Hill-1

Nosso amigo e colaborador Roberto F Santana esteve esta semana no Hill Aerospace Museum, próximo à cidade de Odgen (estado de Utah). Este museu pertence à Força Aérea dos EUA (USAF) e localiza-se na base homônima.

Mesmo não sendo um dos museus mais famosos dos EUA ele abriga mais de 90 aeronaves que fizeram história na USAF, incluindo aeronaves da sua antecessora, a USAAF (United States Army Air Force).

Aprecie as belas fotos do museu abaixo (todas as fotos por Roberto F Santana).

Hill-2

Hill-3

Hill-4

Hill-5

Hill-6

Hill-7

Hill-8

Hill-9

Hill-10 Hill-12 Hill-11

Subscribe
Notify of
guest
45 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roberto Dias
Roberto Dias
4 anos atrás

Estes americanos, sempre gastando dinheiro para guardar velharias… ô inveja!!! 🙁

Ednardo de oliveira Ferreira
4 anos atrás

pois é… quem valoriza seu passado investe em sua história…

Renato Vieira
4 anos atrás

Nesse passado plantou-se sementes para o futuro da época (hoje presente). Isso não é gasto e sim investimento…é memória, informação e patrimonio de um povo que sabe preservar o passado, cultivar o presente, investir e pensar no futuro.

Paulo Lopes
Paulo Lopes
4 anos atrás

Roberto Dias 21 de julho de 2016 at 9:14
Estes americanos, sempre gastando dinheiro para guardar velharias… ô inveja!!!
____________________
Curiosamente não há fotos do C130. Estranho.

Jeff
Jeff
4 anos atrás

Parabéns pelas fotos, muito boas. Aquele bombardeiro “Short Bier” tem marcas pintadas do lado da cabine, são as missões que ele participou imagino… é isso?

Clésio Luiz
4 anos atrás

Roberto, qual é a história daquele MiG-21 vietnamita? Tinha alguma informação de como ele foi obtido na placa em frente a aeronave?

Clésio Luiz
4 anos atrás

Olha ele aqui paulinho, para a sua satisfação:

http://www.hill.af.mil/shared/media/photodb/photos/601010-F-0000H-049.jpg

Marcos Mattevi
Marcos Mattevi
4 anos atrás

SHOW.

Luiz Campos
Luiz Campos
4 anos atrás

Não tem C130 mas tem F5????

Luiz Campos
Luiz Campos
4 anos atrás

tem f5 sim.

Hawk
Hawk
4 anos atrás

Uma das 10 coisas para fazer antes de morrer…. Acho que é um sonho pra todos que curte aviões.

Clésio Luiz
4 anos atrás

Poggio, você tocou num assunto interessante. Saberia dizer se alguma vez a FAB operou foguetes de auxilio de decolagem em alguma aeronave, seja Mirage III, F-5 ou C-130?

Cristiano.GR
4 anos atrás

Enquanto muitos aqui estão debatendo o passado e o presente, conservação, investimentos, patrimônio,… fico aqui pensando: Será que o Brasil nos tempos atuais conseguiria ter uma marinha tão equipada quanto a USNavy da IIGM, construída com a mesma duração de perídodo? Para mim, é lógico que não, mesmo com as diferenças populacionais, tecnológicas e mercadológicas existentes.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
4 anos atrás

O Douglas Invader é muito loco, com aquele “monte” de metralhadora no nariz e a pintura (nose art) do esquadrão: Uma Caveira segurando a foice da morte … mete medo… hahaha

Caro Roberto, obrigado por dividir as fotos conosco

E esse último avião pintado de preto, parece um U-2 mais acho que não .. .. Senhores Que avião é este?

Madmax
Madmax
4 anos atrás

Tem um F-5 ali.
Segura a FAB ou ela vai atrás.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
4 anos atrás

Nunca ouvi falar de FATO em aeronave de caça.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
4 anos atrás

Poggio , obrigadou é verdade , por esse angulo não reconheci o Inglês , operou por aqui com a Força aérea do Peru

Clésio Luiz
4 anos atrás

Rinaldo, eu cheguei a achar uma foto de um F-5F decolando com o auxílio de RATO, mas é foto antiga e não sei se foi retocada. É possível achar instalado nos Mirage IIIS suíços.
.
Poggio, esse sistema original do Mirage ocupava o lugar do tanque ventral traseiro, não sei porque algumas fontes associam ele com os canhões. Um dos pilotos brasileiros que foram testar o Mirage na França chegou a voar com um, acho que foi o Meireles:
.
https://3.bp.blogspot.com/-pAiLPkSZVwI/T-kCG-qr8cI/AAAAAAAAA48/rQ33i_ng9bM/s1600/III+WITH+SEPR+BOOSTER.jpg

Clésio Luiz
4 anos atrás

Ah, achei o motor na Wikipedia. O módulo dos canhões dava lugar a um tanque extra de 150 litros de um dos reagentes do SEPR 844, junto ao motor-foguete existia outro tanque de 310 litros do outro reagente.
.
Sem o foguete o Mirage IIIC operava com os 2 canhões de 30 mm e um tanque ventral conformal (antes que isso virasse moda com os americanos) de 410 litros.
.
https://en.wikipedia.org/wiki/SEPR_84

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
4 anos atrás

Vivendo e aprendendo. Nunca tinha ouvido falar.

Clésio Luiz
4 anos atrás

Como se faz para colocar as fotos aparecendo nos comentários?
.
Uma foto do Mirage suíço com o RATO no lugar do SEPR francês:
.
https://cdn-www.airliners.net/photos/airliners/8/0/5/2261508.jpg

Luciano
Luciano
4 anos atrás

Lindo B-26 Invader!

Luciano
Luciano
4 anos atrás

Ou A-26 ….depende de quando é este ai!

Renan
Renan
4 anos atrás

Prezados,
a título de curiosidade, o B-17 que aparece na foto é (foi) brasileiro.
Voou na FAB com matrícula FAB 5400, irmão daquele que está exposto em Recife.

Renato Carvalho
4 anos atrás

Parabéns pelas fotos, me salta aos olhos o excelente estado das aeronaves, fiquei com uma dúvida, o avião da terceira foto é um F15?

Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

Uma pequena curiosidade sobre o B-57 ali exposto. Nota-se pelo canopy que aquele é um dos apenas oito Martin B-57A produzidos antes da versão definitiva B-57B ser introduzida com um canopy de aparencia bem mais moderna. Raridade!

Osvaldo Marcilio Junior
Osvaldo Marcilio Junior
4 anos atrás

Enquanto isso, em um país abaixo da linha do equador, os poucos museus de aviação existentes “fecham”…é uma pena!!!

Airacobra
Airacobra
4 anos atrás

Uma curiosidade, reparei um probe de REVO no F-105 da primeira foto, mas o REVO do Thunderchief não era por boom?
Evao ver o saudoso irmão mais novo dos nossos Thunderbolts me lembrei dessa materia aqui bem interessante, comparando o F-105 ao F-35.
https://warisboring.com/the-f-105-was-the-f-35-of-the-vietnam-era-51863811024a#.93ou9097e

Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

Airacobra, o Thud podia ser reabastecido tanto por basket quanto por flying boom. Na época em que foi projetado, a USAF usava muito ainda a cesta e haviam poucas unidades com a flying boom.
.
Tem um livro muito interessante chamado “A 100 Missions North” sobre um piloto de F-105 no Vietnã. Conta como cruzaram o Pacífico e ele explica sobre os sistemas de reabastecimento.

MARCOV
MARCOV
4 anos atrás

Eu tive a oportunidade de conhecer um piloto, ex-USAF, que pilotou o F-105 no Vietnam. Ele me disse, na época, exatamente o que diz a reportagem. Eles eram orientados a evitar um combate direto com o MiG-21 e treinavam manobras de evasão, sendo orientados a atingir o oponente caso estivessem em aproximação em velocidade sem a ciência do inimigo.

MARCOV
MARCOV
4 anos atrás

Eu me referi, acima, à reportagem do link citado pelo colega Airacobra.

Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

Eu não me preocupo muito com o probe do Gripen por ser algo mais corriqueiro do que na época do Dagger. Mesmo assim ter visto isso ao vivo e de pertinho deve ser uma experiência fascinante. O mais perto que cheguei de um probe de verdade foi quando sentei em um F-5E na BASC a mais de 10 anos atrás hehehehe. . O Sabre, por ser de uma geração ainda mais antiga em termos de projeto, teve o probe praticamente adaptado posteriormente. Mas funcionava bem. Tenho um amigo que era da Lt do USA no Vietnã que suspira fundo sempre… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
4 anos atrás

Falando nisso, na foto que tirou do Super Sabre, você enquadrou o AIR-2 Genie. Esse foi o único foguete ar-ar com ogiva nuclear que jamais fez um teste de tiro real. Se não me engano foi disparado por um F-89 Scorpion. A idéia por trás do Genie é que ele poderia pulverizar formações de bombardeiros soviéticos.
.
Engraçado que o próprio SAC já não usava em suas táticas grandes formações de bombardeiros como eram usadas pela USAAF durante a Segunda Guerra Mundial. Óbviamente o Genie caiu em desuso algum tempo depois, mas permaneceu em estoque durante um tempo.

Leo Barreiro
Leo Barreiro
4 anos atrás

Pessoal Se eu já achava o f35b fantástico agora eu acho mais ainda !!! Só de ver sobre esses foguetes colocados nas aeronaves para ter algo parecido com o que temos hoje de tecnologia é fantástico!!! Que belas aeronaves se bobear ainda voam ou se precisar de algo deve ser bem pouco e olha lá se não for apenas o combustível! Muito bacana ver que um país guarda a sua história e a respeita! Se fosse aqui que tivéssemos um mig de um inimigo e esse ao passar de alguns anos viesse a pedir a aeronave com certeza os aloprados… Read more »