O vídeo acima, divulgado pela Airzone em seu canal no Youtube, mostra a aproximação e primeiro pouso do jato de transporte militar Embraer KC-390 na República Tcheca, na tarde deste sábado, 16 de julho. Abaixo, algumas cenas capturadas do vídeo.

KC-390 na Republica Tcheca - cena 3 video Airzone TV

O jato realizou um voo de cerca de duas horas desde a feira aeronáutica de Farnborough, na Inglaterra, um dos maiores eventos mundiais do setor. Sobre a presença na República Tcheca, vale lembrar que o país é um dos parceiros internacionais do programa do KC-390, tendo assinado carta de intenção para a compra de dois exemplares da aeronave.

A empresa tcheca Aero Vodochody participa do programa fornecendo a seção II da fuselagem traseira, portas e escotilhas (laterais, da tripulação e de emergência), a rampa de carga, as partes fixas dos bordos de ataque das asas, além de componentes das asas.

KC-390 na Republica Tcheca - cena 4 video Airzone TV

O vídeo também mostra cenas do avião, um dos dois protótipos produzidos do KC-390 para testes de voo, já estacionado. Na aeronave de matrícula PT-ZNF destacam-se as cores da Força Aérea Brasileira (FAB), principal cliente do programa (encomenda total de 28 aviões de série e 2 protótipos) que participou ativamente das especificações e decisões técnicas do KC-390, em conjunto com a Embraer.

KC-390 na Republica Tcheca - cena 2 video Airzone TVEnquanto este protótipo é demonstrado na Europa, outro continua a realizar a campanha de testes no Brasil. Por fim, é mostrada entrevista com o piloto da aeronave, Carlos Vieira, que elogia o sistema fly-by-wire do KC-390 e informa que, nos próximos dias, serão realizados voos com a Força Aérea da República Tcheca.

KC-390 na Republica Tcheca - cena video Airzone TVCOLABOROU: Marcos

79
Deixe um comentário

avatar
77 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
34 Comment authors
Guilherme PoggiofonsecaAlberto Figueiredocamargoer"EParro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Aqueles quatro faróis acessos, do jeito que estão posicionados, dão um efeito impressionante e muito lindo.
O kc-390 tem visual de modernidade total.
É um avião militar para qualquer Força Aérea que o adquirir vir a se orgulhar muito de tê-lo.
Desejo que seu sucesso só cresça por todo canto deste mundão!

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

acesos – eita!

Marcos
Visitante
Marcos

Pena que não colocaram uns Gripen para acompanha-lo, como fizeram os portugueses, enviando um F-16.
Pena também a que a Embraer não esteja disponibilizando imagens de dentro do cockpit com essa viagem.
Quais são os outros países que estão programadas viagens? Itália e Suécia?

Renato de Mello Machado
Visitante
Renato de Mello Machado

Visual moderno, e ainda acertaram em cheio na dianteira não deixando o avião muito bicudo.

Renato Vieira
Visitante

Ruim mesmo só o ingles do piloto!

Galeao Cumbica
Visitante
Galeao Cumbica

Li no flightglobal que ainda visitaria um pais do oriente medio e outro no norte da africa mas, como sempre eles nao divulgaram quem eram.

sds
GC

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Renato, o cara ouve e consegue se fazer entender, e isso que importa, ruim é o meu inglês!!!!kkkkkkk

Gustavo
Visitante
Gustavo

Nossa mas como ta rapido o desenvolvimento do KC-390! Parece desenvolvimento dos tempos de guerra, quando um novo aviao tinha que ficar pronto pra participar do conflito. Ou é impressao minha? Mas teve aeronaves que demoraram muito mais. O KC-390 ja ta fazendo até tour….

Alberto Figueiredo
Visitante
Alberto Figueiredo

Esse avião não tem ângulos ruins. Pode bater foto de qualquer jeito que ele continua lindo.

_RJ_
Visitante

É o rabo de cavalo do O.Lima, o Inglês do Vieira… vocês gostam de tirar sarro com os pilotos do KC, né? Tenho saudade da época em que trabalhava com essa turma…

Antonio Carlos Jr Zamith
Visitante

Acabou o airshow na Inglaterra e vista a Rep. Tcheca do KC-390 para mais marketing. Todo esforço valido para vende muito deles e ajudar a EMBRAER para o calote da Dilma no projeto.

Marcos
Visitante
Marcos

Um vídeo bem interessante esse que segue abaixo, feito ainda na Inglaterra, mas que mostra vários detalhes da aeronave e que até agora ninguém havia mostrado. A parte inicial é a chegada da aeronave. Segue:
https://www.youtube.com/watch?v=THX03xkZJyk

Jota
Visitante
Jota

Boa noite à todos.
Pergunta aos projetistas e entendidos de design aeronautico : porque as asas do KC390(e de outros cargueiros) são desniveladas do centro para as bordas , e não completamente horizontais?
De antemão , obrigado pelas respostas.
Abraços.

Alberto Figueiredo
Visitante
Alberto Figueiredo

Jota, boa noite.
Estou com medo de falar bobagem, mesmo porque sou completamente leigo no assunto. Mas darei minha humilde opinião.
Seria pelo fato de fazer uma espécie de sustentação, da mesma forma que um paraquedas???

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

O Jota, tudo bem! Alberto, tambem vou chutar: acho que a disposição das asas tem, basicamente, duas funções. A primeira é aerodinâmica: a força de sustentação é basicamente ortogonal à seção da asa; estando a asa em diedro, cada resultante em cada asa pode ser decomposta na direção vertical e na direção horizontal . Simplificando muito, se o avião estiver em velocidade constante sua trajetoria sera horizontal se a soma destas componentes verticais tiver o mesmo valor, em modulo, à força peso. Ja as componentes na direção horizontal possuem mesmo modulo porem sentidos opostos, conferindo uma ação que pode ser… Read more »

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Prezados,
Uma leitura bem legal pra quem gosta de ver os primordios da tecnologia aeronautica de estruturas aqui no Brasil pode consultar o livro “Teoria das Estruturas”, do prof. Octavio Gaspar S. Ricardo (dpto de engenharia nval da Poli-USP, IPT e ITA). Se quiserem pode consultar “The dynamics behavior of structures” , Rogers ed. J. Willey.

Para aqueles que querem ver como hoje se calcula estas estruturas e simula-se o comportamento dos fluidos ha varias fontes na internet. Uma que eu acho legal é o site p3- manangement consulting and engineering solutions.
Abs

Clésio Luiz
Visitante

Jota, resumindo o que o Rommelqe falou, é para dar estabilidade horizontal à aeronave, assim se pode ter um conjunto deriva/leme menor, pois as asas estão ajudando na estabilidade lateral. . Já o Phantom, toda aeronave naval americana deve ter no máximo uns 4,70 m de altura, então a McDonnel na época teve que usar uma deriva muito baixa, porque o dorso do F-4 é muito alto atrás. Então para compensar essa deriva baixa, eles tiveram que dar um grande diedro negativo (para baixo) aos estabilizadores e um diedro positivo (para cima) às pontas das asas. Por causa da posição… Read more »

_RJ_
Visitante

Rommelqe 16 de julho de 2016 at 21:03
Em aeronaves de asa baixa, costuma-se usar diedro positivo (asas com a ponta mais alta que a raiz) para aumentar a estabilidade.
Mas aviões de asa alta são naturalmente estáveis (em alguns casos, até demais) e o diedro, que costuma melhorar a estabilidade, nos cargueiros de asa alta é negativo exatamente para compensar essa estabilidade exagerada, e aí sim permitir um conjunto leme/cauda menor e mais efetivo.

Ederson Joner
Visitante
Ederson Joner

Não acompanhei o site nos últimos dias, como foi a reação da presença do KC 390 no UK?
Muito boa essa visita aos parceiros do projeto!

Alberto Figueiredo
Visitante
Alberto Figueiredo

Tudo bem, li tudo e entendi pouca coisa. Não pelas respostas e sim pelas minhas limitações (e agradeço) Mas faço uma pergunta: É impressão minha ou o C-130 não tem esse desnível nas asas? Me parece que elas estão exatamente no horizonte.

Luciano
Visitante
Luciano

ô país lindo! Saudades de Praha, Olomouc e Brno! Cerveja perfeita, comida deliciosa, mulheres lindas!

Ederson Joner
Visitante
Ederson Joner

O C130 é um projeto concebido a quase setenta anos! Reinou até hoje por que nunca havia aparecido um concorrente, agora a coisa pode mudar, o C130 não tem como competir com o KC 390, é só analisar os dados!

Alberto Figueiredo
Visitante
Alberto Figueiredo

Ederson boa noite.
Sim, até aí eu entendi. Mas estou tentando entender a pergunta do amigo Jota. “Por que as asas de cargueiros são desniveladas?” Acho eu que as do C-130 não são. Como já disse em comentários anteriores, sou leigo no assunto e me desculpem se estou falando bobagens. Abçs.

Marcos
Visitante
Marcos

Pois é, o C-130 tem setenta anos!!! E para quem gosta de malhar a Embraer: a LM, durante setenta anos, não fez absolutamente nada para melhorar o que tinha feito. O avião é bom? É! Mas poderia ter evoluído. O C-130 é o irmão gêmeo do Electra II, que foi um excelente avião, mas a aviação civil já o abandonou faz é muito. O que sobrou do Electra II foi o P-3, que militarmente foi sendo empurrado com a barriga. A Embraer vive de mamar nas tetas do Estado? A LM já consumiu meio trilhão de dólares do contribuinte americano… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

O Vieira foi Comandante do 3°/10° GAV, na época do AT-26.

Jr
Visitante
Jr

Outro Vídeo de hoje, diferentemente de Portugal, os Checos colocaram vários vídeos dele pousando em Praga

https://www.youtube.com/watch?v=ndWZ7_vTMcM

Walfrido Strobel
Visitante

Nos detalhes como trem de pouso e porta de carga o KC-390 é logicamente mais moderno e maior, mas no desenho básico é bem parecido com o Kawasaki C-1 que voa a 46 anos, desde 1970.
Vejam nesta formatura com 5 C-1 a beleza deste avião que deve sua longevidade ao uso da aviônica e motores do Boeing 737-200, o que lhe rendeu facilidade no suprimento.
https://youtu.be/zb1q9SwjAT8

Justin Case
Visitante
Justin Case

Olá, amigos. O principal motivo para aviões de asa alta usarem diedro negativo é para diminuir a estabilidade lateral (rolamento em torno do eixo longitudinal da aeronave. Como a sustentação (proporcionada pelas asas) está sendo aplicada em um ponto mais alto do que o centro de gravidade (na fuselagem), o efeito de pêndulo tenderia (excessivamente) a manter as asas niveladas. Assim, uma asa alta sem diedro negativo exigiria a utilização de ailerons muito maiores para inclinar as asas. O uso de grandes ailerons causaria outros problemas, tais como guinada adversa e aumento de possibilidade de “dutch roll”. Devemos sempre considerar… Read more »

Nonato
Visitante
Nonato

Oh manuelriskov. O KC lindo, lindo, lindo. 50% tecnologia tcheca. O país está orgulhoso de ser responsável pela tecnologia do avião. Se juntar tudo que foi feito cabe numa caixa de sapato, pois, pois…

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Clesio, RJ e Justin, muito obrigado! Realmente agora com essas dicas da para entender melhor. Um aspecto que me chamou a atenção no video do C-5 que o Strobel postou é que suas asas não são em diedro; essa talvez seja a segunda maior diferença entre o C-5 e o KC-390. A primeira? Sim , a idade! Agora o AN-178 tem justamente um problema relacionado com a rolagem em torno de um eixo paralelo ao eixo das asas, o qual, por sua vez, passa pela seção transversal na região da intersecção das asas com a fuselagem. Como os amigos acima… Read more »

shambr
Visitante
shambr

comparer a Mitsubishi e a Kawasaki com a embraer mandaram bem mais so para lembrar eles tinham jets na SGM a embraer naum ela e uma industria baby kk

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Rommelqe, perfeito!!

Daniel Dutra
Visitante
Daniel Dutra

Isso nao é um avião, é uma obra de arte!!

Clésio Luiz
Visitante

Olá Justin, obrigado pela explicação, faz todo o sentido.

Clésio Luiz
Visitante

Rommelqe, no vídeo aparece o C-1 japonês, não o C-5 americano. E ambos possuem diedro negativo nas asas.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Clesio, voce tem toda razão! Quis me referir não ao C-5 o americano, mas sim ao C-1, o japones que aparece no video postado pelo Strobel. Obrigado.
Veja que no C-1 o diedro é extremamente sutil. Quase inexistente. Parece uma asa de C-130.
Ja quanto ao C -5 nao ha a menor duvida. Esse sim parece ter sido a maior fonte de inspiração para o KC-390. Pelo menos se não foi o maior em qualidade foi certamente o maior em quantidade…..rsrs.
Abs

Marcos
Visitante
Marcos

Tanto o C-1 como C-2 da Kawasaki tem ângulos diedro negativos.
Isso tem a ver também com o enflexamento das asas.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Agora a verdadeira inspiração certamente vem do C-17. São aeronaves complementares e suplementares entre si. O exercicio intelectual criativo na maior parte dos casos é fruto da analise de experiencias anteriores e aproveitar as lições exitosas. É da natureza humana ficar curtindo magoas e levar a discussões inúteis e destrutivas. Pra mim essa visão niilista tem que ficar no passado. Vamos produzir, vamos conseguir com que pais de familia não chorem mais à sua frente porque acabaram de ser mandados embora e não sabe o que vai falar pros filhos. Qualquer civilização digna deste nome depende(u) de tecnologia. Maias, chineses,… Read more »

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

O Vieira piloto esta de parabens! Falou tudo e quem quis entendeu. O segundo Vieira devia estar mais atento ao que representou o evento para o Brasil. Falar muita gene fala, mas comuicar e entender requer um pouco mais…concorda?numa boa?
Abraços aos Vieiras!

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Caros, eu começo a falar e não paro…quer dizer, a escrever.. Viu grande Marcos, concordo integralmente com seu comentario mo sentido de que o diedro formado pelas asas de quem olha por cima é extremamente importante, aerodinamica e estruturalmente falando. Assim as componentes de sustentaçáo ficam afastadas mais para jusante e isso tambem provemais um recurso importantissimo para as caracteristicas de controle dinamico da aeronave. Bom mas aí eu não quis complicar mais ainda a resposta para o Jota. Este tema é fantastico não é mesmo? Para alguns queàs vezes aqui escrevem um avião vc faz com peças compradas no… Read more »

Clésio Luiz
Visitante

Essa configuração de cargueiro a jato com cauda em T, asas enflechadas no dorso, motores abaixo e a frente das asas, foi inaugurada pelo Lockheed C-141 em 1963. Assim como o Boeing 707 definiu o formato ideal para um airliner, o Starlifter o fez para os cargueiros. Então se vamos dizer que o KC-390 tomou idéias de outra aeronave, vamos dar crédito a quem é devido.
.
comment image

Renato Vieira
Visitante

Rommelqe 17 de julho de 2016 at 12:56 O Vieira piloto esta de parabens! Falou tudo e quem quis entendeu. O segundo Vieira devia estar mais atento ao que representou o evento para o Brasil. O último dos Vieira aqui entendeu o inglês, tanto que percebeu que o inglês do piloto é horrível, se voce gostou ou não prblema seu, ao invés de incomodar-se com comentários dos outros deveria se preocupar com os seus apenas. O barato das RS é que e um ambiente horizontal onde todos tem o mesmo direito de expressar-se, quem não concorda e só cair fora,… Read more »

Walfrido Strobel
Visitante

Eu citei que muitos falam da modernidade do desenho do KC-390, e seu desenho nada tem de moderno.
Isso foi moderno a 46 anos atrás, em 1970. Kawasaki C-1. Não vamos tirar o mérito do projeto japonês por pura torcida. crédito na foto.
https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcS8u46LP70US08FGYZlXfKYrxHSIyYqRAfWvfaC0VXMEWGHZJOTQzgLZubMXQ

Paulo Lopes
Visitante
Paulo Lopes

Walfrido Strobel 17 de julho de 2016 at 13:45
Dizem que foram os japoneses que repassaram todo o projeto de construção do KC-390 e repassaram para a Embraer.
Este avião é 100% baseado no C-1 e foi 100% repassado pelos japoneses.
Pelo menos é o que eu tenho lindo em comentários pela internet.

JT8D
Visitante
JT8D

Como diz o Nonato, avião é tudo igual rsrsrs. Se você comparar o E2 com o Caravelle vai achar muitas semelhanças, assim como as que existem entre o KC390 e o C-1. Daí a falar que não há modernidade no projeto há uma distância descomunal, que apenas desinformados ou mal intencionados não conseguem enxergar.
Não sabia que o motor do C-1 era o JT8D. Ótimo motor na sua geração, mas não se compara aos motores do KC390, obviamente.
No mais quero agradecer aos amigos pelos ensinamentos, em especial ao Justin e ao Nery.
Abs

JT8D
Visitante
JT8D

Paulo Lopes 17 de julho de 2016 at 14:07
Você leu isso na internet? Então deve ser verdade

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Paulo Lopes se baseia no que lê em comentários de internet!!! Tenho algo a lhe dizer… Você está muito, muito mal de fontes. Participei do projeto do KC… E te digo, ninguém repassou projeto algum. Não queira adotar a postura ridícula de desmerecer o trabalho, o suor e as milhares de horas de trabalho de centenas de pessoas que só tem demonstrado competência. O avião está aí, voou, está demonstrando suas capacidades… Não se faz um projeto desta envergadura, neste tempo, sem competência, dedicação e muita garra. Os aviões tem configurações semelhantes e só… Assim com aeronaves da Boeing tem… Read more »

José Roberto Penteado
Visitante
José Roberto Penteado

Se não bastasse os jornais portugueses tratarem o KC-390 como projeto desenvolvido por Portugal, vem alguém se baseando em bobagens publicadas na internet, inclusive as dele, falar que o projeto é 100% japonês…

Farroupilha
Visitante
Farroupilha

Só rindo mesmo (rsrsrs!)… Agora apareceu mais um novo pai, os japas… rsrsrs!!!

Renato Vieira
Visitante

Luiz Fernando Os aviões tem configurações semelhantes e só… Assim com aeronaves da Boeing tem configuração semelhante a Airbus… — Boa, não basta os que querem se apropriar de toda intelectualidade citando Portugal com mais de 56% do projeto e vem agora o assunto cópia/plágio, isso se deve a quem e a forma como se produz informação nesse país onde as mídias buscam atingir massas sem ir a fundo no assunto, até porque o público direcionado não entende tão pouco exige, daí se escreve pérolas como essa para um povo que já sofre com educação precária e de memória, sao… Read more »