A-29 Super Tucano na Base Aerea de Moody - foto USAF

O turboélice de ataque leve A-29 Super Tucano, da Embraer, está entre as aeronaves destacadas na seção “semana da Força Aérea em fotos”, do site da Força Aérea dos EUA.

A imagem acima, com data indicada de ontem (quinta-feira, 23 de junho) mostra um A-29 logo após o acionamento do motor, preparando-se para surtida de treinamento a partir da Base Aérea de Moody, nos Estados Unidos.

Moody é a base de operação do 81º Esquadrão de Caça, que realiza o treinamento de combate para pilotos e mecânicos afegãos no A-29, antes do envio do pessoal de volta ao Afeganistão, onde voam a aeronave em missões da Força Aérea Afegã no combate a insurgentes.

Aproveitamos a oportunidade para também mostrar, abaixo, algumas das diversas fotos de aeronaves A-29 Super Tucano modelos A e B da Força Aérea Brasileira, tiradas ao longo dos últimos anos pelos editores do Poder Aéreo.

domingo aereo AFA 2011 A-29A 5713 - foto Poggio

A-29A - Esquadrão Flecha - FAB - Domingo Aéreo AFA 2011 - foto 6 Nunão Poder Aéreo

A-29 Super Tucano em São José dos Campos - foto Nunão - Poder Aéreo

PAMA-SP 2012 - dom23set - A-29 Super Tucano FAB - foto 2 Nunão - Poder Aéreo

Broa Fly-In 22-06-12 A-29A 5722 do 3 do 3 em exposicao - foto poder aereo poggio

PAMA-SP 2012 - dom23set - A-29 Super Tucano FAB - foto Nunão - Poder Aéreo

Super Tucano A-29B FAB - Cruzex V

Super Tucano A-29B 01 FAB - Cruzex V

A-29B - 60 anos da Fumaça - foto Nunão - Poder Aéreo

A-29B - 60 anos da Fumaça - foto 2 Nunão - Poder Aéreo

Super Tucanos FAB CRUZEX V

A-29B Super Tucano - foto Nunão - Poder Aéreo

 

Previous articlePode usar, mas tem que pagar
Next articleUSAF busca novo assento para o F-35
Subscribe
Notify of
guest
47 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mateus Oliveira

Para mim a única coisa que falta neste avião seria 2 belos canhões de 20mm alá 109.(Questão de gosto,não me julguem haha)!
Belas imagens à propósito.

shambr

cara 109 apelou tem que botar o narigudo com a configuracao dos p 47 thunderbolts da senta pua com 8 metrakas ponto 50 e pod de foguetes maiores o bixo ficaria com um poder de fogo dos infernos mais naum teria espaco para os tanques externos de fuel ficando assim com menor autonomia de voo

Delmo Almeida

Lindo!!! Um avião que cumpre a missão, entrega o pacote! Claro que ele não foi projetado para a superioridade aérea, mas dentro da missão ele é muito bom.

Delmo Almeida

Shambr, ai seria uma questão de escolha do operador! Dos problemas o menor! É sempre bom ter opções. Lançadores de foguetes grandes ele já pode levar, um monte de metralhadora perdeu o sentido na guerra moderna.

Rinaldo Nery

Que avião bonito! O cara que bolou acertou! Kkkkkkk

Rinaldo Nery

Excelente artigo, e propaganda da aeronave. Sou suspeito pra falar do A-29. Ele foi inspirado no A-1 Skyrider, e, apesar de cumprir tarefas do A-10, não se compara à essa aeronave. O A-29 foi feito para o CAS, e não poderia ter outro resultado no Afeganistão.
Mas, pra equipar as FFAA norte americanas vai sofrer um lobby pesadíssimo em favor do AT-6B, que é bem inferior. Mas, ainda vai ser vendido pra muitos países. Tenho companheiros de turma na EMBRAER, instrutores de A-29, os quais ministraram instrução na aeronave pra várias Forças Aéreas: Chile, Equador, República Dominicana, Mauritânia, Indonésia etc.

marcos

Outro dia lia sobre a pintura/camuflagem adotada pelas FAs mundo afora e lá alguns falavam que a adotada pela FAB era cafona. Mas vou dizer esse avião fica bonito com a pintura que for, é ____________. Além de bonito, arrisco-me a dizer que está no estado da arte em sua categoria, qualquer um com avião da mesma categoria iria pensar duas vezes em ir pro dogfight com ele.

COMENTARIO EDITADO.MODERE O LINGUAJAR

vanicio

comparaçao idiota… kkk e que observando a foto reparei na diferença do tellado onde ficam estacionados os caças ,, la nos eua e muito superior aos da fab aqui no brasil , numa foto mais a baixo da pra ver que aqui e de tella de mianto,,, sei que e comparaçao idiota e nao tem nada a ver com a materia mas so pra constar que ate nisso eles sao perfeitos e nos so no quebra gallo. kkkk no mais o aviao e lindo e nos honrramos de saber que e brasileirinho.

Mateus

Roberto F Santana, bem observado essa abertura, o A29 deles também não tem os faróis do trem de pouso dianteiro.
Abraços.

bosco123

Nunão,
Será que não é uma janela do sensor do MAWS?
Se for um sensor laser é um sensor passivo como o Pave Penny e não do tipo telêmetro. Mas mesmo para um sensor laser passivo acho que tem um ângulo de varredura muito limitado. Eu apostaria no MAWS, que tem sensor fixo.

Rinaldo Nery

O do nariz é telêmetro. Como disse o Nunao, igual ao colombiano. A FAB quis instalar e a EMBRAER cobrou uma “baba”.

bosco123

Rinaldo,
Mas esse telêmetro é fixo? Nunca tinha visto nada parecido. Serve pra quê?

Rinaldo Nery

Serve para fornece a distancia exata do alvo e aumentar a precisão no emprego ar-solo. Como você explicou muito bem pro Nonato noutra matéria. É fixo.

Rinaldo Nery

CCIP (bombas). Mas no TT e LF também são utilizados.

bosco123

Nunca tinha visto um telêmetro fixo. Então tem uma câmera associado?

Rinaldo Nery

Em regiões montanhosas (como é o caso da Colômbia), você perde muita precisão, utilizando somente a referencia Baro. O radar altímetro não fornece informações corretas, em função da topografia irregular. O telêmetro compensa essas deficiência. Em terreno plano, o radar altímetro e o modo barométrico são mais confiáveis. No Afeganistão tem que usar telêmetro.

bosco123

Correção: “associada”

jerema

ele consegue brigar com um thunderbolt?

Rinaldo Nery

Desconheço se tem câmera. Acho que não.

bosco123

Nunão,
Pelo que o Rinaldo disse esse telêmetro deve projetar o laser no PIP (que seria mostrado no caso de terreno nivelado) e determinar a distância real para projetar no HUD um PIP compensado, por exemplo, se o alvo estiver em um nível diferente do solo logo abaixo do avião, por exemplo, numa montanha.

Rinaldo Nery

Essa distancia (slant range) vai entrar no cálculo trigonométrico do lançamento, realizado pelo computador da aeronave, e mostrado no HUD (posição do piper). Isso que vocês escreveram.
Só relembrando, o CCIP mostra o ponto de impacto da bomba (impact point), e o CCRP mostra o ponto de soltura da bomba (release point). No CCRP, a bomba pode ser lançada numa cabrada da aeronave, por exemplo.

Demostenes

Pessoal, o que seria essa caixa vermelha no compartimento de bombas do F22 em 12:22 min do video? Seria um tanque extra?!
https://www.youtube.com/watch?v=lswgQlJtdPM#t=744.0844127465857

bosco123

Demostenes,
Arma não é. Deve ser algum equipamento de teste.

Rinaldo Nery

Tem razão. Curiosa a falta do farol de pouso. Será que telêmetro e EVS estão ali?

Rinaldo Nery

Alguns FLIR tem telemetria laser. Acho que o Star Safire III tem. Mas não é usado no ataque ao solo para telemetria, normalmente. Somente para fornecer a distancia do objeto imageado.

bosco123

EVS é para a aviação civil o que o NAVFLIR é para a militar. Só muda o nome.

Matheus

Delmo Almeida

O A29 não é usado em dogfights mas para CAS e COIN.

Matheus

Há noticias da “minigun” que estavam desenvolvendo para o avião?

bosco123

Mateus,
O Super Tucano é homologado para levar um canhão de 20 mm num caso na linha central (GIAT M621).
Já li que a balística externa do calibre 20 x 102 mm não é muito diferente da ponto 50 e por isso está meio fora de moda. Há uma maior força de impacto, mas para os alvos pretendidos não faz muita diferença.

Nonato

Oh povo para ficar “caçando” detalhes como se diz lá no Ceará. rs. Mas a primeira foto ficou tão boa que eu acabei vendo outros detalhes que nunca tinha reparado. Essa entrada de ar. Não sabia que existia isso. Muito bonita por sinal. Também não sabia da saída de ar. São duas e feias. Canos de escapes estranhos… Vi vários mini “estabilizadores” na parte traseira, espécie de xx de tubarão (esqueci o nome). Tão pequenas será que são tão importantes aerodinamicamente? Visto de frente nesta foto dá USAF, os estabilizadores horizontais parecem canards. Será que se colocassem canards num avião… Read more »

bosco123

Nonato,
No tubarão deve ser barbatana, no avião é “strake”. rsrsss
No caso é um “ventral strake”. É importante pra controlar o fluxo de ar e melhorar a estabilidade.

bosco123

Em relação aos canards, há uma série de turbo-hélices com eles. Ao meu ver um avião de ataque COIN com canard o ideal seria que as hélices fossem propulsoras e não tratoras como no A-29.
comment image

bosco123

Parece que o que seja aquele “sensor” abaixo da tomada de ar ainda não foi resolvido. rsrsss

Clésio Luiz

Esses sensores laser no “queixo” são muito comuns em aeronaves de ataque ocidentais e russas, como o Jaguar e Harrier (britânicos), Su-25 e MiG-27.

bosco123

Clesão,
Mas nesses caças que você citou é um trambolho grande que ocupa o bico do caça todo, com mobilidade e dotado de câmera combinado com o laser, pra gerar dados para o HUD.
Eu ainda tô em dúvida se isso é um laser ou um NAVFLIR ou um sensor do MAWS. Seja como for a posição é muito estranha porque a hélice interfere em tudo que eu imagino.

Bardini
Alberto

Off Topic
Sr(a)s,
Um estudante capixaba de escola pública esta concorrendo a um estágio do tipo IC júnior em Harvard. Para que ele ganhe a possibilidade de desenvolver seu projeto, relacionado com a identificação do câncer de pele, sua proposta tem que ficar entre as cinco mais votadas dentre um total de 60 projetos. O problema é que a votação termina no dia 01-07 e o rapaz só tem – 17.000 votos. Por favor, peço que votem e divulguem a proposta na URL:
https://www.wishpond.com/lp/1696760/entries/111428831
Cordiais Saudações,
Alberto S.

Lúcio Sátiro

Bom gente, já que se falou no lindíssimo Me-109 e no poderoso e turrão P-47 Thunderbolt, então eu em meus devaneios fico aqui imaginando o que seria se os engenheiros da Embraer tivessem um insight, um flash, e decidissem reviver um avião altamente revolucionário para a época que foi escondido dos nazistas: o incrível Bugatti 100P. O avião era tão rápido que na época chegaria a 800km/h com os dois motores desalinhados. Com a tecnologia aeronáutica e a de motores que dispomos hoje, imagina o que esse avião poderia fazer:
http://www.tecmundo.com.br/aviao/52483-bugatti-100p-por-que-este-aviao-foi-escondido-dos-nazistas-a-sete-chaves-.htm

Hawk

Esse avião é muito bonito…. Acho que em sua categoria é único.

Edgar

Engraçado que olhando grosseiramente o Super Tucano parece um motor com asas 😀

Toda vez que voo nos ATR-72 da Azul eu visualizo um Super Tucano pendurado nas asas dele hehehe 😀

RatusNatus

As cores da FAB ….kkkkkkkk.

Rommelqe

Quanto à caixa alaranjada do F-22, obtida do link postada pelo Roberto: “On flight test airplanes, all special gear related to test instrumentation is orange, to distinguish it from production parts. That includes wiring, transducers, mounting brackets, power supplies, recorders, telemetering transmitters, etc. That weapon bay box is large enough to house the power supplies, recorder, and transmitters, so I suspect that is what it is. On a high density fighter, it is difficult to find a place to put all the test instrumentation, so the F-22 weapon bay is a good location. The F-111 test instrumentation package was also… Read more »

Mateus

Roberto F Santana, o A29 da Mauritânia tem essas mesmas diferenças como a falta do farol de pouso e aparentemente a mesma peça abaixo da entrada de ar:
http://www.aereo.jor.br/2012/10/22/embraer-entregou-os-primeiros-a-29-super-tucano-da-mauritania/

Mateus