Home Aviação de Caça Mais um grupo de brasileiros chega à Suécia para atuar no programa...

Mais um grupo de brasileiros chega à Suécia para atuar no programa Gripen NG

5678
52

Gripen-NG-3-view-RGB

A Saab, empresa de Defesa e Segurança, em breve receberá o próximo grupo de brasileiros que irá trabalhar no desenvolvimento dos caças Gripen adquiridos pela Força Aérea Brasileira (FAB). Eles fazem parte do processo de transferência de tecnologia firmado entre a Saab e o Brasil, em outubro de 2014, como parte do contrato para fornecimento de 36 Gripen NG para a FAB.

Desde outubro de 2015, cerca de 50 engenheiros e técnicos estão na Suécia, com suas famílias, para participar de treinamentos teóricos e práticos na fábrica da Saab em Linköping.

Todos os engenheiros e técnicos brasileiros receberão treinamentos específicos, de acordo com seus papéis no programa. Ao longo dos anos, mais de 350 brasileiros participarão do programa de transferência de tecnologia, composto por aproximadamente 60 projetos principais.

Para apresentar a cooperação entre a Saab e os parceiros industriais brasileiros no programa Gripen NG, a Saab apresentará a webserie “True Collaboration” (Colaboração Real, em português). A série irá contar a história de cinco engenheiros brasileiros e suas famílias, que estão na Suécia para fazer parte dessa emocionante jornada. Além de apresentar as expectativas de cada um, os capítulos irão abordar a chegada deles à Suécia, os treinamentos teóricos e práticos pelos quais passaram, além do retorno ao Brasil para a multiplicação do conhecimento adquirido.

Os vídeos serão disponibilizados em www.gripen.com/br e nos canais sociais da Saab do Brasil (Facebook, Twitter, Youtube e Google +), e da Saab AB (Facebook, Twitter, Youtube e Instagram).

FONTE: MSL Group

52
Deixe um comentário

avatar
47 Comment threads
5 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
23 Comment authors
André LourençoWellington GóesjuniorJuarezRinaldo Nery Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
glaxs7
Visitante

Off mas nem tanto:

Declaração na FIDAE de F, Gustafson (SAAB): Procuramos sócios locais por que sabem como se mexer na região.

http://www.infodefensa.com/latam/2016/04/05/noticia-fredrik-gustafson-gripen-nuestra-estrella-fidae.html

Tem os Tigres do Chile, a troca dos MLU e os Kfir C10 da Colômbia, os Cheetah do Equador, Os F5 do México…

Johnatan warp drive
Visitante
Zerique
Visitante

Notícia boa, O programa está progredindo, lento, mas está.

Dranuits
Visitante

Atualmente acho o caça ideal para a FAB. Distribui por região fica uma força de respeito

Ederson Joner
Visitante

Não está lento não, está no cronograma!
Boa sorte a todos!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Deve ser horrível voltar para Banânia depois de uma boa temporada na Suécia.
________________________________

No texto do link:
“No estamos enfocados solo en el tema de armas y defensa”
________________________________

Não há uma única palavra no texto sobre:
“Tigres do Chile, a troca dos MLU e os Kfir C10 da Colômbia, os Cheetah do Equador, Os F5 do México…”
________________________________

Vai rolar muita água embaixo da ponte, literalmente.

glaxs7
Visitante

Carlos Alberto Soares Mas eu não disse que tinha algo referente aos “Tigres do Chile, a troca dos MLU e os Kfir C10 da Colômbia, os Cheetah do Equador, Os F5 do México…” nem nada. Apenas os mencionei por que são os vetores que mais próximos estão de atingir o seu limite operativo e , como não se vislumbra nada no horizonte, acredito que a SAAB já está tentando correr atrás pra tentar se estabelecer como fornecedor padrão na região. Se considerarmos que Equador, Chile, Colômbia, Brasil e Mexico são países que tem boas relações de cooperação militar, seria uma… Read more »

Gustavo
Visitante
Gustavo

Mas e os pilotos? Estao mandando mais para treinarem la tambem? Eles ainda tem gripens das versoes A/B estocadas? Melhor pedir uns doze logo pra eles ja que nao tem C/D mesmo pois temos que pelo condicionar nossos aviadores no envelope de voo dos gripens….

Alexandre Samir Maziz
Visitante

Caro Gustavo , alguns pilotos já foram para Suécia também tem ate matérias aqui no site informando sobre isso , e para quem ficava reclamando que os suecos não iam passar tecnologia a prova esta ai .Abraços !!!!

leandro moreira
Visitante

Otima noticia, tbm participei de um projeto de transferencia de linha de producao dos EUA para o Brasil de uma grande multinacional Alema, em 2013, 2014 e 2015, é muito bom trazer novas tecnologias para o Brasil, parabens pelo programa FX2, esta tomando forma. Sera muito interessante ver o Brasil fabricando Gripens para paises da America do Sul.

André Lourenço
Visitante

Sou a favor de tocar o projeto F 5 M a todo vapor !, procurar mais aviões para comprar, pelos cortes seguidos no orçamento temos que focar nas prioridades, Aviões tanque e os caças, a FAB dizia que eram cerca de 100 Gripen, depois caiu para 36, imagine quanto tempo vai levar para ter o Gripen em número suficiente apenas para cobrir os F5 e AMX !

Dizem que estão querendo retirar a aviônica dos F5 M desativados para colocar nos Jordaniano.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“André Lourenço em 06/04/2016 às 10:48 …a FAB dizia que eram cerca de 100 Gripen, depois caiu para 36” . André Lourenço, bom dia. . Sua frase está invertendo totalmente a ordem dos fatos. . O programa F-X2 foi concebido para a seleção de uma aeronave de caça, no qual as propostas dos concorrentes deveriam contemplar o fornecimento de 36 aeronaves. . Não foi concebido para 100 aviões e depois caiu para 36, é justamente o contrário: após a aquisição de 36 previstos no contrato assinado, há um planejamento (a ser cumprido ou não, conforme as possibilidades) de se adquirir… Read more »

Mauricio R.
Visitante

“Dizem que estão querendo retirar a aviônica dos F5 M desativados para colocar nos Jordaniano.”
.
Muito melhor que F-5 ex-jordaniano virando “gate guardian”, pelo menos terão uso.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

De fato, Maurício, passei batido nessa possibilidade levantada pelo André. . Se isso for uma solução para ao menos manter, por alguns anos a mais, o total da frota modernizada em números próximos aos atuais (cerca de 46 aviões), compensando a baixa de células em situação pior que as compradas da Jordânia e revisadas, não vejo problema algum. Mas mesmo isso tem custo (e não é pouco) de adaptações das células e instalação. . Quanto ao ex-jordaniano que virou monumento em base, imagino que parte dele seja composta de painéis etc condenados, pois já vi painel da mesma célula (4879)… Read more »

Mauricio R.
Visitante

Johnatan warp drive 5 de abril de 2016 at 23:02
.
O Rio já não é a capital do país a décadas, então qndo é que a FAB pretende desincumbir o Grupo de Caça “Avestruz” da missão de defesa aérea do Leme ao Pontal, das dunas de Ipanema e manda-lo em missão ao Brasil????
O contribuinte agradece.
.
Gustavo 6 de abril de 2016 at 7:15
.
Calma rapaz, tem simulador de voo p/ isso e muito mais. Não precisa se desesperar. Calma. No tempo correto horas serão contratadas, p/ os treinamentos necessários aos nossos pilotos.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Fernando “Nunão” De Martini 6 de abril de 2016 at 12:10
____________________________

Começou a concordar comigo ? Minhas afirmações que faço há muito tempo ?
Valeu !

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“Carlos Alberto Soares em 06/04/2016 às 13:48 Começou a concordar comigo ? Minhas afirmações que faço há muito tempo ? Valeu !” . Carlos, não expressei concordância com você nos comentários desta matéria, concordei com o que comentou o Maurício. . Sobre a modernização dos caças F-5, sempre tive minhas próprias opiniões, expressas em algumas centenas de comentários a respeito e, principalmente, em várias dezenas de matérias que escrevi sobre o tema aqui no site. . Então eu certamente expresso essas opiniões por aqui há mais tempo que você. . Conclui-se que, se você está vendo alguma concordância em relação… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

glaxs7 6 de abril de 2016 at 4:18
_______________________________

No texto do link:
“No estamos enfocados solo en el tema de armas y defensa”

BRComenta
Visitante
BRComenta

Enquanto isso no Brasil – https://www.youtube.com/watch?v=jplLdA8A9ac

Antonio
Visitante
Antonio

Alguém pode confirmar se a notícia é verdadeira ou falsa!??? https://www.facebook.com/caradepastel/videos/549630115214134/

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Gente, já pedi em outras matérias, parem de postar o mesmo vídeo com links diferentes, desde hoje cedo já tem gente colocando esse vídeo em vários comentários.
.
As respostas sobre ser verdadeiro ou falso já estão sendo debatidas em outras matérias que também estão entulhadas desses links.
.
Prestem atenção antes de postar, por favor, para evitar tanta repetição.

Mauricio R.
Visitante

É mentira Terta!!!

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

________________
________________

COMENTÁRIO APAGADO.
_
AVISO DOS EDITORES: O COMENTARISTA CARLOS ALBERTO SOARES FOI SUSPENSO POR DESRESPEITAR A EDIÇÃO DA TRILOGIA E AS REGRAS DO SITE.
_
POR SER REINCIDENTE E UM DOS RECORDISTAS DE ADVERTÊNCIAS DOS TRÊS SITES POR SUA CONDUTA, O TEMPO DE SUSPENSÃO DOBROU PARA SEIS MESES.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Olha, só para falar de aviões que precisam de lastro para estabilizar em certa faixa do seu envelope de voo: o F-5 (além do AN-178, ver “the plane with the displaced center of gravity…” Politforums.net) também precisou de um lastro de chumbo que, se me lembro do post aqui do Aereo) é da ordem de 100kgm. Acontece, sim pode acontecer. Imaginem vc avaliar a distribuição de massas de um Gripen E, monoposto, quanto suor dá para ajustar esse parâmetro devido, por exemplo, a uma simples mudança em um componente eletrônico “colocado com dois quilos a mais no bico”…deve ser (é…)… Read more »

ivammc
Visitante

Acho que não vai vingar o Gripen NG por aqui. Governo prevê déficit fiscal de quase R$ 100 bilhões neste ano. O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, terá uma proposta que vai prever ainda a possibilidade de abatimento de R$ 99 bilhões em gastos com investimentos, saúde e defesa. Contudo, em minha opinião o NG é muita ilusão de marketing para o Brasil, deixaram escapar o F-18 com F-16 MLU de brinde. Agora secou o lago “no hay más plata”. Brincadeiras aparte. Espero que essa crise passe e que venha qualquer coisa para melhorar a FAB. Parabéns pela matéria, aos… Read more »

Bardini
Visitante

Tinha F-16 MLU de brinde na proposta da Boeing?

ivammc
Visitante

Era um acordo de empréstimos de aeronaves, meu caro Bardini.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Ivammc, mas o Brasil não precisa colocar dinheiro no Gripen nos próximos anos. Isso é com o Banco Sueco de Fomento. Lá por 202x o Brasil começa a pagar.

ivammc
Visitante

Ok, meu caro Rafael Oliveira, oremos.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

O 1° Grupo de Aviação de Caça, sediado na BASC, é responsável pela defesa aérea no triângulo Rio -São Paulo-Belo Horizonte, o que vem fazendo bem a anos. Não é pra “defender do Leme ao Pontal”. Aliás, servir naquela Base é uma m…., porque Santa Cruz é o fim do mundo. Tem que morar no Recreio. Além da bandidagem que domina aquelas paragens de Santa Cruz. O portão principal da Base é uma fortaleza.

glaxs7
Visitante

Carlos Alberto Soares, Só pra ver como meu comentário se encaixa. ” F. Gustafson (SAAB) Há boas oportunidades pro Gripen NG na América Latina”, http://www.infodefensa.com/latam/2016/04/07/noticia-gustafson-gripen-nuestra-estrella-fidae.html Destaco uma parte do texto: ” Sabemos que há um processo em Colômbia pra substituir seus KFir. Também há países como Peru, Argentina e Equador que estão vendo a opção de renovar as suas frotas de combate. O Gripen é um caça menos custoso de operar em relação aos seus concorrentes…” Sem dúvida o seu conhecimento acrescenta muito ao debate mas, sua atitude beligerante impede que o senhor se mantenha focado e de forma respeitosa.… Read more »

glaxs7
Visitante

ivammc 7 de abril de 2016 at 15:08

“Era um acordo de empréstimos de aeronaves, meu caro Bardini.”

É mesmo? Há forma de corroborar isso?

Juarez
Visitante
Juarez

Bardini 7 de abril de 2016 at 15:06

Tinha F-16 MLU de brinde na proposta da Boeing?
Não, tinham 24 F 18 C/D, mas….

G abraço

Juarez
Visitante
Juarez

Aviso aos aero navegantes da aero via NG, a tchurma aí vai voltar mais cedo para casa, em breve teremos noticias da Zelotes, e não são nada boas.
___________________________
g abraço
_
COMENTÁRIO EDITADO

ivammc
Visitante

Peço desculpa pelo erro eram F18 C/D. Agradeço ao juarez pela informação. Os F-16 MLU saíram por cerca de U$ 190 milhões por 12 unidades.

ivammc
Visitante

Digo: sairiam.

André Lourenço
Visitante

Para nossa sorte o Gripen foi a melhor opção pelo custo beneficio, mas duvido que a Dilma levou em consideração o parecer da FAB, a Saab foi escolhida vencedora logo depois que soube que seu governo estava sendo alvo de escutas pelo governo dos EUA. Com a situação que o Brasil se encontra imagine quanto tempo vamos levar para substituir toda frota de caças hoje em serviço, até a modernização dos F5 Jordânia está devagar, os aviões tanque já eram para estar em serviço, enquanto isso sobra grana para Helicópteros e cargueiros, que inclusive já está faltando verba, e vem… Read more »

Mauricio R.
Visitante

Não existiu um papo de que o PAMA-SP, seria transferido p/ Anápolis????

Bardini
Visitante

Tinham 24 F/A 18 C/D…
.
Se o projeto do Gripen, que ainda nem chegou na data da primeira parcela a ser paga, já estão falando que não vai sair, imagina a FAB incorporando 24 F/A-18 C/D e bancando a aquisição e a ToT de mais 36 F/A-18 E/F… E mais, iriam fazer o que com os Hornets que chegariam, se nem dinheiro para voar F-5EM têm-se no momento?

junior
Visitante
junior

Seria melhor se o Brasil tivesse tentado alguma parceria com esse caça de 5° geração do Japão
https://www.youtube.com/watch?v=CkDsDVnjdd4

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Dinheiro tem, o problema está em como e onde aplicam. O resto já sabemos.

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Aliás, a SAAB (apoiada pelo primeiro ministro sueco) dizia que poderia intermediar o aluguel de 12 Gripen C/D, o que não aconteceu (mais umas das promessas não cumpridas no processo do F-X2, que culminou com a escolha do Gripen NG). – No mais, compras e investimentos em projetos militares de bilhões de dólares, especialmente em se tratando de Brasil, precisa levar em conta as janelas de oportunidades que surgem. Esta janela foi ignorada e acabou fechando em 2010. – Gostando ou não, concordando ou não, se não tivesse havido as manobras para inviabilizar a escolha de 7 de setembro de… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

WG, não ouve manobra por parte da FAB, até porque o relatório final de avaliação da Copac não estava pronto, porque faltavam informações de dois fabricantes, a manobra que acontece foi do Jobin, no Chatô Dassault, tentando dobrar os Franceses pagarem Pixulecos para o “partido”, para o “molusco” e para ele próprio, não tem problema disse Missier Jean, vai custar mais uns 1 bilhão de euros…..

G abraço

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Exato, Juarez. “Faltando apenas dinheiro”. Pois é. Faltou também pro leasing dos C/D. E o Putin botou as garras de fora, lá na Ucrânia, e a Flygvapnet precisou desses 10 aviões (a FAB ia fazer leasing de 10, somente: 8 C e 2 D).

André Lourenço
Visitante

Fernando Nunão, boa tarde, apenas fiz o comentário porque durante o FX 1 queriam apenas uma compra de prateleira de 36 caças, depois que o Gripen foi escolhido logo começou o discurso de uma fábrica aqui, a Marinha poderia comprar também, Chile, Colômbia e Argentina seriam futuros clientes, nada contra, mas conhecendo o nosso governo, estaremos no lucro se tiver 3 Gripens operando em 2019, torço para estar errado, mas só o tempo dirá. Ivammc, a uns 11 anos atrás uma empresa chamada VEM ( varig engenharia e manutenção ), ofereceu a FAB um lote de 12 caças F16 MLU… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“André Lourenço 08/04/2016 às 17:03 Fernando Nunão, boa tarde, apenas fiz o comentário porque durante o FX 1 queriam apenas uma compra de prateleira de 36 caças…” . André, Lourenço, boa tarde. . O F-X1 era para apenas 12 aviões. O F-X2 é que prevê 36. E desde antes do F-X1 ser lançado (ainda no final da década de 1990) o Comando da Aeronáutica afirmou, mais de uma vez, que os planos eram para outros lotes de aeronaves. . “depois que o Gripen foi escolhido logo começou o discurso de uma fábrica aqui, a Marinha poderia comprar também, Chile, Colômbia… Read more »

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Pois então Juarez, pode não ter havido da COPAC, mas do CA houve sim, tu sabes disso. O irônico disto é que, a proposta/empresa que muitos diziam que pagaria Pixulecos, que não entregariam e não cumpriria o prometido, foi justamente a empresa que muitos diziam séria e incorruptível. Hoje a Zelotes (e os fatos) estão ai para provar o contrário. – Cel. faltou agora (de 2013 para cá), em 2009/2010 tinha e nem seria preciso, afinal os F-2000 duraram até 2013 (e poderiam durar mais). Em 2013 os primeiros Rafales estavam programados para serem entregues, mais tardar 2014. Hoje, ainda… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Wellington, não existe passar por cima da Copac, o Brigadeiro, apenas naquele momento lembrou o Jobin, que se o Molusco resolvesse seguir adiante com aquela loucura, sem ter previamente a finalização do processo técnico, ele não assinaria anda e seria de inteira e total responsabilidade da presidência da república e como quem tem c………….tem medo ele arregou…. Wellington, se, naquele momento o Saito quisesse impor alguma coisa, o F 18 teria sido declarado vencedor e não o foi, infelizmente para todos nós. Estou defendendo o Saito, não, não estou. Estou defendendo a opção pelo NG, não, não estou, apenas relatando… Read more »

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

A melhor e mais rapida soluçao para o Brasil é contiunuar com o projeto Gripen NG. Lembrar que qualqyer “plano” alternativo (F-16 da Amarc, F5 suiço, Kfir israelense e outras idéias similares) demandará, no minimo, o empenho de novos recursos, desperdicio de grande parte daquilo ja investido e, principalmente, mais tempo. Afinal o Gripen NG é um investimento ja parcialmente efetuado, trata-se de aeronave escolhida pela FAB de forma primorosa, e constitui uma solução economicamente muito adequada pois desde os tempos de antanho vender armas é um excelente negocio!!! Ficar batendo na tecla de que não ” temos dinheiro” é,… Read more »

Juarez
Visitante
Juarez

Na prática não é bem assim, o próprio processo do NG está a passo de cágado em função de algumas contrapartidas estarem sem nenhuma perspectiva de pagamento, e tem tem ainda pairando sobre o processo a investigação do MPF, que segundo alguns não vai terminar bem.

G abraço

ivammc
Visitante

“Juarez disse:9 de abril de 2016 at 18:34
Na prática não é bem assim, o próprio processo do NG está a passo de cágado em função de algumas contrapartidas estarem sem nenhuma perspectiva de pagamento, e tem tem ainda pairando sobre o processo a investigação do MPF, que segundo alguns não vai terminar bem.
G abraço”

É isso aí, Juarez. Falta de empenho.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Até aonde sei, a COPAC entregou todos os documentos solicitados pelo MPF, na primeira solicitação. Bem antes de sair na imprensa. O Gerente do Projeto, na época, é hoje o Presidente da COPAC. Naquela época, o MPF ficou satisfeito com as informações. Não sei o que a Zelotes descobriu relativo ao programa. Alguns tentam imputar à instalação do WAD algum tipo de falcatrua. Não vejo assim, espero não estar enganado.
Quanto à falta de empenho, só se for empenho em destinar verbas, por parte do GF. Não falta empenho da FAB em resolver os problemas.