quinta-feira, junho 30, 2022

Gripen para o Brasil

Abertas as inscrições para o Curso de Ensaios em Voo do IPEV

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A-1 em ensaios com mísseis anti-radiação MAR-1
A-1 em ensaios com mísseis anti-radiação MAR-1

Estão abertas as inscrições para o Curso de Ensaios em Voo (CEV) a ser realizado em 2017 pelo Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV) do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos (SP). Os requerimentos dos interessados devem dar entrada no DCTA até o dia 22 de julho de 2016.

O curso, destinado a civis e militares, é ministrado pelo IPEV, por meio da Divisão de Formação em Ensaios em Voo (EFEV). Possui a duração de 45 semanas para as modalidades de asa fixa (avião), asas rotativas (helicóptero) e técnico de instrumentação de ensaios. Para a modalidade de engenheiro de instrumentação de ensaios a duração é de 24 semanas. Apenas sete das instituições no mundo que formam esse tipo de mão de obra especializada são reconhecidas pela “Society of Experimental Test Pilots” (SETP), e a EFEV é a única localizada no hemisfério Sul.

A finalidade do CEV, nas modalidades asa fixa e asas rotativas, é formar pilotos e engenheiros qualificados para planejar, executar e gerenciar atividades de ensaios em voo relacionadas com voos experimentais de desenvolvimento, modificação, avaliação ou certificação de aeronaves e/ou sistemas embarcados. Nas modalidades de engenheiro e técnico de instrumentação de ensaios, tem o objetivo de formar engenheiros e técnicos especializados na atividade de instrumentar engenhos aeroespaciais para a coleta de parâmetros (dados/áudio/vídeo) de Ensaios em Voo.

Nesta edição, XXVII CEV, serão oferecidas 20 vagas:

  • Piloto de Ensaio Experimental de Asa Fixa (4 vagas);
  • Engenheiro de Ensaio Experimental de Asa Fixa (4 vagas);
  • Engenheiro de Instrumentação de Ensaio (4 vagas); e
  • Técnico de Instrumentação de Ensaios (8 vagas).

Serviço:
XXVII Curso de Ensaios em Voo
Inscrições: até 22 de julho
Site: www.ipev.cta.br
E-mail: efev-sec@ipev.cta.br
Telefone: (12) 3947-4066

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fernando "Nunão" De Martini

Matérias do tempo em que o curso (que não é só teórico, é prático) era realizado com o AT-26 Xavante, época em que o IPEV já era a última unidade a empregar a aeronave na FAB.
.
http://www.aereo.jor.br/2013/03/02/instituto-de-pesquisa-e-ensaios-em-voo-utiliza-xavante-durante-curso/
http://www.aereo.jor.br/2011/08/10/adeus-ao-xavante-ainda-nao/

Tiago Silva

Próxima meta da minha carreira como técnico de manutenção.

Técnico de Instrumentação de Ensaios!

fonseca

MUITO POUCAS vagas. muito trabalho para poucos beneficiados. por que não oferece 30 vagas em cada especialidade?

Fligth

Primeira foto que vejo com o A-1 em voo com os dois MAR-1.

by mauro

Coloca no A-1 uma turbina nova e com mais potencia ai sim fica ótimo o que já é bom. viva a FAB.

Wellington Góes

Vai ser bonito ver um par de A-1M, armados com A-Darter nas pontas das asas, MAR e/ou MAN nos sub-alares, sendo reabastecidos pelo KC-390 em formatura. Dará orgulho.
Até mais!!! ?

Rinaldo Nery

O GEEV, que já foi comandado pelo Vilela, da minha turma (hoje na AEL), possui, também, na sua dotação, um A-1 e um C-99. O curso de asa fixa é restrito para pilotos de Caça. O GEEV não ministra o curso para pilotos civis. Na USAF e na NAVY, salvo melhor juízo, também é restrito para caçadores. A EMBRAER pagou o curso na França (em Nice) para alguns dos seus pilotos, não caçadores.

Tiago Silva

Fonseca, as vagas são limitadas mesmo porém tem o lance da demanda do mercado envolvida. Fui pesquisar com um especialista de mercado mais especificamente de aviação e o que me foi explicado é que mesmo tendo um mercado relativamente grande de empresas no setor a absorção destes profissionais não é uma tarefa fácil. Grandes como Embraer e Helibrás ficam com a grande maioria dos formandos, mas ao mesmo tempo não podemos esquecer dos fabricantes menores e que em alguns casos acabam contratando os serviços de forma terceirizada. Mas o mercado vem crescendo de forma significativa nos últimos anos então é… Read more »

Últimas Notícias

República Tcheca estuda substituir caças Gripen C/D pelo F-35

O Ministério da Defesa da República Tcheca está decidindo a compra de novos caças, que substituirão 14 aeronaves supersônicas...
- Advertisement -
- Advertisement -