A decisão da Força Aérea dos Estados Unidos para tornar 15 jatos F-35A prontos para o combate envia uma mensagem simples e poderosa para amigos e inimigos da América igualmente – o F-35 pode cumprir a sua missão”, disse o chefe do programa, tenente-general da Força Aérea Chris Bogdan, em um comunicado.

Dan Grazier, um membro do Projeto de Supervisão do Governo (Project On Government Oversight), disse, no entanto, “Isto não é senão um golpe de relações públicas.” Ele acrescentou que não seria possível saber se os F-35 jatos estavam prontos para o combate antes dos testes iniciais.

“O programa não está fazendo tudo o que queriam que ele fizesse fazer… mas eles estão em um ponto agora onde ele está se estabilizando e por isso é um progresso”, disse Todd Harrison, um analista de defesa do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais.

Autoridades dizem que o F-35 vai dar aos militares dos EUA a capacidade de detectar aviões inimigos e outras ameaças muito além dos alcances atuais, permitindo que os jatos possam atacar alvos e desaparer muito antes de serem detectados.

O Air Combat Command (ACC) da USAF declarou que para ser totalmente capaz, precisa de duas Alas de Caças com 144 aviões equipando 6 esquadrões.

A Força Aérea dos EUA planeja comprar um total de 1.763 caças F-35A de decolagem e pouso convencional nos próximos anos e vai operar a maior frota de F-35 no mundo.

F-35 IOC - 2

FONTE: Reuters

- Advertisement -

55 Comments

Subscribe
Notify of
guest
55 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Washington Menezes

Mais do mesmo

EDurval

Só acredito vou acreditar nesse IOC quando os mesmos forem utilizados em território inimigo.

Vida longa e prospera a todos

eduardopg

1763 cacas e algo assustador!! Mesmo sendo comprados com diferentes anos de entrega. Mas outra coisa que me deixou confuso foi a quantidade de avioes nescessarios para que ele seja 100% capaz, 144 unidades. Porque tem que ser esse numero especifico e nao menos ?? Alguma relacao com a sua intercomunicabilidade entre os mesmos? Capacidade de deteccao de alcance elevado??
Por favor, alguem me esclareca!

Abracos
Mr. White

Paulo Lopes

Roberto F Santana 2 de agosto de 2016 at 20:18
Pior é que é.

Paulo Lopes

Roberto F Santana 2 de agosto de 2016 at 20:28
O legal do Su-30-35 é que ele quase não tem sinal de radar, sua emissão de IR deve ser quase nula também.

Clésio Luiz

Hehe, saiu também uma notícia hoje da USAF mandando os britânicos não usarem o dispositivos óticos dos seus F-35B fora dos EUA. Ainda está “em testes”. . Assim como o IOC dos Marines ano passado, essa é só uma ação de marketing para senador ver. A aeronave ainda está com um monte de restrições. Até canhão não pode usar. . Mas verdade seja dita, a entrada de um novo vetor é sempre assim. O F-22 demorou anos até amadurecer, com a frota sendo groundeada várias vezes. Até hoje eles não passaram de 70% de prontidão operacional. Os F-14 e F-15… Read more »

Felipe Silva

Roberto F Santana, O F-35A participará do red flag 2017.

Vinicius C.

Paulo Lopes, que isso, o SU-30 parece igual uma jaca na tela de radar, o SU-35 também, a nova versão do SU-35 que tem uma assinatura radar menor, mas mesmo assim é muito grande comparado ao F-22, F-35, e até mesmo ao gripen, parece que reduziram pra 1m² de area contra 0,1m² do gripen e de 0,001 do F-35 então, ainda no que se diz a radar, os russos estão em desvantagem ainda e esse assunto já foi postado algumas vezes aqui no site mostrando o RCS ( http://www.aereo.jor.br/2010/02/01/um-pouco-sobre-secao-reta-radar-rcs-e-tecnologia-stealth/ )

Tadeu Mendes

7×1 em casa? Não viaja na maionese.

Nenhum jato russo ou trambolho chines sobreviveria um combate contra o F-35.

Israel vai receber seu primeiro F-35 em novembro. Excelente TO para testar gordo.

Madmax

Pode não estar pronto.
Mas e quando estiver…

Carlos Campos

IOC desse caça problemático? parece déjá vu do que houve com os Marines

Tadeu Mendes

Prezado Roberto Santana,

O tempo dirá meu caro, se a minha aposta no F-35 valeu a pena ou não.

Sds.

JPC3/Deagol

“”Paulo Lopes 2 de agosto de 2016 at 20:41

Roberto F Santana 2 de agosto de 2016 at 20:28
O legal do Su-30-35 é que ele quase não tem sinal de radar, sua emissão de IR deve ser quase nula também.”””

Não sei se falou sério ou por brincando, mas por dúvida o Su-35 tem assinatura térmica muito maior que o F-35 devido oa tamanho e ao fato de ter dois motores. Em supercruise de mach 1.2 pior ainda.

Também, ele tem um bom sinal de radar, com muita sorte pouco maior que os typhoons e Rafales.

Renato Vieira

O adolescente de 15 anos (problemático) está pronto? Será mesmo ou é para que aumentem as encomendas?

Celso

Uma coisa eh certa……o marketing dos americanos continua nota 10……..e esta do F 35 ser um caca entao faz-me rolar de rir……so sobrevivera com uma otima estrategia de combate , armamentos e sensores……..mas se algo nao for bem ou falhar sera como tudo….um bom alvo.

Reinaldo Deprera

Se o F-35 fosse russo, primeiro:
Não receberia IOC porque para eles isso é frescura de ocidental.
Segundo. O mundo todo já tinha comprado deles anunciando que o F-35 era o melhor super ultra mega top stealtíssimo caça jamais feito na história dos lobisomens.
E por último, e não menos importante, estariam todos se coçando afim de fazer uma casinha de caboclo para o tio sam.

Save Ferris!

junior

JPC3/Deagol – Acho que ele foi irônico, impossível o su-30 ter emissão IR quase nula com aqueles dois motores expostos. Mas sabe como é, se falarem que o Su-30-35 é stealth esses alienados puxa saco da Rússia acreditam rsrs. O F-35 deu uma surra no F-15, aconteceria o mesmo com o su-30-35.

JPC3/Deagol

“”Celso 3 de agosto de 2016 at 10:05
Uma coisa eh certa……o marketing dos americanos continua nota 10……..e esta do F 35 ser um caca entao faz-me rolar de rir……so sobrevivera com uma otima estrategia de combate , armamentos e sensores……..mas se algo nao for bem ou falhar sera como tudo….um bom alvo.””

De onde tiram essas coisas?

JPC3/Deagol

junior 3 de agosto de 2016 at 10:48

Também achei que ele foi irônico.

Mas nunca se sabe, observe o comentário do Celso que não sabe nem o que é um caça muito menos como eles são utilizados.

MARCELO BASTOS

Não sou um especialista, trata-se apenas da observação de um entusiasta no assunto, mas o paradoxo de toda esta historia, e que estão gastando centenas de bilhões de dólares no desenvolvendo um avião de 5º geração que promete ser o “Picas da Galáxias” ser invisível, disparara raio laser etc ..( irônico), mas hoje em dia, praticamente em todos os conflitos, com raras exceções, quem faz o trabalho sempre são os aparelhos de 3º ou 4º geração, nota-se que raramente as aeronaves de 4+ e 4++ são utilizados, e quando utilizados, logo são retirados de cena, talvez devido ao custo operacional,… Read more »

MARCELO BASTOS

Apenas complementando: Imagine quantos F-22 daria para comprar com o custo do Projeto F-35 ..

Ednardo de oliveira Ferreira

me parece marketing. Mas faz parte do jogo. O F35 é daqueles projetos que ‘ou vai ou vai’. Não tem plano B para as forças armadas dos EUA. E como já se disse, todo projeto de avião é cheio de problemas mesmo. Quanto aos aviões de 3, 4 ou 5 geração, o fato é que: i) é mais barato ter toda uma frota de 5 do que manter 5 ou 6 modelos de diferentes gerações voando. Estamos aqui falando de gastos de todo o ciclo de vida do avião (manutenção, treinamento, peças, etc…) ii) na arena atual, onde qualquer conflito… Read more »

Hawk

Pra mim só quando a coisa for real mesmo. Tudo depende de muitos fatores. Os caças na WWII davam grandes saltos de um para outro pois mal saíam o protótipo e logo depois tinham que estar pronto pra combate. Enquanto isso fazer “iêiê” é válido para qualquer um dos lados é como diz aquele ditado: “‘Quem gaba o toco é a coruja”.
Se qualquer projeto é bom ou não, só o tempo dirá.

bosco123

O F-35 não só deverá integrar no futuro um laser de alta energia como também deverá ser capaz de lançar “rajadas” de pulsos de microondas de alta energia (HPM).

Guilherme

somente essa idolatria do brasileiro pra afirmar que o su-27 modernizado, vulgo su-35, é superior ao f-35. O caça americano esta anos-luz a frente.

maxiribas

vamos ver….

Ocidental Sincero

Apesar de os militares norte-americanos classificarem o seu F-35 como um caça de vanguarda de quinta geração, o aparelho tem alguns defeitos, o que faz com que se torne um alvo fácil para a defesa antiaérea da Rússia e da China, comunica o jornal The National Interest. Segundo diz, o caça F-35 possui mais um defeito: ele possui um único motor, que não é equipado com mecanismos que tornem invisíveis os gases de escape. Assim, este é também mais um fator que o faz um alvo mais fácil para os sistemas de defesa antiaérea. Qualquer avião no mundo pode ser… Read more »

Nilton Reis

Boa tarde, entendo que o F35 vai se tornar um bom caça, por ser um projeto muito grande para ser abortado, e por ter sido despejado tanto dinheiro nele que é impossível dar errado (ao final). Quanto a comparações com equipamentos, entendo ser uma perda de tempo; como muitos entendidos falam, cada país projeta uma arma conforme a doutrina daquele país. Um SU-27 é tão bom quanto um F-15, dentro dos objetivos doutrinários de cada país, assim como infinitas outras comparações (PAK-FA vs F-22, AK-74M vs M16 etc etc). Por fim, a inteligência não é exclusividade de nenhuma nação: se… Read more »

Jacinto Fernandes

Rapaz, esse Ocidental Sincero é realmente um humorista involuntário. Essa do F-117 com “motor silencioso” (???)que oscila (???) e portanto pode ser detectado por ondas de radar (???) é o relato mais bizarro que eu já li.

Rodrigo Maçolla

“MARCELO BASTOS 3 de agosto de 2016 at 11:08 Apenas complementando: Imagine quantos F-22 daria para comprar com o custo do Projeto F-35 ..” Marcelo, comentário muito lucido, assino embaixo… e ainda fecharam a linha de produção do F-22 acho um tremendo erro estratégico isso. Todo esse programa do F-35 é o barato que saiu muito caro, queriam algo mais simples, com menor custo de operação que o F-22 pra poder produzir em massa e vender aos amigos… por isso optaram por desenvolver o F-35 não é que o avião seja uma ____… pelo contrário, é bonitão, revolucionário, etc… mais… Read more »

Carlos Campos

Radares de ondas baixas pode dizer a Direção mas não a localização, ou seja o F35 pode olhar antes atirar primeira e vencer, do mesmo jeito o PAK FA pode olhar antes e atirar primeiro. O F35 vai ser bom na marra não existe outra opção.

JPC3/Deagol

Ocidental Sincero 3 de agosto de 2016 at 14:57

“”o que faz com que se torne um alvo fácil para a defesa antiaérea da Rússia e da China, comunica o jornal The National Interest.””

O National Interest diz que o F-35 é revolucionário e vale por 4 caças convencionais.
National Interest só publica opiniões.

Tadeu Mendes

Aos criticos do F-35. Favor lembrar de dividir o custo do projeto JSF por 3. Sao tres aeronaves distintas. E quanto ao aspecto tecnologico, os bugs serao resolvidos. Nilton Reis, voce disse o seguinte: “inteligencia nao e exclusividade de uma nacao, e que se a China ou a Russia…bla.bla..bla…” Permita-me discordar da sua conclusao, porque ja faz mais de trinta anos que os EUA possuem a tecnologia Stealth, e os Russos ainda estao tentando montar o quebra cabeca. A China hoje tem dinheiro suficiente para gastar em um projeto semelhante, mas na possui o conhecimento necessario para desenvolver nem mesmo… Read more »

Reinaldo Deprera

Ocidental Sincero 3 de agosto de 2016 at 14:57 Você não é humorista, é um mentiroso meticuloso. Cria absurdos e os mistura com recortes de opiniões de pessoas que tem algum tipo de prestígio. O MIG-21 é melhor do que o F-35 em que? Em manobrabilidade? Eu aposto que não é. Ainda que o fosse, manobrabilidade, velocidade máxima, velocidade de ascenção e autonomia (que são as feauteres que o MIG-21 poderia ser melhor) não tem valia no tipo de guerra que o F-35 levará ao inimigo. O F-35 não é apenas um vetor, ele é o JSF. Uma plataforma que… Read more »

bosco123

Ocidental Sincero,
O F-117 foi abatido na Iugoslávia por um míssil do sistema SA-3 (Neva) e não SA-6 (Kub).
E você está certo, até um pardal pode ser detectado por radar, o problema é que o será tão perto que a antena poderá ser atingida pelo cocó do bicho.
O termo invisível para se referir ao F-117 foi criado pela mídia leiga que ao meu ver foi muito adequado tendo em vista conseguir passar para leigos qual era o principal atributo da referida aeronave.

Oliveira Brava

Um projeto que custou aos bolsos do Tio Sam mais de 1 trilhão de reais para mim é um tiro no pé, com o avanço da tecnologia acredito que daqui uns 5 anos ou no máximo 10 anos a tecnologia furtiva estará obsoleta pois radares cada vez mais potentes e exatos em detecção estarão aos montes no mercado. Imagine se este dinheiro estivesse sendo investido em centenas de f22 raptors, centenas de f16 com padrão atualizado, sem contar com os f18 e f15 na vida? Quantos caças novos os EUA teriam? 379 bilhões de dólares e muita grana. Só lembrando,… Read more »

bosco123

Oliveira, Que tipo de radar pode ser desenvolvido para anular a tecnologia stealth? Existem radares que operam nas bandas HF (OTH), VHF e UHF (baixa frequência), L, S, C, X, Ku, K (alta frequência/microondas)? Os fenômenos de iteração entre essas faixas do espectro eletromagnético com os corpos é bem conhecido. Não há como escapar da física e foi utilizando-a que se desenvolveu a tecnologia stealth. Pra desenvolverem um “radar” que coloca por terra a vantagem da furtividade ele tem que operar nessas bandas que citei, se não, não é radar. Pode ser um sensor ativo qualquer mas se quiser ser… Read more »

Cristiano Oliveira Leal

Para mim existem duas coisas que não batem no discurso sobre o F-35. Primeiro sobre sua furtividade em missões de ataque carregando armamento externo (?). Segundo, sua suposta “super mega fucking” capacidade em combate aéreo, sendo que já foi demonstrado que sua manobridade é inferior à do F-16 (quem dirá dos Flanker). Historicamente, essa confiança somente no uso de mísseis disparados além do alcance visual provou ser um erro, a exemplo dos pilotos de Phantom no Vietnan.

bosco123

Tecnologias exóticas não baseadas no som como o laser azul esverdeado e o LED estão sendo estudadas há muito tempo e prometem deixar os oceanos transparentes num futuro não muito distante.
Em relação às aeronaves stealths, dentro de uns 20 ou 30 anos, o que não for “invisível” nem sequer irá levantar voo.

Oliveira Brava

Bom Bosco como eu disse… Daqui uns 5 a 10 anos essa onda de stealth poderá sim estar ultrapassada e poderá existir radares que capturem 100% os caças, como vc deve saber por exemplo o radar aesa emite ondas de rádio separadas e em frequências variadas, já se rolou boatos que a China já possui radares capazes de rastrear um caça furtivo, se é verdade eu não sei mais se já rola esses boatos agora, imagine no futuro? E a respeito de tecnologia de frequência de ondas, Nicola Testa a quase 100 anos atrás já dizia mesmo sem tecnologias para… Read more »

bosco123

Cristiano, Nos indique um caça e verá que ele tem 3 x mais estações de armas para mísseis BVR que WVR. Se for um erro considerar que o combate BVR será muito mais relevante que o WVR, é um erro que o mundo todo está cometendo. Quanto ao F-35 levar armas externamente, nessa situação ele não mais será stealth. Ou seja, se ele estiver levando armas externamente é porque a missão dispensa a furtividade. Por exemplo, os Marines deverão utilizar com mais frequência as estações externas tendo em vista que naquela força eles serão mais utilizados para CAS, onde a… Read more »

JPC3/Deagol

Muito bom o último parágrafo, Bosco.

Ser discreto sempre vai ser melhor.

Oliveira Brava

Bosco, respeito a sua opinião mais vendo a avanço da tecnologia não seria impossível nada, vc esta vendo a tecnologia do momento mais levando em conta que o f22 raptor por exemplo é um projeto dos anos 80 e de lá para cá furtividade avançou e as armas também, logo desde os anos 90 tecnologias anti furtivas avançaram aparecerão ou talvez não, uma coisa é certa, daqui a 5 ou 10 anos eu ou vc estará errado e viveremos em nome de Deus para discutirmos isso, não me baseio só em tecnologias atuais e sim futuras, um exemplo… Nos anos… Read more »

Jacinto Fernandes

Bosco – Há mais uma questão sobre radares que captam aviões stealth: o tamanho das antenas. Uma lei da física, que nem russos e nem chineses e nem et´s conseguem alterar é que o comprimento da onda é inversamente proporcional à frequência. Quanto menor a frequência, maior o cumprimento da onda. E quanto maior o cumprimento da onda, maior é a antena. A rigor a antena de um radar de baixa frequência em geral tem dezenas de metros quadrados e não tem como colocar um radar de baixa frequência em um caça.

Oliveira Brava

Só lembrando… como 3g, 4g ou sei lá o que for, novas tecnologias aparecerão baseadas ou não nas antigas mais aparecerão e sabe-se se lá se um nerd da vida de algum pais aliado ou não venha descobrir alguma forma de captar furtividade daqui de baixo ou de lá de cima por exemplo através de satélites ou sabe-se lá.

Oliveira Brava

Gente boa noite vou dormir.

hobian kenobi

Guilherme esta anos-luz a frente dos d+, então os estadunidense tem tecnologia dos ETs ou suas tecnologia metodologia esta munto frente dos outros d+ humanos, não faz diferença F35 F22 PAK FA Rafale Gripen NG SU-35 ou o mig 21, agora uma coisa é certa que um dia todos cairão.

bosco123

Kenobi, O mundo todo reconhece que os americanos adotam um maior nível de tecnologia avançada que a a Rússia e que os russos utilizam mais a força bruta, inclusive pra baratear o custo de desenvolvimento e de aquisição. Isso não é nenhum demérito dos russos e nem significa que os russos não são tão capazes tecnologicamente que os americanos. É uma questão de escolha, de doutrina. Também não quer dizer que pontualmente os russos não possam adotar um nível maior de tecnologia avançada, na medida de suas necessidades. É o caso dos radares de baixa frequência que, claro, os russos… Read more »

MrWhite

1763 cacas e algo assustador!! Mesmo sendo comprados com diferentes anos de entrega. Mas outra coisa que me deixou confuso foi a quantidade de avioes nescessarios para que ele seja 100% capaz, 144 unidades. Porque tem que ser esse numero especifico e nao menos ?? Alguma relacao com a sua intercomunicabilidade entre os mesmos? Capacidade de deteccao de alcance elevado??
Por favor, alguem me esclareca!

Abracos

Últimas Notícias

Base Aérea de Anápolis inaugura prédio do Primeiro Grupo de Defesa Aérea

O prédio simboliza um marco na operação do novo vetor da FAB, o F-39 Gripen A Base Aérea de Anápolis...
- Advertisement -
- Advertisement -