O motor GE F414 é uma evolução do famoso F404
O motor GE F414 é uma evolução do famoso GE F404

De acordo com a Defense Acquisition Program Administration (DAPA) sul-coreana, o motor a jato General Electric F414-GE-400 é o licitante preferencial para propulsar os futuros jatos KF-X de Seoul, que vão substituir a envelhecida frota de caças F-4 e F-5 da Força Aérea da Coreia do Sul. O outro concorrente é o EJ200 da Eurojet.

Eurojet EJ200 que equipa o Eurofighter Typhoon

Segundo a agência de notícias Reuters, o valor do negócio é de até US$ 3,5 bilhões, e o desenvolvimento total do caça é estimado em US$ 7,2 bilhões, com um adicional de 10 trilhões de wons (US$ 8,4 bilhões) necessários para produzir 120 jatos até 2032, segundo o jornal Korea Times.

A DAPA disse que pretende finalizar os projetos básicos para o KF-X em setembro do próximo ano e chegar a um projeto detalhado em janeiro de 2019. A KAI continuará as novas negociações com a GE e deve assinar um contrato formal já no próximo mês.

KFX 103_kappa352
Maquete do KF-X

20
Deixe um comentário

avatar
19 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
16 Comment authors
Walfrido StrobelmarcusMauricio R.zorannnAdriano Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Esta é uma ótima notícia para o Brasil, pois a possível escolha do F414 pelos coreanos manteria a linha de produção do motor por mais tempo e com mais pedidos.
.
O principal cliente do 414 é a Marinha dos EUA que os emprega nos Super Hornet. Como a linha de montagem do SH deve terminar em breve, o F414 (com pequenas modificações) será produzido unicamente para o Gripen E/F e não são muitas as encomendas até aqui (60 para a Suécia e 36 para o Brasil).

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Em que pé anda o KF-X ?

Bardini
Visitante

Guilherme Poggio 27 de maio de 2016 at 20:16
.
A Índia também usa a GE-414 no Tejas.
.
E os Australianos também serão usuários por um bom tempo.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“Bardini em 27/05/2016 às 20:42 A Índia também usa a GE-414 no Tejas. E os Australianos também serão usuários por um bom tempo.” . Bardini, boa noite. . Apenas uma correção no tempo verbal da primeira frase. A Índia não usa o motor GE F414 no Tejas. Atualmente, usa o F404 no Tejas MkI, o único modelo do caça encomendado e em produção até o momento. No futuro, se realmente não desandar o projeto, a Índia usará o F414 no Tejas MkII, pois o motor venceu uma concorrência com essa finalidade . Sobre a segunda frase, creio que o Poggio… Read more »

Satyricon
Visitante
Satyricon

Alguém tem notícias sobre o F414 EPE (enhanced performance engine) que serviria ao SH-18 roadmap?

ivo
Visitante
ivo

esse aviãozinho é muito bonito.

ronaldo de souza gonçalves
Visitante
ronaldo de souza gonçalves

se o Brasil tivesse didin poderia entrar neste projeto com a corea, num futuro não muito distante precisariamos de caças stell

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Alguém tem notícias sobre o F414 EPE (enhanced performance engine) que serviria ao SH-18 roadmap?
.
Embora a matéria não cite, é esse o motor que a GE está oferecendo aos coreanos. Agora o EPE é chamado de EE. Em muitos artigos por aí você encontrará “F414-EE”.
.

.
Só um detalhe. O F414G da imagem acima é o “nosso” motor. O motor que equipará o Gripen E/F.

Nonato
Visitante
Nonato

É stealth?

Bardini
Visitante

Nunão, boa noite
.
É sempre muito bom ser corrigido.
.
Quanto aos indianos, apesar do Tejas Mk II ser uma incógnita, pelo menos alguma coisa eles já compraram: https://www.flightglobal.com/news/articles/india-to-obtain-99-ge-f414-engines-for-tejas-mk-ii-381334/

nickfryNick
Visitante

Gostaria de ver o F-39 BR com esse F-414 EE ae. 🙂

Carlos Menk
Visitante
Carlos Menk

Realmente Ronaldo, se o Brasil tivesse dindin e um governo com vergonha na cara e que entendesse a importância e o potencial da indústria de defesa, seria um projeto interessantíssimo para a FAB, a Marinha e para o país…..

robertobozzo
Visitante

Acho o conceito do FS 2020 mais bonito….em parceria com a SAAB, poderia-se iniciar um desenvolvimento do FS 2020 de forma lenta, avançando de acordo com as possibilidades orçamentárias, que hoje são restritas, e em 2030, talvez, ter o caça iniciando sua produção.

http://www.aereo.jor.br/2011/01/08/fs2020-um-conceito-sueco-para-um-caca-de-quinta-geracao/

Adriano
Visitante
Adriano

Acredito que nas versões f39 apartir de 2020 essas versões mais novas da f414 serão realidade, esses gripens E/F vão ganhar muitos equipamentos e “pesos” novos kk

zorannn
Visitante

Ola nickfryNick!
.
Existe uma reportagem no próprio site da SAAB (tem que procurar, pois não tenho mais o link) onde não se descarta a utilização do F-414 EE. Inclusive citam que foi escolhida a versão mais madura do motor, mas nada impede que o F-414 EE seja utilizado caso haja interesse do cliente.

zorannn
Visitante

completando:
.
”The Gripen NG is designed for the current mature version of the GE 414 but is capable of accommodating a GE414 growth version in the future. Which version of the 414 (EPE or other) will be determined depending on customer requirements”

Mauricio R.
Visitante

Não é uma situação lá muito confortável depender de uma motorização, cujo único usuário expressivo vai deixar de ser fabricado em breve, de 1 a 3 anos.
Não que a aeronave seja imediatamente desativada, isto deverá acontecer somente lá por 2030, mas uma aeronave fora do serviço ativo, perde prioridade na alocação de recursos do orçamento p/ custeio, manutenção e upgrade.
E menos confortável ainda é depender de 2 ou 3 programas estrangeiros, pouco consistentes quanto a encomendas firmes.
A nova designação da F414 p/ o JAS-39E/F Gripen, é F414-GE-39E.

Nonato
Visitante
Nonato

Alguém sabe dizer os motores atualmente usados em caças? O gripen e o f18 usam os mesmos motores. Haveria muitas outras alternativas?
O do rafale é da Snecma , fabricante francesa, não é? Com pequena produção e aparentemente consome muito combustível.
Alguém sabe dizer por quê o gripen parece ser tão econômico? Trata-se do motor que é econômico? Deve-se ao baixo peso do avião?
Alguma característica aerodinâmica?
Por que o gripen só usa um e o f18 usa dois?
Não falta potência no gripen?
Há excesso no f18?
O maior peso de dois motores anula a vantagem peso x potência?

marcus
Visitante
marcus

Se a SAAB for realmente ajudar a índia com o Tejas, ele vai desencalhar.

Walfrido Strobel
Visitante

Este projeto KF-X é 80% da Coreia do Sul e 20% da Indonésia que vai ficar com 24 a 50 aeronaves.
A Indonésia ja gastou muito até aqui e vai ficar bem na foto.
Está comprando 8 a 10 Su-35, está recebendo seus 24 F-16-52ID(são F-16C/D bk32 modernizados nos EUAcom aviônica do 52, mas não aceita tanque conformal).
Vão modernizar os seus F-16A/B com a BAe Systems e estão revisando os Su-27/30 mais antigos na Russia para voar mais uns anos, os ultimos foram recebidos a 2 anos.