Bangalore, Índia, 22 de junho – A Indian Space Research Organization, ou ISRO, anunciou nesta quarta-feira que o seu Polar Satellite Launch Vehicle número 34 lançou com sucesso 20 satélites em um único voo.

O veículo polar da ISRO lançou com sucesso um satélites da série CARTOSAT-2, juntamente com 19 outros satélites na manhã de quarta-feira do Dhawan Space Center Satish, informou a agência espacial.

O evento marca o 35º lançamento bem sucedido consecutivo para o veículo Polar e o 14º na sua configuração atual XL.

Depois de um voo de cerca de 16 minutos, os satélites se aproximavam da sua órbita prevista, disse a ISRO.

pslv

Todos os 20 satélites separaram-se do veículo de lançamento nos 10 minutos seguintes.

Os dois painéis solares do CARTOSAT-2 se abriram em seguida e uma instalação em Bangalore assumiu o controle do satélite.

Espera-se que ele será trazido à sua configuração final nos próximos dias, segundo a ISRO.

As imagens produzidas pelo CARTOSAT-2 serão usadas para uma variedade de aplicações, de cartografia ao uso da terra, gestão de serviços públicos, criação de mapas, distribuição de água e outras necessidades.

Dos outros 19 satélites que viajaram com o CARTOSAT-2, dois eram de universidades.

Os outros satélites vieram dos Estados Unidos, Canadá, Alemanha e Indonésia.

FONTE: UPI

Previous articleCâmara aprova aumento da participação estrangeira em aéreas brasileiras
Next articleKC-390 realiza primeiro lançamento de paraquedistas
Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Maria do Carmo Lacoste

Por que não nos associamos a esses malucos? o que estamos esperando?
É com esses países que o Brasil deve buscar projetos em comum.

Marcelo Andrade

Infelizmente Lacoste, não é isso que acontece.

A India começou seu Programa Espacial na mesma época que nós, meados da década de 60, só que lá virou Projeto de Estado, aqui não.

Mas não culpo a Aeronáutica, o INPE, nem os milhares de brasileiros que trabalharam e trabalham para um dia lançarmos um satélite. Tecnologia não dá voto!!!!

Walfrido Strobel

A Índia tem muito para gastar, só para se ter ideia a DRDO que pesquisa e desenvolve armamentos custa USD 1,5 Bi por ano. Tem 5.000 cientistas e 25.000 tecnicos.
Vejam o número de projetos em que está envolvida.
https://en.m.wikipedia.org/wiki/Defence_Research_and_Development_Organisation

Lucas Lima

Enquanto isto Na Republica Tupiniquim É DISCUTIDO A MORTE DE UMA ONÇA

Rinaldo Nery

A Índia tinha que lançar um artefato nuclear no Paquistão. E tem a China como vizinho. Nós não.

Jose flavor lessa

Um dia olharemos para trás e lembraremos a época onde estávamos com PIB maior que a India e todo mundo olhava torto e com desprezo para eles.

Já perdemos o lugar e estamos ficando para trás em várias coisas.

Para países desenvolvidos é até covardia comparar.

Walfrido Strobel

Conforme disse Rinaldo Nery a Índia precisava atingir o Paquistão e China, mas agora testaram com sucesso o Agni V que atinge metade da Europa e estão trabalhando no Agni VI que vai atingir o Canada, toda a EUROPA e Ásia.
https://en.m.wikipedia.org/wiki/Agni_(missile)#/media/File%3AAgni_Missile_Range_comparison.svg

Maria do Carmo Lacoste

Marcelo Andrade 22 de junho de 2016 at 16:50
Eu sei disso, que tecnologia não dá voto, mas olha só com quem a gente foi se meter? com a Ucrânia.. pelo menos que tivessem feito a coisa certa…
Outra coisa que não dá voto é esgoto, fica debaixo da terra é ninguém vê.. melhor é inaugurar chafariz na praça…
Cruel, temos que correr atrás, se o Brasil tivesse feito as escolhas certas, não estaríamos nessa situação…

Delmo Almeida
Marcelo Andrade

Lucas concordo em número, gênero e grau com você , assunto já tá rendeu muito.

José Flavor, ainda temos o PIB maior do que a Índia. Você deve ter confundido com a China!!!

João Neto

Verdade,Marcelo,começamos o nosso projeto na década de 60,só que enquanto não decidirmos um futuro para o Brasil nada aqui vai para frente,só pro exemplo tenho 40 anos de idade e até hoje nem o submarino nuclear não saiu,e tenho duvidas que saia de projeto e por várias razões,e eu era criança quando se falava desse submarino nuclear,e vários outros projetos públicos ai que não vingaram,viraram pó,e os que sairão,não se tem dinheiro para manter,país não é sério então nunca vai ter investimento em nada,só blá,blá,blá,…. .

James Chaves da Silva

Eu tinha 5 anos e os F5s decolavam da Base Aérea de Canoas, onde eu morava. Hoje tenho 47 e quais aviões decolam de lá? Os mesmos, alguns, talvez, mais antigos do que os primeiros.

DomSaf

Está certo que o assunto é a Índia, parabéns aos indianos. Mas está ai a prova que no brasil não há Interesse por desenvolver de verdade o país. E sabem o nome que se dá quando uma minoria e seus interesses prevalecem sobre o do restante de uma Nação, “Apartheid”. Tenho 30 anos e é o que sempre se viveu nesse país. Já vi gringo me dizer na cara que no mínimo metade desse PIB é roubado, que esse país não demonstra ter nem 1,5 trilhão. E eu já penso que o que melhorou precisou ter “interesses” atendidos. Nossa! como… Read more »

helio henrique silva pereira

intervencao militar e novas regras tirando todas as regalias e cortando o salario pela metade ai talves a gente consiga fazer igual a india

Maria do Carmo Lacoste

KC-390 já lançou paraquedistas hoje, imagens e matéria site da FAB.

Gustavo Borges

Até pouco tempo atrás a economia indiana era menor que a brasileira, e mesmo assim consegue manter projetos importantes seja nas forças armadas seja no desenvolvimento tecnológico. Mesmo tendo uma população gigante e pobre a Índia tem planos de enviar astronautas para a Lua e não desperdiça seu dinheiro em esmolas estatais infrutíferas. Já o Brasil sequer sonha em enviar um ratinho num voo orbital. O que falta no Brasil não é dinheiro e nem cérebros, mas sim organização e ambição. Brasileiro só pensa em parasitar o Estado ganhando bolsas ou algum cargo público. Infelizmente essa cultura mesquinha só aumentou… Read more »

bosco123

Pessoal,
Claro que foi um satélite e 19 coisinhas soltas em órbita.
Sem querer desmerecer os indianos, claro. Muito pelo contrário!
Tenho enorme respeito por eles.

Carlos Crispim

Tenho enorme asco por pessoas que não amam os animais, não sabem como a natureza é importante para a sobrevivência da espécie humana, não tem noção da importância dos grandes mamíferos, das florestas, falam demais e sabem de menos, e ainda tem gente que aplaude feito mentecapto, o que tem a onça a ver com o sucesso estrondoso da Índia? Vou dizer o que já encheu o saco: O Eduardo Cunha, as contas na Suiça, delações premiadas, a Odebrecht, o Nine, a presidanta que torra dinheiro com pão de queijo, as olimpíadas do cocô, o Gripen que é o mais… Read more »

André LUis

É evidente que o programa espacial do Brasil nunca foi uma prioridade, senão como explicar a realização os bilhões que são torradas pelo Brasil com festas e jogos. Realmente, seria muito bom se o Brasil pudesse ter feita parceria com os Indianos, Russos ou Chineses. Eu li recentemente que a China ofereceu trocar a sua tecnologia de produção de circuitos integrados em troca da tecnologia Russa do motor de foguete com combustível líquido. Os Russos não aceitaram a proposta porque consideram que o seu motor de propulsão com combustível líquido está no estado da Arte. Então sim, esta é uma… Read more »

André LUis

Aqui o link da história que eu comentei sobre a proposta Chinesa para os Russos http://www.spacedaily.com/reports/China_offers_electronics_for_Russian_rocket_engines_999.html

Os Russos não quiseram vender a sua tecnologia de motores de combustível líquido.

Com certeza o negócio de lançadores de satélite é desafiador para qualquer país. O Brasil deveria ter se unido a China, Israel ou Índia, há muito tempo.

Nonato

Esse tipo de coisa é relativo. Os indianos se dedicam muito a armamentos e congêneres. Mas não produzem aviões… O Brasil tem muitas coisas. Não se trata do valor investido. Tenho a impressão de que o desgoverno recente inflacionou tudo. Tudo caro. Uma picape cabine dupla para servir de viatura policial vendida por 120, 150 mil reais. Não dura três anos… Um governo de um estado tem que comprar mil, duas mil viaturas. 20, 30 mil policiais. Dez, vinte mil professores… Com mil reais não se faz mais nada… Qualquer projeto mais importante querem um, dois bilhões. Os ucranianos não… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini

“Nonato em 22/06/2016 às 22:59
Os indianos se dedicam muito a armamentos e congêneres.
Mas não produzem aviões…”

.
Se estiver falando de aviões complexos como jatos de combate, eles produzem sim, e há mais tempo que o Brasil.
http://www.aereo.jor.br/2008/09/26/hal-hf-24-marut-o-primeiro-caca-a-jato-projetado-na-india-%E2%80%9Cby-kurt-tank%E2%80%9D/
.
Além dos exemplos da matéria acima, produziram o famoso MiG-21 sob licença, hoje produzem Su-30, fora o interminável Tejas, e diversos aviões de treinamento helicópteros e utilitários ao longo de décadas, alguns modelos estrangeiros sob licença, outros projetados localmente ou em parcerias.

André LUis

Bem disto, Nonato.
O que faltou ao Brasil foi foco. Sempre o problema do foco, dispersão de investimentos.

Space Jockey

Essa é a diferença entre quem É grande e quem pensa que é grande ! Lamentável o comentário do Lucas Lima, por ____________ assim que ainda ha um oceano de desafios no BraZIL…
_
COMENTÁRIO EDITADO. NÃO OFENDA OUTROS COMENTARISTAS.

bosco123

Um lançador orbital de foguete líquido básico é 90% tanques de combustível (em volume e em peso) e de comburente. Tem um primeiro estágio maior com um motor foguete (líquido) de grande empuxo e um segundo estágio menor com um motor foguete otimizado para operar além da atmosfera e umas 10 x menos potente. Na ponta vai a carga (satélite) que tem massa umas 20 x menor que a massa do lançador carregado de combustível. Até eu que sou da “saúde” sem como faz. É só isso, pelo amor de Deus! O Brasil não faz porque não interessa e porque… Read more »

Nonato

Fabricar foguetes é ainda mais fácil do que fabricar aviões, que é a coisa mais fácil do mundo…

Nonato

Acho que é necessário fazer um grande estudo do Brasil. Alguma coisa está errada. O Brasil não precisa ser o país mais desenvolvido em tudo. Mas pode… A Suécia não deve ter um PIB grande coisa. Mas produz bons aviões, submarinos e mísseis. A Índia é um país populoso, não é rico. O PIB não é tão baixo. Mas também não devem ter tanto dinheiro. O Brasil tem um PIB alto. Mas o dinheiro não dá para nada. Os juros altos são bons para a população que precisa aplicar suas economias. Mas para o governo é horrível. 500 bi de… Read more »

fonseca
Luiz Campos

O dia que o Brasil fabricar um foguete desses vai faltar palito de fósforo prá acender o bicho.

vicente de paulo

economia um foguete e varios satelites!

Farias Cardoso

Enquanto isso o Temer doa a energia nuclear as empresas privadas.
http://www.conversaafiada.com.br/economia/entreguistas-alem-do-petroleo-a-energia-nuclear
“Aqui, o setor nuclear ganhou um silencioso destaque nas últimas semanas no Congresso Nacional, em função da tramitação das Propostas de Emenda Constitucional (PEC) 122/07 e da PEC 41/11, apensada à primeira.
As emendas constitucionais em apreço têm por objetivos inviabilizar a produção industrial de combustível nuclear no país, e possibilitar a privatização das usinas nucleares existentes, ora operadas pela Eletronuclear.”

kfir

Farias Cardoso

seu mav, todo o sistema eletrobrás e furnas precisam ser privatizados, os fundos de pensam não podem pertencerem a estatais

vc é mais um MAV colocando noticia de quem recebeu 5 milhões de reais do pt, paulo henrique amorin, nunca tinha visto uma campanha ideológica num forum militar, por mim toda a esquerda j´teria sido morta.

Cristiano.GR

Nonato 23 de junho de 2016 at 0:49 Nonato, muito do que está errado no Brasil e dos problemas atuais passa pelo alto salário dos servidores públicos, sejam federais, estaduais ou municipais. Podem me apontar o dedo e dizer que eu critico, mas queria ser servidor público federal. Mas é claro que queria. Queria não, eu quero. Trabalhar pouco e ser uma espécie de elite econômica, praticamente super protegida contra demissão por baixa produção, quem não quer? Eu digo que os altos salários altíssimos pagos a funcionários que produzem tão pouco, em sua ampla maioria, salvo poucas exceções, e a… Read more »

Cristiano.GR

Fiz um grande comentário a respeito do que está errado no Brasil, mas não acho que errei na hora de enviar e não vi ele sendo postado. Por isso faço este de forma BEM resumida: Os 2 maiores problemas do Brasil são os altíssimos salários dos servidores públicos, sejam federais, estaduais ou municipais e a infinita reeleição do Legislativo. Servidores públicos são uma espécie de elite econômica praticamente livre de demissão, mesmo que os níveis de produção sejam irrisórios, beirando o ridículo. O que é um absurdo na visão de qualquer gestor de empresa privada. O que não agrega deve… Read more »

Celso

Cristiano GR, o resumo comeca assim…..aqui temos servidores publicos..ate ai o termo nao se coloca exatamente errado. Mas vejamos sob a seguinte otica…e se entendessemos e compreendessemos o seguinte …. servidores DO publico….. OK……esta CASTA encorpada (carrapatos) nao esta nem ai c o pais ou c o restolho………qdo o pirao eh pouco, o deles sempre vem primeiro . Outra coisa, fabricar e montar um foguete nao eh tao complexo assim como a maioria acredita, a dificuldade esta nos seus sistemas GIROSCOPIOS que gerem toda a sua trajetoria, inclinacoes, etc……eh ai q mora e comeca o maior problema e sobre isso… Read more »

Nonato

Farias Cardoso. Mandando mensagem do chefe. Tentando queimar a imagem do presidente. Enquanto isso, Dilma acabou com a Petrobrás. Dilma doou feijão a Cuba, é o que dizem.
Comunismo é atraso. Esquerdistas não estão preocupados com energia nuclear, Eletrobrás ou privatização. Por falar nisso, privatizaram os aeroportos…

Rinaldo Nery

Quem quebrou o RS chama-se Tarso Genro.
Quanto ao giroscópio, essa foi uma das tecnologias negadas ao Brasil, dentre outras. Parece-me que o DCTA conseguiu desenvolver um, a laser, que foi instalado no VLS.
Quanto aos salários do funcionalismo, alguns setores, sim, tem salário bem elevados. Principalmente no Judiciário. No Executivo há um distorção, faz muito tempo. Alguns ganhando muito, outros muito pouco.
Só pra alinhar o “giroscópio”: o que os senhores consideram salário alto? Em valores? Só pra saber se eu penso igual.

2Cents

Ao colega que falou sobre os “doutos”, esclareço: sim, colega, eles são cobrados por resultados. Mas talvez não sejam necessariamente os resultados que levem o País a uma condição que todos nós desejamos. Abraço.

Gilmar Leal

Senhores, acompanho o blog há bastante tempo, porém esta é a primeira vez que venho me manifestar, motivado pela concepção ERRADA que alguns aqui fazem sobre o verdadeiro SERVIDOR PÚBLICO. Primeiro, vamos diferenciar a realidade dos 3 poderes, onde o Legislativo e o Judiciário possuem na sua totalidade, salário e benesses que não condizem com a qualidade do serviço por eles prestado. Entretanto, se considerarmos que o Judiciário tem aproximadamente 130.989 servidores públicos e o Legislativo, 35.708 segundo o site da ASDEG enquanto há 1.872.802 servidores trabalhando em todos os órgãos da administração pública direta, fica evidente a existência de… Read more »

Rinaldo Nery

Obrigado, Gilmar. Já estava achando que meu salário de Coronel era injusto, “acima da realidade da população, aumentando o rombo nas contas públicas”. Meu salário na Azul é superior ao soldo de Coronel.

Madmax

Não se preocupem abigos.
Faremos mais uma estatal, em pouco tempo estaremos lançando mer… no espaço com o triplo do preço justo, pois o resto vai ser roubado pelo caminho.

Nonato

Rinaldo. Também tenho essa dúvida. O que é muito ou pouco? Por volta de 2003, quando Lula acabou com a aposentadoria do servidor público, que agora é pelo INSS, ele, José Dirceu, José Genoino, que até 2002 diziam-se defensores dos servidores, disseram que de tratava de uma minoria e de um bando de privilegiados. Na mídia, na época, dizia-se que 9 mil era um baita salário. Classifico da seguinte maneira. Até dois mil reais é sobrevivência. E olhe lá. Entre dois mil e cinco mil reais está acima da sobrevivência. Dá um pouco de tranquilidade, comprar eletrodomésticos, celular, pagar aluguel.… Read more »

Celso

Prezado Gilmar, entendo seu comentario perfeitamente e ate mesmo em alguns momentos a sua indignacao qto a minha opiniao. Deixe-me exclarecer o seguinte, nao coloco todas as frutas num mesmo cesto, porem num lugar onde a maioria se cala, nao protesta e nao se volta contra injusticas, fica impossivel defender a todos. O q se apresenta diariamente em todo o pais, eh catastrofico, pessimo atendimento e outras coisas mais. observe bem o termo q utilizei , servidores DO publico. Protestos e mais protestos, afinal vcs tem tantos direitos q fica impossivel separar o joio do trigo. Se ao menos vcs… Read more »

Rinaldo Nery

Nonato, como você bem pontuou, o Brasil é um dos países mais caros do mundo. A faixa da ” tranquilidade” que você citou não nos deixa tão tranquilos assim. Como exemplo, o valor da mensalidade de um bom colégio particular está ombreando com o valor de algumas faculdades. Se você tem mais de um filho, daí começa a ficar complicado. Comprar automóvel, financiado então, nem se fala. E a conta de energia elétrica? Celso, há muito tempo parei de me comparar com outras categorias. A pergunta que sempre me fiz foi: quanto vale o meu trabalho? Quanto vale a minha… Read more »

Celso

Prezado Rynaldo, valeu……..como escrevi anteriormente, nao sou tao critico e acido nas minhas avaliacoes, mas eh obvio q c tantas distorcoes vividas neste pais, fica impossivel ser somente um observador. Quisera eu mesmo hoje ter pelo menos um plano de saude…entao eh la mesmo q me socorro (SUS). Felizmente moro aqui bem perto da Unicamp q tem um otimo Hospital Universitario e onde minha esposa hoje tem um acompanhamento digno e correto. Sou e sempre serei um liberal e acredito piamente nas forcas de mercado . Ganha bem quem realmente merece ganhar……..afinal, ainda vivemos num pais livre e se esta… Read more »

Nonato

Vejo a questão do servidor público sob diversos prismas. Por um lado é uma forma muito democrática de ascensão social. Cursar medicina não é para qualquer um. Já fazer um curso de direito está mais disponível. Tem em qualquer cidade, não é tão caro dura apenas cinco anos (e não dez como medicina e tem de estudar o dia todo). Bom uma pessoa simples mas dedicada pode estudar direito e se tornar um juiz. Antes disso.pode passar em diversos outros concursos na esfera estadual ou federal, tipo técnico judiciário, oficial de justiça. No serviço público há diversas categorias. Geralmente na… Read more »

Celso

Prezado Nonato, nem muito a alguns e nem pouco tbm a outros…rsrsr OK, muito boas suas comparacoes e observacoes, afinal, eh exatamente isso o q ocorre em todos os niveis da administracao publica, mas tbm como citei anteriormente….qdo o piro eh pouco, o meu vem primeiro. Ai temos uma luta de cachorros desdentados onde ninguem nunca esta satisfeito, porem, a maioria aqui eh quem paga a conta e fica ate sem saber qual bandeir carregar. Outra coisa, qdo vc observa q um brasileiro ganha algo em torno de u$ 4000 nos EUA , esquece de completar q estes mesmos ganhos… Read more »

RatusNatus

Venho pelos comentários. ….

“Os juros altos são bons para a população que precisa aplicar suas economias.”

Celso

RatusNatus,……qual economia………….ta de brincadeira hem…..estes juros tem inumeras funcoes, mas c certeza nao eh para encher o bolso da maioria de empregados e trabalhadores. So redem e muitissimo as instituicoes financeiras, contratos diversos, etc…mas c certeza enterram cada ez mais a diida publica q fica impagavel. Bom exemplo ai esta….a tal divida publica dos estados e municipios…….acompanhe um pouco este assunto para se inteirar, eh cobra engolindo cobra e todos nos vamos pagar muitissimo por tudo isso mais uma vez (cade a tal LRF…..) nem processo ou cadeia vai dar para estes governantes q literalmente rasgaram mais uma lei e… Read more »

Paulo Carrano

Caro Nonato: concordo com você em partes. Sobre salário de magistrados, dê uma lida nisso aqui: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/01/salario-de-magistrado-do-rj-passa-de-r-600-mil-segundo-levantamento.html Nosso problema é falta de interesse público e memória curta. Não se esqueçam que quem governa o país sai do meio do povo, o que nos leva a crer que temos um povo corrupto. Suécia tem ótimos projetos, mesmo com um PIB menor porque investe 30% do PIB com pesquisa e desenvolvimento. No Brasil não temos isso… temos bons projetos mas, se quiser ir pra frente, tem que ter cunho econômico e oferecer retorno rápido, pois aí é feito com recursos de empresas… Read more »